sexta-feira, 26 de abril de 2013

Salmo 99: 1-9 - A SANTIDADE DE DEUS

Aqui estamos com mais um salmo que fala da realeza do nosso Deus o comparando a um rei que governa tudo em cujo centro de seu governo está a justiça. Deus é a própria justiça que somente existe porque Deus é e sempre será, como sempre foi. Por isso é que temos seu governo centrado na justiça.
O salmista começa falando da realeza do nosso Deus porque simplesmente ele reina! Deus é rei e digno de ser adorado. Dizer e afirmar de Deus que ele é rei é o mesmo que dizer que ele é soberano sobre a terra, os céus e sobre tudo o que neles há. Como rei que governa seu reino, o que pode fugir de seu controle, em seu reino? Há porventura outro rei e reino dentro do reino de nosso Deus único?
Em seguida, fala da grandeza do Senhor em Sião e como ele está elevado acima de todos os montes. Qual monte seria mais elevado do que o Senhor? Não há nenhum mais elevado e mais portentoso do que ele que está acima de todos os povos.
Eu costumo em minhas discussões santas com Deus, se é que assim posso dizer, que eu jamais vencerei um pleito com ele e sempre terei de recuar por maior e mais forte que seja o meu arrazoado diante de Deus. Eu já começo meu pleito dizendo a ele: - tudo bem, eu sempre estarei errado diante de ti, Senhor quando a ti me opuser por qualquer motivo.
Por isso, dê-me um coração sensato, humilde para que eu não deixe a teimosia e a ingratidão se aproveitarem desse momento para me levarem a viagens pelas quais irei me arrepender amargamente. Aí, então dou graças a Deus e já vou me acalmando e buscando o Senhor nas mínimas coisas, até encontrá-lo.
Então o salmista fala do seu poder, da justiça, da equidade, do juízo e diante de tudo isso, nos pede para exultar e se alegrar e adorar o Rei do Universo que a sua glória está em todo lugar.
Calvino em sua introdução faz comentários dizendo tratar-se de um salmo que fala da realeza de um grande rei, Deus.
Este salmo difere daqueles que o precedem em um aspecto, que fala do reino de Deus, e as bênçãos consequentes sobre ele, como confinadas na Judéia; e, em vez disso, invoca a posteridade de Abraão, em distinção das nações vizinhas, para louvar a Deus pelo privilégio de sua adoção.
Salmos 99:1 Reina o SENHOR;
tremam os povos.
Ele está entronizado
acima dos querubins;
abale-se a terra.
Sl 99:2 O SENHOR
é grande em Sião
e sobremodo elevado
acima de todos os povos.
Sl 99:3 Celebrem eles
o teu nome
grande e tremendo,
porque é santo.
Sl 99:4 És
rei poderoso
que ama a justiça;
tu firmas
a equidade,
executas
o juízo
e a justiça em Jacó.
Sl 99:5 Exaltai ao SENHOR,
nosso Deus,
e prostrai-vos
ante o escabelo de seus pés,
porque ele é santo.
Sl 99:6 Moisés e Arão,
entre os seus sacerdotes,
e, Samuel,
entre os que lhe invocam o nome,
clamavam ao SENHOR,
e ele os ouvia.
Sl 99:7 Falava-lhes na coluna de nuvem;
eles guardavam os seus mandamentos
e a lei que lhes tinha dado.
Sl 99:8 Tu lhes respondeste,
ó SENHOR, nosso Deus;
foste para eles
Deus perdoador,
ainda que tomando vingança dos seus feitos.
Sl 99:9 Exaltai ao SENHOR,
nosso Deus,
e prostrai-vos
ante o seu santo monte,
porque santo é o SENHOR,
nosso Deus.
É por isso que devemos exaltar e nos prostramos ante seu nome. É por isso que meus pleitos com o Senhor começam em minha mente com a certeza de que se estou, por algum motivo, contra o Senhor, já estou de todo errado.

