Vamos conhecer o Caminho do Senhor?

Saiba que "O caminho do SENHOR é fortaleza para os íntegros, mas ruína aos que praticam a iniqüidade." (Pv 10:29). Saiba também que aqui no 'JAMAIS DESISTA do Caminho do Senhor' você encontrará, todos os dias uma mensagem baseada na Bíblia que representa o pensamento do autor na sua contínua busca das coisas pertencentes ao reino de Deus e a sua justiça.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

I Have a Dream!

VOCÊ ACREDITA EM SONHOS?

Que tal um desses, formar uma equipe ou equipes que ano a  ano se doem ao evangelho - tipo assim do Grupo EMME http://grupoemme.blogspot.com.br/ - e depois sair por ai viajando o Brasil e o mundo pregando a palavra de Deus. Você acredita em sonhos impossíveis?

Estou à caça de sonhadores, mas não dos normais:  IAU!!!

As receitas de  vendas de 2 de meus livros são exclusivas do Missão Portas Abertas (365 DIAS DE PROPÓSITOS, vol 1 E vol 2). As receitas dos demais livros serão investidas em missões, especialmente a IAU. Assim, aproveitem e visitem o AgBookBr, Clube dos Autores, no Sindicato dos Escritores do Distrito Federal, no Amazon Kindle Direct Publishing, Amazon, no iTunes da Apple Store, IBA, Google Play, Saraiva, Cultura, Kobo e muitos outros lugares. Pesquise por “Daniel Deusdete” e boas leituras....

Êxodo 5: 1-23 – MOISÉS SE ENCONTRA COM FARAÓ.

