terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Faltam 836 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10).

TEMA: A Ressurreição de Cristo em João 4 – Jo 20-1:18
 
Como prometido ontem, apresento a curiosidade sobre o Salmo 118:
 
A Bíblia possui 1189 capítulos. Antes do salmo 118, que é o capítulo central da Bíblia, há 594 capítulos e depois do salmo 118, há 594 capítulos. Logo o Salmo 118 é o capítulo central da Bíblia. O Salmo 117 é o menor capítulo da Bíblia, com somente 2 versículos e o Salmo 119, o maior capítulo, com 176 versículos. Já o versículo central da Bíblia é Salmo 118:8. O conteúdo deste versículo central é “é melhor confiar em Deus do que nos homens”. O versículo seguinte quase é uma repetição do anterior “é melhor confiar em Deus do que nos príncipes”. Repare: Salmo 118:8 e 118:9 com 1189 capítulos ou com 594+594 = 1188.
 
Creio que Deus permitiu o erro gregoriano em nosso calendário para ficar estampado ao homem quem ele é: falível, pecador, carente da graça de Deus. A ressurreição de Cristo é o pilar de sustentação do cristianismo. Sem ressurreição, diz Paulo, “comamos e bebamos, porque amanhã morreremos” (I Co 15:32), no capítulo que fala da ressurreição de Cristo.
 
Isaias também fala em “comamos e bebamos, porque amanhã morreremos” (Is 22:13), mas referindo-se ao povo de Jerusalém que ao invés de se humilharem como pedia o Senhor, diante do exército de Senaqueribe que os ameaçava, resolveram fazer uma espécie de banquete de despedida, já que iriam morrer mesmo.
 
A sentença de morte estava sobre eles e por medo da morte ou para recepcioná-la uma vez que seria inevitável, resolveram banquetearem-se até a morte. Do mesmo modo, Paulo, pelo Espírito Santo captou isso no povo que está escravo do pecado por medo da morte. Já que vamos mesmo morrer, por que conservarmos nossa fidelidade a Deus? Vamos comer! Vamos beber! Que venha a morte!
 
Paulo no capítulo 15 de I Corintios destaca a importância vital da ressurreição de Cristo. Sem ela, não há cristianismo. Sem ela, do que adiantou eles lutarem contras as bestas feras e enfrentarem a sentença de morte dia após dia?
 
A ressurreição de Cristo foi o maior evento na história desde que o homem foi criado. A ressurreição de Cristo matou a morte! A morte que a todos colocava um fim, agora recebia o seu fim. Tem até um livro com um título engraçado, chamado de  A MORTE DA MORTE NA MORTE DE CRISTO, obra de John Owen, escritor e teólogo reformado, publicada em 1647.
 
Vai ser tão glorioso o dia em que finalmente a morte será tragada e não haverá mais espaço para ela pois os seus dias chegaram ao fim. Tudo tem seu tempo certo para que se cumpram os propósitos de Deus na vida de todos nós. Um dia não haverá mais choro, nem pranto, nem ranger de dentes para os que estão no Senhor, pois ‘tragada foi a morte pela vitória’ (I Co 15:54). Aleluias!
 
Volto a ressaltar o valor dessa mulher incrível com sua alta sensibilidade e percepção. Repito: ela foi a primeira a ver a pedra removida, o sepulcro vazio, os lençois que envolviam tanto o corpo quanto a cabeça, a chamar os outros discípulos, a segui-los para ver o que aconteceria. Maria Madalena a mulher estava ali mais presente e crente que qualquer um dos discípulos.
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.