sexta-feira, 9 de outubro de 2009

365 dias de propósito! Dia 80/365


Minha LBH: até I Sm 2. Hoje é sexta-feira e ontem foi o dia da reunião de nosso Grupo Familiar ARCA DA ALIANÇA (http://grupofamiliararcadaalianca.blogspot.com/ - acessem e deixem o seu comentário) e, portanto, a palavra de hoje de nosso JAMAIS DESISTA, será a que foi pregada ontem, pelo nosso amado irmão Joseilson, da “Primeirona”, sobre Maria, um exemplo a ser seguido. (Lc 1: 26-38).

Seguir as orientações de Deus e não duvidar em seu coração, mas confiar naquilo que ele diz não é fácil para ninguém e se observarmos na história dos grandes homens de Deus relatados na Bíblia, muitos vacilaram diante da primeira aparição do Senhor revelando seu plano e o seu desejo de usá-lo: vejam o caso de Moisés (vacilou tanto que se não fosse Deus preparar Arão nem sei como teria conseguido falar com Faraó para liberar o povo), de Gideão (ficou fazendo testes e mais testes para ver se Deus estava mesmo com ele) .

Com Maria, tudo foi diferente e, pasmem, Maria tinha apenas 15 anos quando recebeu a visita do anjo Gabriel e ainda estava esposada de José, isto é comprometida a José para lhe ser entregue no tempo aprazível conforme o costume da época. A questão do namoro era coisa séria e estar esposada era que José a tinha escolhido para ser sua namorada. Ela era uma adolescente. Ela era uma mulher (situação difícil para as mulheres da época). Ela estava comprometida.

Maria não duvidou em seu coração, mas quis saber como se daria tal coisa de ela ficar grávida uma vez que era virgem e o anjo lhe explicou e sua reação foi de faça-se, pois, a vontade de meu Senhor e Deus. Aleluias! Que exemplo de fé e de uma adolescente. Reparem que quando o anjo apareceu a Zacarias a reação dele foi diferente e duvidosa tanto que foi repreendido e teve, como castigo, a perda da fala até o nascimento de João Batista.

Maria não se desesperou na sua situação em como Deus iria equacionar e resolver as coisas diante da sociedade, diante de seu noivo, diante de seus pais e familiares, apenas confiou em Deus e agradeceu o privilégio de estar sendo usada para ser a mãe do Salvador do mundo! Meu irmão e minha irmã, você que é pequena e insignificante diante dos homens, saiba que Deus está de olho em você e irá exaltá-lo em sua vida, apenas confie, Deus está vendo a sua situação, faça o teu melhor para Deus e espere no seu tempo.

Em sua prédica, mexeu com nossa imaginação, fazendo-nos passar por Maria (as mulheres) e por José (os homens). Imagine, você leitor deste blog abençoado que Deus te escolheu para ser a mãe e o pai de Jesus. Você gostaria de ter um filho assim? Como você o educaria, trataria, cuidaria? Então, como você está lidando com os teus filhos? Está tudo bem?

Exaltou as mulheres que seguiram a Jesus e a sua fidelidade, pois a Bíblia sempre relata elas próximas a Jesus dando-lhe sempre assistência, inclusive em seu momento mais terrível: a crucificação. E os homens? E José, o pai, onde estava?

Desafiou-nos com uma questão para promover a discussão e a reflexão: como deve ser o crente de hoje? Olhe para Maria e Você terá a resposta: fiel até o fim; adoradora; sábia e temente a Deus. A participação de todos enriqueceu muito o momento. Foi muito bom participar e falar um pouco de nossa opinião.

Deu-nos diversas exortações relacionadas ao tema conforme ia se desenvolvendo sua preleção, exemplos: Deus trabalha certo por linhas certas, nós é que somos tortos; venha como estás; independentemente de você receber qualquer coisa, primeiramente dê!; quer melhorias no seu relacionamento conjugal, primeiro, melhore você; desconfie quando tudo vai bem em sua vida, pois nós que somos filhos aprendemos as lições pelas provações e dificuldades; não fale mal dos homens de Deus e se você não for ajudar, cale-se, não atrapalhe.

Fechou o assunto com um testemunho sobre a oração de um irmão que propôs em seu coração orar até Deus lhe falar e ai começou a orar e depois de 24hs seguidas, exausto, reclamou: - eu me gasto e o Senhor nada diz. A resposta divina veio a ele da seguinte forma: desde que você começou, meu filho, estou querendo lhe falar, mas você não me deixou! Orar, irmãos, é também ficar em silêncio, buscando o som da voz do seu Amado Papai que está nos céus. 

Sobre a oração, amanhã, no JAMAIS DESISTA, não percam, mais uma meditação valorosa de nosso amado irmão Diogo Freitas. Se você meu amado irmão é daqueles que se diz seguidor de Jesus e buscador do Reino de Deus e de sua Justiça e não ora ou ora apenas para agradecer, faça um favor a você mesmo: pare de orar! Séria essa advertência, não é? Então não perca a meditação de amanhã. A Deus toda a glória. Amém!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.