terça-feira, 12 de julho de 2011

TEMA: As excelências de Deus: sua criação e sua palavra 7 - Sl 19 - Faltam 654 dias para 26/04/13

Agora estamos diante do temor do Senhor e diante de seus juízos que para os justos nem o ouro nem o mel se comparam, mas para os ímpios tudo de ruim. Quem pratica o pecado não quer ser exposto nem descoberto, mas permanecer sujo, longe, oculto, disfarçado.
No entanto ao invés da sujidade desejada vem a limpidez e a sua permanência para sempre. Assim é o temor do Senhor, o princípio da sabedoria. Quem anda nos caminhos do Senhor não deseja a sujidade nem as trevas, mas a luz de aprovação do Senhor.
Juízos? Os juízos quando vêm, não vêm sem trazer desconforto e castigo, mas para os que temem ao Senhor são verdadeiros e justos. Não podemos afrontar sempre, pois uma hora dessas vem o juízo sobre o agressor e o afrontador. O homem não pode ignorar perpetuamente ao Senhor, as suas leis, mandamentos e preceitos e achar que nada os afligirá. O juízo do Senhor vem e vem montado na justiça.
9 O temor do SENHOR
é límpido e
permanece para sempre;
os juízos do SENHOR
são verdadeiros e
todos igualmente, justos.
O justo folga com o Senhor e seus caminhos, pois ve que há esperança para o seu labor e a sua construção. O ímpio fica alegre quando executa a injustiça e diz no seu coração que Deus não está vendo nada e também nada pode fazer. Ele agride a sua vítima com requintes de crueldade. Não basta o bem que furta, mas o terror parece o alimentar. O sangue que escorre de suas vítimas são os seus troféus e a violência a sua irmã.
10 São mais desejáveis do que ouro,
mais do que muito ouro depurado; e
são mais doces do que o mel e
o destilar dos favos.
Homem de Belial, malígno desde o ventre materno, você não ficará impune e os seus atos cairão sobre si mesmo, pois rejeitou o temor do Senhor e desprezou os seus juízos, justos e verdadeiros. Não se desanime ó justo que segue o caminho da justiça, mas lembre-se que você:
  • Está nas mãos do Pai.
  • Seguindo o Filho.
  • Sendo orientado pelo Espírito Santo.
Qual é o maior prazer do homem na terra se não o ouro e quais são as suas maiores delícias se não o mel? O ouro e o mel estão no temor do Senhor e em seus juízos e não na exploração do próximo e na cobiça de bens, loterias, riquezas materiais e dinheiro.
Amanhã, continuaremos com o vs 11 em diante. Uma excelente semana a todos.
A Deus toda glória! p/ Pastor Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br.
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.