sábado, 16 de outubro de 2010

Faltam 923/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias è Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA: Bem Aventurados Os Que Não Vêem, Mas Crêem – Jo 20: 19-31

LB: Jo 20: 19-31

"19. Ao cair da tarde daquele dia, o primeiro da semana, trancadas as portas da casa onde estavam os discípulos com medo dos judeus, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco!

20. E, dizendo isto, lhes mostrou as mãos e o lado. Alegraram-se, portanto, os discípulos ao verem o Senhor.

21. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco! Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio.

22. E, havendo dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo.

23. Se de alguns perdoardes os pecados, são-lhes perdoados; se lhos retiverdes, são retidos.

24. Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.

25. Disseram-lhe, então, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele respondeu: Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, e não puser a mão no seu lado, de modo algum acreditarei.

26. Passados oito dias, estavam outra vez ali reunidos os seus discípulos, e Tomé, com eles. Estando as portas trancadas, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco!

27. E logo disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente.

28. Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!

29. Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram.

30. Na verdade, fez Jesus diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro.

31. Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome." (G.N.).

 

Tudo aconteceu ao cair da tarde daquele mesmo dia, ou seja, no próprio domingo que Jesus ressuscitou pela manhã.

 

Vamos, no entanto, traçar um panorama da situação em que se encontravam os discípulos que ali estavam reunidos, naquela tarde, diz a palavra de Deus de portas fechadas ou melhor trancadas devido ao medo que estavam dos judeus.

 

Durante tanto tempo, três anos e meio Jesus andou com eles e eles puderam ver e testemunhar que estavam diante de alguém muito especial que curava, realizava milagres, dominava a natureza, andava por cima das águas, expulsava demônios, ressuscitava mortos, falava com autoridade, com profundidade, com amor.

 

De repente aquele em que eles confiavam tinha passado por aquela baita humilhação, sendo preso, chicoteado, obrigado a carregar uma enorme cruz e finalmente crucificado ao lado de dois sabidos e conhecidos marginais da sociedade daquela época.

 

Eu creio que em todo tempo eles nutriam a esperança que num instante Jesus desse um brado e exercesse autoridade e poder diante de seus algozes, se libertasse e proclamasse seu reino, mas não, nada acontecia, pelo cotrário, ele estava morrendo.

 

Que cena triste e terrível de ser contemplada. Ele morreu! Morto? Jesus está morto? Aquilo devia ser muito difícil de ser aceito. Como pode? Não era ele o Messias? Não curou a tantos porque não curou a si mesmo? Por que não desceu da cruz para que nele crêssemos?

 

Tudo tinha acontecido naquela fatídica sexta-feira. Na madrugada foi traído por Judas, um dos discípulos, e naquela mesma sexta-feira, lá estava seu corpo inerte e sem vida!

 

A festa estava acontecendo no inferno! Jesus foi obediente até a morte! Ele poderia ter feito tanta coisa, mas não fez nadinha... aceitou o governo do Pai sobre a sua vida. "5. De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, 6. Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, 7. Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; 8. E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz" (Fp 2:5-8).

 

Continuaremos...

 

Acompanhamento de minhas leituras/áudios:

Ø       Já li: Gn, Rm, I Co. Estou lendo II Co da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.

Ø       Estou na pág. 300/545, do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.

Ø       Estou na página 275/438 de Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.

Ø       Estou na página 115/274 de Introdução à Hermenêutica Bíblica – Como ouvir a Palavra de Deus apesar dos ruídos de nossa época (An Introduduction to Biblical Hermeneutics)de Walter C. Kaiser, Jr. E Moisés Silva. Ed. Cultura Cristã. 1ª ed. 2002.

Registro das leituras/áudios Terminados:

1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].

 

A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.