sábado, 6 de julho de 2013

Provérbios 20: 1-30 - DIGA NÃO ÀS DEPENDÊNCIAS

Há muitas temáticas repetidas em Provérbios, mas não os próprios provérbios que são todos diferentes entre si. Seria um trabalho interessante organizá-los tematicamente desvinculando-os dos seus capítulos e versículos originais.
Reunir todos os versículos por ordem temática de seus contrastes ou assuntos: sobre a sabedoria e a estultícia; a justiça e a injustiça; a mulher adúltera e a sábia; a bebida alcoólica; a direção do Senhor.
Neste capítulo, como nos demais, temos 30 contrastes que nos ensinam a sabedoria para evitarmos o caminho contrário e perigoso que não nos levará a lugar algum, se não ao remorso e quiçá, ao arrependimento.
Ele começa falando do vinho que é a alegria dos homens, mas também um perigo quando passamos os limites do que é normal. Todo viciado em bebida forte ou outro tipo de vício seja ele qual for sempre dirá que está no controle da situação da droga até que descobre que não é ele senhor de nada antes escravo de seus desejos.
Há aqueles que são abstêmios por escolha pessoal: preferem não beber ainda que tenham vontade de beber ou que sejam tentados a isso em reuniões sociais em que todos bebem. Preferem assim porque conhecem suas fraquezas e limites e não querem passar deles nunca. Nem mesmo com suas esposas bebem se quer uma taça de vinho, preferindo um suco de uva concentrado sem álcool.
Não condeno aos que bebem, nem aos que fumam, nem aos que se drogam “numa boa”: - cada um conhece sua natureza e força. É engraçado que sempre que passa aqueles “bons momentos do barato” vêm o peso em nossa consciência e o fato de que nada de bom nos acrescentou a experiência com drogas.
Há quem passa por isso e se esquece do que fez com seu corpo ou do que – pior ainda... - fizeram com seu corpo... Sinceramente, prefiro a consciência plena e a alegria e o prazer vindo de outras fontes que não a droga, sempre perigosa.
Então, estamos fora disso também... Preferimos ser cheio mesmo é do Espírito Santo!
Pv 20:1 O vinho é escarnecedor, a bebida forte alvoroçadora;
e todo aquele que neles errar nunca será sábio.
Pv 20:2 Como o rugido do leão é o terror do rei;
o que o provoca à ira peca contra a sua própria alma.
Pv 20:3 Honroso é para o homem desviar-se de questões,
mas todo tolo é intrometido.
Pv 20:4 O preguiçoso não lavrará por causa do inverno,
pelo que mendigará na sega, mas nada receberá.
Pv 20:5 Como as águas profundas é o conselho no coração do homem;
mas o homem de inteligência o trará para fora.
Pv 20:6 A multidão dos homens apregoa a sua própria bondade,
porém o homem fidedigno quem o achará?
Pv 20:7 O justo anda na sua sinceridade;
bem-aventurados serão os seus filhos depois dele.
Pv 20:8 Assentando-se o rei no trono do juízo,
com os seus olhos dissipa todo o mal.
Pv 20:9 Quem poderá dizer:
Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado?
Pv 20:10 Dois pesos diferentes e duas espécies de medida
são abominação ao SENHOR, tanto um como outro.
Pv 20:11 Até a criança se dará a conhecer pelas suas ações,
se a sua obra é pura e reta.
Pv 20:12 O ouvido que ouve, e o olho que vê,
o SENHOR os fez a ambos.
Pv 20:13 Não ames o sono, para que não empobreças;
abre os teus olhos, e te fartarás de pão.
Pv 20:14 Nada vale, nada vale, dirá o comprador,
mas, indo-se, então se gabará.
Pv 20:15 Há ouro e abundância de rubis,
mas os lábios do conhecimento são jóia preciosa.
Pv 20:16 Ficando alguém por fiador de um estranho, tome-se-lhe a roupa;
e por penhor àquele que se obriga pela mulher estranha.
Pv 20:17 Suave é ao homem o pão da mentira,
mas depois a sua boca se encherá de cascalho.
Pv 20:18 Cada pensamento se confirma com conselho
e com bons conselhos se faz a guerra.
Pv 20:19 O que anda tagarelando revela o segredo;
não te intrometas com o que lisonjeia com os seus lábios.
Pv 20:20 O que amaldiçoa seu pai ou sua mãe,
apagar-se-á a sua lâmpada em negras trevas.
Pv 20:21 A herança que no princípio é adquirida às pressas,
no fim não será abençoada.
Pv 20:22 Não digas: Vingar-me-ei do mal;
espera pelo SENHOR, e ele te livrará.
Pv 20:23 Pesos diferentes são abomináveis ao SENHOR,
e balança enganosa não é boa.
Pv 20:24 Os passos do homem são dirigidos pelo SENHOR;
como, pois, entenderá o homem o seu caminho?
Pv 20:25 Laço é para o homem apropriar-se do que é santo,
e só refletir depois de feitos os votos.
Pv 20:26 O rei sábio dispersa os ímpios
e faz passar sobre eles a roda.
Pv 20:27 O espírito do homem é a lâmpada do SENHOR,
que esquadrinha todo o interior até o mais íntimo do ventre.
Pv 20:28 Benignidade e verdade guardam ao rei,
e com benignidade sustém ele o seu trono.
Pv 20:29 A glória do jovem é a sua força;
e a beleza dos velhos são as cãs.
Pv 20:30 Os vergões das feridas são a purificação dos maus,
como também as pancadas que penetram até o mais íntimo do ventre.
Queridos, se temos opções de comportamentos e de escolhas e por elas sofreremos as consequências devidas, então sejamos mais inteligentes dando ouvidos à sabedoria, à inteligência e à instrução que fala conosco em Provérbios.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete –0
 http://www.jamaisdesista.com.br

