domingo, 30 de janeiro de 2011

Faltam 817 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10).

TEMA: A Terceira Aparição de Jesus aos Discípulos 8 – Jo 21:1-15.


Estou no meio de uma tempestade de fortes ventos e as ondas estão me assustando. Jesus dorme tranquilo no barco da minha vida. Preciso despertá-lo, pois não estou aguentando mais.

 

Continuação....

 

12.   Disse-lhes Jesus:

Vinde,

comei.

Nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe:

Quem és tu?

Porque sabiam que era o Senhor.

 

Jesus ali os alimentavam com pão e peixes um que ele providenciou e outro que ele também providenciou pelas mãos de seus discípulos. É o amor de Deus, do Senhor, que se preocupava com seus discípulos mesmo quando iam pescar.

 

Ninguém perguntava quem era ele, pois o reconheceram.

 

 

13.   Veio Jesus,

tomou o pão,

e lhes deu,

e, de igual modo, o peixe.

 

14.   E já era esta

a terceira vez que Jesus se manifestava aos discípulos,

depois de ressuscitado dentre os mortos.

 

Jesus então toma seu pão que ele produzira nas brasas e de igual modo o peixe e com eles fizeram uma saborosa refieção em família.

 

 

 

Esta foi a terceira vez que ele aparecera aos seus discípulos. O que aprendemos dessa terceira aparição de Jesus?

 

  • Que na verdade, se analisarmos bem, os peixes, de fato, são os discípulos que Jesus pescou e agora ele estava a ensinar eles a pescarem grandes peixes.
  • Que talvez isso signifique uma antevisão da festa de pentecoste que ocorreria no 50º dia depois da ressurreição de Cristo onde haveria uma grande pescaria, comandada por Pedro que num só dia ganhou mais de 3000 almas.
  • Que Jesus mesmo se identifica como Alfa (letra que simboliza um peixe na língua grega) - Apocalipse 1:8; 21:6; 22:13.
  • Que mesmo sendo uma pescaria milagrosa, os discípulos precisaram fazer a parte deles: entrar no barco, lançar a rede, puxar a rede, se unirem...
  • Que, enquanto sós, nada apanharam; quando obedeceram a voz do Cristo, encheram a rede.
  • Que o número de peixes representava uma pescaria completa
  • Que o profeta Ezequiel fala em EZ 47:10: "Os pescadores estarão junto dele; desde En-Gedi até En-Eglaim, haverá lugar para estender as redes; o seu peixe será, segundo a sua espécie, como o peixe do Mar Grande, em multidão excessiva."
  • Que nossa rede não irá se romper (lembrar da túnica sem costura de Jo 19:23), isto é, que a unidade da igreja não seria rasgada, ainda que com a inclusão dos gentios.
  • Que quando pescamos, levamos o peixe da vida para a morte, mas enquanto pescamos homens o levamos da morte para a vida (Mc 1:17).
  • Que o Senhor está nos chamando para sermos pescadores de homens: "E Eu farei que vos torneis pescadores de homens". (Mt 4:19).
  • Que o Senhor cuida de nós e está atento ao que fazemos, ainda que seja uma simples pescaria. Ele nos ajuda e ainda nos dá de seu pão e de seu peixe.
A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.