quinta-feira, 9 de agosto de 2012

JAMAIS DESISTA DE SEUS SONHOS – VOCÊ PODE!

Pense em escrever um livro apenas com o piscar de teus olhos, sendo para “sim”, uma piscada e para “não, duas piscadas, enquanto letras são faladas diante de você para poder escolhê-las.
Imagine o tempo despendido, o trabalho, as dificuldades, o progresso lento, o desgaste, os erros, as sucessivas tentativas até se conseguir se expressar.
Ao invés de você ficar se remoendo e se contorcendo em sua dor e problema como se o mundo tivesse se acabado e fosse o fim de tudo, veja, por exemplo, o caso de Jean-Dominique Bauby (23 de abril de 1952 – 9 de março de 1997), um conhecido jornalista e escritor francês, editor da revista de moda Elle - revista feminina de moda francesa - durante vários anos.
Ele, no dia 8 de dezembro de 1995, aos 43 anos de idade, Bauby sofreu um grave acidente vascular cerebral e entrou em coma. Ao acordar, 20 dias depois, no Hospital Marítimo de Berck-sur-Mer, descobriu que perdera a capacidade de se movimentar e de falar; podia apenas piscar o olho esquerdo.
Em seguida, a pálpebra do olho direito foi "obliterada" (amarrada) para não infeccionar. Em tal rara condição, conhecida como síndrome do encarceramento, os movimentos do corpo inteiro são paralisados, mas as faculdades mentais se mantêm perfeitas. Bauby também perdeu 27kg nas primeiras 20 semanas após o AVC.
Apesar de sua condição física, Bauby escreveu o livro O ESCAFANDRO E A BORBOLETA com um método desenvolvido por sua fonoaudióloga: enquanto letras do alfabeto eram recitadas lentamente na ordem decrescente de freqüência na língua francesa, o paciente piscava a pálpebra esquerda quando a letra que queria era dita.
Assim, ele "ditava" à pessoa que tomava notas todo o livro, não apenas palavra por palavra, mas ainda letra por letra. A partir de algum tempo, a assistente já deduzia palavras e frases inteiras com as primeiras poucas letras. Bauby teve de compor e editar o livro inteiramente em sua cabeça.
O livro foi publicado na França em 1997. Bauby morreu apenas dez dias depois, em conseqüência de uma pneumonia. Ele foi enterrado no jazigo de família no Cemitério Père-Lachaise em Paris.Deixou dois filhos: Théophile e Céleste. Hortense, a terceira filha é fictícia. (fonte: wikipedia – adaptado).
Este homem, na verdade, decidiu não ter pena de si mesmo nem viver em lamurias, lamentos e dores como se fosse o homem mais amaldiçoado da terra, antes, foi um vencedor que com garra e muita fé foi capaz de deixar um legado para a humanidade.
Por isso, me amigo, e  irmão em Cristo JAMAIS DESISTA! Não entregue os pontos à morte, ao desespero e às circunstâncias das quais não somos administradores, mas nelas, honre e glorifique o Criador com o que você tem e ele te honrará!
A Deus toda glória! – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

2 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.