sábado, 15 de junho de 2013

Salmo 149: 1-22 - OS FIEIS LOUVAM A DEUS

Nós não fomos criados pelo Criador e abandonados em seu reino cósmico para sermos entregues a nós mesmos e vivermos como se nem existisse Deus. Se cremos no Criador, temos de crer na sua imanência, como na sua transcendência. Se não cremos, nosso pressuposto será outro e bem assim qualquer tipo de reflexão, mas não é este o nosso caso.
Cremos em Deus e que ele criou o universo inteiro e conosco interage embora nossos olhos não o possam ver. O fato de existirmos e interagirmos com o mundo por meio de nossos sentidos já é mais do que suficiente para percebermos que não estamos sós em nossa caminhada; nunca. Sentir a presença de Deus em seu mundo criado por ele deveria ser algo forte em nós.
Ao contemplarmos a sua criação e os seres criados portadores todos da imagem e da semelhança de Deus, deveríamos ter mais respeito. É por isso que salmos fala sempre de louvarmos ao Senhor porque ele já parte do pressuposto de que ele está conosco ainda que invisível.
Assim, devemos louvá-lo, cantar a ele pela manhã, adorá-lo, reconhecê-lo em nossos caminhos, regozijarmo-nos, alegrarmo-nos diante dele porque, a própria palavra responde, o Senhor se agrada de seu povo e os vestirá com a sua salvação.
Calvino em seu comentário de Salmos, na introdução deste diz que comparando este Salmo com os anteriores, e com o próximo, que é o último salmo, a única diferença é que, enquanto o autor do Salmo, seja ele quem for, até agora tem falado de um cuidado especial de Deus e da proteção de sua Igreja, em conexão com o governo providencial comum do mundo, aqui, neste, ele fala de seus benefícios para a Igreja exclusivamente. No próximo Salmo a menção será apenas feita do poder de Deus em geral.
Sl 149:1 Louvai ao SENHOR.
Cantai ao SENHOR
um cântico novo,
e o seu louvor na congregação dos santos.
Sl 149:2 Alegre-se Israel
naquele que o fez,
regozijem-se os filhos de Sião
no seu Rei.
Sl 149:3 Louvem o seu nome
com danças;
cantem-lhe o seu louvor
com tamborim e harpa.
Sl 149:4 Porque o SENHOR se agrada do seu povo;
ornará os mansos com a salvação.
Sl 149:5 Exultem os santos na glória;
alegrem-se nas suas camas.
Sl 149:6 Estejam na sua garganta
os altos louvores de Deus,
e espada de dois fios nas suas mãos,
Sl 149:7 Para tomarem vingança dos gentios,
e darem repreensões aos povos;
Sl 149:8 Para prenderem os seus reis com cadeias,
e os seus nobres com grilhões de ferro;
Sl 149:9 Para fazerem neles o juízo escrito;
esta será a glória de todos os santos.
Louvai ao SENHOR.

Jesus veio para salvar os homens e não para destruí-los. O caminho que estava bloqueado de acesso a Deus por causa do pecado, ele mesmo se fez pecado por nós e no cumprimento da justiça divina quebrou a barreira de separação entre Deus e os homens, venceu o pecado e permitiu, pelo seu sangue, nosso pleno acesso à presença do Pai.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.