Moisés e Arão se encontram com Faraó, mas o encontro deixa Faraó zangado e pune o povo não dando mais palha para fazerem os tijolos e lhes impõe pesada carga de serviço exigindo a mesma quantia produzida de tijolos quando eles tinham palha. O povo se vê em apuros e Moisés fica indignado com o Senhor.
Era esse um momento de tensão que estava transcorrendo no Egito. O mundo continuava com suas rotinas e quem ali estava imaginava que o próximo dia seria igual a todos os outros dias de escravidão ao Egito.
As coisas estavam para ser mudadas e transformadas e o povo logo seria liberto, mas nesse ínterim estavam acontecendo coisas que deixavam o povo bem oprimido, ainda mais por causa de Moisés e Arão.
Quem são estes dois que estão incomodando a ordem natural da vida, poderiam perguntar os líderes de Israel. O fato é que a nossa vida é assim também. De repente tudo muda e o contexto já é outro totalmente diferente.
Moisés e Arão estavam saindo da presença de Faraó quando receberam a notícia terrível da opressão aumentada em cima do seu povo por causa da produção diária de tijolos. Faraó prevendo problemas, logo tenta manipular as coisas e trata os israelitas como bestas-feras com açoites e pesado jugo para manterem a opressão, o medo e a escravidão.
Alguns poderiam dizer assim: eu nasci assim, meu pai nasceu assim, eu cresci assim e sempre fomos escravos e vivemos desse jeito e não há como mudar as coisas. Por que estamos fazendo isso provocando Faraó que é mais potente e perigoso que nós todos.
O Senhor, Moisés e Arão estavam entrando dentro de um sistema de rotinas que já era secular e estavam mesmo provocando reboliços e incomodações de tal modo que já assustava. A reação natural do opressor era natural e aumentaram sobremodo o jugo sobre Israel.
Moisés ao falar com o Senhor se mostrou muito indignado e irado por achar que faltou proteção da parte do Senhor e que ele seria muito pressionado e não poderia garantir sua liderança com todos aqueles problemas surgindo.
A continuação dessa linda história em Êxodo, do capítulo cinco, prossegue no próximo capítulo. Como já disse dantes: é muito fácil examinar a história depois que ela ocorreu e vermos a potente mão de Deus em tudo. E a história que está sendo construída com nossas vidas hoje, seria diferente?
Ex 5:1 E depois
foram Moisés e Arão e disseram a Faraó:
Assim diz o SENHOR Deus de Israel:
Deixa ir o meu povo,
para que me celebre uma festa no deserto.
Ex 5:2 Mas Faraó disse:
Quem é o SENHOR,
cuja voz eu ouvirei,
para deixar ir Israel?
Não conheço o SENHOR,
nem tampouco deixarei ir Israel.
Ex 5:3 E eles disseram:
O Deus dos hebreus nos encontrou;
portanto deixa-nos agora ir caminho de três dias ao deserto,
para que ofereçamos sacrificios ao SENHOR
nosso Deus,
e ele não venha sobre nós com pestilência ou com espada.
Ex 5:4 Então disse-lhes o rei do Egito:
Moisés e Arão,
por que fazeis cessar o povo das suas obras?
Ide às vossas cargas.
Ex 5:5 E disse também Faraó:
Eis que o povo da terra já é muito,
e vós os fazeis abandonar as suas cargas.
Ex 5:6 Portanto deu ordem Faraó,
naquele mesmo dia,
aos exatores do povo, e aos seus oficiais, dizendo:
Ex 5:7 Daqui em diante não torneis a dar palha ao povo,
para fazer tijolos, como fizestes antes:
vão eles mesmos, e colham palha para si.
Ex 5:8 E lhes imporeis a conta dos tijolos que fizeram antes;
nada diminuireis dela,
porque eles estão ociosos;
por isso clamam, dizendo:
Vamos, sacrifiquemos ao nosso Deus.
Ex 5:9 Agrave-se o serviço sobre estes homens,
para que se ocupem nele
e não confiem em palavras mentirosas.
Ex 5:10 Então saíram os exatores do povo, e seus oficiais,
e falaram ao povo, dizendo:
Assim diz Faraó:
Eu não vos darei palha;
Ex 5:11 Ide vós mesmos,
e tomai vós palha onde a achardes;
porque nada se diminuirá de vosso serviço.
Ex 5:12 Então o povo se espalhou por toda a terra do Egito,
a colher restolho em lugar de palha.
Ex 5:13 E os exatores os apertavam, dizendo:
Acabai vossa obra,
a tarefa de cada dia,
como quando havia palha.
Ex 5:14 E foram açoitados os oficiais dos filhos de Israel,
que os exatores de Faraó tinham posto sobre eles,
dizendo estes:
Por que não acabastes vossa tarefa,
fazendo tijolos como antes,
assim também ontem e hoje?
Ex 5:15 Por isso, os oficiais dos filhos de Israel,
foram e clamaram a Faraó, dizendo:
Por que fazes assim a teus servos?
Ex 5:16 Palha não se dá a teus servos, e nos dizem:
Fazei tijolos;
e eis que teus servos são açoitados;
porém o teu povo tem a culpa.
Ex 5:17 Mas ele disse:
Vós sois ociosos;
vós sois ociosos; por isso dizeis:
Vamos, sacrifiquemos ao SENHOR.
Ex 5:18 Ide, pois, agora, trabalhai;
palha porém não se vos dará;
contudo, dareis a conta dos tijolos.
Ex 5:19 Então os oficiais dos filhos de Israel
viram-se em aflição, porquanto se dizia:
Nada diminuireis de vossos tijolos,
da tarefa do dia no seu dia.
Ex 5:20 E encontraram a Moisés e a Arão,
que estavam defronte deles,
quando saíram de Faraó.
Ex 5:21 E disseram-lhes:
O SENHOR atente sobre vós,
e julgue isso,
porquanto fizestes o nosso caso repelente
diante de Faraó,
e diante de seus servos,
dando-lhes a espada nas mãos,
para nos matar.
Ex 5:22 Então, tornando-se Moisés ao SENHOR, disse:
Senhor!
por que fizeste mal a este povo?
por que me enviaste?
Ex 5:23 Porque desde que me apresentei a Faraó
para falar em teu nome,
ele maltratou a este povo;
e de nenhuma sorte
livraste o teu povo.
Onde era o ponto de encontro do Senhor com Moisés e Arão de forma que conversavam e Deus mostrava seus planos e estratégias e os convencia que era de fato o grande libertador de Israel?

Eu tenho que compreender que Moisés é também um gigante na fé como foram Abraão, Isaque, Jacó, José, Davi, Daniel, o próprio Jesus, homem, Paulo e tantos outros. Eles criam e viviam crendo na soberania de Deus de uma certa forma que me impressiona muito.

