segunda-feira, 24 de maio de 2010

365 dias de propósito! Dia 307/365

TEMA: Contentai-vos Com o Que Tendes 4 – Hb 13: 5-8

 

Ontem, pela graça de Deus, preguei a palavra de Deus ao povo de Deus lá na Igreja Presbiteriana do Residencial Santos Dumont, Rev. Saulo Dourado Pereira. Amei a igreja, os irmãos,  a acolhida, o carinho, o respeito e o local. Fiquei muito à vontade para na liberdade do Espírito Santo falar aquilo que Deus colocou em meu coração.

 

No link http://www.scribd.com/doc/31847218/Pregacao-Contentai-vos-com-o-que-tendes está minha pregação de forma completa. Os irmãos que quiserem estudá-la, comentar algo pra melhorarmos a sua exposição fiquem à vontade. Com certeza, deverei repeti-la muitas vezes em outras oportunidades que o Senhor abrir.

 

Como os irmãos já sabem, todas as minhas ministrações estão na forma escrita neste site do www.SCRIBD.com/CRERPARAVER. É um hábito meu escrever todo sermão que tenho a honra de partilhar com a igreja e assim prosseguirei até a volta de Jesus. A vantagem desse meu proceder é que estou sendo transparente e todos podem ter uma idéia de minha teologia e cosmovisão. A desvantagem é que sou falho – somente as Escrituras são inerrantes – e posso ser exageradamente perseguido por algum detalhe.

 

Sendo a minha consciência o meu árbitro, não tenho o que temer, pelo contrário, posso com confiança dizer que o Senhor é o meu ajudador o que me poderá fazer o homem?

 

Diversos temas estão, agora que estou terminando este, fervilhando em meu coração. Estou orando para que o Espírito Santo me use para ser útil, nem que seja somente para mim mesmo. Agora, no momento, estou sentindo vontade de meditar no fato do fazermos juízo dos outros. Quem julga os outros está se medindo. Quem está se medindo está fazendo comparações. Quem anda se comparando, entende que é superior. Será que somos superiores ao mais vil dos seres humanos ou será que somos tão vis como o pior dos seres humanos.

 

O que de bom há em mim? A minha justiça e bondade são trapos de imundície! Se não é Deus em minha vida, eu serei uma miserável víbora pronta para morder o calcanhar de meu irmão. É por isso que Deus nos ensina o perdão. Amanhã, prosseguiremos.

 

1 Não julgueis, para que não sejais julgados. 2 Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. 3 E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? 4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? 5 Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.” (Mt 7: 1-5).

 

A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias – estou pensando em armazenar essas informações em algum outro lugar, enquanto isso, as atualizações somente serão feitas futuramente.

Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.