sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Faltam 896/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  Empregado de Cristo! Quem de fato somos em Cristo? Cl 3:3
 
Coloco-me hoje diante do Senhor para meditar em minha condição secular.
 
Acredito em primeiríssimo lugar que Deus é soberano, sábio e bom em 100% de tudo o que faz ou permite que se faça como incansavelmente venho dizendo ao longo de todos os tempos em que venho “blogando”.
 
Deus sendo bom, sábio e soberano, governa e reina na presente era e em todas as eras e jamais deixou de governar ou ser monarca absoluto e Senhor de tudo e sobre todos.
 
Ele reina! Portanto, tem trono, domínio, reino. Seu reino é todo abrangente e nada fica de fora. Abrange os céus e a terra, o inteiro cosmos ou universo, tanto visível quanto invisível, tanto desta ou de outra dimensão. É domínio e reino absoluto e total. Portanto também controla e está no controle de tudo e de todas as coisas.
 
Isso eu creio acerca de Deus e portanto o homem deve adorá-lo, servi-lo, buscá-lo. Deus criou o homem e a ele deu mandatos que se perpetuam e jamais deixarão ou deixaram de serem validos ou pertencentes a uma antiga aliança que caducou.
 
Reina o Senhor, tremam os povos! Ele está entronizado acima dos querubins, comova-se a terra! É o que está dito no Sl 99:1. Podemos didaticamente classificar tais mandatos em culturais, sociais e espirituais e sobre eles há muito o que falar, mas não quero fazê-lo agora, somente dizer que existem, que foram dados e que estão validos e validados.
 
A responsabilidade do homem é do homem! Deus claramente deixa isso exposto em sua palavra: o homem é 100% responsável por seus atos, fatos e omissões relacionados aos mandatos que deveria cumprir.
 
Agora, nosso dever é claro e até somos coagidos à perfeição: “Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.Mateus 5:48. Mas como se falhamos na ação e na falta de ação? Somos pecadores! O pecado nos tornou pecadores!
 
Zanzando por ai, por este vasto mundo que Deus criou, o homem, perambulante e sentindo a falta de Deus, quis lhe agradar ao seu modo, mas Deus o reprovou. Não porque Deus seja ou tivesse sido caprichoso, mas porque o homem queria dividir a sua glória com ele, mas Deus não divide a sua glória nem a dá a outrem! “"Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra, às imagens de escultura" (Is. 42.8 - ARA).
 
Um dia, na criação, antes da queda Deus estabeleceu com o homem o pacto da sua aliança que se resume em ordenanças ou mandatos. Citaremos o trecho bíblico respectivo mais a frente. Depois da queda, o próprio Deus já providenciou o resgate da alma pecadora por meio da promessa da semente da mulher que esmagaria a cabeça da serpente.
 
Lendo e meditando na palavra de Deus, veremos que Jesus Cristo é essa semente da mulher.
###continua amanhã...###
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl, Ef, Fp. Estou lendo Cl da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 430/545 (79%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 410/438 (94%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
Registro das leituras/áudios Terminados:
  • Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
  • Terminei as 274 (100%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.