terça-feira, 10 de novembro de 2015

Atos 9 1-43 - DE SAULO, PERSEGUIDOR DOS CRENTES A PAULO, PREGADOR DO EVANGELHO.

Como já dissemos, Atos foi escrito para orientar a igreja em sua missão permanente por meio do relato de como o Espírito Santo capacitou os apóstolos para propagar o testemunho de Cristo ao mundo gentio. Estamos no capítulo 9, da parte III.
Breve síntese do capítulo 9
Aqui vemos a história de Saulo que perseguia os que eram do “Caminho”, mas converteu-se! Como é bom sermos do Caminho! Você que curte o Caminho, faça como Paulo que dedicou sua vida para a pregação do Evangelho a fim de que alcançasse muitas vidas para este Caminho maravilhoso.
É subitamente, repentinamente, de repente, que acontece...e foi assim com Saulo que logo viria a ser Paulo. Os seus objetivos e planos eram outros e Deus mudou tudo.
A ordem da narrativa me impressiona com a sua sequência lógica e consequências que vão desencadeando ações e reações que somente Deus pode fazer.
Vejamos: primeiro, ele está em perseguição, zeloso no cumprimento de sua missão; depois, o Senhor lhe aparece e ele vê, ouve e dialoga com Jesus a quem perseguia em seu zelo; ele fica cego por conta da visão, testemunhada em parte pelos seus companheiros; em seguida afasta-se em orações e jejuns; Jesus levanta Ananias e o envia para curá-lo e também para que ele fique cheio do Espírito Santo.
Ele é curado e logo começa a pregar OUSADAMENTE procurando demonstrar que Jesus é o Cristo! Ah, meu Deus, concede-me a ousadia de Paulo na pregação de sua palavra!
Vejamos o presente capítulo com mais detalhes, conforme ajuda da BEG:
III. O TESTEMUNHO APOSTÓLICO NA JUDEIA E EM SAMARIA (8.1-11.18) - continuação.
Nós vimos que a perseguição causou o deslocamento do testemunho apostólico de Jerusalém para a Judeia e Samaria, como Jesus havia ordenado. Quanto a isso, dois acontecimentos importantes possibilitaram que o testemunho dos apóstolos se propagasse geograficamente:
(1)   A conversão de Paulo ao Cristianismo.
(2)   O crescimento espiritual de Pedro (isto é, o seu entendimento de que os cristãos gentios tinham tanto direito às promessas de Deus quanto os cristãos judeus).
Para melhor entendimento, dividimos esta parte III em seis seções: A. O testemunho se propaga (8.1-40) – já vimos; B. A conversão de Paulo e o crescimento da igreja (9.1-31) – veremos agora; C. O testemunho continua a se propagar (9.32-43) – veremos agora; D. O testemunho alcança os gentios de Samaria (10.1-11.18); E. A igreja em Antioquia da Síria (11.19-30); e, F Perseguição e julgamento em Jerusalém (12.1-25).
B. A conversão de Paulo e o crescimento da igreja (9.1-31).
Lucas registra a extraordinária conversão daquele que havia conduzido perseguições nas regiões de Samaria e Galileia (7.58; 8.1) e acabou se tornando o grande apóstolo Paulo.
Esse registro demonstra a proteção e o cuidado de Deus com sua igreja nessas regiões.
Saulo foi introduzido na narrativa em 7.58 e é o personagem principal em 9.1-31. Uma terceira e breve menção de Saulo aparece em 11.25-30. Saulo, que mais tarde passou a ser chamado de Paulo, é o personagem principal de 13.1-28.31.
Saulo participou do assassinato de Estêvão e prosseguia em seus esforços para erradicar a fé cristã.
Foi ele que dirigindo-se ao sumo sacerdote apanhou cartas para as sinagogas de Damasco para prender a todos que encontrasse no e do Caminho. Um título que equivale aos vocábulos
·         "cristãos" (usado apenas em At 11.26; 26.28; 1 Pe 4.16).
·         "discípulo" (vs. 10,19).
·         "santos" (vs. 13).
·         "todos os que invocam o teu nome" (vs. 14).
·         "irmãos" (vs. 17,30).
A expressão "do Caminho" identifica a causa cristã, que é composta pelos seguidores de Jesus, que por sua vez é "o caminho" (Jo 14.6). Essa expressão é empregada várias vezes em Atos (19.9,23; 22.4; 24.14,22).
Pedro utilizou a expressão "o caminho da verdade" (2Pe 2.2; cf. SI 119.30), uma descrição apropriada da fé cristã em contraste com "o caminho que conduz para a perdição" (Mt 7.13).