Pr. Daniel Deusdete - 
...


domingo, 29 de setembro de 2013

Êxodo 4: 1-22 – DEUS CAPACITA AOS CHAMADOS.

Temos no presente capítulo a continuação do diálogo de Deus com Moisés procurando convencê-lo de ir libertar Israel do Egito. Depois de convencido, quando Deus escolhe também Arão, seu irmão, para ajudá-lo, convence Moisés ao seu sogro Jetro que abençoa sua jornada e também há o convencimento do povo de que Deus aparecera e está vindo para libertar Israel.
Deus continua seu diálogo com Moisés no deserto, no Monte Horebe, procurando convencê-lo de ir e libertar o povo de Israel do Egito, mas Moisés se mostra relutante e vai até às últimas consequências dando desculpas de que não seria capaz.
Para cada solução que encontra Deus diante de algum possível problema nessa jornada, Moisés apresenta um novo problema e incapacidade. Ele parece bem resoluto em não aceitar qualquer desafio, mesmo sendo Deus a enviá-lo.
Deus usa o artifício dos sinais que homem algum pode fazer se Deus não estiver com ele. Moisés era profeta porque falava da palavra de Deus ao povo que poderia crer ou não em Moisés. Se cresse, tudo bem, mas se não cressem, utilizaria o recurso dos sinais para provar que falava da parte de alguém que também lhe dera os sinais.
Deus se utiliza para o primeiro sinal de alguma coisa que Moisés possuía e ele possuía uma vara de pastor com que apascentava os animais sob sua responsabilidade, uma vez que fora chamado estando trabalhando.
Depois ele se utiliza de uma parte de seu corpo, sua mão e seu seio e ao toque de um com o outro há a geração de uma lepra e um segundo toque a cura.
Para o terceiro e derradeiro sinal ele se utiliza de um elemento da natureza que precisa ser apanhado, águas do rio, e de outro ao qual irá lançar as águas apanhadas, a terra seca, e acontece a transformação química de água em sangue. Fiquei agora curioso. Se eu fosse um cientista, desejaria muito saber qual o DNA presente naquele sangue...
Então agora Moisés já não tinha só a visão que tivera de Deus, nem somente a sua fala a ele, mas também 3 poderosos sinais. Mesmo assim, Moisés se recusa a ir e dá mais desculpas.
A derradeira desculpa de Moisés que fez o Senhor se irar foi quando ele disse para Deus enviar aquele que ele haveria de enviar, menos a ele. Deus, naquele momento, poderia mesmo abandonar Moisés e escolher outro, mas insiste com ele e levanta seu irmão Arão para ser o porta voz dele.
Deus disse de Arão que este haveria de vir ao deserto procurá-lo e assim Deus depois apareceu a Arão e enviou-o ao deserto para ir encontrar seu irmão Moisés. Engraçado, é tudo Deus quem faz e a gente fica cheio de medos e tolices.
Depois desse encontro teofânico, Moisés rapidamente convence ao seu sogro que certamente reconheceu o Senhor nesse negócio e o abençoa. A missão e a jornada de Moisés tem início. Sua vida mudou para sempre. Deus apareceu a ele e tudo se fez novo. O chamado e a capacitação pertencem ao Senhor.
Assim, é quando aceitamos a Cristo como Senhor e mudamos de vida. Somos agora do Senhor e estaremos empenhados não mais em nossos negócios, mas nos negócios do Senhor e de seus negócios, podem ter certeza: ele cuida!
Moisés e Arão se encontram. Moisés tudo explica ao irmão e ambos vão à procura dos israelitas e juntando o povo e seus líderes, mediante suas falas e sinais que possuíam, rapidamente convencem ao povo de que Deus está vindo para libertá-los do Egito para sempre.
Ex 4:1 Então respondeu Moisés, e disse:
Mas eis que não me crerão,
nem ouvirão a minha voz, porque dirão:
O SENHOR não te apareceu.
Ex 4:2 E o SENHOR disse-lhe:
Que é isso na tua mão?
E ele disse:
Uma vara.
Ex 4:3 E ele disse:
Lança-a na terra.
Ele a lançou na terra,
e tornou-se em cobra;
e Moisés fugia dela.
Ex 4:4 Então disse o SENHOR a Moisés:
Estende a tua mão e pega-lhe pela cauda.
E estendeu sua mão,
e pegou-lhe pela cauda,
e tornou-se em vara na sua mão;
Ex 4:5 Para que creiam que te apareceu o SENHOR Deus de seus pais,