...


sexta-feira, 5 de julho de 2013

Provérbios 19: 1-29 - A ESTULTÍCIA E A SABEDORIA

A verdadeira sabedoria todos os dias nos convida a com ela brindarmos e celebrarmos a vida e também todos os dias a estultícia também nos convida a participarmos da morte. E quando nos deixamos persuadir pelas nossas próprias estultícias apressadamente nos voltamos contra o Senhor.
Assim como no verso 3, deste capítulo 19 de Provérbios, também encontramos em Lamentações 3:39 de Jeremias: “Por que, pois, se queixa o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus próprios pecados.”. Então, do que nos queixamos? Sempre de nossos próprios pecados!
Pervertemos nossos caminhos com nossas estultícias, nos queixamos diante de Deus, nos revoltamos contra ele e ainda queremos ter razões: isso é um absurdo! Não é Deus quem arruína nossos caminhos, mas o pecado. Não é Deus quem nos destrói, mas nossas tolices e pecados.
No afã de continuarmos a pecar ainda mais, passamos a odiar a Deus e a sua palavra porque ela vai contra nossos desejos malignos. Ai então entendemos a lei como inimiga e queremos liberdade para fazermos o que quisermos. Jamais isso foi, nem será liberdade, antes prisão.
Não é livre quem faz o que quer, na hora que quer e da forma que quer, antes é livre aquele que se domina em tudo não por sua própria causa, mas por amor a seu irmão por quem Cristo morreu. (I Coríntios 8).
Quem faz o que quer, na hora que quer e da forma que quiser não é livre, é escravo de seus próprios desejos e instintos que estão em seu ventre e não em sua mente e em seu coração e alma. Há pessoas que ainda ousam dizer que o corpo a ela pertence e ela faz com ele o que quiser. Como estão enganadas tais pessoas!
Pv 19:1 Melhor é o pobre que anda na sua integridade
do que o perverso de lábios e tolo.
Pv 19:2 Assim como não é bom ficar a alma sem conhecimento,
peca aquele que se apressa com seus pés.
Pv 19:3 A estultícia do homem perverterá o seu caminho,
e o seu coração se irará contra o SENHOR.
Pv 19:4 As riquezas granjeiam muitos amigos,
mas ao pobre, o seu próprio amigo o deixa.
Pv 19:5 A falsa testemunha não ficará impune
e o que respira mentiras não escapará.
Pv 19:6 Muitos se deixam acomodar pelos favores do príncipe,
e cada um é amigo daquele que dá presentes.
Pv 19:7 Todos os irmãos do pobre o odeiam; quanto mais se afastarão dele os seus amigos!
Corre após eles com palavras, que não servem de nada.
Pv 19:8 O que adquire entendimento ama a sua alma;
o que cultiva a inteligência achará o bem.
Pv 19:9 A falsa testemunha não ficará impune;
e o que profere mentiras perecerá.
Pv 19:10 Ao tolo não é certo gozar de deleites;
quanto menos ao servo dominar sobre os príncipes!
Pv 19:11 A prudência do homem faz reter a sua ira,
e é glória sua o passar por cima da transgressão.
Pv 19:12 Como o rugido do leão jovem é a indignação do rei,
mas como o orvalho sobre a relva é a sua benevolência.
Pv 19:13 O filho insensato é uma desgraça para o pai,
e um gotejar contínuo as contendas da mulher.
Pv 19:14 A casa e os bens são herança dos pais;
porém do SENHOR vem a esposa prudente.
Pv 19:15 A preguiça faz cair em profundo sono,
e a alma indolente padecerá fome.
Pv 19:16 O que guardar o mandamento guardará a sua alma;
porém o que desprezar os seus caminhos morrerá.
Pv 19:17 Ao SENHOR empresta o que se compadece do pobre,
ele lhe pagará o seu benefício.
Pv 19:18 Castiga o teu filho enquanto há esperança,
mas não deixes que o teu ânimo se exalte até o matar.
Pv 19:19 O homem de grande indignação deve sofrer o dano;
porque se tu o livrares ainda terás de tornar a fazê-lo.
Pv 19:20 Ouve o conselho, e recebe a correção,
para que no fim sejas sábio.
Pv 19:21 Muitos propósitos há no coração do homem,
porém o conselho do SENHOR permanecerá.
Pv 19:22 O que o homem mais deseja é o que lhe faz bem;
porém é melhor ser pobre do que mentiroso.
Pv 19:23 O temor do SENHOR encaminha para a vida;
aquele que o tem ficará satisfeito, e não o visitará mal nenhum.
Pv 19:24 O preguiçoso esconde a sua mão ao seio;
e não tem disposição nem de torná-la à sua boca.
Pv 19:25 Açoita o escarnecedor, e o simples tomará aviso;
repreende ao entendido, e aprenderá conhecimento.
Pv 19:26 O que aflige o seu pai, ou manda embora sua mãe,
é filho que traz vergonha e desonra.
Pv 19:27 Filho meu, ouvindo a instrução,
cessa de te desviares das palavras do conhecimento.
Pv 19:28 O ímpio escarnece do juízo,
e a boca dos perversos devora a iniqüidade.
Pv 19:29 Preparados estão os juízos para os escarnecedores,
e os açoites para as costas dos tolos.
Vamos continuar a meditar em Provérbios todos os dias para que a sabedoria possa entrar em nossa alma como o ar entra em nossos pulmões e gera energia para continuarmos a viver a vida que uma vez foi iniciada por Deus e pelo Espírito Santo que nos presenteou com o fôlego de vida.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br


