domingo, 29 de abril de 2012

“O Infinito e Urgente Amor de Deus e o exemplo de Moody” – parte 3

Ou cremos ou não cremos. Isto é o fato! Deus mandou pregar e escolheu a pregação para salvar os perdidos. Cremos em Deus? Simples, vamos pregar; não cremos? ... é melhor eu ficar calado... Moody sentia arder em seu peito a urgência, a importância e a necessidade da pregação. Vejamos a continuação dela com o Salomão:


Quatro fatos marcaram profundamente as pregações de Moody, preparando-o para suas grandes cruzadas evangelísticas que aconteceriam poucos anos depois.

O primeiro fato ocorreu nesta viagem, enquanto estava sentado num banco de numa praça de Dubin. Lá, ele ouviu uma pregação do evangelista Henry Valey, que marcou profundamente seu espírito. Valey disse: "O mundo ainda está para ver o que Deus quer fazer com, para, através, dentro, e por, o homem totalmente consagrado a Ele".

Ainda em Dublin ele encontrou-se com Henry Moorehouse, que prometeu fazer-lhe uma vista na igreja de Moody, quando ele fosse aos Estados Unidos.

O segundo fato ocorreu em 1968, foi quando Moorehouse cumpriu a promessa ficando uma semana pregando na igreja de Moody. Lá Moorehouse conversou particularmente com Moody aconselhando-o: "Ensine o que a Bíblia diz, não suas próprias palavras, e mostre as pessoas o quanto Deus os ama." Depois desta época, as pregações de Moody  melhoraram  substancialmente.

O terceiro incidente ocorreu na convenção da YMCA em Indianápolis, em 1870. No momento em que Moody estava pregando, ele perguntou aos presentes se havia algum voluntário para cantar um hino. Imediatamente  Ira A. Sankey começou a cantar "Há Uma Fonte Cheia de Sangue". Quando terminou, Moody disse: "Você tem de ir comigo à Chicago, eu tenho esperado por você há oito anos". Sankey seguiu com Moody em 1871.

O quarto episódio foi o incêndio de Chicago. Na noite do início do incêndio, Moody pregou para grande número de pessoas sobre a necessidade de aceitar Jesus e deu uma semana para as pessoas refletirem sobre o assunto. Depois do incêndio, algumas pessoas morreram neste e outras se afastaram, de modo que Moody decidiu nunca mais deixar de fazer o convite para aceitar a Cristo em tadas as suas pregações.         

O prédio da YMCA e a igreja foram destruídos. A igreja foi reaberta em dezembro de 1871. Durante algum período, ele teve de morar na casa de um amigo em Nova Iorque. Tudo isso provocou grandes mudanças em seu espírito. Em Nova Iorque ele teve uma experiência espiritual, sobre a qual ele escreveu: "Ah! que dia! Não posso descrevê-lo, nem quero falar no assunto; .... Posso apenas dizer que Deus se revelou para mim e tive uma experiência tão grande do seu amor que tive de rogar-lhe que retirasse de mim sua mão....".

Logo depois, o Senhor supriu dinheiro para Moody construir um prédio provisório para a igreja em Chicago.

Logo após a construção do templo definitivo, em 1872, ele voltou à Inglaterra a convite de uma igreja de Londres. Em 10 dias, 400 pessoas foram salvas.

No ano seguinte, Dwight foi convidado  por três ingleses para pregar na Inglaterra. Lá chegando, os convites não mais cessaram. Moody e Sankey não tinham idéia de que iriam "sacudir" a inglaterra, com Whitefield e Wesley fizeram 125 anos atras.

Da Inglaterra, eles foram convidados para a Escócia, depois para as ilhas britânicas, depois Irlanda, depois de volta à Inglaterra, em Londes, onde permaneceu por mais 4 meses. Todos os lugares por onde ia, uma multidão assistia suas pregações. Um total de dois milhões e meio de pessoas assistiram suas pregações durante essa cruzada. Foi estimado um número de 5000 pessoas sendo convertidas neste período.

Moody tinha pouco estudo formal. Deus o usava de forma maravilhosa.

Quando voltou aos Estados Unidos, passou a ser uma pessoa conhecida, sendo convidado para inúmeras cidades para pregar. A primeira cidade foi Brooklyn, que começou em 1875. Multidões de 15 a 20 mil pessoas compareceram em alguns encontros. Estimou-se um número de 2 mil convertidos nessa campanha.

Depois foi para a Filadélfia, com o comparecimento total neste período de mais de um milhão de pessoas, com estimativa de 4 mil convertidos.

Depois, no ano de 1876, foi Nova Iorque, onde permaneceu por pouco mais de dois meses, com comparecimento de aproximadamente 60 mil pessoas por dia, com a estimativa de 6 mil decisões para Cristo.

p.s.: link da imagem original: http://www.astronomiaamadora.net/images/wallpapers/solar_system/planetas_interiores/terra_vista-da-ISS.jpg

Contagem regressiva: Faltam 364 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 29/04/2012) e 774 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.