segunda-feira, 14 de abril de 2014

I Samuel 15:1-35 - Saul fracassou ao rejeitar o Senhor

Encerraremos agora, neste capítulo, a segunda parte de nossa divisão de I e II Samuel: II. SAMUEL E SAUL: A ASCENSÃO DE SAUL E SEU REINO FRACASSADO – 8:1 A 15:35 e, dentro dela, também encerraremos agora a sua segunda subparte: B. O reino fracassado de Saul – 13:1 a 15:35.
Para melhor compreensão, também dividimos essa subparte B em 4 seções: 1. Saul é inicialmente rejeitado – 13:1-22 – já vista. 2. O caráter de Saul é exposto por Jônatas – 14:1-46 – já vista. 3. A interminável luta de Saul contra os filisteus – 14:47-52 – já vista 4. A rejeição definitiva de Saul – 15:1-35 – veremos agora e finalizaremos esta parte.
4. A rejeição definitiva de Saul – 15:1-35.
Ainda Samuel dá mais uma palavra profética a Saul, da parte de Deus, mas antes o  lembra de seu chamado que foi o Senhor quem o enviou a ungi-lo rei sobre Israel.
Deus se lembrou do que fez Amaleque a Israel e como tinha se oposto a eles no caminho quando subia do Egito e a hora do juízo era chegado para Amaleque e todos de seu povo.
O juízo de Deus contra Amaleque seria executado pelas mãos de Saul e as instruções eram claríssimas para que tudo que tivesse fôlego de vida, fosse destruído totalmente. Nem animais, nem mulheres, nem crianças deveriam ser poupados.
Essa questão do juízo de Deus é complexa. Ele pode exercer seu juízo sobre os humanos a qualquer tempo e de qualquer forma, por exemplo, um terremoto, um furacão, outro fenômeno da natureza, ou mesmo uma peste. E também pode usar outras nações para fazer isso.
Como seria o caso agora de usar do exército de Saul para cumprir seu juízo que era chegado na vida de Amaleque e de todas as suas coisas. Para exercer o seu juízo, porventura, Deus abandona sua justiça, seu amor e sua misericórdia? NUNCA! Jamais deixa Deus de ser justo em tudo o que faz ou permita que se faça debaixo do sol.
Ele, Deus, é o autor e o consumador de toda vida e a ele pertence todos nós. Se o juízo vem, pode ter certeza de que primeiramente a graça, a bondade, a misericórdia foram muito grandes e as oportunidades foram dadas para arrependimento.
Saul tinha apenas de ser esse instrumento de justiça de Deus e obedecer, no entanto, Saul teme o povo, seus olhos se desviam do principal, de Deus, e ele o rejeita e valoriza outras coisas e acaba fazendo o que não deveria nem poderia.
Ele até foi misericordiosos e justo com os queneus que estavam junto com ao amalequitas e os avisou para se debandarem. Ao saírem os queneus, ele ataca os amalequitas e os destrói completamente, no entanto, faltando novamente tão pouco para ser abençoado, resolve tomar umas atitudes descabidas e fora de propósitos.
A bênção de Saul teria sido muito grande, enorme e somente precisava manter firme os seu olhos no Senhor – Hb 12:2 – e obedecê-lo – vs 22,23. No entanto, Saul tinha um grave problema.
O coração de Saul nunca fora com o povo de Deus. seu interesse não eram as ovelhas. Antes, era orgulhoso, vaidoso, amante de si mesmo e fez a opção de seus olhos e não a opção de sua fé, por que a tinha abandonado. As consequências: a rejeição de Deus definitivamente a ele como rei de Israel.
Essa foi a sua segunda falha e rejeição que acabou confirmando para sempre, não o seu reinado, mas a sua derrota.
Depois das palavras duras de Samuel, ele ainda rasteja diante do profeta como querendo migalhas dele e implora que seja honrado na frente do povo. Novamente aqui os seus olhos não estão no Senhor, mas nas aparências e no engano. Samuel o despreza e sente dó de uma criatura que se tornou tão repugnante.