...


quinta-feira, 4 de julho de 2013

Provérbios 18: 1-24 - A SOLIDÃO É UMA PÉSSIMA ESCOLHA

Quem se isola busca satisfazer seu próprio desejo e por isso insurge contra a verdadeira sabedoria. A lição que temos aqui é que Deus não nos fez para buscarmos a solidão, nem nos deu prazeres somáticos, psíquicos e espirituais para curtirmos eles na solidão de nossa alma, mas na companhia de outros.
Quando Deus fez Adão, logo lhe providenciou a Eva, uma companheira idônea e que a ele satisfizesse em tudo e lhe fosse agradável e com ele compartilhasse todas as coisas. Ambos se completam, inclusive na relação sexual onde cada um tem um membro próprio para isso. As pessoas do mesmo sexo não são assim quando tentam se completarem nesta função.
Os casais de mesmo sexo não agradam a Deus porque estão buscando isolamento e satisfação apenas somática e talvez psíquica, mas não espiritual. Isso se considerarmos Deus verdadeiro e verdadeira a sua palavra, como eu assim creio e prego. No entanto, se desprezarmos a Deus, tudo é válido uma vez que somos agora nós mesmos senhores e deuses de nós mesmos.
Por isso que o sábio continua a dizer que o tolo não tem prazer na sabedoria - nem pode ter -, uma vez que a reprova e seu objetivo não é outro se não a busca desenfreada por aquilo que satisfaça sua volúpia e preencha seu coração completando-o. A sede, na verdade, é muito intensa mas não há águas que satisfaça o homem e a mulher que assim procedam contra a verdadeira sabedoria.
Quer ter verdadeiro prazer sexual, completo, arrebatador, que tira o fôlego da alma e o completa perfeitamente como Deus é perfeito? Está totalmente disponível gratuitamente dentro do teu casamento com seu cônjuge que Deus abençoou e testemunhou quando vocês se uniram em laços matrimoniais diante de um sacerdote de Deus.
Qualquer outra forma de busca de prazer sexual fora dos padrões aprovadíssimos por Deus é insurgência contra a verdadeira sabedoria a qual a Bíblia chama os que assim procedem de tolos que se isolam e que vivem apenas para agradar o seu próprio coração. Não há amor, não há vida, não há prazer, mas cheiro de morte e destruição.
Pv 18:1 Busca satisfazer seu próprio desejo aquele que se isola;
ele se insurge contra toda sabedoria.
Pv 18:2 O tolo não tem prazer na sabedoria,
mas só em que se manifeste aquilo que agrada o seu coração.
Pv 18:3 Vindo o ímpio, vem também o desprezo,
e com a ignomínia a vergonha.
Pv 18:4 Águas profundas são as palavras da boca do homem,
e ribeiro transbordante é a fonte da sabedoria.
Pv 18:5 Não é bom favorecer o ímpio,
e com isso, fazer o justo perder a questão.
Pv 18:6 Os lábios do tolo entram na contenda,
e a sua boca brada por açoites.
Pv 18:7 A boca do tolo é a sua própria destruição,
e os seus lábios um laço para a sua alma.
Pv 18:8 As palavras do mexeriqueiro são como doces bocados;
elas descem ao íntimo do ventre.
Pv 18:9 O que é negligente na sua obra
é também irmão do desperdiçador.
Pv 18:10 Torre forte é o nome do SENHOR;
a ela correrá o justo, e estará em alto refúgio.
Pv 18:11 Os bens do rico são a sua cidade forte,
e como uma muralha na sua imaginação.
Pv 18:12 O coração do homem se exalta antes de ser abatido
e diante da honra vai a humildade.
Pv 18:13 O que responde antes de ouvir comete estultícia
que é para vergonha sua.
Pv 18:14 O espírito do homem susterá a sua enfermidade,
mas ao espírito abatido, quem o suportará?
Pv 18:15 O coração do entendido adquire o conhecimento,
e o ouvido dos sábios busca a sabedoria.
Pv 18:16 Com presentes o homem alarga o seu caminho
e o eleva diante dos grandes.
Pv 18:17 O que pleiteia por algo, a princípio parece justo,
porém vem o seu próximo e o examina.
Pv 18:18 A sorte faz cessar os pleitos,
e faz separação entre os poderosos.
Pv 18:19 O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte;
e as contendas são como os ferrolhos de um palácio.
Pv 18:20 Do fruto da boca de cada um se fartará o seu ventre;
dos renovos dos seus lábios ficará satisfeito.
Pv 18:21 A morte e a vida estão no poder da língua;
e aquele que a ama comerá do seu fruto.
Pv 18:22 Aquele que encontra uma esposa,
acha o bem, e alcança a benevolência do SENHOR.
Pv 18:23 O pobre fala com rogos,
mas o rico responde com dureza.
Pv 18:24 O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável,
mas há um amigo mais chegado do que um irmão.
O verso 22 deste é especial porque afirma que quem achou uma esposa achou o bem e alcançou a benevolência do Senhor. Se você ainda não achou sua esposa, esposo, continue a buscar em Deus que ele irá te abençoar.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