No entanto, havia algo em sua viagem que mudaria tudo isso. Em Provérbios está escrito que o homem faz os seus planos, mas a resposta certa vem do Senhor – Pv 16.1. Ele estava já próximo de Damasco quando aconteceu algo incrível que iria mudar a sua vida para sempre.
Uma luz do céu brilhou, uma luz sobrenatural, mais brilhante do que o sol (26.13). Ele caiu por terra – não diz que ele caiu do cavalo, embora pudesse estar montado – e ouviu uma voz que lhe chamava pelo seu nome de Saulo e que lhe fazia uma pergunta do por que ele o estava perseguindo.
A voz foi repetida ao pronunciar o seu nome “Saulo, Saulo”. A repetição indica uma forma de tratamento íntimo e pessoal (cf. Gn 22.11; 46.2; Ex 3.4; 1Sm 3.10; Lc 10.41; 22.31). Perseguir os discípulos de Jesus é o mesmo que perseguir o próprio Jesus (Mt 5.10-12; Jo 15.19-20).
A voz continuou a falar com ele e orientou-o a se levantar, entrar na cidade que alguém iria vir falar com ele explicando o que seria feito doravante.
Paulo afirma que "viram a luz, sem, contudo, perceberem o sentido da voz" (22.9). A palavra grega para "voz", phone, também pode significar "som". Os companheiros de Paulo ouviram algum tipo de som parecido com uma voz, mas não conseguiram entender o significado das palavras.



É impressionante como Deus trata com a gente. Ele escolhe um outro discípulo chamado Ananias para ir até Paulo e ministrar na vida dele. Ananias ficou assustado com o pedido do Senhor e tentou até argumentar, mas o Senhor foi preciso em suas instruções.
Paulo, doravante, seria um instrumento escolhido para levar o seu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel. Paulo foi um apóstolo enviado para pregar aos gentios, assim como Pedro foi enviado aos judeus (GI 2.7-8), porém Paulo também pregou muitas vezes para os judeus, particularmente nas sinagogas (v. 20; Rm 1.16; 1Co 9.20).
Ananias depois de questionar com o Senhor, obedece e vai até Saulo, seguindo as instruções que recebera da parte do Senhor. Ele impôs as mãos sobre ele e lhe diz que o próprio Jesus, que lhe aparecera no caminho era aquele que o enviara a ele.
Saulo não teve apenas uma visão ou um sonho, mas viu o Senhor com seus próprios olhos (cf. Is 6.1,5). Ele já o chama de irmão e anuncia a ele que ficará cheio do Espírito Santo e passará a ver. Compare com 2.38. O registro não traz nenhuma informação sobre qualquer dom sobrenatural, porém coloca ênfase em sua vigorosa pregação de Jesus como o Filho de Deus (vs. 20).
Foi de imediato que caíram dos seus olhos umas escamas e recuperou a vista. Levantou-se e foi batizado. Com frequência, os escritos de Lucas chamam a atenção para aflições físicas (13.11; 28.3-8).
Paulo ficou ali com os crentes de Damasco por alguns dias e já começou a pregar e a ensinar sobre Cristo. Ele estava tendo a mesma ousadia e disposição que tinha só que não para perseguir, mas para pregar o evangelho.
Isso despertou nos judeus grande inveja e ele começou a ser alvo deles para ser morto.
De acordo com Cl 1.18-19, Paulo encontrou-se em Jerusalém somente com Pedro e Tiago, o irmão de Jesus. Os outros apóstolos podem ter recusado encontrar-se com ele ou talvez estivessem pregando o evangelho em outras regiões.
C. O testemunho continua a se propagar (9.32-43).
Dos vs. 32 ao 43, o testemunho continua a se propagar. Lucas continua registrando o modo como Pedro levou o evangelho para as regiões da Judeia e Samaria.
Pedro anuncia a Eneias, paralisado e incapaz de sair do leito havia oito anos, que Jesus estava dando a ele perfeita saúde e ordenou a ele a se levantar e fazer a sua própria cama.
Isso trouxe um grande alvoroço em Lide e Sarona. As notícias sobre a cura do paralítico exerciam enorme impacto à medida que se espalhava pela planície de Sarona, que se estendia cerca de 80 km ao norte de Jope - uma cidade portuária muito antiga (atual Jaffa, logo ao sul de Tel Aviv), cerca de 60 km a noroeste de Jerusalém. Foi a cidade onde Jonas embarcou com destino a Társis (Jn 1.3).
Pedro também se encontra, em Jope, com uma discípula chamada de Tabita que adoecendo veio à óbito. Ela era piedosa e estava cheia de obras e esmolas que fazia. Eles a lavaram e estavam indo colocá-la no cenáculo.
