quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Faltam 820 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10).

TEMA: A Terceira Aparição de Jesus aos Discípulos 5 – Jo 21:1-15.
Ontem, tive o privilégio de pregar a palavra de Deus na Primeira Igreja Presbiteriana de Taguatinga – PIPT, carinhosamente conhecida como “Primeirona”. O tema de nossa meditação foi COMO ENTRAR NA PRESENÇA DE DEUS, baseado em Hb 10:19-25.
 
No meu SCRIBD eu a postei como FALE COM DEUS: http://www.scribd.com/doc/35971633/Pregacao-Fale-com-Deus. Já está com 389 reads (leituras) e foi postado em 16/08/2010. Eu somente mudei o tema e acrescentei alguns detalhes que a tornaram mais didática.
 
O resumo da nova versão poderia ser: Entramos na presença de Deus tendo ousadia, atitude e confiança mediante o sangue de Jesus, o seu sacerdócio perfeito, a sua fidelidade, para acharmos misericórdia e graça para socorro em ocasião oportuna. Confira também o texto de Hb 4:16.
 
Amanhã, sexta-feira, teremos reunião do Conselho Ministerial de Intercessão, no Salão de Oração da PIPT. Na oportunidade, teremos palavra, oração, louvor, ministração e reunião para definição de nossas rotinas de trabalhos de intercessão. Querendo e podendo, venha orar conosco. Deus irá falar contigo de uma forma sem igual.
 
Continuação...
4.      Mas, ao clarear da madrugada,
estava Jesus na praia;
todavia, os discípulos não reconheceram que era ele.
 
Jesus estava na praia.
 
Quando já clareava, alguém estava na praia. Os discípulos notaram sua presença, mas não o reconheceram. Quantas não são as vezes que o Senhor está perto de nós e não o reconhecemos? Ele sabia do fracasso daquela empreitada de pescaria.
 
Os discípulos deviam estar cansados de tanto pescarem e nada apanharem. Quem seria aquele homem na praia e o que ele estava fazendo? Parecia com brasas, peixe e pão...
 
 
5.      Perguntou-lhes Jesus:
Filhos, tendes aí alguma coisa de comer?
Responderam-lhe: Não.
 
6.      Então, lhes disse:
Lançai a rede à direita do barco e achareis.
Assim fizeram
e já não podiam puxar a rede, tão grande era a quantidade de peixes.
 
Jesus se aproxima e lhes pede algo para comer.
 
Filhos, tendes ai alguma coisa para comer? A resposta é bem curta, talvez com admiração: Não!
 
Ele então lhes dá uma palavra: lançai a rede à direita do barco e achareis. Ora, como sabia este que estava na praia que no lado direito do barco havia peixes?
 
É o próprio Senhor quem pede algo para comer, mas é também o próprio Senhor que provê o que comer. Era como se ele estivesse dizendo: sem mim nada podeis fazer... não adianta queremos fazer as coisas de nosso modo agora que somos do Senhor. Nem uma simples pescaria dá certo quando fazemos por nós mesmos.
 
Ao lhes pedir algo para comer esperava-se que haveria algo para ser compartilhado, mas não havia.
 
Sete homens saem para pescar a noite toda e nada apanham e ainda de manhã, de madrugada, ainda o sol por aparecer, vem alguém pedindo algo para comer e a resposta não era alegre e o resultado de que os esforços valeram a pena. Não havia nada de comer.
 
7.      Aquele discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro:
É o Senhor!
Simão Pedro, ouvindo que era o Senhor,
cingiu-se com sua veste, porque se havia despido,
e lançou-se ao mar;
8.      mas os outros discípulos vieram no barquinho puxando a rede com os peixes;
porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados.
 
João reconhece o Senhor e avisa Pedro. Este cingi-se e lança-se no mar, porque estava despido. Os outros saem puxando a rede. Todos estão envolvidos na grande pesca e todos reconhecem que ela ocorreu por causa do Senhor. 
 
Na presença do Senhor, nos ensina Pedro, devemos estarmos cingidos e preparados para o trabalho. Vigiemos, pois, para não sermos encontrados despidos e, portanto, despreparados para a hora e o dia que o Senhor escolher.
       
Havia trabalho de equipe e juntos puxavam a rede com os peixes. Os peixes estavam sendo retirados das águas, da vida para a morte. Já os homens são pescados da morte para a vida.
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.