domingo, 2 de novembro de 2014

Esdras 8:1-36 - ESDRAS SE HUMILHA DIANTE DE DEUS, PÕE O POVO PARA ORAR, JEJUAR E DEUS LHE DÁ VITÓRIAS

Agora estamos na segunda parte onde Esdras deu continuidade aos trabalhos dos primeiros exilados que regressaram.
Parte II – O REGRESSO DE ESDRAS E A RECONSTRUÇÃO DO POVO DE DEUS COMO NAÇÃO – 7:1 – 10:44.
A. O regresso de Esdras – 7:1 a 8:36.

Como já vimos, dividimos essa segunda parte em duas outras partes. A. O regresso de Esdras – 7:1 a 8:36. B. A reconstrução do Povo de Deus como nação (os remanescentes do pós-exílio ou a nova nação unificada de Israel) – 9:1 a 10:44.
A. O regresso de Esdras – 7:1 a 8:36 - continuação.
Também dividimos essa parte “A”, para melhor compreensão assunto em cinco outras partes. 1. A apresentação de Esdras – 7:1-10. 2 – já vista. A comissão de Esdras – 7:11 – 26 – já vista. 3. A doxologia de Esdras – 7:27 – 28 – já vista. 4. Os companheiros de Esdras – 8:1-14 – veremos agora. 5. A chegada de Esdras – 8:15-36 – veremos e concluiremos agora.
4. Os companheiros de Esdras – 8:1-14
Nem todos os exilados regressaram em resposta ao decreto de Ciro, em 538ª.C. Um segundo grupo bem menor acompanhou Esdras cerca de oitenta anos depois da volta dos primeiros judeus.
5. A chegada de Esdras – 8:15-36.
Esdras se recorda dos seus preparativos, da viagem e da chegada em Jerusalém.
Esdras não achou nenhum dos filhos de Levi – vs 15 – quando ajuntou o povo por três dias perto do rio que corre para Aava (cidade desconhecida). Sua intenção era ter mais levitas:
ü  Para o serviço no templo.
ü  Para serviços gerais – vs 17.
ü  Para os serviços de realização dos sacrifícios –vs 35.
ü  Para fazerem parte de uma caravana para a Terra Prometida, como aconteceu no êxodo do Egito e no primeiro retorno da Babilônia.
Por isso que nos versos 16 e 17 ele envia um grupo de homens influentes, sábios, para que talvez pudessem persuadir alguns levitas a voltarem com ele.
Ele os enviou a Ido, chefe em Casifia. Diz-nos a BEG, que não se sabe ao certo a sua localização, mas talvez se tratasse de Ctsifon, junto ao rio Tigre, no norte da Babilônia (literalmente, “Casifia o lugar”). Uma vez que “o lugar” – Dt 12:5; Jr 7:2,3 - se referia a um lugar santo, ao que parece Casifia era o local de um santuário.
A sua esperança era encontrar ali os levitas de que tanto precisava. Seu proposito logrou grande êxito e pode dali voltar com 38 levitas, 3 líderes levíticos importantes e 220 servos do templo. Esdras confiava tanto em Deus e nas suas orações, que Deus o usava, que entendeu que tudo isso se devia a generosa mão de Deus.
Assim como o Senhor:
ü  Moveu o coração de Ciro – 1:1.
ü  Dos primeiros judeus que regressaram – 1:5.
ü  De Artaxerxes – 7:27.
Também, o mesmo Senhor, moveu esses levitas para aceitarem o seu chamado, o que o legitimou nas suas ações. Esdras entendia como ninguém que o seu sucesso se devia ao controle providencial de Deus!
Em função de sua pregação e testemunho diante do rei afirmando que Deus era com os que o buscam para o bem deles e que a sua força e ira era contra todos os que o abandonam, Esdras se sentiu totalmente constrangido diante do rei em lhe pedir apoio militar na sua jornada.
O perigo era muito real e o desafio enorme. O fracasso ali seria muito cruel para toda a nação e propósitos. Em função disso, esse líder fantástico, colocou todo o seu povo em humilhação e em jejum para pedirem a Deus uma jornada feliz para todos eles. O propósito do jejum era, humilhando-se, fazer um pedido a Deus – II Cr 20:3 (Então Jeosafá temeu, e pôs-se a buscar o SENHOR, e apregoou jejum em todo o Judá.).
O verso 23 é fantástico: jejuamos, pedimos a Deus e ele nos atendeu! Simples assim!
