sábado, 11 de abril de 2020

CORONAVÍRUS - HARARI - AI - AGENDA GLOBAL - A BÍBLIA


Parece-me que estamos escolhendo a AI para tomar nossas decisões. Seria ela confiável a tal ponto de nos entregarmos plenamente?
Há um grande perigo no mundo moderno...
Não podemos crer, sem investigar, no que vemos, nem no que ouvimos. Na verdade, não há informação totalmente segura no mundo moderno da hiper-realidade.
Por meio digital, é possível enganar incautos com montagens em fotos, vídeos e textos facilmente. Há ainda quem defenda que já podemos produzir holografias tão poderosas que ela poderia gerar falsas realidades no mundo, inclusive com sons.
O mundo está mudando aceleradamente... Não me admira nada, em breve, termos notícias avassaladores envolvendo ETs com hiper-realidades. Na ficção, temos, entre outros, o Homem Aranha, no filme De Longe de Casa. Veja como o vilão, Mysterio, usando centenas ou milhares de drones, apresenta sua versão da realidade que consegue enganar a todos.
Já repararam que guando temos dúvidas no conteúdo, principalmente quando queremos nos certificar de uma informação se ela é ou não uma fake News, recorremos ao Google. O objetivo é investigar se é ou não verídico. Pois é, estamos transferindo para a AI essa decisão. Que perigo! Vejo mesmo que já não há mais volta... O mundo caminha aceleradamente para o controle total, a vigilância global e a necessidade de uma gestão disso hiperinteligente com o despontamento de uma liderança mundial
Na computação quântica (Google, por exemplo) é possível criar uma matriz da humanidade com um sósia de cada um de nós. Nesse mundo, baseado em nossas escolhas e dados fornecidos (ao longo de anos nós temos alimentado esse sistema em seus muitos experimentos e brincadeiras, como, por exemplo, o reconhecimento facial) é possível fazer previsões de comportamentos muito precisas. À medida que alimentamos o sistema, ele vai nos consumindo em nossa privacidade e individualidade. Seria isso o capitalismo da vigilância?
*Precisamos pensar... isso faz bem.*
O mundo já não é mais o mesmo...
O mundo está mudando e os pensamentos e ideias antigas irão dar lugar ou terem de se adaptar...
O cenário está cada vez mais sendo aperfeiçoado e preparado para o ἄνθρωπος τῆς ἀνομίας - anthrōpos tēs anomias.
Maranata!
YUVAL NOAH HARARI: O Grande Irmão depois do CORONAVÍRUS disse: - nesse momento de crise, enfrentamos duas opções muito importantes.
1.     A primeira, entre a vigilância totalitária e o empoderamento do cidadão.
2.     A segunda, entre o isolamento nacionalista e a solidariedade global.
A grande batalha do século parece ser então entre a saúde e a privacidade. A saúde está forçando o indivíduo (que não é divisível) a desaparecer para dar lugar ao divíduo (que se pode dividir). O mundo está mudando... Já não mais será o mesmo depois do CORONAVÍRUS...
Isso tudo foi um acaso oportuno para o Big Data ou se plantou e tudo não passa de um grande experimento social para aperfeiçoamento da AI como estávamos falando no início dessa postagem?
Parece mesmo haver um grande conflito no mundo entre a Esquerda ou a Direita ou entre o Estado e o Mercado:
> O Estado quer ditar o que você pode ou não pode fazer, isso, em benefício da coletividade, do todo, do “divídio”
> O Mercado quer empoderar o paciente, a família, para tomarem decisão por si mesmo. A teoria de livre mercado da saúde diz que você tem o direito de tentar.
No entanto, entendo que possa haver algo muito maior do que o aparente conflito. Ou seja, há mentes humanas e outras mentes que pensam estarem no controle do mundo e não estão nem aí para essas discussões e opiniões, pelo contrário, as incentivam. Eles pensam estarem no controle de uma agenda global. Para estes, quanto mais as pessoas se acusarem e estiverem ocupados buscando culpados e regimes/pessoas certas, melhor ainda. Que discutam, que opinem, que briguem, que façam a paz, que acreditem, que filosofem, que vão às igrejas orarem, que esperem pelo Messias, que deixem de acreditar, não importa... conquanto não mexam no meu dinheiro ou continuem a gerar mais riquezas mesmo que isso gere milhares ou bilhões de mortes no planeta. Eles apostam na natureza infantil, tola, soberba e gananciosa do próprio homem que se corrompe com poder, sexo, dinheiro e status.
Sendo assim, o pobre é apenas o pobre. Nenhum dos lados quer saber dele, mas todos precisam dele. Ambas - esquerda e direita ou estado e mercado -  são farinha do mesmo saco onde o pobre é o objeto delas. De uma, ele é seu objeto (precisa dele para se desculpar e expandir suas riquezas – pobre dos pobres e das minorias); de outra, ele é também seu objeto (precisa dele para gerar seus recursos – quanto mais ele for para a sua igreja e adorar seus deuses ou o Deus Único, trabalhando e produzindo, melhor).
QUEM ESTÁ NO CONTROLE AFINAL?
Fica para outro momento a continuação dessa importante reflexão... continua...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.