terça-feira, 9 de novembro de 2010

Faltam 899/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  Que Fazes Aqui Elias? 6 - I Reis 19:9-21
 
Antes de responder à questão formulada ontem e deixada em aberto, permitam-me uma pausa:
 
Não podemos nos esquecer de nosso cotidiano, pois nele Deus nos fala e nos abençoa grandemente. “Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.” (Pv 3:5-6). É importante lembrarmos, registrarmos e meditarmos nas ocorrências e aprendermos a reconhecer a mão do Senhor em tudo.
 
Sexta-feira, 5 de novembro de 2010, meu filho Miguel estava fazendo 17 anos, ou em dias, 6209 dias. Estávamos preparando uma festa surpresa e tínhamos tudo sobre controle.
 
Sai de casa em meu carro para buscá-lo com o pretexto de passar em casa para apanharmos a mãe, o irmão e a Bebel e irmos ao Park Shopping jogarmos boliche em comemoração ao seu aniversário. Tudo isso era apenas um blefe. A verdade é que tínhamos organizado uma festa surpresa e eu tinha ido buscar o aniversariante para que quando chegasse em casa: surpresa!
 
Sai com tudo e tendo tudo cronometrado. Eu estava vestido e preparado para festa e havia um buraco na pista, ou melhor, uma cratera! Entrei nela e quase fui parar no Japão! Foi horrível! Imediatamente aquele som de vazamento de ar: estorou o pneu! Meu Deus, exclamei! E agora?
 
Encostei o carro. Puxei o freio de mão e, estranhamente, não senti  aquele desespero característico que faz a gente lamentar e murmurar. De minha boca, graças a Deus, não saiu nenhuma maldição, imprecação, xingamento, ... apenas glórias a Deus e aleluias. Troquei o pneu calmamente e já quando estava no finalzinho apareceu socorro por todo lado. Admiraram-se de que eu tivesse trocado tão rápido. Agradeci aos amigos e fui buscar o Miguel.
 
Chegando em casa e aproveitando-me inclusive da história do pneu furado pude dar a história falsa maior originalidade, o que contribuiu para que a surpresa fosse um sucesso. Glórias a Jesus! Graças a Deus! Satanás deve ter ficado triste, pois esperava outro comportamento de minha parte.
 
É importante em nossas vidas confiarmos sempre no Senhor e reconhecer que ele é soberano, sábio e bondoso para conosco sempre, ainda que nossos pneus de nossos carros furem em momentos aparentemente tão impróprios e indesejáveis.
 
Ontem, segunda-feira, 8 de novembro, a tarde, estava eu caminhando de volta ao meu trabalho após ter fechado um contrato de viagem para Egito/Israel em outubro de 2011.
 
Eu vinha, confesso, apreensivo: - meu Deus como irei pagar isso? Estou dando um passo que não posso cumprir. Será que isso será mais uma “Isabel”? (explico: quando tivemos nosso segundo filho, críamos tanto, tanto, que era uma menina que declarávamos para todo mundo que a menininha do papai estava vindo. Era a declaração positiva de fé, mas Deus estava preparando para nós uma grande surpresa e uma grande lição. Fomos enganados sobre o sexo de nosso bebê até a hora do parto. O médico então disse a minha esposa: - não é uma menina, é uma varão! Minha esposa, então, imediatamente exclamou: - chamarás Miguel - quem é semelhante a Deus?. O fato pitoresco desse parto além disso foi que minha esposa esteve durante todo trabalho de parto tomada pelo Espírito Santo e transbordava em línguas estranhas e profecias tanto ao médico quanto ao anestesista que não entendendo nada, estava ficando preocupado com algum tipo de reação ao medicamento anestésico. Ela somente parou de orar e profetizar quando a criança, Miguel, foi colocada em seu colo e aconchegada em seu ventre.).
 
Embora tenha acontecido isso, nossa Isabel veio 10 anos mais tarde. Hoje ela está com quase 7 anos e é um xodó.
 
Enquanto vinha orando e falando com Deus pedindo-lhe um milagre financeiro para eu pagar minhas contas/dívidas, surge diante de mim uma jovem, Gladis, com uma criança de uns 2 anos no colo, Gabrieli. Ela me parou e me pediu ajuda para comprar uma passagem para uma cidade do Goiás. Eu mesmo não costumo dar muita atenção, principalmente por causa de muita gente que vive aplicando golpes. No entanto, a criança me encantou e ouvi sua história.
 
Ajudei-a e até orei por ela. Ela ficou tão grata, mas tão grata, que me abraçou e veio andando comigo um pequeno trecho. Ela não cansava de exaltar ao Senhor e a glorificá-lo. Eu fiquei sensibilizado com tudo. Senti a presença de meu Deus e lhe mostrei o caminho da rodoviária. Ela me deixou o seu endereço. Chamou-me de homem de Deus e seguiu o seu caminho e eu o meu.
 
Ajudei-a, sem ter com que ajudá-la. Socorri ela sem ter nem mesmo para mim, pois estava me desgastando em orações pedindo ao Senhor misericórdias para eu pagar minhas dívidas que eu contrai que estão além de minhas contas.
 
