sexta-feira, 14 de junho de 2013

Salmo 148: 1-14 - LOUVAI AO SENHOR...

Se você está interessado em aprender a louvar ao Senhor, e eu recomendo que você faça isso, então comece com este salmo que louva ao Senhor 14 vezes, em seus 14 versículos. Os salmistas sabiam o que era louvar ao Senhor, por isso que os salmos estão repletos de imperativos para louvarmos ao Senhor.
O louvor a Deus deve estar em nossos lábios para sempre e jamais deverá se afastar dele um segundo sequer de nossas vidas. Louvar ao Senhor deve ser mais forte do que qualquer coisa em nossas vidas, tanto como é o ato de respirar que mal aguentamos ficar sem inspirar e expirar por questões de segundos.
Neste belo salmo todos estão sendo convidados a louvarem ao Senhor, inclusive as coisas não animadas como o céu, a terra, a natureza, o mar e tudo o que neles há. É engraçado você se dirigir aos céus e a terra, ao mar e à natureza para louvar ao Senhor. Experimente dizer: - vento que está soprando neste lugar agora, ouça-me, louve ao Senhor! Se estiver chovendo, fale a chuva, aos raios e aos trovões e faça uma grande convocação de todos para louvarem ao Senhor.
Por que devemos louvá-lo? A palavra mesmo diz que somente ele é exaltado e sua glória está em todo lugar, porque ele criou todas as coisas e tudo tem, portanto, seu registro, sua assinatura de artista que está em cada obra criada. Ignorar a Deus e não louvá-lo é quase que uma afronta e o máximo de desprezo àquele que pela sua graça permite que respiremos esse ar e vivamos para sua glória.
Nossos problemas não devem ser maiores do que nosso Deus e sempre que assim os tratamos estamos sendo idólatras e desprezando o único que nos pode gerar a vida e o amor. O homem e a mulher foram as últimas coisas a serem criadas no universo e as únicas que levaram a sua imagem e a sua semelhança, e você sabe o porquê?
Para que nós agora refletíssemos em cada um de nós a sua imagem e a sua semelhança aqui no universo criado e continuássemos a sua obra, não a da criação, encerrada por ele e nele, mas a da gerência dela por meio do domínio que ele nos deu sobre todas as coisas aqui na terra. Tudo é nosso e nós de Cristo e Cristo de Deus, em perfeita unidade, como eram e é para sempre unos o Pai, o Filho e o Espírito Santo de Deus.
Calvino em seu comentário, um sua introdução apenas disse:
Mais eficazmente para expressar o quão digno Deus deve ser louvado em seu trabalho, ele invoca todas as criaturas de cima para baixo para cantar seus grandes feitos. Ele começa com os anjos, mas imediatamente passa a abordar a criação bruta e elementos animados/inanimados, intimando, que não há parte do mundo em que os louvores de Deus não devem ser ouvidos, na medida em que ele em todos os lugares dá prova de seu poder, da bondade, e da sua sabedoria. Ele então vem falar de homens, a quem Deus constituiu o arauto apropriado de seus louvores neste mundo. Mas, como a parte incrédula deles está cega à consideração das obras de Deus, e estúpida em seus louvores, o salmista apela aos filhos de Israel, que foram privilegiados com uma descoberta especial de Deus, como principais testemunhas.
Aleluias!
Sl 148:1 Louvai ao SENHOR.
Louvai ao SENHOR
desde os céus,
louvai-o nas alturas.
Sl 148:2 Louvai-o,
todos os seus anjos;
louvai-o, todos os seus exércitos.
Sl 148:3 Louvai-o,
sol e lua; louvai-o,
todas as estrelas luzentes.
Sl 148:4 Louvai-o,
céus dos céus,
e as águas que estão sobre os céus.
Sl 148:5 Louvem o nome do SENHOR,
pois mandou,
e logo foram criados.
Sl 148:6 E os confirmou eternamente para sempre,
e lhes deu um decreto que não ultrapassarão.
Sl 148:7 Louvai ao SENHOR
desde a terra:
vós, baleias, e todos os abismos;
Sl 148:8 Fogo e saraiva,
neve e vapores,
e vento tempestuoso que executa a sua palavra;
Sl 148:9 Montes e todos os outeiros,
árvores frutíferas e todos os cedros;
Sl 148:10 As feras e todos os gados,
répteis e aves voadoras;
Sl 148:11 Reis da terra e todos os povos,
príncipes e todos os juízes da terra;
Sl 148:12 Moços e moças, velhos e crianças.
Sl 148:13 Louvem o nome do SENHOR,
pois só o seu nome é exaltado;
a sua glória está sobre a terra e o céu.
Sl 148:14 Ele também exalta
o poder do seu povo,
o louvor de todos os seus santos,
dos filhos de Israel,
um povo que lhe é chegado.
Louvai ao SENHOR.

Louvemos ao Senhor hoje e sempre! Seja o seu respirar, cada vez que inspirar um ato de glorificação ao Deus que tudo fez tão bem e tudo rege tão bem. Em breve, amados, muito em breve, aquele que está por vir, virá! Força! Go ahead!!!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.