Depois, separou ele doze dos principais (12 sacerdotes e 12 12 levitas – vs 35), homens fieis e que guardariam a importância das contribuições – uma quantia enorme, vs 26 – até que fossem pesados na presença dos principais sacerdotes, e dos levitas nas câmaras da Casa do Senhor – vs 29.
De onde veio tantas contribuições? Os reis persas eram conhecidos por sua grande riqueza e generosidade para com as religiões dos povos sob se domínio e também nesses tempos já haviam famílias bem abastadas na Babilônia.
A recomendação a eles os que estavam guardando e vigiando esse tesouro está nos vs 28, 29 de que santos seriam ao Senhor. A santidade
ü  é um atributo do Senhor – Lv 19:2 – e, por extensão, de qualquer pessoa ou coisa consagrada a ele, especialmente:
·      Dos sacerdotes – Lv 21:6.
·      Dos levitas – Nm 3:11-13 (aqui o verbo “tomar”, no sentido de “separar”, significa, literalmente “santificar”).
·      Dos utensílios do templo – Ex 30:22-29.
A preocupação de Esdras, e por isso a ordem rígida sobre o assunto, era que o contato entre o santo e o profano poderia ter consequências trágicas.
Partiram dali, do rio Aava, no dia 12/01, em direção a Jerusalém e novamente a boa mão do Senhor os conduziu livrando eles dos inimigos e dos que armavam ciladas no caminho.
Ed 8:1 Estes, pois, são os chefes das casas paternas
                e esta a genealogia dos que subiram comigo de Babilônia
                               no reinado do rei Artaxerxes:
                Ed 8:2 Dos filhos de Finéias, Gérson; dos filhos de Itamar, Daniel;
                               dos filhos de Davi, Hatus; Ed 8:3 Dos filhos de Secanias,
                               e dos filhos de Parós, Zacarias,
                                               e com ele, segundo a genealogia, se contaram
                                                               até cento e cinqüenta homens.
                Ed 8:4 Dos filhos de Paate-Moabe, Elioenai, filho de Zacarias,
                               e com ele duzentos homens.
                Ed 8:5 Dos filhos de Secanias, o filho de Jeaziel,
                               e com ele trezentos homens.
                Ed 8:6 E dos filhos de Adim, Ebede, filho de Jônatas,
                               e com ele cinqüenta homens.
                Ed 8:7 E dos filhos de Elão, Jesaías, filho de Atalias,
                               e com ele setenta homens.
                Ed 8:8 E dos filhos de Sefatias, Zebadias, filho de Micael,
                               e com ele oitenta homens.
                Ed 8:9 Dos filhos de Joabe, Obadias, filho de Jeiel,
                               e com ele duzentos e dezoito homens.
                Ed 8:10 E dos filhos de Selomite, o filho de Josifias,
                               e com ele cento e sessenta homens.
                Ed 8:11 E dos filhos de Bebai, Zacarias, o filho de Bebai,
                               e com ele vinte e oito homens.
                Ed 8:12 E dos filhos de Azgade, Joanã, o filho de Hacatã,
                               e com ele cento e dez homens.
                Ed 8:13 E dos últimos filhos de Adonicão, cujos nomes eram estes:
                               Elifelete, Jeiel e Semaías, e com eles sessenta homens.
                Ed 8:14 E dos filhos de Bigvai, Utai e Zabude,
                               e com eles setenta homens.
Ed 8:15 E ajuntei-os perto do rio que vai a Aava,
                e ficamos ali acampados três dias. Então atentei para o povo e para os
                               sacerdotes, e não achei ali nenhum dos filhos de Levi.
                Ed 8:16 Enviei, pois, Eliezer, Ariel, Semaías, Elnatã, Jaribe, Elnatã,
                               Natã, Zacarias e Mesulão, os chefes; como também a
                                               Joiaribe, e a Elnatã, que eram entendidos.
                Ed 8:17 E enviei-os com mandado a Ido, chefe em Casifia;
                               e falei a eles o que deveriam dizer a Ido e aos seus irmãos,
                                               servidores do templo, em Casifia, que nos
                                               trouxessem ministros para a casa do nosso Deus.
                Ed 8:18 E trouxeram-nos, segundo a boa mão de Deus sobre nós,
                               um homem entendido, dos filhos de Mali, filho de Levi, filho
                                               de Israel, a saber: Serebias, com os seus filhos
                                                               e irmãos, dezoito;
                Ed 8:19 E a Hasabias, e com ele Jesaías, dos filhos de Merari,
                               com seus irmãos e os filhos deles, vinte;
                Ed 8:20 E dos servidores do templo que Davi
                               e os príncipes deram para o ministério dos levitas,
                                               duzentos e vinte servidores do templo;
                                               que foram todos mencionados por seus nomes.