o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó.
Ex 4:6 E disse-lhe mais o SENHOR:
Põe agora a tua mão no teu seio.
E, tirando-a,
eis que a sua mão estava leprosa, branca como a neve.
Ex 4:7 E disse:
Torna a por a tua mão no teu seio.
E tornou a colocar sua mão no seu seio;
depois tirou-a do seu seio, e eis que se tornara como a sua carne.
Ex 4:8 E acontecerá que,
se eles não te crerem,
nem ouvirem a voz do primeiro sinal,
crerão à voz do derradeiro sinal;
Ex 4:9 E se acontecer que ainda
não creiam a estes dois sinais,
nem ouvirem a tua voz,
tomarás das águas do rio,
e as derramarás na terra seca;
e as águas, que tomarás do rio,
tornar-se-ão em sangue
sobre a terra seca.
Ex 4:10 Então disse Moisés ao SENHOR:
Ah, meu Senhor!
eu não sou homem eloqüente, nem de ontem nem de anteontem,
nem ainda desde que tens falado ao teu servo;
porque sou pesado de boca e pesado de língua.
Ex 4:11 E disse-lhe o SENHOR:
Quem fez a boca do homem?
ou quem fez o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego?
Não sou eu, o SENHOR?
Ex 4:12 Vai, pois, agora,
e eu serei com a tua boca
e te ensinarei o que hás de falar.
Ex 4:13 Ele, porém, disse:
Ah, meu Senhor!
Envia pela mão daquele a quem tu hás de enviar.
Ex 4:14 Então se acendeu a ira do SENHOR contra Moisés, e disse:
Não é Arão, o levita, teu irmão?
Eu sei que ele falará muito bem;
e eis que ele também sai ao teu encontro;
e, vendo-te, se alegrará em seu coração.
Ex 4:15 E tu lhe falarás,
e porás as palavras na sua boca;
e eu serei com a tua boca,
e com a dele,
ensinando-vos o que haveis de fazer.
Ex 4:16 E ele falará por ti ao povo;
e acontecerá que ele te será por boca,
e tu lhe serás por Deus.
Ex 4:17 Toma, pois, esta vara na tua mão,
com que farás os sinais.
Ex 4:18 Então foi Moisés,
e voltou para Jetro, seu sogro, e disse-lhe:
Eu irei agora, e tornarei a meus irmãos,
que estão no Egito, para ver se ainda vivem.
Disse, pois, Jetro a Moisés:
Vai em paz.
Ex 4:19 Disse também o SENHOR a Moisés em Midiã:
Vai, volta para o Egito;
porque todos os que buscavam a tua alma morreram.
Ex 4:20 Tomou, pois, Moisés sua mulher e seus filhos,
e os levou sobre um jumento, e tornou à terra do Egito;
e Moisés tomou a vara de Deus na sua mão.
Ex 4:21 E disse o SENHOR a Moisés:
Quando voltares ao Egito,
atenta que faças diante de Faraó todas as maravilhas
que tenho posto na tua mão;
mas eu lhe endurecerei o coração,
para que não deixe ir o povo.
Ex 4:22 Então dirás a Faraó:
Assim diz o SENHOR:
Israel é meu filho, meu primogênito.
Ex 4:23 E eu te tenho dito:
Deixa ir o meu filho,
para que me sirva;
mas tu recusaste deixá-lo ir;
eis que eu matarei a teu filho, o teu primogênito.
Ex 4:24 E aconteceu no caminho,
numa estalagem, que o SENHOR o encontrou,
e o quis matar.
Ex 4:25 Então Zípora tomou uma pedra aguda,
e circuncidou o prepúcio de seu filho,
e lançou-o a seus pés, e disse:
Certamente me és um esposo sanguinário.
Ex 4:26 E desviou-se dele.
Então ela disse:
Esposo sanguinário, por causa da circuncisão.
Ex 4:27 Disse o SENHOR a Arão:
Vai ao deserto, ao encontro de Moisés.
E ele foi,
e encontrou-o no monte de Deus,
e beijou-o.
Ex 4:28 E relatou Moisés a Arão todas as palavras do SENHOR,
com que o enviara,
e todos os sinais que lhe mandara.
Ex 4:29 Então foram Moisés e Arão,
e ajuntaram todos os anciãos dos filhos de Israel.
Ex 4:30 E Arão falou todas as palavras que o SENHOR falara a Moisés
e fez os sinais perante os olhos do povo.
Ex 4:31 E o povo creu;
e quando ouviram que o SENHOR
visitava aos filhos de Israel,
e que via a sua aflição,
inclinaram-se,
e adoraram.
Como é bom quando a palavra flui e a fé é gerada nos corações com facilidade como fora ali naquele momento. Muita coisa ainda está para acontecer e provar essa fé, mas Deus prometeu estar com eles e fazê-los prosperar em tudo.
Qual a importância dos sinais na evangelização nos dias de hoje? Deus usou e instruiu Moisés, Arão e o povo a usarem de sinais para demonstrar e provar aos ouvintes que era mesmo Deus quem estava falando, e hoje?

