sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

I Tessalonicenses 3 1-13 - A ORAÇÃO DE PAULO PELOS TESSALONICENSES.

Como já dissemos, Paulo escreveu essa epístola para assegurar aos cristãos tessalonicenses do amor que ele tinha por eles e instruí-los a respeito da importância de viver para Cristo e entender corretamente as etapas do seu retorno. Estamos no capítulo 3/5.
Breve síntese do capítulo 3.
No capítulo 3, Paulo aos Tessalonicenses demonstra seu amor pelo evangelho mais uma vez e não cessa de falar e incentivar a que todos continuem a sua jornada com zelo, dedicação e amor uns para com os outros.
Vejamos o presente capítulo com mais detalhes, conforme ajuda da BEG:
II. HISTÓRIA (1.2-3.13) - continuação.
Nós falamos que Paulo tratou esta epístola com reflexões históricas de diversos aspectos do seu relacionamento com os tessalonicenses envolvendo agradecimentos, explicações e orações.
Elas formaram a seguinte divisão proposta pela BEG: A. A ação de graças de Paulo pelos tessalonicenses (1.2-2.16) – concluiremos agora; B. A explicação a respeito da ausência de Paulo (2.17-3.10) – concluiremos agora; e, C. A oração de Paulo (3.11-13) – veremos agora.
B. A explicação a respeito da ausência de Paulo (2.17-3.10) - continuação.
Como já falamos, dos vs. 2.17 ao 3.13, estamos vendo a explicação do motivo pelo qual Paulo havia se ausentado. A segunda questão histórica da qual Paulo tinha de tratar era a sua prolongada ausência.
Apesar de terem ficado sozinhos em Atenas, por não poderem mais suportar, enviaram Timóteo – irmão e cooperador de Deus no evangelho de Cristo – para cuidarem da fé deles, os fortalecendo e lhes animando no Senhor.
Nem Paulo nem o próprio Jesus prometeram aos seguidores de Cristo uma vida confortável ou aprovação pública (veja Mc 8.34; Jo 15.18-21), pelo contrário, perseguições.
"Em verdade vos digo que ninguém há que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou mãe, ou pai, ou filhos, ou campos por amor de mim e por amor do evangelho, que não receba, já no presente, o cêntuplo de casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições; e, no mundo por vir, a vida eterna." (Mt 19.29).
Deus nos escolheu e nos selecionou para isso mesmo – vs. 3 – e Paulo os advertia e os fazia lembrar-se de quando estivera com eles, os tinha avisado dessas perseguições. Foi por causa delas que eles enviaram Timóteo para saber do estado da fé deles, pois havia o perigo, por causa do tentador, de seduzi-los e desviá-los do caminho, tornando inútil todos os esforções deles.
Quando Paulo não pôde visitar pessoalmente Tessalônica, ele enviou Timóteo. Paulo mostrou grande afeição pelos tessalonicenses ao mandar o seu aluno e companheiro íntimo.
Paulo sentia tamanha afeição pelos tessalonicenses que só conseguira se regozijar (vs. 9) depois de ter sido assegurado da fidelidade deles a Cristo. Essa preocupação exemplifica o tipo de amor que é apropriado entre os cristãos (1Co 12.26).
Era constante a preocupação e o cuidado de Paulo por eles e que de noite e de dia se esforçavam perseverando em orações para poder vê-los pessoalmente e assim suprir a fé que eles já tinham – vs. 10.
C. A oração de Paulo (3.11-13).
Depois de mencionar que rogava continuamente pelos tessalonicenses (3.10), Paulo fez uma oração por eles por em por escrito.
Paulo dirigiu-se a Deus, o Pai e ao Senhor Jesus ao mesmo tempo em sua oração. A resposta a essa oração veio vários anos depois (At 20.1).
·         Que o próprio Deus, nosso Pai, e nosso Senhor Jesus preparem o nosso caminho até vocês. (PROVIDÊNCIA DIVINA).
·         Que o Senhor faça crescer e transbordar o amor que vocês têm uns para com os outros e para com todos, a exemplo do nosso amor por vocês. (CRESCIMENTO DE DEUS).
·         Que ele fortaleça os seus corações para serem irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus com todos os seus santos. (FORTALECIMENTO DIVINO; SANTIFICAÇÃO E RESPONSABILIDADE HUMANA – BUSCAR A SANTIDADE E ESPERAR A VINDA DO SENHOR).
1 Tessalonicenses 3:11-13.
