terça-feira, 16 de novembro de 2010

Faltam 892/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  Empregado de Cristo! Quem de fato somos em Cristo? 5 - Cl 3:3
 
Eu sou empregado de Cristo! Eu sou cidadão celeste, dos céus! Eu sou estudante de Cristo! Eu sou vizinho de Cristo! Eu sou de Cristo! Eu tenho a mente de Cristo! O Espírito Santo é claro, explícito, transparente e não percebemos nosso papel e quem de fato somos em Cristo. Aliás, na verdade, não entendemos nem quem ele é quanto menos entenderemos quem somos ou o que estamos fazendo por aqui.
 
Vamos meditar em Colossenses 3:
 
Porque sabendo que fomos ressuscitados com Cristo não buscamos as coisas que são de cima, donde Cristo está assentado à destra de Deus? Porque não pensamos nas coisas que são lá de cima e não nas que são da terra?
 
Nós morremos! Como pode um morto ainda ter vontades, desejos ou querer mandar em alguma coisa? Se morremos, também o pecado já não tem mais domínio sobre nós. Alguns teólogos chamam o presente estado em que vivemos de o “já” eo  “ainda não”. Já morremos, mas ainda não. É por isso que o Espírito Santo nos diz claramente nas sagradas escrituras: “o meu justo viverá pela fé” (Ha 2:4; Hb 10:38).
 
Estando, pois, mortos nossa vida agora está escondida com Cristo, em Deus, a fim de que quando ele se manifestar, também nós nos manifestaremos com ele, em glória! Que maravilha e que grande bênção já recebemos do Pai a ponto de nem querermos mais nada desta presente era, seja isso o melhor que o mundo possa oferecer.
 
Nada pode se comparar a honra de termos nossa vida escondida com Cristo pronto para ser revelada, em glória, na sua vinda. Ah, se soubéssemos de fato que somos em Cristo! Nós não o sabemos.
 
Os que sabem devem se esforçar por exterminar as suas inclinações carnais pelas quais coisas vem a ira de Deus com furor sobre os filhos da desobediência. Nós não somos filhos da desobediência. Meu pai não se chama Rebeldia, nem minha mãe desobediência, nem muito menos tenho um irmão chamado ingrato ou uma irmã chamada murmuração.
 
A prostituição, a impureza, a paixão, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria, tudo isso, abunda e superabunda na família dos filhos da desobediência. A palavra de Deus nos exorta a despojarmos de tudo isso: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes de nossa boca, da prática costumeira da mentira porque já nos despimos do velho homem com os seus feitos.
 
Estamos agora vestidos do novo homem que se renova para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que nos criou.
 
Prosseguiremos amanhã...
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl, Ef, Fp. Estou lendo Cl da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 455/545 (83%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 435/438 (99%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
  • Estou na página 43/214 (20%) de Crítica Textual do Novo Testamento, de Wilson Paroschi. Ed. Vida Nova.
Registro das leituras/áudios Terminados:
  • Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
  • Terminei as 274 (100%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.