Tenho certeza e sei que não devemos fazer gastos maiores que os nossos orçamentos. No entanto, nesses tempos fui além, muito além. Estou com dívidas, mas não sei porque estou acreditando em um milagre financeiro para a minha vida nos próximos dias. De onde me vem essa fé? Ou eu estou sendo insensato?
 
===fim da pausa===
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 420/545 (76%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 395/438 (89%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
  • Estou na página 274/274 (100%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!
 

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Faltam 900/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  Que Fazes Aqui Elias? 5 - I Reis 19:9-21
 
Eu preguei esta mensagem ontem na CONGREGAÇÃO PRESBITERIAL FONTE DE LIBERTAÇÃO TAGUATINGA-DF e já disponibilizei em meu SCRIBD para download no link: http://www.scribd.com/doc/41523700/Pregacao-Que-Fazes-Aqui-Elias-I-Re-19. Fiquem à vontade para comentar, criticar e ajudar a construir. Uma boa semana a todos.
 
Continuando nossa meditação em nosso tema:
Pediu, então, ali debaixo de um pé de zimbro (pequena árvore de 3m de altura, mas de ramos abundantes que no deserto trazem um refrigério gostoso debaixo do sol escaldante) a morte, nem parecia o grande Elias acostumado com grandes sinais e prodígios. Deus, longe de o rejeitar, envia os seus anjos para ministrar conforto ao seu servo esgotado. Era um herói da fé, mas também, um homem semelhante a nós.
 
Sobre a morte ou sobre o desejo dela, preciso falar ao povo que esse desejo é uma grande mentira na tua vida! ninguém deseja a morte, antes livrar-se um grande problema que no momento está difícil resolver.
 
  • O amor à vida
  • Deus compromissado com a vida! Não está presente nos planos de Deus a morte, mas a vida, por isso ela é eterna e tudo quanto Deus faz, faz para durar eternamente, sustentado apenas pela sua palavra e pelo seu poder, pois “Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém” (Rm 11:36).
  • Eu jamais morrerei! – Lc 20:37,38
 
Por exemplo, na guerra contra o pecado às vezes nos desesperamos da vida e clamamos pela morte, mas eu quero dizer algo especial para você: Deus é um Deus de vida e não de morte. Deus tem compromisso com a vida e não com a morte. Se pensamentos de morte te assaltam, saiba que não vêm de Deus! Não lhes dê abrigo nem atenção: expulse-os de seu território.
 
A nossa mente também é como o céu que olhamos lá fora. Todos podemos ver os pássaros voando, nuvens, estrelas, sol, lua, aviões, etc... ninguém pode evitar que qualquer um deles voe nos céus e olha que por lá passam todo tipo de pássaros – alguns muito terríveis, mas uma coisa nós podemos: evitar que passarinhos indesejáveis façam ninhos na nossa cabeça.
 
Não flerte com os maus pensamentos. Não brinque com o diabo. Não aceite o desafio. Enxote-os imediatamente.
 
A palavra de Deus nos exorta a transformarmos pela renovação de nossa mente. E como iremos renová-la se abrigamos os maus pensamentos e com eles temos até casos de amor e traição a Deus?
 
SÊ FORTE, meu irmão! O desejo da morte é uma mentira em tua vida. Ninguém deseja morrer porque Deus nos deu o dom da vida. Este desejo de morrer, de morte, creia-me, é uma mentira que alguém está soprando em sua mente e você anda dando crédito. Eva e Adão deram crédito a Satanás e qual foi a conseqüência disso? Cuidado!”.
 
Elias:
- a ameaçã
- o medo
- a fuga
- o desanimo (queria morrer)
 
Cansaço – sono – anjo – alimento è Deus cuidando de seu profeta cansado. O anjo o tocou e lhe disse para levantar e comer: pão cozido em brasas de pedras com uma botija de água, providenciada na culinária celeste. Que maravilha de refeição. Comeu, bebeu, mas tornou a dormir.
 
Sono – alimento – 40 dias – encontro è novamente Deus o acode. Voltou o anjo pela segunda vez e lhe diz as mesmas palavras, mas desta vez lhe explica que sua jornada será longa. Levantou, comeu e com a força daquela comida caminhou 40 dias e 40 noites.
 
Ao chegar no Monte Horebe, entrou numa caverna onde passou a noite. De manhã, eis que vem a ele a palavra do Senhor:
 
à  Que fazes aqui Elias?
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 415/545 (76%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 390/438 (89%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
  • Estou na página 263/274 (96%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!
 

domingo, 7 de novembro de 2010

Faltam 901/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  Que Fazes Aqui Elias? 4 - I Reis 19:9-21

 

Continuando nossa meditação em nosso tema:

 

Elias era homem semelhante a nós!

 

"Diz as Escrituras que Elias era homem semelhante a nós. Ora, porque o Espírito Santo deixou isso registrado? (...)

 

LB: Tiago 5:

12 Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação.

13 Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores.

14 Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor;

15 E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.

16 Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.

17 Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra.

18 E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto.

 

Percebe-se dos versículos lidos que se destacam três situações:

 

1.                       Alguém sofrendo vs. 13 è faça ORAÇÃO

2.                       Alguém alegre vs. 13 è cante LOUVORES

3.                       Alguém doente vs. 14. è chamar os presbíteros da igreja para ORAREM, ungirem com óleo e a ORAÇÃO da fé salvará o enfermo, pois o Senhor o levantará e se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.

