sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Jó 29:1-25 - JÓ, NOSTÁLGICO, NOS ENSINA O QUE É SER UM HOMEM QUE ANDA COM DEUS

A primeira série de discursos, os diálogos, que ocuparam os capítulos de 3:1 a 27:23 foram equilibrados por monólogos que levaram diretamente à conclusão do livro. Agora, os três próximos monólogos de Jó, Eliú e Deus falarão sobre as questões levantadas por todos os diálogos anteriores.
Em resumo ,veremos que tanto Eliú quanto o próprio Deus corrigirão Jó. Por meio desses encontros, Jó perceberá os seus erros e se arrependerá.
Essa quarta parte será dividida, conforme a BEG, em três subpartes. A. O discurso final de Jó – 29:1 a 31:40. B. Os discursos de Eliú – 32:1 a 37:24. C. As respostas de Deus – 38:1 a 42:6.
A. O discurso final de Jó – 29:1 a 31:40.
O longo discurso final de Jó é seu último apelo para a questão de seus sofrimentos. Ele começará com reflexões nostálgicas sobre o passado, comparará com as dificuldades no presente e encerrará com um protesto de sua inocência a qual ele a defendeu desde o início.
Também o discurso de Jó o qual ocupará os próximos três capítulos contando com este, será dividido em três partes que falarão do passado, do presente e das suas justificativas. 1. A experiência passada de Jó – 29:1 -25. 2. A experiência presente de Jó – 30:1 – 31. 3. Jó protesta inocência – 31:1 – 40.
1. A experiência passada de Jó – 29:1 -25.
Aqui, Jó relembrará os dias que antecederam o início do seu sofrimento e desejará voltar a eles. Ele lembrará como Deu o tinha abençoado tanto – vs 2 ao 6, como recebera honra – vs 7 ao 10, como estendera a sua grande generosidade aos outros, ao seu próximo que com ele habita confiadamente – vs 11 ao 17, como esperava receber mais bênçãos – vs 18 ao 20 e como era honrado pelas pessoas à sua volta – vs 21 ao 25.
Estamos diante de um homem de Deus que apesar de tudo o que passou ainda continua a preservar a sua fé, a sua consciência e a sua vida de oração.
Para mim, Jó sempre será lembrado assim e, portanto, o considero um herói, daqueles dignos de imitação pelo seu bom exemplo.
Veremos aqui neste capítulo quatro características de um homem que anda com Deus, como o justo, integro, reto e temente a Deus – ora quem dele deu testemunho foi o próprio Deus, como não hei de concordar com ele?:
1.        Um homem que anda com Deus é um homem abençoado – vs 2 ao 6.
Jó sempre foi um homem abençoado e jamais deixou de ser, mesmo quando teve de passar por uma dura prova como a que enfrentou e estava indo muito bem, apesar de tudo.
O Salmo primeiro da Bíblia fala desse homem e da progressividade do bem.
O versículo 2, deste Salmo 1, fala do homem que é verdadeiramente feliz e que não é como aquele que anda, se detém e se assenta à roda dos escarnecedores, antes tem prazer, alegria, gozo na lei do Senhor e nela medita de dia e de noite, isto é, de forma contínua.
Duas coisas são destacadas pela palavra do Senhor com relação à sua lei ou à sua palavra: 1. prazer. 2. meditar.
Você ama a palavra de Deus a ponto de sentir prazer nela? Se não, comece a orar e pedir a Deus que o ajude a ter prazer na sua lei para que você possa meditar nela. Realmente, somente meditaremos nela, se por ela sentirmos prazer. Se fizermos algo forçado, não será bom para nosso aprendizado. Porque eu sentiria prazer pela sua palavra? Ora por que ela foi comunicada por Deus para nós.
A palavra de Deus não foi produzida pela vontade humana nem a mente humana conseguiu um grau de desenvolvimento e iluminação a ponto de produzir o conteúdo da sua palavra. “16 Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; 17 Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.” (II Tm 3:16). “Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.” (II Pe 1:21).
Eu devo sentir prazer em sua lei por que ela é a sua lei. Eu tenho de entender que foi Deus, o Criador bendito, que nos deu a sua palavra para por meio dela termos vida e conhecermos a sua vontade. Deus nos deu a sua palavra e em relação a isso eu não posso ficar imparcial.
Ou eu reajo a este conhecimento glorificando o Senhor ou eu duvido dele de que me deixou tal palavra. Nós, conservadores, cremos na Bíblia com palavra de Deus, única, suficiente, inerrante.
É por isso que o Espírito Santo comunica que o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores, tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. O ímpio não tem este prazer nem nela medita nunca. Talvez até a respeite, mas jamais irá ter prazer e nela meditar.
No caminho dos justos há a progressividade do bem
Agora sim, poderemos ir para o verso 3 e meditarmos na progressividade do bem. Vejam o que diz o verso 3 do salmo 1: “3 Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.”. Primeiro, nos vimos que ele, o justo, tem prazer na lei do Senhor e nela medita dia e noite e a palavra de Deus diz em complemento que ele será como árvore plantada.