Esse rei que reina está voltando com disse que voltaria. Enquanto isso não acontece, virando uma página da história do homem, aconselho você que se arrependa e se volte para Deus por que ele é rico em misericórdia, graça e amor. Você quer evidências de que ele existe? Eu vou te dar uma: daqui há pouco você terá de ir ao banheiro aliviar o seu ventre... Estando lá e sentado se aliviando, aproveite para meditar no que você é. Ao se levantar, dê graças a Deus que te abriu os seus olhos.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


I Encontro Nacional de Fé e Ciência para o Século XXI


quinta-feira, 25 de abril de 2013

Salmo 98: 1-9 - O SENHOR DA JUSTIÇA

O salmista está nos pedindo para cantarmos ao Senhor um cântico novo porque ele tem feito maravilhas. O homem perdido não podia se salvar e ia para o abismo, mas Deus com sua destra e seu braço forte nos preparou uma grande vitória.
Foi ele quem fez notória a nossa salvação e que manifestou a sua justiça perante os olhos de todas as nações, Jesus Cristo, justiça nossa! Assim, lembrou-se da sua misericórdia e da sua fidelidade para não somente com a casa de Israel, mas com todos os crentes de todas as nações em todos os tempos.
Agora o Espírito Santo está nos convidando para sairmos de onde estamos, abandonarmos todas as nossas idiossincrasias, tolices e meninices e nos voltarmos a Deus em grande gozo, alegria, entusiasmo. Ele nos deu a salvação por meio de seu único filho Jesus Cristo.
Estamos salvos, libertos, temos a vida eterna pela frente e haveremos de nos gastar com preocupações do nosso cotidiano? Vejam os verbos no imperativo sendo direcionados ao ouvinte da palavra de Deus: aclamai, regozijai-vos, cantai, exultai.
Ele não somente convida os homens, mas a própria natureza e os anjos e toda a criação para celebrarem ao seu nome. Será que conseguimos cantar em meio a tempestade que vier porque já está se aproximando a nossa hora em que céus e terra irão testemunhar a revelação da glória e dos filhos de Deus?
Ele reina! Assim diz o salmo presente no verso 6. Se ele reina o que está fora de controle ou que ele não saiba e não conheça? Pode alguma coisa estragar a grande festa e alegria em nossos corações? A morte pode isso? O infortúnio, as decepções desta vida ou qualquer tragédia? Nada pode roubar de nós a grande salvação que Deus nos deu.
É como diz o apóstolo em 2 Co 4:17 quando chama de leve e momentânea a nossa presente tribulação que é capaz de produzir em nós eterno peso de glória, acima de toda comparação! Reparem! No presente: leve e momentânea tribulação. Do que elas são capazes? De produzir em nós: eterno peso de glória!
Ou seja, as nossas leves e momentâneas tribulações são capazes de produzir em nós, na eternidade, um eterno peso de glória! Por isso que ele conclui a frase dizendo “acima de qualquer comparação”. Glórias a Deus! Aleluias!
II Coríntios 4:16 Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia.
II Coríntios 4:17 Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação,
II Coríntios 4:18 não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.
Calvino comenta todos os salmos e na sua introdução ele também comenta este salmo no qual Deus chama todos os homens a magnificar o seu nome.
Este salmo tem uma ótima semelhança com o nonagésimo sexto, não só na matéria, mas também na linguagem. O grande alcance disso é mostrar que a glória de Deus seria ilustrada de forma majestosa na disseminação do conhecimento de seu nome em todo o mundo, tanto da realização mais ampla que seria dada à manifestação do Salvador, às promessas feito para a posteridade de Abraão, e da repentina extensão da salvação a todas as partes da terra. Ele chama os homens a ampliarem o nome de Deus nesta conta.
Sl 98:1 Cantai ao SENHOR
um cântico novo,
porque ele tem feito maravilhas;
a sua destra e o seu braço santo
lhe alcançaram a vitória.
Sl 98:2 O SENHOR
fez notória a sua salvação;
manifestou
a sua justiça perante os olhos das nações.
Sl 98:3 Lembrou-se
da sua misericórdia
e da sua fidelidade
para com a casa de Israel;
todos os confins da terra viram a salvação do nosso Deus.
Sl 98:4 Celebrai com júbilo ao SENHOR,
todos os confins da terra;
aclamai,
regozijai-vos
e cantai louvores.
Sl 98:5 Cantai
com harpa louvores ao SENHOR,
com harpa
e voz de canto;
Sl 98:6 com trombetas
e ao som de buzinas,
exultai perante o SENHOR,
que é rei.
Sl 98:7 Ruja o mar
e a sua plenitude,
o mundo
e os que nele habitam.
Sl 98:8 Os rios
batam palmas,
e juntos
cantem de júbilo
os montes,
Sl 98:9 na presença do SENHOR,
porque ele vem julgar a terra;
julgará o mundo
com justiça
e os povos,
com equidade.