 

Ele também nos exorta a confessarmos e ORARMOS uns pelos outros para sermos curados, pois muito pode por sua eficácia a ORAÇÃO de um justo. E, finalmente, o Espírito Santo, cita que Elias era semelhante a nós, mas OROU  e não choveu e OROU de novo e choveu. Ora, Elias realizou 13 prodígios ou sinais, mas somente este foi ressaltado, por quê?

   

Reparem que 7 vezes nesses 7 versículos foi falado em ORAÇÃO.

 

Quando ele, o Espírito de Deus, diz que Elias era semelhante a nós, o que ele queria dizer? Que não era por ser especial que Elias foi atendido, mas que ele foi atendido porque orou. Será que Elias tinha algum segredo especial que o tornou mais importante que todos os homens? Elias tinha um segredo? A sua oração pode muito por sua eficácia? Como orar eficazmente, eficientemente?

 

Quem foi esse homem semelhante a nós chamado Elias?

 

§   Um profeta que realizou sinais e prodígios em Israel:

 

-  Com sua capa abriu o rio Jordão (2  Reis  2: 8)

-  Profetizou uma grande seca (I Reis 17:1; Tg 5:17)

-  Aumentou o azeite e farinha da viúva (I Reis 17:14, 16);

-  Deu vida ao filho da viúva (I Reis 17: 21-23)

-  Destruiu o altar de Baal (I Reis  18: 36-38)

-  Decretou o fim da seca (I Reis 18: 42,45)

-  Ungiu Eliseu profeta em seu lugar (I Reis 19: 16)

-  Desarmou os siros diante de Israel (I Reis 20:28)

-  Lavrou a sentença do rei Acabe (I Reis 21:19, 20);

-  Profetizou a sentença de Jezabel (I Reis 21:23)

-  A morte de Acazias (II Reis 1:3, 4,6);

-  102 homens são consumidos pelo fogo (II Reis 1:10, 12);

-  Profetizou a ruína e morte de Jorão rei de Judá (II Cr 21:12-20).

 

§   Um homem que fugiu de uma mulher, Jezabel, por temer perder a sua vida

§   Um homem que entrou em depressão e pediu a morte ao Senhor

§   Um homem que foi arrebatado e não viu a morte

§   Um homem que apareceu junto com Moisés no Monte das Oliveiras quando Jesus transfigurou-se diante de João, Pedro e Tiago.

 

Esse homem era Elias o que a Bíblia, o Espírito Santo e Tiago, irmão de Jesus, fez questão de ressaltar que era semelhante a nós.

 

O caminho aqui me parece aberto e o estímulo é para que oremos com fé, em nada duvidando, que o Senhor irá nos atender. Isso não nos parece um incentivo e um estímulo a orarmos a Deus?"

 

Como homem semelhante a nós, Elias temeu por sua vida e fugiu. Deixou o seu moço e foi para Berseba, pertencente a Judá.  Berseba ficava uns 160 km distante ao sul de Jezreel. Como em perseguições anteriores, Elias fugira para além das fronteiras do Reino do Norte. A diferença é que das primeiras vezes, foi Deus quem o mandou fugir.

 

Dessa vez, ele tomou a iniciativa e fugiu. Dr. Russel Shedd nos diz que não foi medo que tomou conta da vida de Elias, mas cansaço, desânimo, cansaço da vida. Precisava, como Paulo, como Moisés, estar a sós com Deus para meditação e reavivamento.

 

Acompanhamento de minhas leituras/áudios:

Ø       Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.

Ø       Estou na pág. 400/545 (72%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.

Ø       Estou na página 375/438 (84%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.

Ø       Estou na página 248/274 (89%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.

Registro das leituras/áudios Terminados:

1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].

 

A Deus toda a glória!

sábado, 6 de novembro de 2010

Faltam 902/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  Que Fazes Aqui Elias? 3 - I Reis 19:9-21

 

Continuando nossa meditação em nosso tema:

Elias, o Tebista, cujo nome significa "Jeová é Deus" tinha acabado de derrotar no Monte Carmelo os 450 profetas de Baal e os 400 profetas do poste-ídolo que comem da mesa de Jezabel (I Re 18:19).

 

Aqueles 450 profetas de Baal desafiados por Elias, só, clamavam pela resposta de seu deus desde cedinho até ao meio-dia, mas nada aconteceu. Então profetizaram até que a oferta de manjares se oferecesse, mas nada de resposta.  Elias zombava deles.

 

Passado a vez daqueles profetas, Elias restaura primeiro o Altar do Senhor que estava em ruínas. Tomando 12 pedras conforme o número das tribos de Israel edifica o Altar do Senhor e nele prepara a sua oferta.

 

Deus responde com fogo, com fogo dos céus e todo o povo sai clamando que O Senhor é Deus! O Senhor é Deus! Elias então se aproveitando da situação fez aqueles profetas descerem ao ribeiro de Quisom ao norte na planície abaixo do Monte Carmelo e ali os matou.