Sabemos todos que devemos pregar a palavra de Deus para, por meio dela, vidas serem alcançadas para Cristo. Sendo assim, pregaremos a palavra dele sabendo que ele é poderoso para cooperar com nossa pregação do jeito que ele quiser e estiver em seus planos e propósitos. 
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


sábado, 28 de setembro de 2013

Êxodo 3: 1-22 – O CHAMADO DE DEUS.

O CHAMADO DE DEUS
Neste capítulo, Deus aparece a Moisés e com ele começa a travar um diálogo a fim de convencê-lo a ir ao Egito, em nome dele e libertar o povo das mãos dos egípcios e de Faraó. O diálogo tem sua sequência no próximo capítulo.
O que fazia Moisés quando Deus lhe aparece teofanicamente nas sarças ardentes que pegavam fogo e que não se consumiam e isto chamou a atenção daquele homem que trabalhava apascentando as ovelhas de seu sogro?
Exatamente: ele estava trabalhando! Foi no Monte Horebe que Deus lhe apareceu e ele estava mesmo trabalhando e apascentando as ovelhas de seu sogro. Deus não chama desocupados e sonhadores que somente sonham em suas camas macias e vazias.
Deus nos deixou o trabalho para que este fosse bênção em nossas vidas e não maldição como pensam alguns. Tem gente que sonha ficar rico em loteria e seu sonho é parar de trabalhar para viver curtindo a vida adoidado. Isso não é, nem jamais foi viver a vida que Deus planejou sabiamente para vivermos.
Moisés estava trabalhando e Deus interrompe o seu trabalho para lhe falar. Encantado com o que via e curioso de não haver consumo da sarça, ele quer se aproximar mais ainda a fim de investigar o fenômeno curioso.
Permitam-me um pequeno parêntesis para explorar um pouco melhor essa ideia do trabalho que já comentamos e gravamos quando falamos do capítulo primeiro de gênesis, mas que agora, nesse momento, é também relevante e merece lembrança e destaque.
Gn 2.15 nos diz que o Senhor Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar e cultivá-lo.
A palavra usada para "colocação/colocar" (yanichehu) Adão no Jardim tem uma raiz conectada ao nome do próximo grande herói bíblico —"Noé" (noach). A palavra Hebraica para Éden (eden) carrega em si mesma a ideia de "prazer", "fertilidade", "deleite", "luxo" e "refinamento". Portanto, o Jardim do Éden deve ser entendido nesses termos. Além disso, aqui somos informados de que Adão foi colocado no Jardim do deleite para "trabalho" (avodah) e "guarda" (shomrah).
Embora existam várias palavras diferentes em Hebraico que comunicam a ideia de adoração (especialmente quando se trata do aspecto de "serviço diante de Deus"), a mesma palavra que é usada para o serviço e adoração a Deus (avodah) é usada nesse contexto para o cultivo do solo.
Mesmo no hebraico moderno, essa é a palavra usada para ir ao trabalho. No Brasil, nós dizemos, por exemplo, que vamos ao culto do domingo, mas no inglês, ir ao culto a Deus no domingo é “Sunday service” (culto do domingo) que nos dá a ideia de serviço, de ser um processo ativo e não passivo.
Nós não devemos ir ao culto para estar ali passivamente, esperando somente receber, mas para servir, para agir, para labutar, para desprender esforço, suor. Eu tenho de ver, assim, a minha adoração como algo ativo que me faça transpirar, suar, empreender esforço e aí, sim, nossa adoração é aperfeiçoada.