Aí está por vir o Senhor e Salvador dos homens. Ele vem nos levar e também vem julgar a terra e o mundo com justiça e todos os povos com equidade. Está chegando a hora igreja do grande despertamento da vinda do Senhor. Maranata!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


quarta-feira, 24 de abril de 2013

Salmo 97: 1-12 - A MAJESTADE E O DOMÍNIO DE DEUS


Onde está o Senhor? Quantas não são as vezes que indagamos e perguntamos o paradeiro de Deus como se ele estivesse ausente ou oculto e distante de nós? O salmista que fez este salmo que o Espírito Santo deixou para nossa reflexão e alimentação sabia onde estava Deus ou melhor, onde está Deus neste exato momento.
Deus está reinando! É por isso que a terra deve se regozijar e as muitas ilhas se alegrarem. As nuvens e a escuridão o rodeiam e a justiça e o juízo são a base de seu trono. Deus não reina como reina o homem que é interesseiro e falho.
O compromisso de Deus é com a sua justiça e com o seu juízo, por isso devemos estar diante de Deus em justiça e em verdade. Não adianta eu dizer que Deus está comigo sendo que eu estou rejeitando a sua justiça ou sendo contra os seus juízos. Deus não é como o homem que se deixa levar pela aparência das coisas, antes é verdadeiro e justo todos os seus juízos.
Da próxima vez que você for murmurar e se lembrar da pergunta: - onde está o meu Deus? Lembre-se deste salmo que diz que Deus está reinando com justiça e verdade. Não há desculpas para o homem diante de Deus. Ou ele crê em Deus e vive em adoração a ele ou ele não crê e fica à mercê dos ventos do inferno.
Nada adianta ficar revoltado ou de mal com o Senhor como se a culpa pelos seus infortúnios viesse dele. Coitado! É cego e guia de cegos! A palavra é forte e sem saída: adore a Deus, homem! Não endureças o seu coração contra Deus! Isso é loucura, insensatez e pode crer que você não está só... o inferno está sendo o seu guia.
De algumas coisas Deus jamais abrirá mão e uma delas é a sua glória! Dá, homem, glórias a Deus neste momento. Volte-se para Deus enquanto há tempo. Enquanto a sua graça e misericórdia estão segurando você de cair no abismo de onde não mais poderá retornar. Ouça a voz do Espírito Santo te chamar. Medite neste salmo, Deus está falando contigo.
Veja o que Calvino em sua introdução comenta deste salmo:
A descrição que temos do reino de Deus neste salmo, não se aplica ao estado da lei sob a Lei. Podemos inferir, portanto, que contém uma previsão desse reino de Cristo, que foi erguido após a introdução do Evangelho. O salmista, enquanto ele nos elogia ao insistir em sua grandeza e glória, tão bem calculado para compelir o reverente medo dos homens, dá uma representação amável, informando-nos que foi erguido para a salvação dos pecadores da humanidade.
Sl 97:1 Reina o SENHOR.
Regozije-se a terra,
alegrem-se as muitas ilhas.
Sl 97:2 Nuvens e escuridão o rodeiam,
justiça e juízo são a base do seu trono.
Sl 97:3 Adiante dele vai um fogo
que lhe consome os inimigos em redor.
Sl 97:4 Os seus relâmpagos
alumiam o mundo;
a terra
os vê
e estremece.
Sl 97:5 Derretem-se como cera os montes,
na presença do SENHOR,
na presença do Senhor de toda a terra.
Sl 97:6 Os céus anunciam a sua justiça,
e todos os povos vêem a sua glória.
Sl 97:7 Sejam confundidos
todos os que servem a imagens de escultura,
os que se gloriam de ídolos;
prostrem-se diante dele
todos os deuses.
Sl 97:8 Sião ouve e se alegra,
as filhas de Judá se regozijam,
por causa da tua justiça,
ó SENHOR.
Sl 97:9 Pois tu, SENHOR,
és o Altíssimo sobre toda a terra; tu
és sobremodo elevado acima de todos os deuses.
Sl 97:10 Vós que amais o SENHOR,
detestai o mal;
ele guarda a alma dos seus santos,
livra-os da mão dos ímpios.
Sl 97:11 A luz difunde-se para o justo,
e a alegria, para os retos de coração.
Sl 97:12 Alegrai-vos no SENHOR,
ó justos,
e dai louvores
ao seu santo nome.