 

Em seguida diz para Acabe subir, comer e beber. Ele sobe e vai comer e beber. Era já um pré-anúncio de Elias a Acabe de que a lei severa já poderia acabar, pois a seca iria dar lugar à chuva. Enquanto isso, Elias volta ao cimo do Monte Carmelo a orar por chuva e, diz a palavra de Deus, encurvado, meteu o seu rosto entre as suas pernas e orava.

 

Qual o resultado de sua oração insistente, persistente e perseverante? Chuva torrencial! Muita chuva! Os céus que há pouco tinha somente uma pequena nuvem como a palma de um homem se enegreceu com nuvens e vento e caiu grande chuva, copiosa chuva. Acabe então sobe ao carro e vai para Jezreel, perto do Monte Gilboa uns 25 km dali.

 

O Espírito Santo de Deus toma então a Elias e o faz passar em alta velocidade por Acabe que chega primeiro em Jezreel. Isso foi uma demnostração sobrenatural, poderosa e maravilhosa. Ainda assim, tais fatos não foram capazes de quebrar aquele coração duro de Jezabel que quando soube do ocorrido, narrado por Acabe que tudo testemunhara, resolveu em seu coração matar Elias.

 

Jezabel já tinha matado muitos profetas do Senhor. Ela era malígna, filha de um sacerdote-rei de Tiro era a grande incentivadora do restabelecimento do culto de Baal na Palestina. Casou-se com Acabe devido a uma aliança entre Onri, pai de Acabe, de Isarel e Etbaal, pai de Jezabel, de Tiro. Esta aliança visava tanto o culto de Baal quanto o extermínio dos profetas do Senhor.

 

Temos então aqui três personagens principais: Elias, um grande profeta, reconhecido inclusive por seus inimigos, homem de Deus que realizava sinais, prodigios e milagres em Israel. Acabe, rei de Israel, o mais malígno dos reis de Israel que até seu filho sacrificou a outros deuses. Jezabel, a poderosa e malígna mulher que visava matar os profetas do Senhor e restabelecer o culto pagão a Baal.

 

Elias era homem semelhante a nós!

 

Acompanhamento de minhas leituras/áudios:

Ø       Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.

Ø       Estou na pág. 395/545 (72%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.

Ø       Estou na página 370/438 (84%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.

Ø       Estou na página 243/274 (89%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.

Registro das leituras/áudios Terminados:

1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].

 

A Deus toda a glória!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Faltam 903/1000 dias! Miguel Parabéns!

TEMA:  Que Fazes Aqui Elias? 2 - I Reis 19:9-21
 
Miguel o que fazes aqui, por exemplo, na UNB?
 
Imagino eu que você ache que esteja apenas estudando nessa Universidade com o fim único de obter uma graduação em, por exemplo, Engenharia da Computação porque você foi muito bem nos seus estudos e conquistou uma vaga, valiosa vaga, em uma faculdade reconhecida e pública.
 
Garanto a você, pela minha fé em Deus, que essa é apenas uma pequena parte da história, mas que não está completa. Em parte te digo que é verdade. Em parte porque ao colocarmos Deus no meio dessa história de seu ingresso na faculdade, outras verdades, outras partes surgiram e o quadro da tua vida começa a dar-nos uma visão melhorada.
 
Um dia você sonhou, estudou, lutou, conquistou: meus parabéns! No entanto, te digo que foi Deus quem te colocou na UNB. Miguel você é ESTUDANTE DE CRISTO! Assim como Paulo se considerava ‘prisioneiro de Cristo’ e eu me considero, atualmente, ‘empregado de Cristo’, você é um (e não “o”, pois como tu, há muitos, creia-me!) estudante de Cristo.
 
Ele, Paulo, poderia ter dito que era prisioneiro de Roma, injustiçado pelo sistema, vítima da violência romana, mas não, sua visão da SOBERANIA de Deus era fantástica e pode reconhecer a mão de Deus na sua vida o conduzindo pelas prisões de Roma. É a mão de Deus que está te conduzindo na UNB: não temas portanto as coisas, as circunstâncias, os acontecimentos, os fatos a que estais exposto.
 
Lute com fé em Deus reconhecendo que foi ele quem te colocou na UNB para testemunhar de Cristo para tanta gente que está perdida e procurando algo que nem sabe o que é, mas você sabe porque o Espírito de Deus está em você! Teu colega ateu necessita de tuas orações e ajuda para não ser tragado vivo e inteiro para um mar terrível e assustador da ignorância espiritual.
 
Pode confiar em Deus 100% de que você não está na UNB por acaso: Deus tem um plano e propósitos com você neste local.
 
Agora, neste dia especial, de seu aniversário de 17 anos, ou de 6209 dias de vida, quero parabenizá-lo e desejar a você que este seja O DIA MAIS FELIZ DA TUA VIDA.
 
Receba meus cumprimentos sinceros de um pai que te acompanha desde o seu nascimento e te conhece e sabe que você é especial, especial demais. Sempre te protegi e sempre irei te proteger e lutar por você, não importa aonde você estiver ou vir a fazer: eu sempre estarei contigo, em minhas orações, sabendo que Deus por ti tem cuidado especialíssimo e vai te levar muito longe.
 
