domingo, 9 de janeiro de 2011

Faltam 838 dias! Meu propósito: Inicio: 31/07/10. Fim: 26/04/13.

 

TEMA: A Ressurreição de Cristo em João 2 – Jo 20-1:18

 

Jesus ressuscitou dos mortos. Ressuscitou num Jardim. O Jardim do Getsêmani, no Monte das Oliveiras. No jardim cujo nome significa a prensa do azeite. Jesus foi realmente moido por nossos pecados.

 

Conforme relato de João, Maria Madalena foi a primeira a chegar no sepulcro, mas a pedra que guardava a entrada ao túmulo onde Jesus deveria estar tinha sido removida do lugar.

 

Quando Jesus iniciou seu ministério seu primeiro milagre foi em uma festa de casamento onde, talvez, por descuido, faltou vinho e isso seria um motivo de vergonha para os que promoviam a festa.

 

Foi Maria, a mãe de Jesus quem procurou Jesus e disse-lhe que estava faltando vinho e aos serventes disse: fazei tudo o que ele mandar. Ela parece que até sabia o que Jesus iria fazer. Aquele primeiro milagre, fantástico, da transformação da água em vinho, fisicamente se fosse projetado, envolveria uma quantidade de energia tão grande que nem ainda hoje, tecnologicamente, seríamos capazes de processar.

 

Depois da realização deste milagre, ele se depara com vendedores no templo que irreverentemente comercializavam coisas transformando a casa de seu Pai em casa de vendas. Ele os expulsou e houve ali discussões e Jesus, tomado pelo Espírito Santo, declarou, quando provocado a mostrar sinais, que se derrubasse o templo ele, em três dias, o reedificaria. Óbvio que falava de seu próprio corpo que logo mais iria ressuscitar.

 

O primeiro evento foi um milagre o qual simboliza que Jesus estava vindo para transformar a antiga ordem das coisas (a água para a purificação e o templo de Herodes) simbolizada pela pelas talhas de pedra com água, utilizadas para o ritual da purificação (Jo 2:6), pela nova ordem, por meio de Jesus Cristo – o vinho representa a vida eterna no Reino de Deus (2 Co 5:17); é o vinho da salvação (Is 25:6-9).

 

O segundo evento foi a purificação do templo sendo providenciada imediatamente depois do primeiro milagre. Isso dá a entender que Jesus estava chegando com a sua nova ordem onde o templo de pedra seria substituido pelo próprio Senhor, o templo vivo. Por isso que ele disse que ao ser destruido o templo antigo, o novo seria reconstruído em três dias. Ele estava falando de sua ressurreição.

 

A antiga ordem (a água da purificação e o templo de Herodes) estava sendo substituída pela nova ordem ( o vinho novo – representando a vida eterna por meio de seu sangue e o novo templo, isto é, o seu proprio corpo – Ap 21:22).

 

Maria Madalena ficou desesperada e correu na direção dos demais discípulos e encontrou João e Pedro e a ambos relatou o fato da pedra removida. Sua grande questão e preocupação era com o corpo de Jesus: o que teriam feito com ele? Ela mesma ainda não tinha compreendido as Escrituras de que Cristo morreria e ao terceiro dia ressuscitaria.

 

A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.