sexta-feira, 1 de julho de 2011

Faltam 665 dias para 26/04/13 - TEMA: Tendes fé em Deus! 10 – Mc 11:22

"E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus;" Marcos 11:22
Continuação do post da pregação no aniversário de 20 anos da PIP-PSul:
c2).  A SEGUNDA PARTE FALA DO PORQUE DEVEMOS ENTRAR NA PRESENÇA DO DO AUTOR/DOADOR DE TODA A DÁDIVA
A resposta está no versículo 5:
  1. O Senhor é bom;
Jamais duvide meu irmão da bondade de Deus em todos os atos que faz ou permite. Deus é bom sempre.
  1. A sua misericórdia dura para sempre;
Se você tem a experiência de que Deus é bom, então você entenderá a sua misericórdia e verá que ela não tem jamais fim.
  1. A sua fidelidade de geração em geração.
Além de bom e misericordioso, é fiel. Foi ele quem nos prometeu: "JAMAIS TE DEIXAREI, NUNCA JAMAIS TE ABANDONAREI" (Hb 13:5). Se ele prometeu, ele cumprirá, então eu te convido a ousar e replicar a ele, ao Senhor, com toda a convicção de teu coração, almas, forças e entendimento:
 
- Senhor, eu jamais te abandonarei, nunca jamais te deixarei.
 
A ação da palavra de Deus sendo dirigida a mim dessa forma provoca em mim uma reação. Eu sou obrigado a reagir. Pela ênfase com que o Espírito Santo se dirige a mim, a garantia que tenho é reforçada pelo fato de que não serei deixado, nem abandonado. Sendo assim, posso, com ousadia também afirmar, como se a palavra pronunciada por Deus estivesse se rebatendo num espelho e se voltando para ele mesmo que a pronunciou: Senhor, eu também jamais te abandonarei, nunca também jamais te deixarei. Eu apenas estou pegando carona no reflexo de sua palavra. Eu somente tenho essa ousadia porque Deus foi ousado. Eu somente tenho esta convicção porque o Senhor a pronunciou. A minha garantia não é minha própria: é Deus falando com Deus na infinitude de seu ser a meu respeito.
Vemos aqui, no grego, que há 5 negativas dando reforço a idéia positiva. Literalmente, a tradução do grego do trecho nunca te deixarei, nunca jamais te abandonarei, pode ser: NUNCA, NÃO te deixarei NÃO MESMO, NUNCA, NÃO te abandonarei. O que isso quer dizer para mim que estou lendo essa palavra ou que estou pregando isso? NÃO TE DEIXAREI, NÃO MESMO, NUNCA, JAMAIS TE ABANDONAREI. Eu não vou te deixar. Eu não vou te abandonar. Eu não vou me esquecer de ti. Eu não vou abandoná-lo. Eu não vou mesmo, jamais, nunca, never, never, never. O Espírito Santo está falando conosco nesta noite e a sua palavra é de que temos a garantia máxima dada pelo próprio Deus de que ele estará conosco e não nos deixará nem nos abandonará. Amém!
No comentário de Matheus Henry está dito que nessa promessa simples e perfeitamente aplicada aos filhos de Deus – a nós a quem Jesus Cristo animou-se a morrer sendo nós ainda pecadores, sim, a nós, com certeza absoluta, esta promessa também a nós se aplica! – está contida a soma e a essência de todas as promessas. Aleluias! Diz mais ainda: o verdadeiro crente terá a graciosa presença de Deus com ele na vida, na morte e para sempre e sempre, amém! Aleluias!
 
Russel Shedd nos diz que o Salmo 100, embora breve (somente tem 5 versículos), é a coroa dos pensamentos dos salmos 95 a 99. Vejamos:
Amanhã, mais uma parte dessa pregação abençoada lá no P-sul.
1. Celebrai com júbilo ao SENHOR, todas as terras.     
Sl 97: é uma exaltação a majestade de Deus.
Mostra-nos a adoração que a natureza presta a Deus. Veja isso na frase "todas as terras".
2. Servi ao SENHOR com alegria, apresentai-vos diante dele com cântico.
Sl 96: é um tributo à glória e à majestade de Deus.
Convida-nos a tributar glória a Deus com cânticos.
3. Sabei que o SENHOR é Deus; foi ele quem nos fez, e dele somos; somos o seu povo e rebanho do seu pastoreio. 
Sl 95: é um convite a louvar ao Senhor.
Mostra-nos que Deus fez o universo, mas também é nosso pastor que nos guia pela mão.
4. Entrai por suas portas com ações de graças e nos seus átrios, com hinos de louvor; rendei-lhe graças e bendizei-lhe o nome. 
Sl 99: é um tributo à santidade de Deus.
Mostra-nos que Israel é quem o adora e a ele obedece (quem é hoje o verdadeiro Israel de Deus? Veja: Rm 2:28 e 29)
5. Porque o SENHOR é bom, a sua misericórdia dura para sempre, e, de geração em geração, a sua fidelidade.     
Sl 98: é uma exaltação à justiça de Deus.
Mostra-nos que Deus se manifestou a Israel, ou seja, aos descendentes segundo a fé e não segundo à carne.
A Deus toda a glória! Por Daniel dosite Jamais Desista WWW.jamaisdesista.com.br
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.