terça-feira, 2 de novembro de 2010

Faltam 906/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  A Soberania de Deus Exclui a Dualidade do Bem X Mal 9

 

Sobre os mortos: para Deus todos vivem!

 

Certa vez Jesus discutia com os saduceus que não criam na ressurreição dos mortos e tentavam apanhar Jesus em alguma contradição. Então, apresentarem uma história cujo final parecia encurralar ao Senhor, ele, sabiamente, deu-lhes uma resposta insperada de que após a morte não seremos como os vivos que se casam e se dão em casamentos, mas seremos como os anjos lá no céu que não se casam nem se dão em casamento porque não morrem e por isso são iguais aos anjos, e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição..

 

Em seguida diz sobre os mortos: "37. E que os mortos hão de ressuscitar também o mostrou Moisés junto da sarça, quando chama ao Senhor Deus de Abraão, e Deus de Isaque, e Deus de Jacó. 38. Ora, Deus não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para ele vivem todos. 39. E, respondendo alguns dos escribas, disseram: Mestre, disseste bem." (Lc 20:37-39).

 

Ao se dizer Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó tanto tempo depois de que eles morreram, Deus estava dizendo que eles não estavam mortos, mas vivos. Vivos com Deus, em Deus. Moisés não havia morrido? E como ele apareceu no Monte da Transfiguração, junto com Elias a consolar Jesus?

 

"28. E aconteceu que, quase oito dias depois destas palavras, tomou consigo a Pedro, a João e a Tiago, e subiu ao monte a orar. 29. E, estando ele orando, transfigurou-se a aparência do seu rosto, e a sua roupa ficou branca e mui resplandecente. 30. E eis que estavam falando com ele dois homens, que eram Moisés e Elias, 31. Os quais apareceram com glória, e falavam da sua morte, a qual havia de cumprir-se em Jerusalém." (Lc 9:28-31).

 

Eu acho assim que na verdade eu jamais morrerei, em primeiríssimo lugar porque jamais saberei que morri e se um dia vier a sabê-lo, então não estarei morto, mas vivo. Em segundo lugar, porque sou pessoa, criada por Deus para viver para sempre. Eu, então não morro, quem morre é o meu próximo, nunca eu mesmo.

 

A minha morte não é morte, mas um processo de separação dos atuais vivos que têm o fôlego de vida em suas ventas. Eu deixo os vivos aqui para estar com a própria vida, em Deus e, creio, em comunhão com ele e com os que já partiram.

 

Mudando de assunto: baixei o discurso de posse da Dilma com uma duração aproximada de 25 minutos (http://asnovidades.com.br/2010/primeiro-discurso-da-dilma-presidente-do-brasil/) e espantei-me que ela não fala de Deus. Agradece a tantos, mas não agradece a Deus. Por que será? É verdade que às vezes, tem gente que fala, fala de Deus e é um verdadeiro satanás, mentiroso e sem vergonha. Espero que ela tenha compromissos com a verdade, com a justiça, com o juízo e faça um bom governo para a glória de Deus.

 

Falar de Deus ou em nome de Deus ou mencionar a Deus é sinal de compromisso com Deus? É preciso cuidado. Como já disse tem gente que fala demais de Deus e nada tem de Deus. Eu sei de uma coisa. O compromisso de Deus é com a justiça, com o juízo, com a misericórdia, com a verdade, etc... quem trilhar estes caminhos, estará, ainda que não falando, nem mencionando a Deus, seguindo a Deus.

 

Ressalto, no entanto, que causou-me tristeza em meu coração um discurso tão longo e tão agradecido a tanta gente, sem dar graças a Deus. Dizem que a boca fala do que está cheio o coração. Preciso dizer mais alguma coisa? Cuidado, senhora Presidenta, com a glória devida a Deus!

 

Completando a minha fala da soberania de Deus, ontem fizemos algumas citações de G.V.Groningen e a sua análise ficará pra outra oportunidade. Uma boa tarde a todos.

 

Acompanhamento de minhas leituras/áudios:

Ø       Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.

Ø       Estou na pág. 385/545 (70%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.

Ø       Estou na página 360/438 (81%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.

Ø       Estou na página 220/274 (75%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.

Registro das leituras/áudios Terminados:

1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].

 

A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.