segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Neemias 13:1-31 - NEEMIAS E A REFORMA COMPLETA DO POVO DE DEUS

Estamos vendo o livro de Esdras-Neemias e essa é a Parte IV de nosso mapinha de leitura (também o último capítulo de Neemias):
Parte IV – O REGRESSO DOS EXILADOS E A RECONSTRUÇÃO DA COMUNIDADE – 7:4 a 13:31.
B. A reconstrução da comunidade 7:73b a 13:31.
Como já vimos repetindo, o povo de Deus não é formado apenas das construções físicas, com seus templos, suas cidades, seus comércios, seus muros, sua segurança. O povo também precisava ser restaurado, renovado, reformado, principalmente em sua aliança com Deus, de modo a constituir uma comunidade santa.
Esse aspecto do programa de restauração que vai até o final do livro de Neemias foi igualmente dividido, didaticamente, em três partes principais, conforme vimos fazendo seguindo a BEG:
1.      A renovação dos compromissos pactuais (7:73b-10.39) – já vista.
2.      A dedicação do muro (11:1-12:47) – já vimos.
3.      A reforma do povo (13:1-31) – concluiremos agora.
Agora, entraremos no subitem “3” sobre a dedicação do muro.
3. A reforma do povo (13:1-31).
Já vimos que a reconstrução da comunidade se deu em três etapas conforme dividimos nossa última parte “B” que começou em 7:73b e foi até ao final desse livro em 13:31.
Estando tudo pronto física e estruturalmente com a Casa de Deus reformada e bem assim a cidade com seus muros e demais construções.
Estando aí também o povo de Deus que Neemias se empenhou em trazer para a cidade. Primeiramente, depois de tudo isso, foi feita a renovação da aliança com Deus e em seguida houve a dedicação do muro que culminou com grandes sacrifícios e extrema alegria (palavra repetida nesse versículo apenas em 5 oportunidades!) – 12:43. Agora sim, somente faltava uma coisa para ficar tudo completo e Neemias concluir seus objetivos.
O último ato de Neemias foi reformar o povo de Deus.
A santificação do povo de Deus aconteceu principalmente pela exclusão dos estrangeiros – vs 1 ao 3 -, do serviço no templo – vs 4 ao 14 -, da observância do sábado – vs 15 ao 22 -, e do divórcio das mulheres estrangeiras – vs 23 ao 31.
Veio à memória do povo por casa da leitura da Lei quando Esdras leu a Lei para o povo de Deus a possibilidade de corrupção do programa de restauração por causa dos estrangeiros.
A promessa de obediência geral à lei de Deus – 10:28, 29 – acarretou a separação dos povos vizinhos para evitar a corrupção religiosa e a idolatria – 10:28. O povo que tinha sido levado ao cativeiro e mesmo eles depois de retornarem haviam renegado esse aspecto da promessa. O que exigiu uma atitude bem enérgica da liderança e de todo povo.
Dos versos 4 ao 14, veremos que tanto as promessas de não desamparar a casa de Deus – 10:39 – como também as promessas com respeito aos depósitos e aos dízimos – 10:37-39; 13:12 - haviam sido quebradas – vs 11 e a situação exigia uma reforma.
Neemias precisou retornar à Babilônia no 32º ano de Artaxerxes, rei da Babilônia e, nesses tempos, Eliasibe, sacerdote encarregado da câmara da casa de Deus tinha se aparentado com Tobias e feito para ele uma câmara grande nos pátios da Casa de Deus.
Era isso uma clara evidência da negligência da Casa de Deus que contrariava nitidamente a promessa feita em 10:39.
Neemias ficou indignado com isso e fez que Tobias fosse expulso do templo e ai ordenou que se purificassem as câmaras e para ali tornou a trazer todos os utensílios com as ofertas de manjares e o incenso – vs 9.
Neemias ainda soube que os quinhões dos levitas não estavam sendo entregues – veja as promessas feitas em 10:37. Os levitas não possuíam terras – Nm 18:20-24; Dt 14:29; 18:1 -, apesar de alguns, parece-nos, talvez terem uma fonte de renda particular – Dt 18:8.
A dependência dos levitas do sustento que o povo fornecia pode explicar a relutância de muitos levitas de deixar a Babilônia – Ed 8:15-20; Ml 217; 3:13-15 – uma vez que o repovoamento não era total, mas, inicialmente, apenas uma décima parte deles.
Neemias acaba contendendo com os magistrados e os censura – vs 11. A promessa de não desampararem a Casa de Deus havia sido quebrada – 10:39. Não havia explicações razoáveis para o desamparo da Casa de Deus, nem da negligência para com os levitas. Assim, Neemias restaura a manutenção dos levitas evitando o êxodo deles para o campo.
