domingo, 27 de março de 2011

Faltam 761 dias para 26/04/13

 

TEMA: UNIDADE 15 – Jo 17:19-23.

 

Glórias a Deus! Como é bom viverem os irmãos em união! O Salmo 133 é um cântico de romagem que associa a unidade às bênçãos de Deus que são derramdas e fluem abundantemente do trono da graça para todo o corpo, ungindo-o e refrescando-o.

 

"[cântico dos degraus, de Davi] Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união. É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes. Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião, porque ali o SENHOR ordena a bênção e a vida para sempre." (Salmos 133)

 

Quão bom e quão suave é fala de algo essencialmente bom e suave, de forma agradável, que não acrescenta dores e que é capaz de nos dar grande prazer, conforto, paz de espírito, alegria e gozo sobrenaturais. A bondade e a suavidade estão abundantamente presentes no nosso Deus, no Pai, no Filho e no Espírito Santo.

 

Dentre todos os atributos de Deus aquele que mais me comove é a sua bondade. Ela está presente em toda a criação, em todas as obras que Deus faz ou permite que se faça. A sua bondade é sua vontade em ação, contruindo, organizando e sustentando a vida e todas as coisas.

 

Ontem, no programa da National Geografics ou no Discovery, não me lembro, eu vi um programa falando do universo e das tentativas dos cientistas de quererem mapear o universo e criarem um modelo virtual em computadores para estudarem e compreenderem o Universo. Eles usaram um telescópio ultramoderno com uma máquina fotográfica gigante e tiravam fotos a todo tempo e as fotos eram trasnmitidas para o computador que ia criando um modelo tridimensional.

 

A primeira dificuldade deles foi entender como e porque o universo não se espalhava, mas as galáxias eram mantidas coesas e na medida que se chegavam ao centro delas, as estrelas iam orbitando aquele centro com velocidades incríveis. Foi ai que um cientista brilhante teve o entendimento de imaginar por inferência uma matéria escura. Não podemos medi-la, mas ela está presente e transpassa tudo e a todos e mantêm tudo ligado, unido na forma que deve estar. Ela é como uma imensa teia ou cola que mantém as galáxias onde elas estão.

 

"Na cosmologiamatéria escura (ou matéria negra) é uma forma postulada de matéria que só interage gravitacionalmente (ou interage muito pouco de outra forma). Sua presença pode ser inferida a partir de efeitos gravitacionais sobre a matéria visível, como estrelas e galáxias. No modelo cosmológico mais aceito, o ΛCDM, que tem obtido grande sucesso na descrição da formação da estrutura em larga escala do universo, a componente de matéria escura é fria, isto é, não-relativístiva. Nesse contexto, a matéria escura compõe cerca de 23% da densidade de energia do universo. O restante seria constituído de energia escura, 73% e a matéria bariônica, 4%. [1] " – fonte wikipedia.

 

O Criador de todas as coisas fez todo o universo, o chamado céus e terra. Como é imenso o universo criado! Como é enorme. Como é grande! Como somos tão pequenos... ele mantém todas as coisas e sustenta todas elas pela força de seu poder.

 

A bondade de Deus está presente em tudo.  A suavidade já nos dá a idéia de movimento e não sei porque imagino o movimento de cima para baixo, descendo, descendo do trono de Deus e vindo em todas as direções, invadindo tudo, perspassando tudo, suave e delicadamente. Depois continuaremos. Um bom dia a todos: vamos para a EBD!

 

A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.