quarta-feira, 3 de julho de 2013

Provérbios 17: 1-28 - AS BOAS E AS MÁS ESCOLHAS

Continuando a lição iniciada lá no provérbios 7 ao “Filho meu”, onde ele diz para guardar as suas palavras, e escondê-las dentro do coração os seus mandamentos, passamos pelos capítulos 8 e 9, que falavam e davam testemunho da excelência da sabedoria, e do capítulo 10 em diante, aqui estamos com diversos contrastes demonstrando sempre quais as boas e as más escolhas que podemos fazer.
Ler provérbios e nele meditar é um presente valioso para a alma que quer se dar bem em tudo o que faz. Agradeço a Deus a oportunidade de ter a minha disposição este delicioso manjar que muitos por ai sofrem e não podem desfrutar por ser proibido o seu uso e meditação como são os casos nos países mais radicais do Islamismo ou do Comunismo e outros “ismos” por ai.
Todos os versículos nos trazem grandes lições, mesmo aqueles considerados menores, mas alguns são espciais para os momentos que vivemos e ganham mais força ainda por causa de nossas circunstâncias. Por exemplo, o verso de número 15 deste provérbios:
Tanto uma como a outra, ambas as situações são detestáveis diante de Deus: justificar o ímpio e punir o inocente. Dentro dessas duas tragédias, a mais grave para mim é punir o inocente. Eu já trabalhei na Auditoria e na Inspeção dos Correios, principalmente nas piores épocas quando ocorreu o escândalo envolvendo um chefe de departamento Maurício Marinho, em 2005.
Também já participei de diversas sindicâncias e apurações, mesmo na liderança delas e a busca pelos culpados era primordial. Nos meus trabalhos, eu sempre tive o cuidado de ser justo de forma que não deixasse o culpado escapar, sem com isso ser pesado demais punindo a inocentes.
Depois, fui Analista de Modelagem de Processos e trabalhei na área de tecnologia e comunicação – TIC, longe das apurações e sindicâncias. Aos meus colegas auditores e inspetores com os quais convivi uns 18 anos deixo este versículo como guia deles em seus trabalhos necessários e importantes à ECT: Pv 17:15.
Pv 17:1 É melhor um bocado seco, e com ele a tranqüilidade,
do que a casa cheia de iguarias e com desavença.
Pv 17:2 O servo prudente dominará sobre o filho que faz envergonhar;
e repartirá a herança entre os irmãos.
Pv 17:3 O crisol é para a prata, e o forno para o ouro;
mas o SENHOR é quem prova os corações.
Pv 17:4 O ímpio atenta para o lábio iníquo,
o mentiroso inclina os ouvidos à língua maligna.
Pv 17:5 O que escarnece do pobre insulta ao seu Criador,
o que se alegra da calamidade não ficará impune.
Pv 17:6 A coroa dos velhos são os filhos dos filhos;
e a glória dos filhos são seus pais.
Pv 17:7 Não convém ao tolo a fala excelente;
quanto menos ao príncipe, o lábio mentiroso.
Pv 17:8 O presente é, aos olhos dos que o recebem, como pedra preciosa;
para onde quer que se volte servirá de proveito.
Pv 17:9 Aquele que encobre a transgressão busca a amizade,
mas o que revolve o assunto separa os maiores amigos.
Pv 17:10 A repreensão penetra mais profundamente no prudente
do que cem açoites no tolo.
Pv 17:11 Na verdade o rebelde não busca senão o mal;
afinal, um mensageiro cruel será enviado contra ele.
Pv 17:12 Encontre-se o homem com a ursa roubada dos filhos,
mas não com o louco na sua estultícia.
Pv 17:13 Quanto àquele que paga o bem com o mal,
não se apartará o mal da sua casa.
Pv 17:14 Como o soltar das águas é o início da contenda,
assim, antes que sejas envolvido afasta-te da questão.
Pv 17:15 O que justifica o ímpio, e o que condena o justo,
tanto um como o outro são abomináveis ao SENHOR.
Pv 17:16 De que serviria o preço na mão do tolo para comprar sabedoria,
visto que não tem entendimento?
Pv 17:17 Em todo o tempo ama o amigo
e para a hora da angústia nasce o irmão.
Pv 17:18 O homem falto de entendimento compromete-se,
ficando por fiador na presença do seu amigo.
Pv 17:19 O que ama a transgressão ama a contenda;
o que exalta a sua porta busca a ruína.
Pv 17:20 O perverso de coração jamais achará o bem;
e o que tem a língua dobre vem a cair no mal.
Pv 17:21 O que gera um tolo para a sua tristeza o faz;
e o pai do insensato não tem alegria.
Pv 17:22 O coração alegre é como o bom remédio,
mas o espírito abatido seca até os ossos.
Pv 17:23 O ímpio toma presentes em secreto
para perverter as veredas da justiça.
Pv 17:24 No rosto do entendido se vê a sabedoria,
mas os olhos do tolo vagam pelas extremidades da terra.
Pv 17:25 O filho insensato é tristeza para seu pai,
e amargura para aquela que o deu à luz.
Pv 17:26 Também não é bom punir o justo,
nem tampouco ferir aos príncipes por eqüidade.
Pv 17:27 O que possui o conhecimento guarda as suas palavras,
e o homem de entendimento é de precioso espírito.
Pv 17:28 Até o tolo, quando se cala, é reputado por sábio;
e o que cerra os seus lábios é tido por entendido.

Até quando continuaremos a negligenciar a instrução e a sabedoria que todos os dias nos ensina novas coisas? É triste vermos que o homem moderno se achando mais sábio, tornou-se mais tolo. Tecnicamente, evoluímos muito, mas moralmente, regredimos. Sem Deus não há como progredirmos, será que isso não é percebido?
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete
http://www.jamaisdesista.com.br

...