No verso 14, novamente Neemias, pela quarta vez usa a expressão “lembra-te” numa oração. Também é essa a segunda vez de quatro orações desse tipo feitas por Neemias.
A partir do verso 15 até o 22, Neemias está procurando reformar o povo quanto ao sábado, pois a promessa de guardá-lo, feita em 10:31, também, igualmente, havia sido quebrada. Era preciso reparar isso urgentemente.
Neemias estava preocupado com a violação do sábado e novamente contendeu com os transgressores e os alertou – vs 18 – sobre o fato de que assim fizeram os pais. Naquela ocasião, ele os lembrou, Deus trouxe todo este mal sobre eles e a cidade. Caso continuassem assim, negligenciando a Palavra de Deus, o mal que Deus poderia trazer seria muito maior.
No verso 22, novamente Neemias, pela quinta vez usa a expressão “lembra-te” numa oração. Também é essa a terceira vez de quatro orações desse tipo feitas por Neemias.
Neemias trabalhou e conseguiu o restabelecimento da observância do sábado novamente.
A partir dos vs 23 ao 29, mais uma vez Neemias se vê com os problemas relacionados aos casamentos mistos envolvendo mulheres asdoditas, amonitas e moabitas.
Novamente, Neemias contende, disputa com eles e os amaldiçoa, inclusive a alguns deu surras e até seus cabelos os arrancou. Comparem sua ação com a de Esdras – vs Ed 9:3; Is 50:6. No verso 25 fica clara a sua ordem: Não dareis mais vossas filhas a seus filhos, e não tomareis mais suas filhas, nem para vossos filhos nem para vós mesmos.
Ele ainda lembrou eles do que aconteceu com Salomão e foi enfático em condenar essas uniões. Até mesmo um dos filhos do sumo sacerdote tinha se tornado genro de Sambalate, o horonita, pelo que foi expulso de Israel.
No verso 29, novamente Neemias, pela sexta vez usa a expressão “lembra-te” numa oração. Também é essa a última, a quarta vez de quatro orações desse tipo feitas por Neemias.
Ne 13:1 Naquele dia leu-se no livro de Moisés,
                aos ouvidos do povo;
                               e achou-se escrito nele que os amonitas e os moabitas
                                               não entrassem jamais na congregação de Deus,
                Ne 13:2 Porquanto não tinham saído ao encontro dos filhos de Israel
                               com pão e água; antes contra eles assalariaram a Balaão
                                               para os amaldiçoar; porém o nosso Deus converteu
                                                               a maldição em bênção.
                Ne 13:3 Sucedeu, pois, que, ouvindo eles esta lei,
                               apartaram de Israel todo o elemento misto.
                Ne 13:4 Ora, antes disto, Eliasibe, sacerdote, que presidia
                               sobre a câmara da casa do nosso Deus, se tinha aparentado
                                               com Tobias;
                Ne 13:5 E fizera-lhe uma câmara grande, onde dantes se depositavam
                               as ofertas de alimentos, o incenso, os utensílios, os dízimos do
                                               grão, do mosto e do azeite, que se ordenaram
                               para os levitas, cantores e porteiros, como também a oferta
                                               alçada para os sacerdotes.
                Ne 13:6 Mas durante tudo isto não estava eu em Jerusalém,
                               porque no ano trinta e dois de Artaxerxes, rei de Babilônia,
                                               fui ter com o rei; mas após alguns dias
                                                               tornei a alcançar licença do rei.
                Ne 13:7 E voltando a Jerusalém, compreendi o mal que Eliasibe
                               fizera para Tobias, fazendo-lhe uma câmara
                                               nos pátios da casa de Deus.
                Ne 13:8 O que muito me desagradou; de sorte que lancei todos os
                               móveis da casa de Tobias fora da câmara.
                Ne 13:9 E, ordenando-o eu, purificaram as câmaras;
                               e tornei a trazer para ali os utensílios da casa de Deus,
                                               com as ofertas de alimentos e o incenso.
                Ne 13:10 Também entendi que os quinhões dos levitas
                               não se lhes davam, de maneira que os levitas e os cantores,
                               que faziam a obra, tinham fugido cada um para a sua terra.
                Ne 13:11 Então contendi com os magistrados, e disse:
                               Por que se desamparou a casa de Deus?
                                               Porém eu os ajuntei, e os restaurei no seu posto.
                Ne 13:12 Então todo o Judá trouxe os dízimos
                               do grão, do mosto e do azeite aos celeiros.
                Ne 13:13 E por tesoureiros pus sobre os celeiros a Selemias,
                               o sacerdote, e a Zadoque, o escrivão e a Pedaías,
                                               dentre os levitas; e com eles Hanã, filho de Zacur,
                                               o filho de Matanias; porque foram achados fiéis;
                               e se lhes encarregou a eles a distribuição para seus irmãos.
