quarta-feira, 18 de abril de 2012

... anunciando-vos o testemunho de Deus ... parte 2

Que bênção! Hoje teremos a colação de grau de meu filho que está se formando em Publicidade e Propaganda pelas Faculdades Projeção. Será no Clube dos Exércitos. Venha celebrar conosco a partir das 20h.

Continuamos com nossa meditação e hoje lemos e meditamos e conversamos e discutimos um pouco de 1 Co 3. Um capítulo por dia e agora já estamos querendo dar a nossa viagem de Taguatinga para o Plano Piloto de momento de Escola Bíblica – só não é dominical porque é em dias de semana.

Contamos hoje com a presença do Presbítero Patrick da Igreja Presbiteriana de Curitiba. Foi muito boa a reflexão. É também uma excelente oportunidade de discutirmos a Bíblia com meu filho que enfrenta a UNB e aquele ambiente hostil à fé.

O testemunho de Deus – Cristo Jesus e este crucificado – continua a ser divulgado e Paulo exorta os Coríntios por causa da glória humana como se atribuíssem a Paulo, Apolo, Cefas um papel especial em relação aos demais. Não devemos nos orgulharmos de sermos de Paulo, nem de Cefas, nem de Apolo, ou trazendo para nossos dias, nos orgulharmos de pertencermos a Presbiteriana, ou a Assembléia ou a Batista.

As facções e divisões em torno disso não são saudáveis e demonstram meninice. Um é o que planta e outro o que rega, mas Deus é quem dá o crescimento. Quem é mais importante o que planta ou o que rega? Nenhum, nem outro, mas Deus quem faz crescer.

Somos todos cooperadores de Deus por causa de sua misericórdia que consente que o ajudemos na sua seara levando a boa semente, regando, nos esforçando no trabalho de Cristo. Cada um de nós temos as nossas funções e atividades e não podemos deixar de fazer aquilo que o Senhor designou para fazermos.

O trabalho que Deus deu a Paulo para fazer não é mais importante do que o de Apolo nem do que o de Cefas, mas todos devemos trabalhar e nos esforçarmos por fazer sempre o melhor para Deus, mas não comparativamente irmão contra irmão, mas o  melhor no sentido de aperfeiçoamento e dedicação sempre crescente e com melhorias contínuas.

Quando eu quero ser melhor do que meu irmão, esse é meu objetivo e não o meu trabalho, nem a missão que estou incumbido de produzir. Deus não tem me chamado para ser melhor do que ninguém, mas para o testemunho de Deus, isto é, Jesus Cristo e este crucificado.

A questão do orgulho pentecostal ou presbiteriano ou batista, por exemplo, não procede de Deus pois não visa a edificação de ninguém e sim o seu próprio crescimento.

O fundamento em que cada um deve observar para construir seu edifício é único para todos e quem não constrói sobre este fundamento que é Cristo já nem obra de Deus o é. O fundamento é único e cada um será provado pelo fogo das provações. O que temos construído sobre o fundamento?

p.s.: link da imagem original: de minha autoria.

Contagem regressiva: Faltam 375 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 18/04/2012) e 785 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.