terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Josué 16:1-10 – A PORÇÃO DE JOSÉ.

Estamos na segunda parte de nossa divisão proposta: A DISTRIBUIÇÃO DA TERRA PROMETIDA – 13:1 A 21:45. Essa segunda divisão principal do livro trata da ordem divina para distribuição da Terra Prometida entre as tribos.
Deus tinha orientado Josué na divisão inicial da terra e tinha também indicado que a mesma não deveria ser violada. Ele, Deus, ainda afirmara, logo no primeiro capítulo dessa divisão, que Josué estava velho e ainda havia muita terra a conquistar.
As divisões propostas para essa segunda divisão seguem a BEG e também a faremos em seis subpartes, onde já vimos no cap. 13, duas delas: A). A comissão divina para a divisão da terra – 13:1-7 (já vista) e B. O leste do Jordão – 13:8-33. Agora, estamos vendo a terceira subparte que ocupa seis capítulos: C). O Oeste do Jordão – 14:1 a 19:51.
C). O oeste do Jordão 14:1 a 19:51 – continuação.
Estes capítulos descrevem em detalhes a divisão do território entre as tribos a oeste do Jordão. Há uma correspondência de vocabulário entre 14:1 e 19:51, que marca o início e o fim dessa seção. Esse conteúdo também pode ser dividido em sete seções conforme propõe a BEG.
Começamos a vê-las, desde o capítulo 14: 1. Introdução – 14:1-5. 2; a porção especial concedida a Calebe – 14:6-15. Já vimos também: 3. A porção de Judá – 15:1-63. Hoje, veremos: 4. A porção de José – 16:1 – 17:18. 5. As porções das outras tribos – 18:1 – 19:48. 6. A porção especial concedida a Josué – 19:49,50. 7. Conclusão – 19:51.
3. A porção de José – 16:1 a 17:18
A herança de Efraim – 10:1-10
Diz a palavra de Deus que depois saiu a sorte dos filhos de José. A distribuição das terras estava seguindo um método que era o do sorteio – 14:2; 18:6, mas não está claro a sua metodologia se se fazia ou não uso do Urim e do Tumim, por exemplo, mas o fato é que a divisão não seguia métodos humanos de decisão.
Provérbios 16:33 A sorte se lança no regaço, mas do SENHOR procede toda a determinação. Provérbios 18:18 A sorte faz cessar os pleitos, e faz separação entre os poderosos.
Às vezes temos de tomar decisões e não é fácil saber o que se fazer. Eu criei para mim um método[1] baseado na Palavra de Deus e em reflexões e busca ao Senhor que de repente poderá auxiliar alguém quando estiver precisando saber o que fazer, mas não consegue se decidir.
Cada um esteja bem seguro de suas decisões, eu irei compartilhar a minha forma de tomada de decisões. Veja como:
Pela fé! Sim, pela fé... em meio a muitas dúvidas... Se não existirem dúvidas, não existirá a fé.
Fé sem dúvidas não é fé, mas certeza; no entanto, a fé é a certeza, mas não do fato (se não, não seria fé), mas das coisas que se esperam.
Fé sem dúvidas não é fé, mas convicção; no entanto, a fé é a convicção, mas não do fato (se não, não seria fé), mas de fatos que se não vêem.
Vejam o que diz Hebreus: Hebreus 11:1 Ora, a  é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.
Repetindo: a fé não é a certeza de coisas..., mas de coisas que se esperam; e a fé não é a convicção de fatos..., mas de fatos que se não vêem.
Seria ilusão minha tomar uma decisão de fé tendo a certeza e a convicção dos fatos... eu repito, isso não é fé! A fé opera em meio às dúvidas. O ambiente da fé é cheio de dúvidas.
No próximo capitulo, mostrarei mais de meu método que é composto de minhas doze vozes auxiliares que eu sempre uso nas minhas tomadas de decisões, por enquanto fiquemos com apenas essa introdução.
Js 16:1 Saiu depois a sorte dos filhos de José, desde o Jordão,
               na direção de Jericó, junto às águas de Jericó, para o oriente,
                              estendendo-se pelo deserto que sobe de Jericó
                                            pelas montanhas de Betel.
               Js 16:2 E de Betel vai para Luz, e passa ao termo dos arquitas,
                              até Atarote, Js 16:3 E desce do lado do ocidente ao termo de
                              Jafleti, até ao termo de Bete-Horom de baixo, e até Gezer,
                                            indo terminar no mar.
               Js 16:4 Assim alcançaram a sua herança os filhos de José,
                              Manassés e Efraim.
               Js 16:5 E foi o termo dos filhos de Efraim, segundo as suas famílias,
                              como se segue:
                              o termo da sua herança para o oriente era Atarote-Adar
                                            até Bete-Horom de cima;
                              Js 16:6 E sai este termo para o ocidente junto a Micmetá,
                                            desde o norte, e torna este termo para
                                                           o oriente até Taanate-Siló,
                                            e passa por ela desde o oriente a Janoa;
               Js 16:7 E desce desde Janoa a Atarote e a Naarate e toca em Jericó,
                              terminando no Jordão. Js 16:8 De Tapua vai este termo
                              para o ocidente ao ribeiro de Caná, terminando no mar;
                                            esta é a herança da tribo dos filhos de Efraim,
                                                           segundo as suas famílias,
               Js 16:9 Mais as cidades que se separaram para os filhos de Efraim
                              no meio da herança dos filhos de Manassés;
                                            todas aquelas cidades e as suas aldeias.
               Js 16:10 E não expulsaram aos cananeus que habitavam em Gezer;
                              e os cananeus habitam no meio dos efraimitas
                                            até ao dia de hoje; porém, sendo-lhes tributários.
Não expulsaram os cananeus – vs. 16! Essa e outras “não conquistas” fizeram com que a promessa nunca fosse concluída até o dia de hoje. Isso é um sinal claro que ainda há o que se cumprir e que não se cumprirá na era presente, mas no retorno do Messias, na sua segunda vinda a esta terra.




[1] Do livro do mesmo autor: CRESCENDO A FÉ, DIMINUI A DÚVIDA – Aprenda como controlar o nível da sua fé.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.