                Ne 13:14 Por isto, Deus meu,
                               lembra-te de mim e não risques as beneficências
                               que eu fiz à casa de meu Deus e às suas observâncias.
                Ne 13:15 Naqueles dias vi em Judá os que pisavam lagares
                               ao sábado e traziam feixes que carregavam
                                               sobre os jumentos; como também vinho, uvas e figos,
                                               e toda a espécie de cargas, que traziam a Jerusalém
                                                               no dia de sábado;
                               e protestei contra eles no dia em que vendiam mantimentos.
                Ne 13:16 Também habitavam em Jerusalém tírios que traziam
                               peixe e toda a mercadoria, que vendiam no sábado aos filhos
                                               de Judá, e em Jerusalém.
                Ne 13:17 E contendi com os nobres de Judá, e lhes disse:
                               Que mal é este que fazeis, profanando o dia de sábado?
                Ne 13:18 Porventura não fizeram vossos pais assim,
                               e não trouxe o nosso Deus todo este mal sobre nós
                                               e sobre esta cidade?
                               E vós ainda mais acrescentais o ardor de sua ira sobre Israel,
                                               profanando o sábado.
                Ne 13:19 Sucedeu, pois, que, dando já sombra
                               nas portas de Jerusalém antes do sábado,
                                               ordenei que as portas fossem fechadas;
                                               e mandei que não as abrissem até passado o sábado;
                                                               e pus às portas alguns de meus servos,
                                               para que nenhuma carga entrasse no dia de sábado.
                Ne 13:20 Então os negociantes e os vendedores de toda a mercadoria
                               passaram a noite fora de Jerusalém, uma ou duas vezes.
                Ne 13:21 Protestei, pois, contra eles, e lhes disse:
                               Por que passais a noite defronte do muro?
                                               Se outra vez o fizerdes, hei de lançar mão de vós.
                                               Daquele tempo em diante não vieram no sábado.
                Ne 13:22 Também disse aos levitas que se purificassem,
                               e viessem guardar as portas, para santificar o sábado.
                                               Nisto também, Deus meu, lembra-te de mim
                                               e perdoa-me segundo a abundância
                                                               da tua benignidade.
                Ne 13:23 Vi também naqueles dias judeus que tinham casado
                               com mulheres asdoditas, amonitas e moabitas.
                Ne 13:24 E seus filhos falavam meio asdodita,
                               e não podiam falar judaico, senão
                                               segundo a língua de cada povo.
                Ne 13:25 E contendi com eles, e os amaldiçoei
                               e espanquei alguns deles, e lhes arranquei os cabelos,
                                               e os fiz jurar por Deus, dizendo:
                               Não dareis mais vossas filhas a seus filhos,
                                               e não tomareis mais suas filhas,
                                               nem para vossos filhos nem para vós mesmos.
                Ne 13:26 Porventura não pecou nisto Salomão, rei de Israel,
                               não havendo entre muitas nações rei semelhante a ele,
                                               e sendo ele amado de seu Deus,
                                                               e pondo-o Deus rei sobre todo o Israel?
                                               E contudo as mulheres estrangeiras o fizeram pecar.
                Ne 13:27 E dar-vos-íamos nós ouvidos,
                               para fazermos todo este grande mal,
                                               prevaricando contra o nosso Deus, casando com
                                                               mulheres estrangeiras?
                Ne 13:28 Também um dos filhos de Joiada, filho de Eliasibe,
                               o sumo sacerdote, era genro de Sambalate, o horonita,
                                               por isso o afugentei de mim.
                Ne 13:29 Lembra-te deles, Deus meu, pois contaminaram
                               o sacerdócio, como também a aliança do sacerdócio
                                               e dos levitas.
                Ne 13:30 Assim os limpei de todo o estrangeiro,
                               e designei os cargos dos sacerdotes e dos levitas,
                                               cada um na sua obra.
                Ne 13:31 Como também para com as ofertas de lenha
                               em tempos determinados, e para com as primícias;
                                               lembra-te de mim, Deus meu, para bem.
Assim, Neemias limpou e reformou todo o povo tirando as coisas prejudiciais a eles que os comprometiam diante de Deus aos quais tinham se aliançado novamente.
Encerramos a história desses dois fantásticos líderes de Israel que enfrentaram momentos muito difíceis pelo que passava a nação de Judá. O recomeço de tudo não foi fácil. Foram tempos trabalhosos, de perseguições e de muita luta, garra e vontade de vencer,  mas triunfaram em nome do Senhor e para honra e glória de seu nome.
No verso 31, novamente Neemias, pela sétima e última vez usa a expressão “lembra-te” numa oração.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 260 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.