Esse lavar do corpo era um procedimento que ocorreu provavelmente antes da unção com os aromas (d. Jo 19.40). Em Jerusalém, o corpo de Jesus foi sepultado no mesmo dia de sua morte; porém, fora da cidade era permitido que o sepultamento fosse adiado por um período maior (até três dias).
Eles sabiam que Pedro estava por ali por perto e mandaram chamá-lo com urgência. Pedro se levantou e foi. Quando chegou o levaram ao cenáculo e passaram a falar dela para Pedro e a mostrarem a ele suas obras e darem sobre ela bons testemunhos.
Pedro então pede para ficar só e ora por ela pedindo ao senhor a sua vida de volta. Depois, Pedro se dirige ao corpo sem vida dela e fala com ele dando uma ordem de vida, chamando-a pelo seu nome: “Tabita, levanta-te!” – vs. 40.
Ela obedeceu e abriu os olhos e, vendo a Pedro, sentou-se. Pedro estendeu suas mãos para ela e a entregou viva aos santos e as viúvas. Toda Jope soube disso e o evangelho encontrou portas abertas onde muitos creram no Senhor.
Pedro ainda ficou muitos dias em Jope na casa de um curtidor chamado Simão. A disposição de Pedro para pousar na casa de um curtidor, uma profissão que os judeus consideravam como impura porque envolvia contato com animais mortos (Lv 5.2), indica que a mensagem do evangelho já estava começando a derrubar algumas barreiras entre as pessoas.
Esse episódio também antecipa a visão de Pedro em 10.9-23.
At 9:1 Saulo,
                respirando ainda ameaças e morte contra os discípulos do Senhor,
                               dirigiu-se ao sumo sacerdote
                               At 9:2 e lhe pediu cartas para as sinagogas de Damasco,
                               a fim de que, caso achasse alguns que eram do Caminho,
                                               assim homens como mulheres,
                                                               os levasse presos para Jerusalém.
At 9:3 Seguindo ele estrada fora,
                ao aproximar-se de Damasco,
                               subitamente
                                               uma luz do céu brilhou ao seu redor,
                                               At 9:4 e, caindo por terra,
                                                               ouviu uma voz que lhe dizia:
                                                               Saulo, Saulo, por que me persegues?
                                                               At 9:5 Ele perguntou:
                                                                              Quem és tu, Senhor?
                                                               E a resposta foi:
                                                                              Eu sou Jesus,
                                                                              a quem tu persegues; At 9:6 mas
                                                                                              levanta-te
                                                                                              e entra na cidade,
                                                               onde te dirão o que te convém fazer.
At 9:7 Os seus companheiros de viagem pararam emudecidos,
                ouvindo a voz,
                não vendo, contudo, ninguém.
At 9:8 Então, se levantou Saulo da terra
e, abrindo os olhos,
                nada podia ver.
E, guiando-o pela mão,
                levaram-no para Damasco.
At 9:9 Esteve três dias sem ver,
                durante os quais nada comeu,
                nem bebeu.
At 9:10 Ora, havia em Damasco um discípulo chamado Ananias.
Disse-lhe o Senhor numa visão:
                Ananias!
Ao que respondeu:
                Eis-me aqui, Senhor!
At 9:11 Então, o Senhor lhe ordenou:
                Dispõe-te,
                e vai à rua que se chama Direita,
                e, na casa de Judas,
                               procura por Saulo,
                                               apelidado de Tarso;
                                                               pois ele está orando
                                                               At 9:12 e viu entrar um homem,
                                                                              chamado Ananias,
                                                                              e impor-lhe as mãos,
                                                                              para que recuperasse a vista.
At 9:13 Ananias, porém, respondeu:
                Senhor, de muitos tenho ouvido a respeito desse homem,
                               quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém;
                               At 9:14 e para aqui trouxe autorização
dos principais sacerdotes
                                               para prender a todos
                                                               os que invocam o teu nome.
At 9:15 Mas o Senhor lhe disse:
                Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido
                               para levar o meu nome
                                               perante os gentios e reis,
                                               bem como perante os filhos de Israel;
At 9:16 pois eu lhe mostrarei
                quanto lhe importa sofrer pelo meu nome.
At 9:17 Então, Ananias foi
e, entrando na casa,
                impôs sobre ele as mãos, dizendo:
                               Saulo, irmão, o Senhor me enviou, a saber,
                                               o próprio Jesus que te apareceu
no caminho por onde vinhas,
                                                               para que recuperes a vista
                                                               e fiques cheio do Espírito Santo.
At 9:18 Imediatamente,
                lhe caíram dos olhos como que umas escamas,
                e tornou a ver.
A seguir,
                levantou-se
                               e foi batizado.
At 9:19 E, depois de ter-se alimentado,
                sentiu-se fortalecido.
