domingo, 22 de abril de 2012

Três Homens de Deus

João Batista. Jesus Cristo. Paulo de Tarso. Três homens de Deus. Eles foram contemporâneos e viveram na mesma época quando o Senhor viveu, em carne, entre nós. A diferença de idade entre eles era de no mínimo meses, entre João Batista e Jesus e de uns seis anos entre Paulo e João Batista e Jesus.

Viveram juntos e provavelmente devem ter se encontrado em algum momento, principalmente por causa do Templo que era o lugar central de adoração a Deus naquela região. Não sei se brincaram juntos ou se estiveram em algum momento juntos antes de começar a obra e missão que cada um veio cumprir para a glória de Deus.

Os três foram os maiores, ou estão entre os maiores homens da humanidade e curiosamente depois que cumpriram as suas missões especiais, cada um teve um final de vida muito cruel.

João Batista foi decapitado e sua cabeça andou numa bandeja sendo oferecida a Herodias por pedido de sua filha que dançou e agradou a Herodes.

Jesus Cristo, depois de ter sido traído, foi julgado e condenado injustamente à crucificação e ali na cruz do calvário morreu ao entregar o seu espírito a Deus.

Paulo de Tarso, conta a tradição, foi decapitado pelo carrasco com um único golpe de espada, provavelmente, contam as tradições, no mesmo dia e ano em que Pedro também foi executado.

Sobre João Batista, o próprio senhor disse que dos nascidos de mulher não houve um maior do que João Batista, mas também disse que o menor no reino dos céus seria maior do que ele.

Mateus 11:11 Em verdade vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior do que João Batista; mas o menor no reino dos céus é maior do que ele.

Lucas 7:28 E eu vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém é maior do que João; mas o menor no reino de Deus é maior do que ele.

João Batista representa assim o Velho ou Antigo Testamento e a mensagem do AT é essa que Jesus Cristo veio ao mundo para tirar os pecados do mundo inteiro. Por isso que João Batista declarou, proclamou:

João 1:29 No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

Ao cumprir sua missão apontando para Cristo como o cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo inteiro, sua missão terminou e Deus o tomou para si, isto é, João Batista morreu.

Ao apontar para Jesus Cristo, João Batista estava tirando a atenção de todos de si para focá-la em Jesus Cristo. A história do AT é a história da semente que se inicia no Éden com a promessa de Deus de que viria o descendente e que se perpetuaria passando pela linhagem messiânica desde Adão passando por Abel, por Noé, por Abraão, Davi, até chegar a Jesus Cristo, o 77º descendente.

Todos geraram descendentes por causa da semente, mas quando chegou o descendente, cessou a geração das sementes e Jesus Cristo não gerou nem um descendente. É como se ele tivesse pondo um ponto final à história da humanidade e do pecado. Basta!... fica para amanhã, a continuação.

p.s.: link da imagem original: foto do autor...

Contagem regressiva: Faltam 371 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 22/04/2012) e 781 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.