Quem ama o Senhor, obviamente detesta o mal e é guardado e livrado das mãos dos ímpios. Há uma frase que diz que Deus não tem compromissos com quem não tem compromissos com ele. Se nosso compromisso não é com a verdade e com a justiça, nosso compromisso não é com Deus. Ai, sim, ele também não tem compromissos conosco.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


terça-feira, 23 de abril de 2013

Salmo 96: 1-13 - TRIBUTO À GLÓRIA E À MAJESTADE DE DEUS

Salmo de exaltação ao Senhor. Este salmo é um convite do início ao fim para que os seus santos e todos os que são do Senhor o adorem, o glorifiquem e o exaltem acima de todas as coisas por que ele reina, é soberano e vem executar a justiça.
Os verbos estão todos no imperativo: cantai, bendizei, proclamai, anunciai, tributai, trazei, entrai, adorai, tremei, dizei. Por estes verbos se percebe que o Espírito Santo nos quer diante de Deus não de qualquer modo, mas com grande entusiasmo e crescente empolgação.
Não basta estar diante dele e ser crente, mas temos de ser crentes avivados, empolgados, alegres, sorridentes, entusiastas, cheios de energia, disposição e vontade para adorar, entoar, cantar, celebrar. É como se estivéssemos em uma grande festa de um noivo amigo nosso. Como deveria ser nosso comportamento diante das suas bênçãos?
Qual é a maior queixa do mundo se não contra a falta de justiça? A minha fé aposta em que Deus é justo e fará sua justiça onde todos estaremos satisfeitos com relação à justiça. Como então ela será feita? Não sei! Somente sei que Deus fará a justiça e para mim isto basta! Se hoje estou sendo injustiçado, meu Deus sabe e será meu defensor e justo juiz.
Ele conclui este salmo falando da justiça. Ele vem julgar a terra e a julgará com justiça! Por isso é que somos convidados a estar diante dele de forma alegre e cheia de fé por que ele está cuidando de nós e o momento atual de nossa existência requer fé em seu governo e administração.
O Espírito Santo não aceita que estejamos diante do Pai de qualquer forma. Por que isso refletirá que não cremos e assim estamos com nossos corações endurecidos e o poder de Deus não transformará as vidas daqueles que rejeitam a Deus por que seu compromisso não é andar com Deus, mas praticar o pecado.
Calvino comenta na introduçaõ de seu comentário este salmo e destaca que o louvor devido não é solicitado somente aos judeus ou aos santos, mas a todo o mundo!
Este salmo contém uma exortação para louvar a Deus, uma exortação dirigida não apenas aos judeus, mas a todas as nações. Devemos inferir disso, que tem referência ao reino de Cristo. O nome de Deus não poderia ser invocado em nenhuma outra parte do mundo do que Judeia, até que fosse revelado; e as nações pagãs naquela época estavam necessariamente incapacitadas para tal exercício. No entanto, é evidente que o Espírito Santo despertou os santos que estavam sob a Lei para celebrar os louvores divinos, até que o período chegue quando Cristo, pela propagação do Evangelho, deve encher a terra inteira com a sua glória.
Sl 96:1 Cantai ao SENHOR
um cântico novo,
cantai ao SENHOR,
todas as terras.
Sl 96:2 Cantai ao SENHOR,
bendizei o seu nome;
proclamai a sua salvação,
dia após dia.
Sl 96:3 Anunciai entre as nações
a sua glória,
entre todos os povos,
as suas maravilhas.
Sl 96:4 Porque grande é o SENHOR
e mui digno de ser louvado,
temível mais que todos os deuses.
Sl 96:5 Porque todos os deuses dos povos não passam de ídolos;
o SENHOR, porém,
fez os céus.
Sl 96:6 Glória e majestade
estão diante dele,
força e formosura,
no seu santuário.
Sl 96:7 Tributai ao SENHOR,
ó famílias dos povos,
tributai ao SENHOR
glória e força.
Sl 96:8 Tributai ao SENHOR
a glória devida ao seu nome;
trazei oferendas
e entrai nos seus átrios.
Sl 96:9 Adorai o SENHOR
na beleza da sua santidade;
tremei diante dele,
todas as terras.
Sl 96:10 Dizei entre as nações:
Reina o SENHOR.
Ele firmou o mundo para que não se abale
e julga os povos com equidade.
Sl 96:11 Alegrem-se os céus,
e a terra exulte;
ruja o mar
e a sua plenitude.
Sl 96:12 Folgue o campo
e tudo o que nele há;
regozijem-se todas as árvores do bosque,
Sl 96:13 na presença do SENHOR,
porque vem,
vem julgar a terra;
julgará o mundo
com justiça
e os povos,
consoante a sua fidelidade.

