terça-feira, 1 de julho de 2014

II Reis 16:1-20 - ACAZ, REI DE JUDÁ, UM DESASTRE PARA A NAÇÃO

Nós estamos aqui:
Parte II: A MONARQUIA DIVIDIDA - I Reis 12:1 a II Reis17:41.
O. Em Judá (750-715 a.C.): Jotão e Acaz 15: 32 - 16:20 - continuação.
Esta é a parte “O” que vai de “A” até “Q”. O historiador agora está de volta para Judá e vai descrever a história de mais dois reis: 1. Jotão. 2. Acaz.
2. Acaz de Judá (735-715 a.C.): 16: 1 – 20.
Neste capítulo, veremos o reinado e a história desse perverso rei Acaz que ao contrário de seu pai, Jotão, e de seus antepassados, Davi, perpetuou a idolatria em Judá, chegando a colocar um altar pagão no templo em Jerusalém.
Tendo morrido seu pai, Jotão, passou a reinar em seu lugar, seu filho Acaz. Provavelmente, também, Acaz tenha sido corregente com seu pai, no início de seu reinado. O ano era o 17º do reinado de Peca, filho de Remalias. Quando começou a reinar tinha 20 anos e reinou por 16 anos em Jerusalém.
Como nas demais citações de outros reis, neste caso, o autor não revela o nome de sua mãe, como de costume. E dos reis de Judá, este é um dos 12, do total de 20 reis em Judá, que não fizeram o que era reto diante de Deus como fora os seus pais.
A opção de Acaz foi andar nos caminhos de que andaram os reis de Israel, chegando ao cúmulo de sacrificar seu próprio filho como sacrifício, conforme as abominações dos gentios que o Senhor tinha lançado fora de diante dos filhos de Israel. Além disso, ainda sacrificou e queimou incenso nos altos e nos outeiros, como ainda debaixo de toda árvore frondosa.
Conforme a BEG, o pecado de Jeroboão I – I Re 12:26-33 -, perpetuado por todos os reis subsequentes de Israel, foi a criação de sua própria religião, que prescrevia a adoração em Betel e Dã em vez de Jerusalém. A tristeza aqui é ver a rejeição dos caminhos do Senhor para tentar alcançá-lo ao seu próprio jeito. Sinceramente, nem faz isso sentido algum.
Esses locais de adoração no norte se tornaram canais para práticas e crenças religiosas pagãs no Reino do Norte. Do mesmo modo, Acaz introduziu um altar estrangeiro em Jerusalém e, como Jeroboão I, oficiou os sacrifícios iniciais nesse novo altar – vs 10-13; I Re 12:32-33. Simplesmente, Acaz desprezou tudo o que seus pais ensinaram a ele e optou pelos maus caminhos proibidos por Deus, conforme se fazia em Israel.
Quanto à atrocidade do sacrifício de crianças, era praticada por algumas das nações vizinhas de Judá, mas esse ritual hediondo era proibido pela Torá – Lv 18:21; Dt 18:10; II Re 3:27. No entanto, Acaz não foi o único rei de Judá a sacrificar seu próprio filho – 17:17; 21:6; 23:10; Jr 7:31; 32:35. A intenção disso era sempre a mesma, ou seja, obter mais poder, mais força e agradar uma divindade por troca de favores com ela. Eu faço isso para ela e ela faz isso para mim.
Judá, destarte, estava se tornando indistinguível de Israel e das nações que Deus havia expulsado para que seu povo pudesse habitar na terra. Tornou-se não em exemplo para as demais nações, mas invejosa das outras nações.
Acaz foi atacado por Rezim, rei da Síria, Peca, rei de Israel, mas conseguiu se safar deles. O profeta Isaias interferiu nessa crise, aconselhando o indeciso Acaz a confiar no Senhor – Is 7:1-17.
Obteve ajuda de Tiglate-Pileser, rei da Assíria, em troca de ouro e prata que se achavam na Casa do Senhor e nos tesouros da casa do rei. Este aceitou os presentes e atacou a Damasco, matou seu rei Rezim, tomou-a e levou cativo o seu povo para Quir. Essa destruição da Síria foi em cumprimento às profecias de Isaias – Is 7:16 e do profeta Amós – Am 1:5.
Depois disso, foi Acaz para Damasco para se encontrar com o rei da Assíria, Tiglate-Pileser e viu ali um altar que fez questão de copiar e imitar. Urias, o sacerdote fez exatamente como lhe pedira Acaz e ao retornar já estava pronto, onde pode fazer seus sacrifícios e usar o altar de bronze que havia sido removido de seu local para práticas de adivinhações.
Acaz, simplesmente, não somente foi idólatra e praticou abominações terríveis, como por exemplo o sacrifício de seu próprio filho, mas foi além, pervertendo e corrompendo o verdadeiro culto do templo, mudando seus costumes e práticas.
Acaz finalmente morreu e foi sepultado junto a seus pais, na cidade de Davi e seu filho, Ezequias reinou em seu lugar.
II Re 16:1 No ano dezessete de Peca, filho de Remalias,
            começou a reinar Acaz, filho de Jotão, rei de Judá.