A comissão "para trabalhar", que nós associamos hoje com luta e labuta, foi dada a Adão antes que a queda da humanidade tivesse lugar, não depois. Em outras palavras, quando Deus encarregou Adão com o trabalho da terra no Jardim do Éden, ainda era "muito bom", ainda não afetada pelo pecado, morte e miséria.
O dito popular de que Deus amaldiçoou o homem com trabalho é aqui posta por terra, pelo seu significado. O trabalho nunca foi maldição! Talvez, sim, a intensidade disso é que traz complicações.
A mesma palavra é ainda usada para o serviço errado, ou para o culto errado, como a idolatria.”[1]
E tem uma surpresa ao ouvir a voz de Deus falando com ele. Havia uma questão urgente que precisava de atenção e Deus compartilhava com ele que pretendia fazer em breve. Moisés, certamente, conhecia a história do seu povo e sabia desse Deus e também se lembrou que outrora tentou e até pensou em fazer algo, mas do seu jeito.
Ele então se recorda do egípcio morto, de sua tentativa de aproximamento com o povo hebreu, de sua defesa de um deles, das duras palavras que ele sofreu ao ser chamado de assassino e ser rejeitado como libertador, da sua fuga para o deserto e de sua atual vidinha longe de tudo e de todos.
Dá para perceber que ele não era mais aquele homem ousado, atrevido e valente, mas um senhor ponderado, cheio de medos, de dúvidas e inseguro. Ele já devia estar com seus 80 anos quando o senhor estava ali o visitando e o recrutando para uma grande missão.
Deus se apresenta, fala de seu nome, de uma parte da missão, que ele vai agir e cuidar dele - de Moisés - e que vai libertar o povo, mesmo tendo de ir contra a vontade de Faraó.
Deus se identifica como o “EU SOU” e também como o “Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó”. Isso é profundo! Ele não somente “é” e “é Deus” como também, a história está em suas mãos. Ele é o governante absoluto, soberano e providencial.
Havia as promessas de Deus para se cumprirem, havia o clamor do povo contra a opressão que sofria, havia o próprio povo sofrendo e havia um homem no deserto, naquele Monte Horebe, que Deus queria usar para cumprir a sua missão e também havia o próprio Deus. A história está prestes a se desenrolar doravante e Deus já está agindo em cada lugar.
Olhar a história prontinha e analisá-la é uma coisa, viver o momento que está prestes a se transformar em história e confiar em Deus é bem outra. Deus continua chamando hoje, por meio do seu Filho, do Evangelho e nós agora temos não mais uma sarça ardente ou manifestações teofânicas, mas o próprio Espírito Santo habitando em nós.
Moisés, no próximo capítulo irá resistir ao chamado de Deus a ponto de dizer para Deus enviar outro, menos a ele, mas no final ele vai, assim mesmo e todos sabemos do resultado disso e como Deus o exaltou diante de todo o povo que ele quis libertar.
Ao ouvir o chamado de Deus pelo Espírito Santo para o trabalho da seara, não dê desculpas, mas obedeça.
Ex 3:1 E apascentava Moisés
o rebanho de Jetro,
 seu sogro, sacerdote em Midiã;
e levou o rebanho atrás do deserto,
e chegou ao monte de Deus, a Horebe.
Ex 3:2 E apareceu-lhe o anjo do SENHOR
em uma chama de fogo do meio duma sarça;
e olhou,
e eis que a sarça ardia no fogo,
e a sarça não se consumia.
Ex 3:3 E Moisés disse:
Agora me virarei para lá, e verei esta grande visão,
porque a sarça não se queima.
Ex 3:4 E vendo o SENHOR que se virava para ver,
bradou Deus a ele do meio da sarça, e disse:
Moisés, Moisés.
Respondeu ele:
Eis-me aqui.
Ex 3:5 E disse:
Não te chegues para cá;
tira os sapatos de teus pés;