Agora, as coisas nem parecem ser assim, mas eu confio em Deus que tem me chamado para declarar as pessoas uma coisa muito simples: Deus Existe! Miguel, Deus existe! O meu Deus que existe irá te ajudar.
 
Batalhe, Miguel. Não olhe para trás. Caminhe avante ouvindo a voz de Deus te chamar cada vez mais altissonante.
 
Em Jesus Cristo, nosso Pai celeste escondeu todos os tesouros da sabedoria e da ciência, por isso te dedico, neste teu dia especial, para você meditar PROFUNDAMENTE em Colossences 2:2-4: “Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo, Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência. E digo isto, para que ninguém vos engane com palavras persuasivas.”.
 
Nas horas de tuas lutas quando enfrentares os teus maiores inimigos (muitos dos nossos piores inimigos estão dentro de nós mesmos!) lembre-se da Palavra do Senhor como na pregação de ontem na Arca da Aliança que depois que Jesus os tocou a ninguém mais viram senão ao Senhor.
 
Se os teus olhos não se desviarem do Senhor, poderás facilmente passar e atravessar qualquer obstáculo. Não se preocupe que Deus está preparando amigos que estarão ao teu lado em ajuda. Miguel, mais uma vez, FELIZ ANIVERSÁRIO!
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 395/545 (72%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 370/438 (84%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
  • Estou na página 243/274 (89%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!
 

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Faltam 904/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  Que Fazes Aqui Elias?
 
I Reis 19:9-21
9. E ali entrou numa caverna e passou ali a noite; e eis que a palavra do SENHOR veio a ele, e lhe disse: Que fazes aqui Elias?
10. E ele disse: Tenho sido muito zeloso pelo SENHOR Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derrubaram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada, e só eu fiquei, e buscam a minha vida para ma tirarem.
11. E Deus lhe disse: Sai para fora, e põe-te neste monte perante o SENHOR. E eis que passava o SENHOR, como também um grande e forte vento que fendia os montes e quebrava as penhas diante do SENHOR; porém o SENHOR não estava no vento; e depois do vento um terremoto; também o SENHOR não estava no terremoto;
12. E depois do terremoto um fogo; porém também o SENHOR não estava no fogo; e depois do fogo uma voz mansa e delicada.
13. E sucedeu que, ouvindo-a Elias, envolveu o seu rosto na sua capa, e saiu para fora, e pôs-se à entrada da caverna; e eis que veio a ele uma voz, que dizia: Que fazes aqui, Elias?
14. E ele disse: Eu tenho sido em extremo zeloso pelo SENHOR Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derrubaram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada, e só eu fiquei; e buscam a minha vida para ma tirarem.
15. E o SENHOR lhe disse: Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco; e, chegando lá, unge a Hazael rei sobre a Síria.
16. Também a Jeú, filho de Ninsi, ungirás rei de Israel; e também a Eliseu, filho de Safate de Abel-Meolá, ungirás profeta em teu lugar.
17. E há de ser que o que escapar da espada de Hazael, matá-lo-á Jeú; e o que escapar da espada de Jeú, matá-lo-á Eliseu.
18. Também deixei ficar em Israel sete mil: todos os joelhos que não se dobraram a Baal, e toda a boca que não o beijou.
19. Partiu, pois, Elias dali, e achou a Eliseu, filho de Safate, que andava lavrando com doze juntas de bois adiante dele, e ele estava com a duodécima; e Elias passou por ele, e lançou a sua capa sobre ele.
20. Então deixou ele os bois, e correu após Elias; e disse: Deixa-me beijar a meu pai e a minha mãe, e então te seguirei. E ele lhe disse: Vai, e volta; pois, que te fiz eu?
21. Voltou, pois, de o seguir, e tomou a junta de bois, e os matou, e com os aparelhos dos bois cozeu as carnes, e as deu ao povo, e comeram; então se levantou e seguiu a Elias, e o servia.
 
Segmentação do texto da referência:
 
9. E ali entrou numa caverna e
passou ali a noite;
e eis que a palavra do SENHOR veio a ele, e lhe disse:
à  Que fazes aqui Elias?
 
10. E ele disse: [as seis desculpas de Elias]
à Tenho sido muito zeloso pelo SENHOR Deus dos Exércitos,
à porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança,
à derrubaram os teus altares, e
à mataram os teus profetas à espada, e
à só eu fiquei, e
à buscam a minha vida para ma tirarem.
 
11. E Deus lhe disse:
à Sai para fora, e
à põe-te neste monte perante o SENHOR.
 
E eis que passava o SENHOR, como também
è um grande e forte vento que fendia os montes e quebrava as penhas diante do SENHOR; porém o SENHOR não estava no vento; e depois do vento
è um terremoto; também o SENHOR não estava no terremoto; 12. E depois do terremoto
è um fogo; porém também o SENHOR não estava no fogo; e depois do fogo
è uma voz mansa e delicada.
 
13. E sucedeu que, ouvindo-a Elias,
à envolveu o seu rosto na sua capa, e
à saiu para fora, e
à pôs-se à entrada da caverna;
 
e eis que veio a ele uma voz, que dizia:
è Que fazes aqui, Elias?
 