A árvore é sinal de longevidade, de vida, de força e nos comunica neste caso a ideia de vitalidade e utilidade. Quando estamos diante de uma árvore robusta e de profundas raízes logo nos vem a ideia também de segurança. Seus galhos são fortes e envergados para cima e pode servir, dependendo do caso, de coluna e de apoio pra uma infinidade de coisas.
Derrubar uma árvore não é tarefa fácil por causa da sua firmeza. A árvore também é um bom exemplo de vida. O nosso Deus é vida e tudo o que ele faz comunica vida. Podemos reparar que muitas coisas na natureza e nós mesmos os humanos nos beneficiamos da árvore. Ela pode nos dar sombra, abrigo, proteção, alimento e até servir de remédio.
Assim é o justo ou o caminho do justo, pois, por onde ele anda ele estará levando consigo o sinal da vida, da vida de Deus, da utilidade e da vitalidade. Os que estiverem ao redor dos justos quererão se beneficiar dessa sua característica. Isso me faz lembrar o episódio bíblico da destruição de Sodoma e de Gomorra cujos moradores se afundavam no pecado. Sabem por que a cidade não tinha sido destruída antes? Por causa dos justos que nela haviam que segundo os cálculos de Abraão não passavam de 10!
Meu querido, basta apenas um justo para mudar o destino de uma cidade inteira! E quem são os justos ou os justificados do Senhor senão os que são chamados Filhos de Deus que não nasceram da carne nem do sangue, mas da vontade de Deus? “12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; 13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” (Jo 1:12-13). “3:24 Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. 3:28 Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei.” (Rm 3:24 e 28).
Pois bem, ele será como uma árvore plantada junto a ribeiros de água! Sabem o que significa? Que a sua vida depende de Deus! A sua raiz somente irá retirar os nutrientes necessários para se manter por meio de suas raízes profundas. Isso significa estabilidade! É somente em Deus que somos estáveis e podemos permanecer. Sem ele, morreremos!
E quando obtemos a vida da vida de Deus, nos fortalecemos e produzimos folhas verdes e frutos que servem de alimento e para a geração de novas árvores. É vida gerando vida! É vida alimentando vida! Os frutos então indicam produtividade e a produtividade sendo gerada vira prosperidade! Tudo o que o justo faz somente tem um caminho de ida e este caminho é de prosperidade.
Então é esta a progressividade do justo: utilidade, vitalidade, estabilidade, produtividade e prosperidade! Você ainda quer mais? Então está esperando o quê? Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração!
Deuteronômio 10:16 Circuncidai, pois, o prepúcio do vosso coração, e não mais endureçais a vossa cerviz.
2 Crônicas 30:8 Não endureçais agora a vossa cerviz, como vossos pais; dai a mão ao SENHOR, e vinde ao seu santuário que ele santificou para sempre, e servi ao SENHOR vosso Deus, para que o ardor da sua ira se desvie de vós.
Salmos 95:8 Não endureçais os vossos corações, assim como na provocação e como no dia da tentação no deserto;
Hebreus 3:8 Não endureçais os vossos corações, Como na provocação, no dia da tentação no deserto.
Hebreus 3:15 Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações, como na provocação.
Hebreus 4:7 Determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, muito tempo depois, como está dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações.”
2.        Um homem que anda com Deus será honrado – vs 7 ao 10 e 21 ao 25.
Jó era um homem honrado na sociedade em que vivia e por onde andava as pessoas faziam referencia dele por causa de sua conduta e seu comportamento exemplar.
Era ele , como uma árvore plantada junto aos ribeiros de água! Totalmente dependente de Deus! sendo que a sua raiz somente iria retirar os nutrientes necessários para se manter por meio de suas raízes profundas, o que representa, como já vimos acima, estabilidade!
A estabilidade de Jó vinha de Deus e por andar com ele é que ele crescia e era honrado. É somente em Deus que somos estáveis e podemos permanecer. Sem ele, morreremos! Precisamos de Deus.
Todo bom comportamento de Jó se devia não pela sua alta moralidade composta de leis e rituais, mas de uma vida que era cada vez mais próxima de Deus.
3.        Um homem que anda com Deus estenderá a sua grande generosidade aos outros – vs 11 ao 17.
Por essa razão, por entender que a sua vida era resultado da graça de Deus e de seu grande favor, era que seu coração não era endurecido com seu próximo, pelo contrário, muito aberto e disposto a ajudar quem quer que fosse.
Corações que se justificam a si mesmos e que se acham os fortes e que em tudo se dominam, quando de fato, são escravos, são corações endurecidos que levam apenas a morte ao seu próximo e não a vida e a generosidade.
Encontraste um homem generoso, pode ter certeza de que sua vida está cheia de Deus e de seus benefícios.
Por muito tempo lutei contra um maldito vício de fumar e não fui capaz de dominá-lo enquanto este se fez lei para mim, mas quando me aproximei mais de Deus, recebi dele a força e a coragem de dar um basta definitivo ao vício, mas somente ocorreu quando eu me aproximei de Deus e não quando eu lutava contra o vício.
