sexta-feira, 4 de julho de 2014

II Reis 19:1-37 - EZEQUIAS BUSCA A DEUS QUE O LIVRA DOS ASSÍRIOS

Vejamos onde nos encontramos em nossa divisão para darmos continuidade às nossas reflexões:
Parte III – SOMENTE JUDÁ (715-586 A.C.) – 18:1 – 25:30
3. As invasões assírias – 18:9-20:19 - continuação.
b. A invasão de Judá por Senaqueribe - 18:13 – 20:19.
No capítulo anterior, tínhamos parado no momento da afronta do rei Senaqueribe a Ezequias por meio de seu súdito Rabsaqué que zombava do nome de Deus em língua judaica para que todos ouvissem, entendessem e ficassem atemorizados.
Da parte do rei Ezequias se levantaram alguns para falar com ele e solicitar que lhes falasse somente em aramaico, mas ai é que Rabsaqué falou com mais ousadia e atrevimento contra os que o ouviam na língua judaica, sem nenhum temor.
O rei Ezequias tinha orientado aos seus súditos que nada respondessem e assim terminamos o capítulo anterior, com ele indo buscar ajuda com o profeta de Deus, da época, Isaias. A pergunta de seu coração era: o que iremos fazer?
Há determinados momentos em nossas vidas que nos encontramos numa situação sem saída e com o inimigo nos cercando por todos os lados não deixando a nós saída alguma e pior, ainda nos afrontando em nosso ser, em nossas crenças e contra o nosso Deus que, pela sua graça e misericórdia, resolvemos seguir.
Assim se encontrava Israel, sem saída! A perspectiva boa naquele momento era uma morte rápida. O terror tomava conta de todos e o pavor da morte estava estampado em cada rosto.
Como todos sabemos a ressurreição de Cristo é o pilar de sustentação do cristianismo. Sem ressurreição, diz Paulo, “comamos e bebamos, porque amanhã morreremos” (I Co 15:32). Ele disse isso no capítulo 15 de Primeira aos Coríntios que fala, justamente, da ressurreição de Cristo.
Isaias também fala em “comamos e bebamos, porque amanhã morreremos” (Is 22:13), mas referindo-se ao povo de Jerusalém, por parte de alguns deles, que ao invés de se humilharem como pedia o Senhor, diante do exército de Senaqueribe que os ameaçava, resolveram fazer uma espécie de banquete de despedida, já que iriam morrer mesmo.
A sentença de morte estava sobre eles e por medo da morte ou para recepcioná-la uma vez que seria inevitável, resolveram banquetearem-se até a morte.
Do mesmo modo, Paulo, pelo Espírito Santo captou isso no povo que está escravo do pecado por medo da morte. Já que vamos mesmo morrer, por que conservarmos nossa fidelidade a Deus? Vamos comer! Vamos beber! Que venha a morte!
Paulo no capítulo 15 de I Coríntios destaca a importância vital da ressurreição de Cristo. Sem ela, não há cristianismo. Sem ela, do que adiantou eles lutarem contras as bestas feras e enfrentarem a sentença de morte dia após dia?
O medo da morte os escravizava à morte pelo fim da esperança, mas a ressurreição de Cristo nos liberta da morte para uma nova esperança em Cristo Jesus.
Eles estavam sem esperança e não criam numa saída, por isso se desesperaram da vida a ponto de quererem se entregar à morte como uma espécie de despedida, mas havia um socorro da parte de Deus para eles!
Ezequias foi buscar essa esperança com Isaias, com lágrimas, humilhando-se diante de seu Deus.
Em sua oração a Deus motivada pelo recebimento de uma carta com mais afrontas, ele a apresenta a Deus e começa a orar exaltando em primeiro lugar Deus como aquele que está assentado entre os querubins e que é o Deus de todos os reinos e que foi o que criou os céus, a terra e tudo o que neles há.
Em seguida, roga a Deus que peste atenção na afronta e na ousadia deste homem que não parece ter temor algum e cujo objetivo seria mesmo afrontar como se ele fosse o deus da terra.
Ele reconhece que os assírios foram instrumentos de Deus para juízo de muitas nações e que eles acabaram por fazer um importante papel eliminando e humilhando esses deuses das outras nações que não são deuses, antes objetos de adoração criados pelo próprio homem.
Finaliza sua oração pedindo um livramento da morte certa a fim de que todos os reinos da terra saibam que há um Senhor nos céus que ouve as nossas orações e que é fiel e guarda a sua aliança e exerce sua misericórdia e graça na vida daqueles que lhe são fieis, como Davi o foi.
Ele procurou pelo servo de Deus que lhe deu uma palavra profética em meio ao caos total da desgraça iminente ou da morte certa e já anunciada.
Senaqueribe não iria entrar na cidade, nem uma flecha se quer seria disparada contra Jerusalém e da mesma forma que veio, voltaria por causa de um rumor que lhe chegaria aos ouvidos o obrigando a partir imediatamente. E tem mais, lá em sua terra teria um encontro terrível com a morte!