14. E ele disse: [as seis desculpas de Elias]
à Tenho sido muito zeloso pelo SENHOR Deus dos Exércitos,
à porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança,
à derrubaram os teus altares, e
à mataram os teus profetas à espada, e
à só eu fiquei, e
à buscam a minha vida para ma tirarem.
 
15. E o SENHOR lhe disse:
è Vai,
è volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco; e, chegando lá,
è unge a Hazael rei sobre a Síria. 16. Também a Jeú, filho de Ninsi, ungirás rei de Israel; e também a Eliseu, filho de Safate de Abel-Meolá, ungirás profeta em teu lugar.
 
17. E há de ser que o que escapar da espada de Hazael, matá-lo-á Jeú; e o que escapar da espada de Jeú, matá-lo-á Eliseu.
 
18. Também deixei ficar em Israel sete mil:
è todos os joelhos que não se dobraram a Baal, e
è toda a boca que não o beijou.
 
19. Partiu, pois, Elias dali, e achou a Eliseu, filho de Safate, que andava lavrando com doze juntas de bois adiante dele, e ele estava com a duodécima; e Elias passou por ele, e lançou a sua capa sobre ele.
20. Então deixou ele os bois, e correu após Elias; e disse: Deixa-me beijar a meu pai e a minha mãe, e então te seguirei. E ele lhe disse: Vai, e volta; pois, que te fiz eu?
21. Voltou, pois, de o seguir, e tomou a junta de bois, e os matou, e com os aparelhos dos bois cozeu as carnes, e as deu ao povo, e comeram; então se levantou e seguiu a Elias, e o servia.
 
A caverna que Elias entrou para passar a noite era a mesma caverna, no Monte Sinai (Horebe?) em que Moisés teve aquele encontro com Deus em um momento em que se encontrava ansioso e com medo de o Senhor não ir com ele por causa do que fizera o povo.... o que fez o povo? Continuaremos depois...
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 395/545 (72%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 370/438 (84%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
  • Estou na página 243/274 (89%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!
 

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Faltam 905/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  A Soberania de Deus Exclui a Dualidade do Bem X Mal 10
 
Ainda continuo engasgado com o discurso de posse da Dilma com uma duração aproximada de 25 minutos (http://asnovidades.com.br/2010/primeiro-discurso-da-dilma-presidente-do-brasil/). Para mim, o autor intelectual daquelas palavras bem engendradas, intencionalmente, excluiu qualquer menção a Deus, principalmente de ações de graças a Deus. Será que Dilma tomará posse no dia 1 de janeiro de 2012? Michel Temer será o presidente do Brasil?
 
Vejamos se consigo completar minha fala sobre a temática da soberania de Deus.
 
Eu continuo a insistir que aliada à sua soberania estão, no meu entender, a sabedoria e também a sua bondade e que com isso, conseguiremos entender 100% das ocorrências que nos envolvem e assim, portanto, poderíamos descansar em Deus sabendo quem somos, quem é Deus e qual o nosso papel diante de uma e outra coisa.
 
Em suma, até aqui, tudo o que Deus faz ou permita que aconteça (isso envolve 100% de todas as circunstâncias a que podemos e estaremos expostos!) estão presentes:
 
  1. A sua soberania: faz o que quer, quando quer, na hora que quer e ninguém, nem nos céus nem na terra, pode dizer-lhe: o que fazes? “Ai daquele que contende com o seu Criador! o caco entre outros cacos de barro! Porventura dirá o barro ao que o formou: Que fazes? ou a tua obra: Não tens mãos?Isaías 45:9.
  2. A sua sabedoria: tudo faz de forma perfeita e sábia. Podemos não entender em um determinado momento, mas devemos confiar no que faz ou permite que se faça. Todas as suas obras levam um carimbo ou um selo real dizendo: Deus é Sábio!
  3. A sua bondade! Em todos os atos permissivos ou ativos da parte de Deus, poderemos perceber que há bondade. Deus não é mal. Deus não pune só por punir para fazermos sofrer ou por ser vingativo. Todos, TODOS, os seus atos são atos de amor e de bondade. Jamais – J A M A I S – duvide da bondade de Deus.
 
A caneta que Deus usa para autografar as suas obras de artes são três: soberania, sabedoria e bondade. Como entender isso quando o assunto diz respeito a algo que envolva, por exemplo, os nossos filhos? A dor da perda muitas vezes é tão grande que apesar de intelectualmente até percebermos a assinatura de Deus (SSB) não aceitamos e o questionamos e o enchemos de “por quê?”.
 
Essa minha exposição reforça a idéia de que Deus está no controle de tudo e de todos e de todas as coisas. Deus está no controle! Nada cai por acidente de forma que não tenha o consentimento de Deus. A presidenta do Brasil eleita foi Dilma, do PT. Deus permitiu! Ela fará um bom governo? Ela que em seu discurso mais importante perdeu a chance de glorificar a Deus perderá mais alguma coisa?
 
Ao passo que Deus está no controle de tudo e é soberano absoluto, o homem é 100% responsável por seus atos, palavras, omissões e intencionalidades. Dilma repare na tua comissão responsável por teus discursos. Vigie e ore! Não dê a outrem o que é teu de direito e por conquista. Não te esqueças de Deus e ele irá te ajudar em sua nobre missão de governar este país imenso.
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 390/545 (72%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 365/438 (83%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
  • Estou na página 225/274 (82%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!
 