Se eu tivesse vencido, talvez hoje bateria em meus peitos falando que meu próximo é um fraco, por que eu sou forte. No entanto, a minha força não veio de mim mesmo, mas de Deus que me tornou forte e assim posso ter um coração compassivo e generoso. Assim era o justo Jó.
4.        Um homem que anda com Deus esperará receber mais bênçãos – vs 18 ao 20.
Eu sou totalmente avesso à teologia da prosperidade quando está se volta para si mesmo, mas quando esta se volta para Deus, as bênçãos de Deus certamente acompanharão os que andam com Deus e natural será esperar por elas.
Digamos assim que não serei ou procurarei ser justo para receber as recompensas disso, mas ao ser e procurar ser justo para a glória de Deus, elas, as bênçãos, com certeza nos acompanharão e assim, entendo, era com Jó que era um homem abençoado, honrado e generoso para com seu próximo.
Não podemos nem devemos ir atrás das bênçãos desejáveis, mas termos um coração preparado para ir atrás do Senhor das bênçãos e assim as bênçãos é que irão nos procurar.
Jó 29:1 E prosseguiu Jó no seu discurso, dizendo:
                Jó 29:2 Ah! quem me dera ser como eu fui nos meses passados,
                               como nos dias em que Deus me guardava!
                Jó 29:3 Quando fazia resplandecer a sua lâmpada
                               sobre a minha cabeça e quando eu pela sua luz
                                               caminhava pelas trevas.
                Jó 29:4 Como fui nos dias da minha mocidade,
                               quando o segredo de Deus estava sobre a minha tenda;
                Jó 29:5 Quando o Todo-Poderoso ainda estava comigo,
                               e os meus filhos em redor de mim.
                Jó 29:6 Quando lavava os meus passos na manteiga,
                               e da rocha me corriam ribeiros de azeite;
                Jó 29:7 Quando eu saía para a porta da cidade,
                               e na rua fazia preparar a minha cadeira,
                Jó 29:8 Os moços me viam, e se escondiam,
                               e até os idosos se levantavam e se punham em pé;
                Jó 29:9 Os príncipes continham as suas palavras,
                               e punham a mão sobre a sua boca;
                Jó 29:10 A voz dos nobres se calava,
                               e a sua língua apegava-se ao seu paladar.
                Jó 29:11 Ouvindo-me algum ouvido,
                               me tinha por bem-aventurado;
                vendo-me algum olho,
                               dava testemunho de mim;
                Jó 29:12 Porque eu livrava o miserável, que clamava,
                               como também o órfão que não tinha quem o socorresse.
                Jó 29:13 A bênção do que ia perecendo vinha sobre mim,
                               e eu fazia que rejubilasse o coração da viúva.
                Jó 29:14 Vestia-me da justiça, e ela me servia de vestimenta;
                               como manto e diadema era a minha justiça.
                Jó 29:15 Eu me fazia de olhos para o cego,
                               e de pés para o coxo.
                Jó 29:16 Dos necessitados era pai,
                               e as causas de que eu não tinha conhecimento
                                               inquiria com diligência.
                Jó 29:17 E quebrava os queixos do perverso,
                               e dos seus dentes tirava a presa.
                Jó 29:18 E dizia:
                               No meu ninho expirarei, e multiplicarei os meus dias
                                               como a areia.
                Jó 29:19 A minha raiz se estendia junto às águas,
                               e o orvalho permanecia sobre os meus ramos;
                Jó 29:20 A minha honra se renovava em mim,
                               e o meu arco se reforçava na minha mão.
                Jó 29:21 Ouviam-me e esperavam, e em silêncio atendiam
                               ao meu conselho.
                Jó 29:22 Havendo eu falado, não replicavam,
                               e minhas razões destilavam sobre eles;
                Jó 29:23 Porque me esperavam, como à chuva;
                               e abriam a sua boca, como à chuva tardia.
                Jó 29:24 Se eu ria para eles, não o criam,
                               e a luz do meu rosto não faziam abater;
                Jó 29:25 Eu escolhia o seu caminho, assentava-me como chefe,
                               e habitava como rei entre as suas tropas;
                                               como aquele que consola os que pranteiam.
Jó está ainda discursando e agora sairá de sua nostalgia passada para entrar no presente. Com Jó aprendemos neste capítulo o que acontece quando um homem tem por objetivo na vida andar com Deus.
Você pode querer ser um homem de sucesso. Você pode querer ser um grande empresário. Você pode querer ter muita fama, como tem os grande ídolos. Você pode querer ser um homem de grande status e estar em todas as mídias e comentários, no entanto, você também pode querer ser um simples homem de Deus. Não condeno nem uma nem outra coisa, desde que o custo disso não seja às custas de sua dignidade, consciência e honra, mas prefiro e dou mais valor a simplesmente ser um homem de Deus de valor.
Jó nos mostrou, nostalgicamente, neste capítulo o que é ser um homem de Deus de valor.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 361 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.