Então, permaneceu em Damasco alguns dias com os discípulos.
At 9:20 E logo
                pregava, nas sinagogas,
                               a Jesus, afirmando que este é o Filho de Deus.
At 9:21 Ora, todos os que o ouviam estavam atônitos e diziam:
                Não é este o que exterminava em Jerusalém
os que invocavam o nome de Jesus
                e para aqui veio precisamente com o fim de
os levar amarrados aos principais sacerdotes?
At 9:22 Saulo, porém, mais e mais se fortalecia
e confundia os judeus que moravam em Damasco,
                demonstrando que
                               Jesus é o Cristo.
At 9:23 Decorridos muitos dias,
                os judeus deliberaram entre si
                               tirar-lhe a vida;
                                               At 9:24 porém o plano deles
chegou ao conhecimento de Saulo.
Dia e noite guardavam também as portas,
                para o matarem.
At 9:25 Mas os seus discípulos tomaram-no de noite
e, colocando-o num cesto,
                desceram-no pela muralha.
At 9:26 Tendo chegado a Jerusalém,
                procurou juntar-se com os discípulos;
                               todos, porém, o temiam,
                                               não acreditando que ele fosse discípulo.
At 9:27 Mas Barnabé, tomando-o consigo,
                levou-o aos apóstolos;
                               e contou-lhes como ele vira o Senhor no caminho,
                               e que este lhe falara,
                               e como em Damasco
                                               pregara ousadamente
                                                               em nome de Jesus.
At 9:28 Estava com eles em Jerusalém,
                entrando e saindo,
                               pregando ousadamente
                                               em nome do Senhor.
At 9:29 Falava e discutia com os helenistas;
                mas eles procuravam tirar-lhe a vida.
At 9:30 Tendo, porém, isto chegado ao conhecimento dos irmãos,
                levaram-no até Cesaréia
                e dali o enviaram para Tarso.
At 9:31 A igreja, na verdade,
                tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria,
                               edificando-se
                               e caminhando no temor do Senhor,
                               e, no conforto do Espírito Santo,
                                               crescia em número.
At 9:32 Passando Pedro por toda parte,
                desceu também aos santos que habitavam em Lida.
At 9:33 Encontrou ali certo homem,
                chamado Enéias, que havia oito anos jazia de cama,
                               pois era paralítico.
At 9:34 Disse-lhe Pedro:
                Enéias,
                               Jesus Cristo te cura!
                                               Levanta-te e arruma o teu leito.
Ele, imediatamente,
                se levantou.
At 9:35 Viram-no todos os habitantes de Lida e Sarona,
                os quais se converteram ao Senhor.
At 9:36 Havia em Jope uma discípula por nome Tabita,
                nome este que, traduzido, quer dizer Dorcas;
                               era ela notável pelas boas obras e esmolas que fazia.
At 9:37 Ora, aconteceu, naqueles dias,
                que ela adoeceu
                               e veio a morrer;
                               e, depois de a lavarem,
                                               puseram-na no cenáculo.
At 9:38 Como Lida era perto de Jope,
                ouvindo os discípulos que Pedro estava ali,
                               enviaram-lhe dois homens que lhe pedissem:
                                               Não demores em vir ter conosco.
At 9:39 Pedro atendeu
                e foi com eles.
Tendo chegado,
                conduziram-no para o cenáculo;
                e todas as viúvas
                               o cercaram,
                               chorando
                               e mostrando-lhe túnicas e vestidos
que Dorcas fizera enquanto estava com elas.
At 9:40 Mas Pedro,
                tendo feito sair a todos,
                               pondo-se de joelhos,
                                               orou;
                               e, voltando-se para o corpo, disse:
                                               Tabita, levanta-te!
Ela abriu os olhos
e, vendo a Pedro,
                sentou-se.
At 9:41 Ele, dando-lhe a mão,
                levantou-a;
                e, chamando os santos,
                               especialmente as viúvas,
                                               apresentou-a viva.
At 9:42 Isto se tornou conhecido por toda Jope,
                e muitos creram no Senhor.
At 9:43 Pedro ficou em Jope muitos dias,
                em casa de um curtidor chamado Simão.
A partir do verso 32, vemos parte da história de Pedro e os casos da cura de Enéias, paralítico já há 8 anos e da ressurreição de uma jovem chamada Tabita que trouxe para cidade de Jope grande alegria.
Havia neles uma onda de poder e força que pelo nome de Jesus era a eles permitido a realização de grandes sinais, milagres e maravilhas.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 163 dias para 20/04/16 (Inicio: 05/05/15). Tu, SENHOR, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti. (Is 26.3).
A Deus toda glória! p/ pr. Daniel Deusdete.

...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.