terça-feira, 2 de julho de 2013

Provérbios 16: 1-33 - OS DESÍGNIOS DE DEUS SERÃO ESTABELECIDOS

Interessante este capítulo 16 do livro de Provérbios, especialmente para aqueles que estão querendo alguma direção em suas vidas.
Realmente nós preparamos tudo, mas a resposta final sempre será do Senhor. A nossa mente diante das situações faz cálculos, ensaios, simulações e preparativos e fica aguardando aquele sinal que quando vem, a ele nos apegamos com toda força.
Imaginamos que nossos caminhos são puros aos nossos próprios olhos até que o Senhor nos pesa diante das situações pelas quais passamos e ai vemos que nem tudo era assim tão puro. É por isso que eu tenho dito, brincando, que se a sinceridade fosse minha parceira de cama, eu dela suspeitaria.
Eu mesmo não confio em mim mesmo nem quando alego e juro por tudo que é verdadeiro que estou sendo profundamente sincero. Sabem por quê? Por causa de nosso coração enganoso e tremendamente maligno, quem o conhecerá, diz Jeremias, no capítulo 17, versículo 9, de seu próprio livro.
Assim, o melhor que temos de fazer é confiar ao Senhor as nossas obras crendo que todos os nossos pensamentos serão por ele estabelecidos. Ah, se não fosse o Senhor, o que seria de nós?
Alguns irmãos gostariam que abríssemos uma igreja e confiássemos no Senhor que ele nos guiará e nos levantará para cumprirmos um ministério abençoado e próspero para a honra e glória de seu nome. Desejo disso, com certeza não falta, no entanto, eu não tenho essa segurança toda. Acho-me muito volúvel, instável e problemático para cuidar de uma obra tão fantástica como uma igreja.
Eu não tenho um passado glorioso que possa me recomendar. Quanto ao presente, quem sou ou o que sou que estou fazendo de especial se não recebendo cada vez mais da pura graça e misericórdia de Deus? E meu futuro? Se nem passado, nem presente tenho, como irei ter um futuro especial diante de Deus e de suas obras se não aquele que ele quiser me dar?
Pr. Silas Malafaia, citando Mike Murdock, disse que o sucesso de cada um depende de sua capacidade de ignorar. Como assim, ignorar o quê? Ignorar teu passado, teu presente, teu futuro, teus medos, tuas dores, teus fracassos, tuas perdas. Se você não é capaz de ignorar tais coisas, você jamais conseguirá ir para frente e perseverar.
Se eu avançar, avancei e algo acontecerá; se não, nada irá acontecer. Todos os que vencerão, um dia tiveram que avançar. Todos os que fracassarão, igualmente, um dia começaram. Logo, somente vence ou fracassa quem avança.
E aqueles que nem avançam? Que preferem o comodismo do não agir, do não se esforçar para avançar? Na pior das hipóteses, eu prefiro ser um fracassado do que um tímido, um covarde. Este último, naquele dia, devolverá o talento ao Senhor que o deu e se justificará dizendo:
‘Eu sabia que o senhor é um homem severo, que colhe onde não plantou e junta onde não semeou.
Por isso, tive medo, saí e escondi o seu talento no chão. Veja, aqui está o que lhe pertence’.
"O senhor respondeu: ‘Servo mau e negligente! Você sabia que eu colho onde não plantei e junto onde não semeei?
Então você devia ter confiado o meu dinheiro aos banqueiros, para que, quando eu voltasse, o recebesse de volta com juros.
" ‘Tirem o talento dele e entreguem-no ao que tem dez.
Pois a quem tem, mais será dado, e terá em grande quantidade. Mas a quem não tem, até o que tem lhe será tirado.
E lancem fora o servo inútil, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes’ ".
Mateus 25:24-30
Pv 16:1 Do homem são as preparações do coração,