Ed 8:21 Então apregoei ali um jejum junto ao rio Aava,
                para nos humilharmos diante da face de nosso Deus,
                               para lhe pedirmos caminho seguro para nós,
                                               para nossos filhos e para todos os nossos bens.
                Ed 8:22 Porque tive vergonha de pedir ao rei, exército e cavaleiros
                               para nos defenderem do inimigo pelo caminho;
                                               porquanto tínhamos falado ao rei, dizendo:
                               A mão do nosso Deus é sobre todos os que o buscam,
                                               para o bem deles; mas o seu poder
                               e a sua ira contra todos os que o deixam.
                Ed 8:23 Nós, pois, jejuamos, e pedimos isto ao nosso Deus,
                               e moveu-se pelas nossas orações.
Ed 8:24 Então separei doze dos chefes dos sacerdotes:
                Serebias, Hasabias, e com eles dez dos seus irmãos.
                Ed 8:25 E pesei-lhes a prata, o ouro e os vasos;
                               que eram a oferta para a casa de nosso Deus, que ofereceram
                                               o rei, os seus conselheiros, os seus príncipes e todo o
                                                               Israel que ali se achou.
                Ed 8:26 E pesei em suas mãos seiscentos e cinqüenta talentos
                               de prata, e em vasos de prata cem talentos, e cem talentos
                                               de ouro, Ed 8:27 E vinte bacias de ouro, de mil
                                               dracmas, e dois vasos de bom metal lustroso,
                                                               tão precioso como ouro.
                Ed 8:28 E disse-lhes:
                               Vós sois santos ao SENHOR, e são santos estes utensílios,
                               como também esta prata e este ouro, oferta voluntária,
                                               oferecida ao SENHOR Deus de vossos pais.
                Ed 8:29 Vigiai, pois, e guardai-os até que os peseis na presença
                               dos chefes dos sacerdotes e dos levitas, e dos chefes dos pais
                                               de Israel, em Jerusalém,
                                                               nas câmaras da casa do SENHOR.
                Ed 8:30 Então os sacerdotes e os levitas receberam o peso da prata,
                               do ouro e dos utensílios, para os trazerem a Jerusalém,
                                               à casa de nosso Deus.
Ed 8:31 E partimos do rio Aava, no dia doze do primeiro mês,
                para irmos a Jerusalém; e a mão do nosso Deus estava sobre nós,
                               e livrou-nos da mão dos inimigos, e dos que nos armavam
                                               ciladas pelo caminho.
                Ed 8:32 E chegamos a Jerusalém, e repousamos ali três dias.
                Ed 8:33 E no quarto dia se pesou a prata, o ouro e os utensílios,
                               na casa do nosso Deus, por mão de Meremote,
                                               filho do sacerdote Urias; e com ele Eleazar,
                                               filho de Finéias, e com eles Jozabade, filho de Jesuá,
                                                               e Noadias, filho de Binui, levitas.
                Ed 8:34 Tudo foi contado e pesado; e todo o peso foi registrado
                               na mesma ocasião. Ed 8:35 E os exilados, que vieram do
                                               cativeiro, ofereceram holocaustos ao Deus de Israel,
                                               doze novilhos por todo o Israel,
                               noventa e seis carneiros, setenta e sete cordeiros,
                                               e doze bodes em sacrifício pelo pecado;
                                                               tudo em holocausto ao SENHOR.
                Ed 8:36 Então deram as ordens do rei aos seus sátrapas,
                               e aos governadores dalém do rio;
                                               e estes ajudaram o povo e a casa de Deus.
Ao chegarem em Jerusalém repousaram ali 3 dias e no quarto pesaram as contribuições na Casa do Senhor e entregaram toda a prata, todo ouro e todos os objetos a Meremote, filho do sacerdote Urias; e com ele Eleazar, filho de Finéias, e com eles Jozabade, filho de Jesuá, e Noadias, filho de Binui, levitas.
Tudo deu certo como haviam orado ao Senhor e jejuado. A oração e o jejum foram eficazes e Deus atendeu ao pedido deles por uma jornada segura e pela preservação dos utensílios.
Depois disso, ofereceram holocaustos correspondentes às provisões que haviam recebido – 7:17. Essa correspondência retrata, nas palavras da BEG, o sucesso absoluto.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 275 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.