sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Faltam 826 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10).

TEMA: Como vencer o pecado?

 

Não faço o que aprovo. O que quero, isso não faço. O que aborreço, isso faço. Se faço o que não quero, consinto, então, que a lei é boa. Logo, já não sou eu que faço isto. Quem faz isto é o pecado que habita em mim. O pecado habita em mim?

 

Sim, na minha carne não habita bem algum. Existe algum bem que habita em mim? Na minha carne, não. Não habita bem algum na minha carne! O querer o bem, o bom, o justo, as coisas de Deus está em mim, no entanto, não consigo realizá-las. Por quê?

 

Por que não faço o bem que quero. Eu não faço o bem que quero! E o mal que não quero? Esse, sim, eu faço. Eu faço o mal que não quero! Eu, tanto não faço o bem que quero, como também, faço o mal que não quero. A culpa é do pecado! A culpa é do pecado que habita em mim!

 

É uma lei! Qual lei? A lei de que quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Quem está comigo quando eu quero fazer o bem? O mal! Impressionante, não é? Existe uma lei que é mais forte do que a gente e que se aplica quando quero fazer o bem. Já quando quero fazer o mal não há lei alguma porque faço o que é da minha própria natureza adâmica decaída.

 

Vemos que há duas leis nesses versículos: a lei do pecado e a lei do meu entendimento. Com a carne sirvo o pecado. Com meu entendimento, à lei de Deus. Ora, apareceu mais uma lei, a lei de Deus. Por isso que não vencemos o pecado nunca, pois ele se faz lei para nós. Quando tento dominar o pecado, caio na lei do pecado e ao invés de dominá-lo, torno-me mais dependente dele, mais escravo.

 

Se, por um tempo, eu o venço ou o subjugo, na verdade, na verdade, não estou vencendo, mas fabricando uma bomba atômica que quando for detonada irá me abater até ao pó. Outro risco, com vitórias aparentes ou temporárias, é o do orgulho. Passo a achar-me forte, poderoso, dominador e começo também a despresar os que não são como eu, forte.

 

Acho, então, que são fracos, sem vergonhas e que merecem castigo, punição, justiça e juízo. Então ao vencer, eu não estou vencendo, mas tendo a ilusão de que estou vencendo. Como então vencer o pecado? Resistindo e subjugando-o? Sinceramente, não creio. Eu não deixarei de pecar, deixando de pecar, pois isto é obra: "eu deixei de pecar" ou "eu estou deixando de pecar".

 

Não devemos ter como objetivo ou "neura" o deixarmos de pecar. Não seja isso o que ocupe a nossa mente. Se estamos enxertados na videira verdadeira, somos ramos dela. Se somos ramos da videira, produziremos frutos, muitos frutos. Não dá para eu produzir qualquer fruto estando fora da videira, mas estando na videira.

 

Se eu tenho fé, a fé não é minha, pois não posso estar, nem ser , nem viver independentemente. Eu não posso ter fé estando fora da videira. A fé é dom de Deus, dom gratuíto de Deus. Eu somente tenho fé operante quando estou na videira enxertado. Tudo vem de Deus. Tudo é para Deus. Tudo é por Deus.

 

"15. Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço.16. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. 17. De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. 18. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. 19. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. 20. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. 21. Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. 22. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; 23. Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. 24. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? 25. Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado"

 

A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.