mas do SENHOR a resposta da língua.
Pv 16:2 Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos,
mas o SENHOR pesa o espírito.
Pv 16:3 Confia ao SENHOR as tuas obras,
e teus pensamentos serão estabelecidos.
Pv 16:4 O SENHOR fez todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios,
até o ímpio para o dia do mal.
Pv 16:5 Abominação é ao SENHOR todo o altivo de coração;
não ficará impune mesmo de mãos postas.
Pv 16:6 Pela misericórdia e verdade a iniqüidade é perdoada,
e pelo temor do SENHOR os homens se desviam do pecado.
Pv 16:7 Sendo os caminhos do homem agradáveis ao SENHOR,
até a seus inimigos faz que tenham paz com ele.
Pv 16:8 Melhor é o pouco com justiça,
do que a abundância de bens com injustiça.
Pv 16:9 O coração do homem planeja o seu caminho,
mas o SENHOR lhe dirige os passos.
Pv 16:10 Nos lábios do rei se acha a sentença divina;
a sua boca não transgride quando julga.
Pv 16:11 O peso e a balança justos são do SENHOR;
obra sua são os pesos da bolsa.
Pv 16:12 Abominação é aos reis praticarem impiedade,
porque com justiça é que se estabelece o trono.
Pv 16:13 Os lábios de justiça são o contentamento dos reis;
eles amarão o que fala coisas retas.
Pv 16:14 O furor do rei é mensageiro da morte,
mas o homem sábio o apaziguará.
Pv 16:15 No semblante iluminado do rei está a vida,
e a sua benevolência é como a nuvem da chuva serôdia.
Pv 16:16 Quão melhor é adquirir a sabedoria do que o ouro!
e quão mais excelente é adquirir a prudência do que a prata!
Pv 16:17 Os retos fazem o seu caminho desviar-se do mal;
o que guarda o seu caminho preserva a sua alma.
Pv 16:18 A soberba precede a ruína,
e a altivez do espírito precede a queda.
Pv 16:19 Melhor é ser humilde de espírito com os mansos,
do que repartir o despojo com os soberbos.
Pv 16:20 O que atenta prudentemente para o assunto achará o bem,
e o que confia no SENHOR será bem-aventurado.
Pv 16:21 O sábio de coração será chamado prudente,
e a doçura dos lábios aumentará o ensino.
Pv 16:22 O entendimento para aqueles que o possuem, é uma fonte de vida,
mas a instrução dos tolos é a sua estultícia.
Pv 16:23 O coração do sábio instrui a sua boca,
e aumenta o ensino dos seus lábios.
Pv 16:24 As palavras suaves são favos de mel,
doces para a alma, e saúde para os ossos.
Pv 16:25 Há um caminho que parece direito ao homem,
mas o seu fim são os caminhos da morte.
Pv 16:26 O trabalhador trabalha para si mesmo,
porque a sua boca o incita.
Pv 16:27 O homem ímpio cava o mal,
e nos seus lábios há como que uma fogueira.
Pv 16:28 O homem perverso instiga a contenda,
e o intrigante separa os maiores amigos.
Pv 16:29 O homem violento coage o seu próximo,
e o faz deslizar por caminhos nada bons.
Pv 16:30 O que fecha os olhos para imaginar coisas ruins,
ao cerrar os lábios pratica o mal.
Pv 16:31 Coroa de honra são as cãs,
quando elas estão no caminho da justiça.
Pv 16:32 Melhor é o que tarda em irar-se do que o poderoso,
e o que controla o seu ânimo do que aquele que toma uma cidade.
Pv 16:33 A sorte se lança no regaço,
mas do SENHOR procede toda a determinação.
Realmente o final deste capítulo é especial porque na verdade não existe a tal da sorte se toda a determinação procede do Senhor, não é verdade? O que isso significa? Que tudo está debaixo de seu controle absoluto e soberano. Como ele controla tudo, não existe sorte, mas determinação do Senhor.
Quanto à nossa igreja? Se Deus quiser, ele a abrirá e nela colocará à frente para dirigi-la quem ele quiser, no seu devido tempo!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