Ou cremos em Deus e aceitamos o seu convite ministrado neste salmo ou não cremos nele, endureceremos nossos corações e continuaremos com nossas práticas e de forma cada vez mais intensa. O Espírito Santo nos convida com imperativos: cantai, bendizei, proclamai, anunciai, tributai, trazei, entrai, adorai, tremei, dizei. Ousaremos rejeitá-lo novamente como estamos acostumados a fazer? 
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


segunda-feira, 22 de abril de 2013

Salmo 95: 1-11 - UM CONVITE A LOUVAR AO SENHOR

O salmo 95 mostra que Deus fez o universo, mas também nos mostra quem é o nosso pastor que nos guia pela sua poderosa mão. Este salmo juntamente com os salmos 96 a 100 são salmos que irão falar de Deus como o rei do universo que controla e governa o mundo e as pessoas sem, contudo, de forma alguma vilipendiar suas vontades.
Ele começa logo fazendo um convite para cantar e celebrar e a render graças, mas não de qualquer forma, mas sim com júbilo, alegria, disposição, energia, garra, vontade, determinação, entusiasmo.
O convite é dele, do Espírito Santo, mas a iniciativa de ir pertence a nós. Também a nós pertence a disposição. Se não formos ou se formos de má vontade, este será o nosso galardão. Não é qualquer convite. É antes o convite do Espírito Santo para que deixemos nossas coisas que passam para adorarmos àquele que é Eterno e que jamais passará.
Ele nos fala por que devemos ir adorá-lo e explica que é por que ele nos criou e tudo governa com seu poder. Desprezá-lo, significa jogar fora a vida que ele nos deu. Seria o mesmo que uma pessoa que precisasse caminhar uma milha para alcançar o objetivo de sua vida e resolvesse dar um tiro em seus dois pés. Como irá ele? Assim, o pecado fez conosco! Mas o tiro não foi no pé, mas no coração e ai morremos, distante uma milha de nosso objetivo.
O Pai então nos envia seu Filho e por meio dele perdoa os nossos pecados e agora estamos salvos recebendo novamente o dom da vida e a vida eterna, mas precisamos sair de onde estamos e chegarmos em nosso destino.
O dia de aceitarmos este convite é HOJE! Hoje se ouvirdes a sua voz! Você que está ouvindo a voz de Deus falar contigo nesta manhã, renda-se a ele e receba a salvação invocando o seu nome.
Calvino na introdução de seu comentário explica em linhas gerais o salmo falando daquilo que é óbvio e perceptível.
O inspirado escritor deste salmo, quem quer que fosse, ao exortar os judeus a louvarem a Deus em assembléia solene, declara dois fundamentos por que Deus deve ser louvado; ele é o único que sustenta por seu poder o mundo que ele criou, e, ele é aquele que por sua graça livre adotou a Igreja em um relacionamento gracioso consigo mesmo. Embora, muitos falem de Deus com os seus lábios de maneira hipócrita, ele exorta o povo, ao mesmo tempo, a ser sincero, sério e devotado no serviço, e mostrar pelo teor de sua vida que eles não foram escolhidos em vão. Embora ele tenha sido eficaz para protegê-los contra a hipocrisia, ele menciona que seus pais, desde o início, foram de um espírito teimoso, rebelde e com ingratidão a Deus. O castigo terrível que caiu sobre eles teve o objetivo de dissuadir seus filhos a não seguir os passos da rebeldia. 
Sl 95:1 Vinde,
cantemos ao SENHOR,
com júbilo,
celebremos o Rochedo da nossa salvação.
Sl 95:2 Saiamos ao seu encontro,
com ações de graças,
vitoriemo-lo com 
Sl. Sl 95:3 Porque o SENHOR é o Deus supremo
e o grande Rei acima de todos os deuses.
Sl 95:4 Nas suas mãos
estão as profundezas da terra,
e as alturas dos montes lhe pertencem.
Sl 95:5 Dele
é o mar, pois ele o fez;
obra de suas mãos,
os continentes.
Sl 95:6 Vinde,
adoremos
e prostremo-nos;
ajoelhemos diante do SENHOR,
que nos criou.
Sl 95:7 Ele é o nosso Deus,
e nós, povo do seu pasto
e ovelhas de sua mão.
Hoje, se ouvirdes a sua voz,
Sl 95:8 não endureçais o coração,
como em Meribá, como no dia de Massá, no deserto,
Sl 95:9 quando vossos pais me tentaram,
pondo-me à prova,
não obstante terem visto as minhas obras.
Sl 95:10 Durante quarenta anos,
estive desgostado com essa geração e disse:
é povo de coração transviado,
não conhece os meus caminhos.
Sl 95:11 Por isso,
jurei na minha ira:
não entrarão no meu descanso.