porque o lugar em que tu estás é terra santa.
Ex 3:6 Disse mais:
Eu sou o Deus de teu pai,
o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó.
E Moisés encobriu o seu rosto,
porque temeu olhar para Deus.
Ex 3:7 E disse o SENHOR:
Tenho visto atentamente a aflição do meu povo,
que está no Egito,
e tenho ouvido o seu clamor
por causa dos seus exatores,
porque conheci as suas dores.
Ex 3:8 Portanto
desci para livrá-lo da mão dos egípcios,
e para fazê-lo subir daquela terra,
a uma terra boa e larga,
a uma terra que mana leite e mel;
ao lugar do cananeu, e do heteu, e do amorreu,
e do perizeu, e do heveu, e do jebuseu.
Ex 3:9 E agora, eis que o clamor dos filhos de Israel
é vindo a mim,
e também tenho visto a opressão com que os egípcios
os oprimem.
Ex 3:10 Vem agora,
pois, e eu te enviarei a Faraó
para que tires o meu povo (os filhos de Israel)
do Egito.
Ex 3:11 Então Moisés disse a Deus:
Quem sou eu, que vá a Faraó
e tire do Egito os filhos de Israel?
Ex 3:12 E disse:
 Certamente eu serei contigo;
e isto te será por sinal de que eu te enviei:
Quando houveres tirado este povo do Egito,
servireis a Deus neste monte.
Ex 3:13 Então disse Moisés a Deus:
Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser:
O Deus de vossos pais me enviou a vós;
e eles me disserem:
Qual é o seu nome?
Que lhes direi?
Ex 3:14 E disse Deus a Moisés:
EU SOU O QUE SOU.
Disse mais:
Assim dirás aos filhos de Israel:
EU SOU me enviou a vós.
Ex 3:15 E Deus disse mais a Moisés:
Assim dirás aos filhos de Israel:
O SENHOR Deus de vossos pais,
o Deus de Abraão,
o Deus de Isaque,
e o Deus de Jacó, me enviou a vós;
este é meu nome eternamente,
e este é meu memorial de geração em geração.
Ex 3:16 Vai,
e ajunta os anciãos de Israel e dize-lhes:
O SENHOR Deus de vossos pais,
o Deus de Abraão,
de Isaque
e de Jacó,
me apareceu, dizendo:
Certamente vos tenho visitado
e visto o que vos é feito no Egito.
Ex 3:17 Portanto eu disse:
Far-vos-ei subir da aflição do Egito à terra
do cananeu, do heteu, do amorreu, do perizeu,
do heveu e do jebuseu,
a uma terra que mana leite e mel.
Ex 3:18 E ouvirão a tua voz;
e irás, tu com os anciãos de Israel,
ao rei do Egito, e dir-lhe-eis:
O SENHOR Deus dos hebreus nos encontrou.
Agora, pois, deixa-nos ir caminho de três dias para o deserto,
para que sacrifiquemos ao SENHOR nosso Deus.
Ex 3:19 Eu sei, porém,
que o rei do Egito não vos deixará ir,
nem ainda por uma mão forte.
Ex 3:20 Porque eu estenderei a minha mão,
e ferirei ao Egito com todas as minhas maravilhas
que farei no meio dele;
depois vos deixará ir.
Ex 3:21 E eu darei graça a este povo aos olhos dos egípcios;
e acontecerá que, quando sairdes,
não saireis vazios,
Ex 3:22 Porque cada mulher pedirá
à sua vizinha e à sua hóspeda
 jóias de prata, e jóias de ouro,
e vestes,
as quais poreis
sobre vossos filhos
e sobre vossas filhas;
e despojareis os egípcios.
Deus está dando detalhes a Moisés de como irá libertar o seu povo e de como ele sairá dali de mão cheias e não vazias. Ele chega a dizer para Moisés que saqueará o Egito como era feito com aqueles que eram vencidos nas guerras.
Eu me encanto com a história porque vejo claramente a mão de Deus nela. Por que também não veria nos tempos presentes que irão virar história? Pense nisso!




[1] Do livro “A ORIGEM - A história de Gênesis comentada e segmentada”, de Daniel Deusdete, ed. Os Semeadores.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...