segunda-feira, 1 de julho de 2013

Provérbios 15: 1-5 - SÁBIAS E PÉSSIMAS ESCOLHAS...

Neste capítulo, temos 33 versículos falando de contrastes que edificam e nos instruem para evitarmos o caminho mal e nos apegarmos ao temor do Senhor. O primeiro deles é muito interessante, principalmente porque estamos sempre a discutir com alguém sobre alguma coisa, ainda que seja, de início, apenas sobre coisas tolas como é o futebol.
Que edificação traz para nossas vidas estarmos diante de uma TV por 2 horas para assistirmos 22 homens correndo atrás de uma bola? É puro lazer e mais nada... Que nossos jovens se apaixonem pelos esportes, isso é sadio uma vez que nossas vidas são tão sedentárias. Mas voltemos às discussões para falarmos do primeiro versículo.
Quando estamos discutindo queremos que nossa opinião prevaleça ou seja a melhor por isso que elevamos as nossas vozes e queremos nos impor sobre o outro de alguma forma, mas a palavra de Deus nos instrui a termos respostas brandas e elas irão desviar o furor. É o caso de quando um não quer, dois não brigam.
Já o contrário, palavras duras, impositivas e gritadas apenas suscitam a ira e a tendência é a resposta na mesma medida da ignorância proclamada. Errado! Vamos nos conter para ensinar ao nosso amado irmão com quem começamos uma peleja que o certo é a resposta branda para a manutenção do diálogo e o aprendizado de todos.
Eu poderia comentar cada versículo, mais isso seria muito para o que me proponho neste breve momento. Prefiro novamente falar em termos gerais ainda que repetidos, mas procurando não repetir de forma alguma. São tantos os contrastes aqui que não há uma temática certa, mas diversas delas.
Quem anda com Deus e o segue tem de observar cada instrução dessas e se aprimorar cada vez mais para não se desviar delas, mas o que rejeita o conhecimento do santo será também rejeitado e não receberá a instrução que poderia salvá-lo de astúcias.
Pv 15:1 A resposta branda desvia o furor,
mas a palavra dura suscita a ira.
Pv 15:2 A língua dos sábios adorna a sabedoria,
mas a boca dos tolos derrama a estultícia.
Pv 15:3 Os olhos do SENHOR estão em todo lugar,
contemplando os maus e os bons.
Pv 15:4 A língua benigna é árvore de vida,
mas a perversidade nela deprime o espírito.
Pv 15:5 O tolo despreza a instrução de seu pai,
mas o que observa a repreensão se haverá prudentemente.
Pv 15:6 Na casa do justo há um grande tesouro,
mas nos ganhos do ímpio há perturbação.
Pv 15:7 Os lábios dos sábios derramam o conhecimento,
mas o coração dos tolos não faz assim.
Pv 15:8 O sacrifício dos ímpios é abominável ao SENHOR,
mas a oração dos retos é o seu contentamento.
Pv 15:9 O caminho do ímpio é abominável ao SENHOR,
mas ao que segue a justiça ele ama.
Pv 15:10 Correção severa há para o que deixa a vereda,
e o que odeia a repreensão morrerá.
Pv 15:11 O inferno e a perdição estão perante o SENHOR;