Como falara o homem de Deus assim se sucedeu. Um anjo do Senhor, naquela mesma noite, feriu a 185.000 assírios e eles morreram obrigando Senaqueribe a voltar urgente para a Assíria e lá chegando, enquanto estava a adorar seu deus Nisroque que não é Deus, seus próprios filhos Adrameleque e Sarezer o feriram à espada matando-o. Seu outro filho Esar-Hadom reinou doravante em seu lugar.
Teria sido melhor para ele não ter afrontado ao Deus de Israel. Ai dos que contendem com o Senhor!
I Samuel 2:10 Os que contendem com o SENHOR são quebrantados; dos céus troveja contra eles. O SENHOR julga as extremidades da terra, dá força ao seu rei e exalta o poder do seu ungido.
Salmos 35:1 Contende, SENHOR, com os que contendem comigo; peleja contra os que contra mim pelejam.
Isaías 41:11 Eis que envergonhados e confundidos serão todos os que estão indignados contra ti; serão reduzidos a nada, e os que contendem contigo perecerão.
Isaías 49:25 Mas assim diz o SENHOR: Por certo que os presos se tirarão ao valente, e a presa do tirano fugirá, porque eu contenderei com os que contendem contigo e salvarei os teus filhos.
Jeremias 18:19 Olha para mim, SENHOR, e ouve a voz dos que contendem comigo.
Melhor e mais fácil não contender com o Senhor, por que quem somos nós para irmos contra aquele que nos dá a vida?
II Re 19:1 E aconteceu que, tendo Ezequias ouvido isto,
            rasgou as suas vestes, e se cobriu de saco,
                        e entrou na casa do SENHOR.
            II Re 19:2 Então enviou a Eliaquim, o mordomo, e a Sebna,
                        o escrivão, e os anciãos dos sacerdotes, cobertos de sacos,
                                   ao profeta Isaías, filho de Amós.
            II Re 19:3 E disseram-lhe:
                        Assim diz Ezequias: Este dia é dia de angústia, de
                                   vituperação e de blasfêmia; porque os filhos chegaram
                                               ao parto, e não há força para dá-los à luz.
                        II Re 19:4 Bem pode ser que o SENHOR teu Deus ouça
                                   todas as palavras de Rabsaqué, a quem enviou o seu
                                   senhor, o rei da Assíria, para afrontar o Deus vivo,
                                   e para vituperá-lo com as palavras que o SENHOR
                                               teu Deus tem ouvido; faze, pois, oração pelo
                                                           restante que subsiste.
II Re 19:5 E os servos do rei Ezequias foram a Isaías.
            II Re 19:6 E Isaías lhes disse:
                        Assim direis a vosso senhor:
                                   Assim diz o SENHOR:
                        Não temas as palavras que ouviste, com as quais os servos do
                                   rei da Assíria me blasfemaram.
                        II Re 19:7 Eis que porei nele um espírito, e ele ouvirá um
                                   rumor, e voltará para a sua terra;
                                               à espada o farei cair na sua terra.
            II Re 19:8 Voltou, pois, Rabsaqué, e achou o rei da Assíria pelejando
                        contra Libna, porque tinha ouvido que o rei
                                   havia partido de Laquis.
            II Re 19:9 E, ouvindo ele dizer de Tiraca, rei da Etiópia:
                        Eis que saiu para te fazer guerra; tornou a enviar mensageiros
                                   a Ezequias, dizendo:
                        II Re 19:10 Assim falareis a Ezequias, rei de Judá:
                                   Não te engane o teu Deus, em quem confias, dizendo:
                                   Jerusalém não será entregue na mão do rei da Assíria.
                        II Re 19:11 Eis que já tens ouvido o que fizeram os reis da
                                   Assíria a todas as terras, destruindo-as totalmente;
                                               e tu, te livrarás?
                        II Re 19:12 Porventura as livraram os deuses das nações,
                                   a quem meus pais destruíram, como a Gozã, a Harã,
                                               a Resefe, e aos filhos de Éden,
                                                           que estavam em Telassar?
                        II Re 19:13 Que é feito do rei de Hamate, do rei de Arpade,
                                   e do rei da cidade de Sefarvaim, Hena e Iva?
            II Re 19:14 Recebendo, pois, Ezequias as cartas das mãos dos
                        mensageiros e lendo-as, subiu à casa do SENHOR;
                                   e Ezequias as estendeu perante o SENHOR.
            II Re 19:15 E orou Ezequias perante o SENHOR e disse:
                        O SENHOR Deus de Israel, que habitas entre os querubins,
                        tu mesmo, só tu és Deus de todos os reinos da terra;
                                    tu fizeste os céus e a terra.
                        II Re 19:16 Inclina, SENHOR, o teu ouvido, e ouve;
                                   abre, SENHOR, os teus olhos, e olha;
                                               e ouve as palavras de Senaqueribe,
                                               que enviou a este, para afrontar o Deus vivo.
                        II Re 19:17 Verdade é, ó SENHOR, que os reis da Assíria
                                   assolaram as nações e as suas terras.
