sexta-feira, 2 de outubro de 2009

365 dias de propósito! Dia 73/365

LBH: terminei Juízes 6. Chamou-me a atenção na minha meditação de hoje o fato de Débora ter sido uma juíza, de treze, em Israel. Isso significa que essa mulher era especial e, mais ainda, que Deus pode usar, conforme seus propósitos, mulheres em altos cargos. Para nós, em nossos tempos modernos, a mulher exercer altos cargos não é novidade, mas, naquela época, realmente isso foi algo especial. A Palavra de Deus nos diz que em Cristo já não há nem homens, nem mulheres, nem escravos, ... (“Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus." – Gl 3:28).
 
Também ressalto o fato de que Russel Shedd aproveitou o ensejo para falar dos homens que vacilaram ou hesitaram ao receberem os chamados de Deus: Baraque (Jz 4:8); Moisés ( Ex 4:13); Gideão (Jz 6:15) e Jeremias (Jr 1:16). Este assunto, daria muito o que falar... você tem vacilado em seu chamado, meu irmão? Deixemos para outro momento...
 
Como ontem tivemos nossa reunião abençoada em nosso Grupo Familiar da ARCA DA ALIANÇA (http://grupofamiliararcadaalianca.blogspot.com), a nossa meditação de hoje falará do que foi ministrado ontem pelo nosso amado Pr. Nelsinho: a palavra ministrada foi uma bênção para todos nós e começou relatando o sofrimento por que passava Ana que era muito amada por seu marido, mas que era estéril e na época, por isso, era desprezada e carregava em si o seu opróbrio. Quantos de nós não estamos enfrentando situações semelhantes de opróbrio e desprezo e zombaria por causa, principalmente, de nossa fé? Quantos de nós não estamos enfrentando situações difíceis de “esterilidade” em alguma área de nossa vida sem que vislumbremos a cura?
 
Ana tinha saído da festa em que estava e com coração amargurado foi para o templo. Lá, abriu o seu coração de forma que o sacerdote que ali estava vendo sua balbucia a tratava como bêbada, mas ela não estava nem ai para nada, apenas queria desabafar, contar para Deus o seu problema e pedir-lhe uma saída, pois já não estava dando mais para suportar. E quanto a nós, porque não corremos também como Ana aos pés do Senhor? A ARCA DA ALIANÇA simboliza o templo e como Ana, nos exortou a abrirmos de verdade nossos corações para Deus, pois este tem uma saída, como teve uma saída para Ana.
 
Ana correu para o templo, de semblante triste porque sabia que Deus estaria ali para ouvi-la e para lhe mudar a sua história. Ana olhou para Deus e foi sincera: “Deus ta doendo... não agüento mais isso... todos zombam de mim... ajuda-me”. E quanto a você que hoje veio para a ARCA, disse, desabafa, conte para Deus o seu problema: “Senhor, estou passando uma situação difícil, bem delicada, de decepções, desgostos e tristezas. Não agüento mais ser pisado. Honra-me neste lugar para a tua glória!
 
Assim como a vida de Ana, as nossas vidas não estão em nossas mãos nem na mão de nenhum homem ou autoridade ou bandido. Ninguém nos move de lá para cá como se fôssemos seu brinquedo, sua propriedade. Nossa vida pertence a Deus e somente a ele. Se estamos aqui ou acolá, foi Deus e não o homem que nos moveu. Se assim nos moveu, tem Ele, o Senhor, um propósito, um desígnio e este irá ser cumprido.
 
Vendo o sacerdote que realmente Ana estava sóbria e que orava com seriedade  a despediu com a sua bênção e ela saiu dali aliviada, cheia de certeza de que o Senhor ouviu a sua oração. Como sacerdote do Senhor, eu, Pr. Nelsinho, aqui estou para te dizer que vá em paz, pois Deus tem ouvido o seu clamor e você sairá daqui grávido de sua bênção. Saiba que você sozinho não vence a batalha, mas se Deus estiver ao seu lado você será a maioria. E, se cada um, dos que estão aqui, é maioria com Deus, imaginem toda a ARCA buscando ao Senhor neste momento. Não haverá barreiras que não possamos juntos vencer.
 
Na sua aflição Ana foi objetiva: pediu-lhe um filho. Fez voto de consagrar o menino assim que desmamasse. Deus a ouviu. Usou o sacerdote para lhe abençoar e saiu dali abençoada. Nós também devemos ser objetivos e falarmos claramente ao Senhor onde está pegando, onde o calo está apertando.
 
Ana então voltou para festa alegre. Coabitou com seu marido e o Senhor a visitou e ela gerou um filho: SAMUEL que veio a ser grande profeta em Israel. Ela não tardou em cumprir o seu voto e Deus a abençoou mais ainda. O Senhor a visitou tão grandemente que depois de Samuel ainda teve mais 2 filhos e 3 filhas. Aleluias!
 
Foi “bênçao pura” na linguagem dos irmãos abençoados. Com certeza, saímos dali da ARCA grávidos das bênçãos de Deus. Obrigado, pastor Nelsinho que o Senhor continue a te usar cada vez mais para a sua honra e glória. Amém!
 
A todos, deixo, abaixo, a oração de Ana de agradecimento a Deus (que oração ungida! Daria uma super pregação... quem sabe um dia... glórias a Deus.) que serve para nossas reflexões.
 
1 "Então, orou Ana e disse: O meu coração exulta no SENHOR, o meu poder está exaltado no SENHOR; a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação." 2 "Não há santo como é o SENHOR; porque não há outro fora de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus." 3 "Não multipliqueis palavras de altíssimas altivezas, nem saiam coisas árduas da vossa boca; porque o SENHOR é o Deus da sabedoria, e por ele são as obras pesadas na balança." 4 O arco dos fortes foi quebrado, e os que tropeçavam foram cingidos de força.5 "Os que antes eram fartos se alugaram por pão, mas agora cessaram os que eram famintos; até a estéril teve sete filhos, e a que tinha muitos filhos enfraqueceu." 6 "O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela."7 "O SENHOR empobrece e enriquece; abaixa e também exalta." 8 "Levanta o pobre do pó e, desde o esterco, exalta o necessitado, para o fazer assentar entre os príncipes, para o fazer herdar o trono de glória; porque do SENHOR são os alicerces da terra, e assentou sobre eles o mundo." 9 "Os pés dos seus santos guardará, porém os ímpios ficarão mudos nas trevas; porque o homem não prevalecerá pela força." 10 "Os que contendem com o SENHOR serão quebrantados; desde os céus, trovejará sobre eles; o SENHOR julgará as extremidades da terra, e dará força ao seu rei, e exaltará o poder do seu ungido."  (I Sm 1:1-10). A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.