quanto mais os corações dos filhos dos homens?
Pv 15:12 O escarnecedor não ama aquele que o repreende,
nem se chegará aos sábios.
Pv 15:13 O coração alegre aformoseia o rosto,
mas pela dor do coração o espírito se abate.
Pv 15:14 O coração entendido buscará o conhecimento,
mas a boca dos tolos se apascentará de estultícia.
Pv 15:15 Todos os dias do oprimido são maus,
mas o coração alegre é um banquete contínuo.
Pv 15:16 Melhor é o pouco com o temor do SENHOR,
do que um grande tesouro onde há inquietação.
Pv 15:17 Melhor é a comida de hortaliça, onde há amor,
do que o boi cevado, e com ele o ódio.
Pv 15:18 O homem iracundo suscita contendas,
mas o longânimo apaziguará a luta.
Pv 15:19 O caminho do preguiçoso é cercado de espinhos,
mas a vereda dos retos é bem aplanada.
Pv 15:20 O filho sábio alegra seu pai,
mas o homem insensato despreza a sua mãe.
Pv 15:21 A estultícia é alegria para o que carece de entendimento,
mas o homem entendido anda retamente.
Pv 15:22 Quando não há conselhos os planos se dispersam,
mas havendo muitos conselheiros eles se firmam.
Pv 15:23 O homem se alegra em responder bem,
e quão boa é a palavra dita a seu tempo!
Pv 15:24 Para o entendido, o caminho da vida leva para cima,
para que se desvie do inferno em baixo.
Pv 15:25 O SENHOR desarraiga a casa dos soberbos,
mas estabelece o termo da viúva.
Pv 15:26 Abomináveis são para o SENHOR os pensamentos do mau,
mas as palavras dos puros são aprazíveis.
Pv 15:27 O que agir com avareza perturba a sua casa,
mas o que odeia presentes viverá.
Pv 15:28 O coração do justo medita no que há de responder,
mas a boca dos ímpios jorra coisas más.
Pv 15:29 O SENHOR está longe dos ímpios,
mas a oração dos justos escutará.
Pv 15:30 A luz dos olhos alegra o coração,
a boa notícia fortalece os ossos.
Pv 15:31 Os ouvidos que atendem à repreensão da vida
farão a sua morada no meio dos sábios.
Pv 15:32 O que rejeita a instrução menospreza a própria alma,
mas o que escuta a repreensão adquire entendimento.
Pv 15:33 O temor do SENHOR é a instrução da sabedoria,
e precedendo a honra vai a humildade.
O último versículo fala do temor do Senhor que é a instrução da sabedoria que tantos desejam e o penúltimo fala da rejeição da instrução por parte dos rejeitadores de Deus que menosprezam a própria alma.
Uma frase atribuída a Carl Sagan diz que acreditar em Deus é desprezar todos os mistérios do mundo e todos os desafios a nossa inteligência.
·       Simplesmente desliga-se a mente e se diz: - foi Deus quem fez!
É lamentável tal pensamento de uma mente que gosta de estudar os mistérios de Deus.
Eu já entendo o contrário: que acreditar em Deus é amar todos os mistérios e todos os desafios.
·       Nossa mente se liga e diz: a Deus toda glória! Como deve ser o Criador de tudo isso?
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...