sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

365 dias de propósito! Dia 164/365 - 1º Dia de 2010 - Vamos Confiar em Deus

Minha LBH: estou no Salmos 20. Quanto ao livro CRIAÇÃO E CONSUMAÇÃO - Volume 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador, de Gerard Van Groningen (título do original em inglês: FROM CREATION TO CONSUMMATION). Editora Cultura Cristã – estou na página 120/656. Quanto às Institutas de João Calvino, parte III, que estou ouvindo (utilizo o TextAloud 2.303, da www.nextup.com, com voz Loquendo Felipe – Brasilian  Portuguese) em meu Nokia - N95, geralmente em meu UNO: estou em 21h41m20s/25h56m37s.

 

01/01/2010 – Vamos confiar em Deus todos os 365 dias de 2010?

 

Estamos no primeiro dia do ano de 2010 e a mensagem de Deus para mim tem sido esta: meu filho tão-somente confie em mim. É Deus me pedindo um voto de confiança e isso para meu próprio bem. "Filho, confie em mim!" Todo o meu ser respira esta palavra, tanto que foi ela que preguei na última quarta-feira de 2009, no culto dos impossíveis confira: http://www.scribd.com/doc/24633514/Voce-Confia-em-Deus).

 

Confiar em Deus não é algo tão simples, mas é a opção mais inteligente, sábia e eficaz que você poderia praticar. Você está preparado para as coisas que tiver que enfrentar neste 2010, seja ela o que for? Quando tudo está bem, é moleza. Quando a situação aperta decorrente de problemas que teremos de enfrentar, nosso primeiro desejo é fugir, ignorar, mas Deus está pedindo votos de confiança.

 

José, filho de Jacó, é um exemplo de alguém que confiou plenamente em Deus. As situações que enfrentou foram tão adversas, tristes, decepcionantes que se não fosse a sua cabal confiança em Deus e na sua providência, teria vivido amargurado, ferido, triste e quem sabe teria até feito pacto com a violência, a vingança ou se aliado à corrupção, às falsas amizades?

 

Paulo, o prisioneiro de Cristo, foi outro exemplo fantástico de confiança plena em Deus. Tanto tempo passou em prisões, sofrendo açoites, perseguições, fome, nudez, perigos reais de morte que poderia ter se tornado em um homem revoltado e à busca de sua própria justiça querendo se vingar de seus inimigos, mas não foi assim. Paulo também confiou em Deus. Jamais veremos ele em suas cartas dizer que era prisioneiro de César, de Roma, mas prisioneiro de Cristo, do Senhor.

 

Obviamente que você não confia em quem não conhece. A relação de confiança exige de ambas as partes conhecimento mútuo. Eu preciso conhecer a outra parte. Eu jamais confiarei em alguém ou em algo que eu não conheça. Confiança somente é possível onde existe um relacionamento. Eu confio em minha esposa com quem convivo há 23 anos e ela, certamente, confia, também, em mim. Nós confiamos um no outro porque conhecemos um ao outro.

 

Quando Deus me pede confiança ele está a me dizer: já estamos há tanto tempo juntos, filho. Eu te conheço desde o ventre onde tua substância ainda era informe. Ali, em meu livro, escrevi todos os teus dias... confie em mim! (ver Sl 139). É verdade, meu Senhor, eu também te conheço desde quando estava no ventre de minha mãe, pois foi a tua mão que me modelaste: cada entranha de meu ser foi por ti formada e entretecida. É maravilhoso demais tal conhecimento. Eu te amo, Senhor.

 

Irmãos, Deus está falando neste blog e dizendo a você: confie nele de todo teu coração, alma, forças e entendimento que este 2010 será para ti um ano especial e abençoado. A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.