                        II Re 19:18 E lançaram os seus deuses no fogo;
                                   porquanto não eram deuses, mas obra de mãos de
                                   homens, madeira e pedra; por isso os destruíram.
                        II Re 19:19 Agora, pois, ó SENHOR nosso Deus,
                                   te suplico, livra-nos da sua mão;
                                               e assim saberão todos os reinos da terra
                                                           que só tu és o SENHOR Deus.
            II Re 19:20 Então Isaías, filho de Amós, mandou dizer a Ezequias:
                        Assim diz o SENHOR Deus de Israel:
                                   O que me pediste acerca de Senaqueribe,
                                               rei da Assíria, ouvi.
                                   II Re 19:21 Esta é a palavra que o SENHOR
                                               falou dele: A virgem, a filha de Sião,
                                               te despreza, de ti zomba; a filha de
                                               Jerusalém meneia a cabeça por detrás de ti.
                                   II Re 19:22 A quem afrontaste e blasfemaste?
                                   E contra quem alçaste a voz e ergueste os teus olhos
                                               ao alto? Contra o Santo de Israel?
                                   II Re 19:23 Por meio de teus mensageiros afrontaste
                                               o Senhor, e disseste:
                                   Com a multidão de meus carros subi ao alto dos
                                               montes, aos lados do Líbano, e cortarei os
                                               seus altos cedros e as suas mais formosas
                                               faias, e entrarei nas suas pousadas extremas,
                                                           até no bosque do seu campo fértil.
                        II Re 19:24 Eu cavei, e bebi águas estranhas;
                                   e com as plantas de meus pés sequei
                                               todos os rios do Egito.
                        II Re 19:25 Porventura não ouviste que já dantes fiz isto,
                                   e já desde os dias antigos o planejei?
                        Agora, porém, o fiz vir, para que fosses tu que reduzisses
                                   as cidades fortificadas a montões desertos.
                        II Re 19:26 Por isso os moradores delas, com pouca força,
                                   ficaram pasmados e confundidos; eram como a erva do
                                   campo, e a hortaliça verde, e o feno dos telhados,
                                               e o trigo queimado, antes de amadurecer.
                        II Re 19:27 Porém o teu assentar, e o teu sair e o teu entrar,
                                   e o teu furor contra mim, eu o sei.
                        II Re 19:28 Por causa do teu furor contra mim,
                                   e porque a tua revolta subiu aos meus ouvidos,
                                   portanto porei o meu anzol no teu nariz e o meu freio
                                               nos teus lábios, e te farei voltar
                                                           pelo caminho por onde vieste.
                        II Re 19:29 E isto te será por sinal; este ano se comerá
                                   o que nascer por si mesmo, e no ano seguinte o que daí
                                               proceder; porém, no terceiro ano semeai
                                               e segai, plantai vinhas, e comei os seus frutos.
                        II Re 19:30 Porque o que escapou da casa de Judá, e restou,
                        tornará a lançar raízes para baixo, e dará fruto para cima.
                        II Re 19:31 Porque de Jerusalém sairá o restante,
                                   e do monte Sião o que escapou; o zelo do SENHOR
                                               dos Exércitos fará isto.
            II Re 19:32 Portanto, assim diz o SENHOR
                        acerca do rei da Assíria:
                                   Não entrará nesta cidade, nem lançará nela flecha
                                   alguma; tampouco virá perante ela com escudo,
                                               nem levantará contra ela trincheira alguma.
                        II Re 19:33 Pelo caminho por onde vier, por ele voltará;
                                   porém nesta cidade não entrará, diz o SENHOR.
                        II Re 19:34 Porque eu ampararei a esta cidade, para a livrar,
                                   por amor de mim e por amor do meu servo Davi.
II Re 19:35 Sucedeu, pois, que naquela mesma noite
            saiu o anjo do SENHOR, e feriu no arraial dos assírios
                        a cento e oitenta e cinco mil deles;
                        e, levantando-se pela manhã cedo, eis que todos eram cadáveres.
            II Re 19:36 Então Senaqueribe, rei da Assíria, partiu, e se foi,
                        e voltou e ficou em Nínive.
            II Re 19:37 E sucedeu que, estando ele prostrado na casa de Nisroque,
                        seu deus, Adrameleque e Sarezer, seus filhos,
                                   o feriram à espada;
                                   porém eles escaparam para a terra de Ararate;
                                               e Esar-Hadom,
                                                           seu filho, reinou em seu lugar.
Que ruína na vida deste homem Senaqueribe que seus próprios filhos conspiraram contra ele para tomarem o seu reino e assumir o poder de governar a Assíria.
Dois filhos o mataram e um terceiro reinou em seu lugar. Há poucos instantes estava ele cercando e zombando de Jerusalém. É deus quem nos livra do inimigo e permite que vivamos mais um tempo para sua glória, honra e louvor.
Ezequias foi livrado dos Assírios diante da morte certa e iminente porque buscou a Deus, se humilhou, ouviu o homem de Deus e apresentou a Deus a sua oração, ou seja, ele confiou piamente em Deus para o socorrer.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 396 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.