Em seu desespero acaba rasgando do manto de Samuel e este se vira lançando uma palavra profética apontando assim o fim de seu reinado: O SENHOR tem rasgado de ti hoje o reino de Israel, e o tem dado ao teu próximo, melhor do que tu.
I Sm 15:1 Então disse Samuel a Saul:
            Enviou-me o SENHOR a ungir-te rei sobre o seu povo, sobre Israel;
                        ouve, pois, agora a voz das palavras do SENHOR.
            I Sm 15:2 Assim diz o SENHOR dos Exércitos:
                        Eu me recordei do que fez Amaleque a Israel; como se lhe opôs
                                   no caminho, quando subia do Egito.
                        I Sm 15:3 Vai, pois, agora e fere a Amaleque;
                                   e destrói totalmente a tudo o que tiver, e não lhe
                                   perdoes; porém matarás desde o homem até à mulher,
                                   desde os meninos até aos de peito, desde os bois até às
                                               ovelhas, e desde os camelos até aos jumentos.
            I Sm 15:4 O que Saul convocou ao povo, e os contou em Telaim,
                        duzentos mil homens de pé, e dez mil homens de Judá.
I Sm 15:5 Chegando, pois, Saul à cidade de Amaleque, pôs emboscada no vale.
            I Sm 15:6 E disse Saul aos queneus:
                        Ide-vos, retirai-vos e saí do meio dos amalequitas,
                                   para que não vos destrua juntamente com eles,
                                   porque vós usastes de misericórdia com todos os filhos
                                               de Israel, quando subiram do Egito.
                        Assim os queneus se retiraram do meio dos amalequitas.
            I Sm 15:7 Então feriu Saul aos amalequitas desde Havilá
                        até chegar a Sur, que está defronte do Egito.
            I Sm 15:8 E tomou vivo a Agague, rei dos amalequitas;
                        porém a todo o povo destruiu ao fio da espada.
            I Sm 15:9 E Saul e o povo pouparam a Agague,
                        e ao melhor das ovelhas e das vacas, e as da segunda ordem,
                        e aos cordeiros e ao melhor que havia, e não os quiseram
                                   destruir totalmente; porém a toda a coisa vil
                                               e desprezível destruíram totalmente.
I Sm 15:10 Então veio a palavra do SENHOR a Samuel, dizendo:
            I Sm 15:11 Arrependo-me de haver posto a Saul como rei;
                        porquanto deixou de me seguir, e não cumpriu as minhas
                                   palavras. Então Samuel se contristou, e toda a noite
                                               clamou ao SENHOR.
            I Sm 15:12 E madrugou Samuel para encontrar a Saul pela manhã:
                        e anunciou-se a Samuel, dizendo:
            Já chegou Saul ao Carmelo, e eis que levantou para si uma coluna.
                        Então voltando, passou e desceu a Gilgal.
I Sm 15:13 Veio, pois, Samuel a Saul; e Saul lhe disse:
            Bendito sejas tu do SENHOR; cumpri a palavra do SENHOR. I
Sm 15:14 Então disse Samuel:
            Que balido, pois, de ovelhas é este aos meus ouvidos,
                        e o mugido de vacas que ouço?
I Sm 15:15 E disse Saul:
            De Amaleque as trouxeram; porque o povo poupou ao melhor das
                        ovelhas, e das vacas, para as oferecer ao SENHOR teu Deus;
                                   o resto, porém, temos destruído totalmente.
I Sm 15:16 Então disse Samuel a Saul:
            Espera, e te declararei o que o SENHOR me disse esta noite.
E ele disse-lhe:
            Fala.
I Sm 15:17 E disse Samuel:
            Porventura, sendo tu pequeno aos teus olhos, não foste por cabeça das
                        tribos de Israel? E o SENHOR te ungiu rei sobre Israel.
            I Sm 15:18 E enviou-te o SENHOR a este caminho, e disse:
                        Vai, e destrói totalmente a estes pecadores, os amalequitas,
                                   e peleja contra eles, até que os aniquiles.
                        I Sm 15:19 Por que, pois, não deste ouvidos à voz do
                                   SENHOR, antes te lançaste ao despojo,
                                   e fizeste o que parecia mau aos olhos do SENHOR?