Quem são os que justamente não entrarão no descanso do Senhor e perecerão sem atingirem o objetivo tão perto deles? Os que endurecerem seus corações! Pare! Pare de resistir ao Espírito Santo! Hoje é o dia da sua salvação! Entre em contato conosco agora mesmo!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete
http://www.jamaisdesista.com.br

...


domingo, 21 de abril de 2013

Salmo 94: 1-23 - A MORTE DOS ÍMPIOS

É anunciada neste salmo a morte dos ímpios. Por enquanto podem até prosperar devido a graça de Deus lhes dando chances de arrependimento que se converterão em juízo maior ainda. A cada graça rechaçada, maior será, sobre o ímpio, o juízo divino.
Por isso que o salmista começa clamando por vingança! Ele mesmo não se vingará, embora esteja com vontade, mas isso, seria perverter o direito e abusar da graça divina. Eu tenho vontade de me vingar com minhas próprias mãos diante da injustiça, mas sei não ser o caminho de Deus a vingança.
Por isso entrego tudo a Deus e ele, sim, me vinga! Você já teve a certeza de que Deus é contigo e de que ele mesmo tomou as suas dores em determinado momento? Eu já tive e achei incrível. Veja como foi uma dessas minhas experiências:
Um dia desses,... [em 2004], estava eu de viagem de serviço em Belo Horizonte e meus colegas sempre me convidavam para sair e eu nunca saia com eles, preferindo ficar em meus aposentos. Nesse dia, em especial, resolvi sair com eles. Estava tudo bem e realmente nos divertíamos, mas queriam continuar e programaram ir para um apartamento de uma das colegas que ali estavam para ouvirem um som, dançarem, baterem papo, tomarem uns drinquezinhos, etc... Eu lhes disse que para mim já estava bom e gostaria que me deixassem, no caminho, no hotel.
Para minha surpresa, não gostaram de meu comportamento e uma das colegas ali soltou: "passarinho que anda com morcego, anda nas trevas e dorme de cabeça para baixo". Aquela frase, dita daquela maneira, naquela hora, por quem eu menos esperava, atingiu-me em cheio e quase me nocalteou. Fiquei pasmo, assustado e arrependido (confesso que tive vontade de correr dali, em desespero). Entramos no carro de nosso amigo e em um dado momento paramos e o motorista me disse: - desça, ali tem um ponto de táxi, apanhe um e vá para o hotel. 

Eu desci meio sem graça, com cara de bobão, meio meninão quase que chorando, pois aquilo foi de uma tamanha grosseria e descaso, desrespeito e afronta. Dei adeus para eles e arrancaram, virando uma esquina.
Eu, lembrei-me daquela canção: "eu te louvarei Senhor de todo o meu coração; na presença dos anjos a ti cantarei louvores". E fui cantando. Aproveite e orei por todos eles pedindo que a graça e o amor de Deus os acompanhasse para que nenhum mal lhes sobreviessem. Ao invés de táxi, pequei um ônibus e de boca em boca fui perguntado a um e outro até que consegui chegar em paz no hotel. Fui para meu AP e continuei a orar, louvar e fui dormir.
No dia seguinte, aquele motorista veio correndo em minha direção e me disse: - rapaz, qual é o teu Deus? Meu amigo, estou assustado, quem é que te dá proteção? Quero te pedir perdão!. Eu, sem entender nada, disse-lhe; - o que foi que aconteceu? Juro que nada fiz!. 

Aí, ele me explicou que mal andara uns 300m e o seu carro parou de repente, do nada. Carro novo, retirado de conssecionária, potente e com tudo em ordem. Tentaram de tudo para fazerem o carro andar e nada. Teve que ser rebocado e a promessa é de que somente dentro de uma semana poderia ser liberado. 