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Faltam 906/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  A Soberania de Deus Exclui a Dualidade do Bem X Mal 9

 

Sobre os mortos: para Deus todos vivem!

 

Certa vez Jesus discutia com os saduceus que não criam na ressurreição dos mortos e tentavam apanhar Jesus em alguma contradição. Então, apresentarem uma história cujo final parecia encurralar ao Senhor, ele, sabiamente, deu-lhes uma resposta insperada de que após a morte não seremos como os vivos que se casam e se dão em casamentos, mas seremos como os anjos lá no céu que não se casam nem se dão em casamento porque não morrem e por isso são iguais aos anjos, e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição..

 

Em seguida diz sobre os mortos: "37. E que os mortos hão de ressuscitar também o mostrou Moisés junto da sarça, quando chama ao Senhor Deus de Abraão, e Deus de Isaque, e Deus de Jacó. 38. Ora, Deus não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para ele vivem todos. 39. E, respondendo alguns dos escribas, disseram: Mestre, disseste bem." (Lc 20:37-39).

 

Ao se dizer Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó tanto tempo depois de que eles morreram, Deus estava dizendo que eles não estavam mortos, mas vivos. Vivos com Deus, em Deus. Moisés não havia morrido? E como ele apareceu no Monte da Transfiguração, junto com Elias a consolar Jesus?

 

"28. E aconteceu que, quase oito dias depois destas palavras, tomou consigo a Pedro, a João e a Tiago, e subiu ao monte a orar. 29. E, estando ele orando, transfigurou-se a aparência do seu rosto, e a sua roupa ficou branca e mui resplandecente. 30. E eis que estavam falando com ele dois homens, que eram Moisés e Elias, 31. Os quais apareceram com glória, e falavam da sua morte, a qual havia de cumprir-se em Jerusalém." (Lc 9:28-31).

 

Eu acho assim que na verdade eu jamais morrerei, em primeiríssimo lugar porque jamais saberei que morri e se um dia vier a sabê-lo, então não estarei morto, mas vivo. Em segundo lugar, porque sou pessoa, criada por Deus para viver para sempre. Eu, então não morro, quem morre é o meu próximo, nunca eu mesmo.

 

A minha morte não é morte, mas um processo de separação dos atuais vivos que têm o fôlego de vida em suas ventas. Eu deixo os vivos aqui para estar com a própria vida, em Deus e, creio, em comunhão com ele e com os que já partiram.

 

Mudando de assunto: baixei o discurso de posse da Dilma com uma duração aproximada de 25 minutos (http://asnovidades.com.br/2010/primeiro-discurso-da-dilma-presidente-do-brasil/) e espantei-me que ela não fala de Deus. Agradece a tantos, mas não agradece a Deus. Por que será? É verdade que às vezes, tem gente que fala, fala de Deus e é um verdadeiro satanás, mentiroso e sem vergonha. Espero que ela tenha compromissos com a verdade, com a justiça, com o juízo e faça um bom governo para a glória de Deus.

 

Falar de Deus ou em nome de Deus ou mencionar a Deus é sinal de compromisso com Deus? É preciso cuidado. Como já disse tem gente que fala demais de Deus e nada tem de Deus. Eu sei de uma coisa. O compromisso de Deus é com a justiça, com o juízo, com a misericórdia, com a verdade, etc... quem trilhar estes caminhos, estará, ainda que não falando, nem mencionando a Deus, seguindo a Deus.

 

Ressalto, no entanto, que causou-me tristeza em meu coração um discurso tão longo e tão agradecido a tanta gente, sem dar graças a Deus. Dizem que a boca fala do que está cheio o coração. Preciso dizer mais alguma coisa? Cuidado, senhora Presidenta, com a glória devida a Deus!

 

Completando a minha fala da soberania de Deus, ontem fizemos algumas citações de G.V.Groningen e a sua análise ficará pra outra oportunidade. Uma boa tarde a todos.

 

Acompanhamento de minhas leituras/áudios:

Ø       Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.

Ø       Estou na pág. 385/545 (70%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.

Ø       Estou na página 360/438 (81%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.

Ø       Estou na página 220/274 (75%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.

Registro das leituras/áudios Terminados:

1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].

 

A Deus toda a glória!

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Faltam 907/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias: Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA:  A Soberania de Deus Exclui a Dualidade do Bem X Mal 8
 
Ontem, fiz uma pequena pausa para comentar o dia 31 de outubro e hoje, voltaremos ao assunto que eu estava falando e discorrendo sobre a bondade de Deus. Repito: DEUS É 100% BOM em tudo o que faz ou permite.
 
Hoje, prosseguiremos com algumas citações de G.V.Groningen e algumas análises relacionadas ainda sobre a bondade de Deus:
 
Deus então passou toda a sua bondade diante dele “kal-tubi” (toda a minha bondade) o termo bondade revela o que ele é “Bom”. Na análise de Gerard Van Groningen “O que se segue à repetição do seu nome é a explicação de Yahweh do seu amor, que é a característica abrangente do seu próprio ser (1 Jo 4.16). O termo "amor" (âheb, verbo; 'ahabâ, substantivo) não está no texto. Sua qualidade essencial está expressa em várias declarações (Ex 34.6-7).
 