I Sm 15:20 Então disse Saul a Samuel:
            Antes dei ouvidos à voz do SENHOR, e caminhei no caminho
                        pelo qual o SENHOR me enviou; e trouxe a Agague,
                                   rei de Amaleque, e os amalequitas destruí totalmente;
            I Sm 15:21 Mas o povo tomou do despojo ovelhas e vacas,
                        o melhor do interdito, para oferecer ao SENHOR teu Deus
                                   em Gilgal.
I Sm 15:22 Porém Samuel disse:
            Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios,
                        como em que se obedeça à palavra do SENHOR?
            Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar;
                        e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.
            I Sm 15:23 Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria,
                        e o porfiar é como iniqüidade e idolatria.
            Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR,
                        ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.
I Sm 15:24 Então disse Saul a Samuel:
            Pequei, porquanto tenho transgredido a ordem do SENHOR
                        e as tuas palavras;
                                   porque temi ao povo, e dei ouvidos à sua voz.
            I Sm 15:25 Agora, pois, rogo-te perdoa o meu pecado; e volta comigo,
                        para que adore ao SENHOR.
I Sm 15:26 Porém Samuel disse a Saul:
            Não voltarei contigo; porquanto rejeitaste a palavra do SENHOR,
                        já te rejeitou o SENHOR, para que não sejas rei sobre Israel.
            I Sm 15:27 E virando-se Samuel para se ir, ele lhe pegou pela orla da
                        capa, e a rasgou.
I Sm 15:28 Então Samuel lhe disse:
            O SENHOR tem rasgado de ti hoje o reino de Israel,
                        e o tem dado ao teu próximo, melhor do que tu.
            I Sm 15:29 E também aquele que é a Força de Israel
                        não mente nem se arrepende; porquanto não é um homem
                                   para que se arrependa.
I Sm 15:30 Disse ele então:
            Pequei; honra-me, porém, agora diante dos anciãos do meu povo,
                        e diante de Israel; e volta comigo, para que adore
                                   ao SENHOR teu Deus.
            I Sm 15:31 Então, voltando Samuel, seguiu a Saul;
                        e Saul adorou ao SENHOR.
I Sm 15:32 Então disse Samuel:
            Trazei-me aqui a Agague, rei dos amalequitas.
                        E Agague veio a ele animosamente; e disse Agague:
                                   Na verdade já passou a amargura da morte.
            I Sm 15:33 Disse, porém, Samuel:
                        Assim como a tua espada desfilhou as mulheres,
                                   assim ficará desfilhada a tua mãe entre as mulheres.
            Então Samuel despedaçou a Agague perante o SENHOR em Gilgal.
            I Sm 15:34 Então Samuel se foi a Ramá; e Saul subiu à sua casa,
                        a Gibeá de Saul.
            I Sm 15:35 E nunca mais viu Samuel a Saul até ao dia da sua morte;
                        porque Samuel teve dó de Saul.
E o SENHOR
            se arrependeu de haver posto a Saul rei sobre Israel.
Saul ainda vai permanecer no seu trono por um longo tempo, mas ele estava ali apenas por estar, pois Deus já tinha passado a sua vez para outro melhor do que ele que iria temer e tremer de sua palavra e iria honrá-lo.
Deus já estava levantando alguém da tribo de Judá. Particularmente acho que ele ainda nem havia nascido ou se já tinha nascido era apenas um bebê.
Que os nossos olhos não se acostumem com os aplausos, nem com o reconhecimento do povo. Que nossa busca por aprovação inclua, em primeiro lugar da fila de nossa plateia, o Senhor Deus Todo-Poderoso.
Saul ainda insiste com Samuel e roga perdão, mas não porque estava arrependido, mas porque queria aprovação do povo. Seu coração estava ficando podre e logo o Espírito de Deus o iria abandonar dando lugar a um outro espírito, maligno.
Samuel mesmo executa a justiça e põe ordem na casa ao eliminar Agague e matar o restante que foi tomado como despojo. Depois disso, nunca mais viu Samuel a Saul até a sua morte.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 59 dias para a Copa, sem álcool nos estádios.... também faltam 477 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.