A festinha particular naquele AP? teve de ser cancelada e cada um foi para sua casa de táxi....
Eu entendi tudo. Em silêncio e sem dizer nadinha, curti aquilo com um sabor de vitória. Senhor, disse, tomaste as minhas dores e lhes aplicastes um corretivo? É assim que Deus age. Ele toma as nossas dores e ai daqueles que ousarem a nos molestar. Deus nos proteje e ainda zela por nós com ciúmes. Senti a proteção de Deus, seu cuidado. Não me senti nada digno, mas protegido. Aleluias!
Hoje, essa minha amiga que falou-me aquela frase dura do passarinho e do morcego é uma das leitoras mais assíduas desse meu blog, além de ter uma igreja sediada em sua própria casa. Ela hoje é muito usada por Deus e já lhe disse que se buscar mais, mais ainda será usada; o motorista, um grande amigão meu. 

Aprendemos a nos respeitar e a orarmos uns pelos outros. Deus é muito bom. A Deus toda a glória!
Calvino apenas comenta, na introdução, superficialmente e explica as razões de ser de Deus como justo juiz.
O salmista implora auxílio divino contra homens perversos e violentos, que perseguiram os retos de maneira cruel e tirânica. É evidente que ele se refere a inimigos domésticos, cujo domínio injusto foi tão vexatório e opressivo para o povo do Senhor, como todos os ferimentos recebidos das nações gentias.
Sl 94:1 Ó SENHOR,
Deus das vinganças,
ó Deus das vinganças,
resplandece.
Sl 94:2 Exalta-te,
ó juiz da terra;
dá o pago
aos soberbos.
Sl 94:3 Até quando,
SENHOR,
os perversos,
até quando
exultarão
os perversos?
Sl 94:4 Proferem impiedades
e falam coisas duras;
vangloriam-se
os que praticam a iniquidade.
Sl 94:5 Esmagam o teu povo,
SENHOR,
e oprimem a tua herança.
Sl 94:6 Matam
a viúva e o estrangeiro
e aos órfãos
assassinam.
Sl 94:7 E dizem:
O SENHOR não o vê;
nem disso faz caso
o Deus de Jacó.
Sl 94:8 Atendei,
ó estúpidos dentre o povo;
e vós,
insensatos,
quando sereis prudentes?
Sl 94:9 O que fez o ouvido,
acaso, não ouvirá?
E o que formou os olhos
será que não enxerga?
Sl 94:10 Porventura,
quem repreende as nações
não há de punir?
Aquele
que aos homens dá conhecimento
não tem sabedoria?
Sl 94:11 O SENHOR
conhece os pensamentos do homem,
que são pensamentos vãos.
Sl 94:12 Bem-aventurado
o homem, SENHOR,
a quem tu repreendes,
a quem ensinas a tua lei,
Sl 94:13 para lhe dares descanso dos dias maus,
até que se abra a cova para o ímpio.
Sl 94:14 Pois o SENHOR
não há de rejeitar o seu povo,
nem desamparar a sua herança.
Sl 94:15 Mas o juízo
se converterá em justiça,
e segui-la-ão
todos os de coração reto.
Sl 94:16 Quem se levantará a meu favor,
contra os perversos?
Quem estará comigo
contra os que praticam a iniquidade?
Sl 94:17 Se não fora o auxílio do SENHOR,
já a minha alma estaria na região do silêncio.
Sl 94:18 Quando eu digo:
resvala-me o pé,
a tua benignidade, SENHOR,
me sustém.
Sl 94:19 Nos muitos cuidados
que dentro de mim se multiplicam,
as tuas consolações
me alegram a alma.
Sl 94:20 Pode, acaso,
associar-se contigo o trono da iniquidade,
o qual forja o mal,
tendo uma lei por pretexto?
Sl 94:21 Ajuntam-se contra a vida do justo
e condenam o sangue inocente.
Sl 94:22 Mas o SENHOR
é o meu baluarte
e o meu Deus,
o rochedo
em que me abrigo.
Sl 94:23 Sobre eles
faz recair a sua iniquidade
e pela malícia deles próprios
os destruirá;
o SENHOR,
nosso Deus,
os exterminará.

O fim dos ímpios é anunciado, logo eles serão exterminados. A sensatez nos diria para sairmos de caminhos assim escorregadios e nos voltarmos a Deus enquanto há tempo para isso!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...