A obra de santificação que já começou nos cristãos será levada a uma gloriosa conclusão na vinda do Senhor (5.23; 1Co 1,8; Fp 1.6; 2Ts 3.3; Jd 24). Isso aponta para uma cena judicial no retorno de Cristo, com todos os seus santos, ou seja, com todos os anjos que irão acompanhar a Cristo no seu retorno (Mt 13.39; 48-49; 16,27; 2 Ts 1.7), ou com todos os santos humanos (2 Ts 1.10; Ap 19.14) ou ambos.
I Ts 3:1 Pelo que, não podendo suportar mais o cuidado por vós,
                pareceu-nos bem ficar sozinhos em Atenas;
                I Ts 3:2 e enviamos nosso irmão Timóteo,
                               ministro de Deus no evangelho de Cristo,
                                               para, em benefício da vossa fé,
                                                               confirmar-vos
                                                               e exortar-vos,
                                               I Ts 3:3 a fim de que ninguém se inquiete
                                                               com estas tribulações.
Porque vós mesmos sabeis que estamos designados para isto;
                I Ts 3:4 pois, quando ainda estávamos convosco,
                               predissemos que íamos ser afligidos,
                                               o que, de fato, aconteceu
                                               e é do vosso conhecimento.
I Ts 3:5 Foi por isso que, já não me sendo possível continuar esperando,
                mandei indagar o estado da vossa fé,
                               temendo que o Tentador vos provasse,
                               e se tornasse inútil o nosso labor.
I Ts 3:6 Agora, porém, com o regresso de Timóteo,
                vindo do vosso meio,
                               trazendo-nos boas notícias da vossa fé e do vosso amor,
                               e, ainda, de que sempre guardais grata lembrança de nós,
                                               desejando muito ver-nos,
                                               como, aliás, também nós a vós outros,
I Ts 3:7 sim, irmãos, por isso, fomos consolados acerca de vós,
                pela vossa fé,
                               apesar de todas as nossas privações e tribulação,
I Ts 3:8 porque, agora, vivemos,
                se é que estais firmados no Senhor.
I Ts 3:9 Pois que ações de graças podemos tributar a Deus
no tocante a vós outros,
                                por toda a alegria com que nos regozijamos
                                               por vossa causa, diante do nosso Deus,
I Ts 3:10 orando noite e dia,
                com máximo empenho,
                               para vos ver pessoalmente
                               e reparar as deficiências da vossa fé?
I Ts 3:11 Ora, o nosso mesmo Deus e Pai,
e Jesus, nosso Senhor,
                dirijam-nos o caminho até vós,
I Ts 3:12 e o Senhor
                vos faça crescer
                e aumentar
                               no amor
                                               uns para com os outros
                                               e para com todos, como também nós para convosco,
                                                               I Ts 3:13 a fim de que seja o vosso coração
                                                                              confirmado em santidade,
                                                                              isento de culpa,
                                               na presença de nosso Deus e Pai,
                                               na vinda de nosso Senhor Jesus,
                                                               com todos os seus santos.
Reparem o zelo pela fé que tinha e como fica claro que se preocupava com a qualidade da fé deles (no vs. 10 ele fala de tratar das deficiências da fé), pois já naquela época e em todas as outras sempre se levantarão pessoas que não tem compromisso com Deus e querem fazer de tudo para contaminarem a fé simples e operosa dos irmãos.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 78 dias para 20/04/16 (Inicio: 05/05/15). Tu, SENHOR, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti. (Is 26.3).

A Deus toda glória! p/ pr. Pr. Daniel Deusdete. 
...



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.