  1. 'el rahûm (Deus de compaixão NIV). O termo traduzido como "compaixão" não aparece na forma qal do verbo. Como um verbo denominativo, aparece no piel, e fala de um amor intenso. Yahweh ama intensamente; ele ama como uma mãe ama o filho que foi formado no seu ventre (rehem, raham). A idéia transmitida é a de suavidade, ternura e gentileza motivadas por uma afeição profunda. A palavra em português "compaixão", derivada do latin cum (com) passus (particípio passado do verbo significando suportar sofrimento) não transmite totalmente o que o termo hebraico diz; ele expressa o pensamento de que Yahweh, em sua ternura e gentileza, sente e suporta com seus filhos suas dores, sofrimentos e mágoas.
 
  1. wehannûn (um adjetivo derivado do termo hanan, mostrar favor ou ser gracioso). A idéia é a de que Deus Yahweh ama o culpado que é indigno de amor.
 
  1. 'erek 'appîm (literalmente, de fôlego longo). A idéia transmitida é a de paciência. Yahweh respira longa e profundamente quando é ofendido; quando provocado, ele não reage imediata, veemente, violentamente. Ele tem e exercita auto controle sem ser "acomodado" ou preparado para negligenciar ou desculpar.
 
  1. werab-hesed (e grande bondade). O termo hebraico expressa um conceito que é traduzido como benevolência, benignidade, fidelidade, misericórdia. Um pensamento básico é o de que Yahweh, sem obrigação, revela seu amor ao necessitado, ferido, sofredor.” Groningen, G. V. CRIAÇÃO E CONSUMAÇÃO – vol. 1. Ed. Cultura Cristã – vocês deveriam ler, estudar este livro!
 
  1. we'emet (e fidelidade). O modificador rab (grande) deve ser entendido como qualificador de ambos, hesed e 'emet. Yahweh é absolutamente confiável na manutenção e demonstração do seu amor pelo seu povo. O termo 'emet também pode conotar o pensamento de verdade; Yahweh é completa e inteiramente fiel a si mesmo, à sua palavra, e ao seu pacto com seu povo. Os primeiros cinco conceitos enfatizaram o caráter de Yahweh; isto é seguido pelo que ele faz.
 
  1. noser hesed la'alapîm (mantém bondade a milhares). O verbo, um qal ativo particípio, enfatiza pela sua forma assim como pelo pensamento básico que Yahweh nunca para de demonstrar sua bondade, seu amor pelo necessitado, ferido e sofredor. Yahweh não disse "a todos"; ele sempre revelará sua benignidade e misericórdia a muitas, muitas pessoas. Esta bondade e misericórdia é particularmente demonstrada através da remoção da fonte da necessidade, da dor e do sofrimento.
 
  1. nose' awôn wapesa'wehatta'â (remover a culpa, transgressão e o pecado). Yahweh suspende e leva para longe, isto é, ele perdoa o povo. awôn pode ser traduzido como maldade, corrupção ou culpa. O termo aponta para a condição ou natureza da pessoa que se afastou de Yahweh e se rebelou contra ele exibindo, assim, a condição enganosa, rebelde e corrupta do pecador. pesa' aponta para "ultrapassar os limites" para a vida pactual. Ele fala da rebelião contra o modo de vida que Yahweh expôs para o povo pactual. hatta nos informa que Yahweh estabeleceu uma meta mas o pecador erra o alvo intencionalmente.
 
  1. wenaqqeh lo'yenaqqeh (e absolver, ele não absolverá; o piel infinitivo absoluto com o piel imperfeito e a negativa adicionada apresentam uma negativa muito forte). Yahweh absolutamente não absolverá, inocentará ou deixará impune o 'awôn (culpado) devido à transgressão e pecado. A retidão e justiça de Yahweh serão demonstradas.
 
As oito declarações incluídas na auto proclamação de Yahweh indicam que seu amor, graça e misericórdia por seu povo, declarados nas sete primeiras, são o desejo mais profundo de Yahweh. Sua retidão e justiça, no entanto, declaradas por último, mas enfaticamente e em declarações em justaposição, nunca serão anuladas pelo seu amor.
 
Mas, ao declarar as positivas primeiramente, Yahweh lembrou Moisés e o povo que, assim como havia feito, iria continuar a deter a realização da sua retidão e julgamentos justos àqueles que se submetessem, fossem humilhados e renovados pelo amor de Yahweh exercido em seu favor. A auto proclamação de Yahweh descreve, em foco brilhante, o caráter do Deus elaborador e mantenedor do pacto. http://www.scribd.com/doc/27441452/Pregacao-Provai-e-Vede-que-o-Senhor-e-Bom-24-02http://www.jamaisdesista.com.br/2010/02/365-dias-de-proposito-dia-217365.html 
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn, Rm, I Co, II Co, Gl. Estou lendo Ef da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 380/545 (70%), do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 355/438 (81%) de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
  • Estou na página 205/274 (75%) de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!