            II Re 16:2 Tinha Acaz vinte anos de idade quando começou a reinar,
                        e reinou dezesseis anos em Jerusalém, e não fez o que era reto
                                   aos olhos do SENHOR seu Deus, como Davi,
                                               seu pai.
                        II Re 16:3 Porque andou no caminho dos reis de Israel,
                                   e até a seu filho fez passar pelo fogo, segundo as
                                   abominações dos gentios que o SENHOR lançara
                                               fora de diante dos filhos de Israel.
            II Re 16:4 Também sacrificou, e queimou incenso nos altos
                        e nos outeiros, como também debaixo de todo o arvoredo.
            II Re 16:5 Então subiu Rezim, rei da Síria, com Peca,
                        filho de Remalias, rei de Israel, a Jerusalém, para pelejar;
                                   e cercaram a Acaz, porém não o puderam vencer.
            II Re 16:6 Naquele mesmo tempo Rezim, rei da Síria,
                        restituiu Elate à Síria, e lançou fora de Elate os judeus;
                        e os sírios vieram a Elate, e habitaram ali até ao dia de hoje.
            II Re 16:7 E Acaz enviou mensageiros a Tiglate-Pileser,
                        rei da Assíria, dizendo:
                        Eu sou teu servo e teu filho; sobe, e livra-me das mãos do rei
                                    da Síria, e das mãos do rei de Israel,
                                               que se levantam contra mim.
            II Re 16:8 E tomou Acaz a prata e o ouro que se achou na casa do
                        SENHOR, e nos tesouros da casa do rei, e mandou um
                                   presente ao rei da Assíria.
            II Re 16:9 E o rei da Assíria lhe deu ouvidos; pois o rei da Assíria
                        subiu contra Damasco, e tomou-a e levou cativo o povo para
                                   Quir, e matou a Rezim.
            II Re 16:10 Então o rei Acaz foi a Damasco, a encontrar-se com
                        Tiglate-Pileser, rei da Assíria; e, vendo um altar que estava em
                                   Damasco, o rei Acaz enviou ao sacerdote Urias
                        o desenho e o modelo do altar, conforme toda a sua feitura.
            II Re 16:11 E Urias, o sacerdote, edificou um altar conforme tudo o
                        que o rei Acaz lhe tinha enviado de Damasco;
                                   assim o fez o sacerdote Urias, antes que o rei Acaz
                                               viesse de Damasco.
            II Re 16:12 Vindo, pois, o rei de Damasco, viu o altar;
                        e o rei se chegou ao altar, e sacrificou nele.
            II Re 16:13 E queimou o seu holocausto, e a sua oferta de alimentos,
                        e derramou a sua libação, e espargiu o sangue dos seus
                                   sacrifícios pacíficos sobre o altar.
            II Re 16:14 Porém o altar de cobre, que estava perante o SENHOR,
                        ele tirou de diante da casa, de entre o seu altar e a casa do
                        SENHOR, e pô-lo ao lado do altar, do lado do norte.
            II Re 16:15 E o rei Acaz ordenou a Urias, o sacerdote, dizendo:
                        Queima no grande altar o holocausto da manhã,
                                   como também a oferta de alimentos da noite,
                                   o holocausto do rei e a sua oferta de alimentos,
                                   e o holocausto de todo o povo da terra, a sua oferta de
                                   alimentos, as suas ofertas de bebidas e todo o sangue
                                   dos holocaustos, e todo o sangue dos sacrifícios
                                   espargirás nele; porém o altar de cobre será para mim,
                                               para nele inquirir.
            II Re 16:16 E fez Urias, o sacerdote, conforme tudo
                        quanto o rei Acaz lhe ordenara.
            II Re 16:17 E o rei Acaz cortou as cintas das bases,
                        e de cima delas tomou a pia, e tirou o mar de sobre os bois de
                                   cobre, que estavam debaixo dele, e pô-lo sobre um
                                               pavimento de pedra.
            II Re 16:18 Também a coberta que, para o sábado,
                        edificaram na casa, e a entrada real externa, retirou da casa do
                                   SENHOR, por causa do rei da Assíria.
            II Re 16:19 Ora, o mais dos atos de Acaz e o que fez,
            porventura não está escrito no livro das crônicas dos reis de Judá?
            II Re 16:20 E dormiu Acaz com seus pais, e foi sepultado junto a seus
                        pais, na cidade de Davi;
                                   e Ezequias, seu filho, reinou em seu lugar.
Acaz foi um péssimo exemplo de rei que começou seu reinado ainda jovem, com apenas 20 anos e reinou por 16, sendo depois substituído por seu filho Ezequias. Viveu ao todo 36 anos, mas foi esse exemplo, como já dito, do que não se pode imitar, nem copiar, nem se fazer.
Infelizmente, enquanto estivermos nessa vida teremos muitos Acaz em nossos caminhos e pior na posição de autoridade máxima, apenas sendo instrumento do maligno para destruição e ruina de todos.
Isso acontece por causa dos limites da graça e da misericórdia de Deus terem atingido o grau máximo de tolerância. O surgimento de Acaz em Judá era um prenúncio do que estava por vir para Judá em breve, se não se arrependessem. O fato é que não se arrependerão e serão levados cativos. Veremos isso mais à frente.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 399 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.