quinta-feira, 13 de maio de 2010

365 dias de propósito! Dia 296/365

TEMA: A Minha Família é Plano de Deus 4 – Tg 5:12-18

 

Hoje, conforme prometemos veremos O PROPÓSITO DO CRIADOR DA FAMÍLIA: Ora, um ser inteligente e sábio como é o nosso Senhor, ao criar algo, esperamos que esse algo cumpra papéis. Deus não criou macho e fêmea por criá-los. Ele, prontamente lhe atribui tarefas, atividades. Essas atividades ou tarefas são chamados de mandatos.

 

Ora porque mandatos? Quem afinal está mandando, dando ordens? É Deus! Deus deu ordens àqueles que ele criou por último e quem foi que ele criou por último senão o homem e a mulher e os abençoou e disse, concluindo a criação de todas as coisas dizendo “muito bom”.

 

Há nisso um mistério interessante que devemos atentar. Era como se Deus estivesse dizendo: “Adão e Eva, eu criei vocês à minha imagem e à minha semelhança por último de tudo porque quero que vocês, doravante, sejam meus vice-gerentes na administração e cuidado do que criei”. Dá para perceber que agora há duas partes que estão se relacionando, conversando?

 

E assim, havendo duas partes, estabeleceu uma aliança eterna com eles e com todas as famílias da terra.

 

A Aliança, portanto, é um vínculo de amor real, de vida de amor caracterizada pelo relacionamento indestrutível entre duas partes, especialmente no contexto bíblico, entre Deus e os seres humanos. A Aliança é soberanamente administrada e quando Deus fez aliança, como, por exemplo, com Abraão, ele disse: "Eu sou o Deus Todo-poderoso; anda na minha presença e sê perfeito. Guardarás a minha aliança, tu e a tua descendência no decurso das suas gerações" (Gn 17.1, 9).

 

Quando Deus faz uma aliança, ele não somente estabelece um relacionamento entre ele mesmo e aqueles que refletem a sua imagem, mas ele usa esse relacionamento como um recurso adminis-trativo. Deus leva adiante a sua vontade, o seu plano, o seu propósito na criação e na redenção. Ele sempre faz isso nesse relacionamento de vida de amor e amor vivo e assim, a ligação amor-vida se torna a maneira e o caminho de Deus administrar tudo o que ele criou e, especialmente, mostra o que ele pretende fazer com a humanidade e em favor dela.

 

A Aliança, como geralmente aparece nas Escrituras, é a aliança que Deus iniciou unilateral e soberanamente com a criação e especialmente com os que possuem a sua imagem. Deus estabeleceu um vínculo com aqueles que criou à sua imagem. Deus estabeleceu esse vínculo como um relacionamento real e vivo com ambos, homem e mulher, a quem se refere como seus semelhantes.

 

Numa época em que as pessoas são instigadas a viverem apenas em função de sua própria felicidade, de buscarem apenas sua própria realização, o conceito de aliança precisa ser ensinado en-faticamente. Não vivemos por e para nós mesmos. Somos cidadãos do reino, um reino cuja estabilidade repousa sobre a fidelidade do próprio Deus das famílias.(...) a família tradicional é a família da Aliança. Essa família da Aliança, nós cremos, é a ideia de Deus para todos os tempos, para todas as sociedades e em todas as circunstâncias.” (os 4 parágrafos acima foram extraídos do livro A Família da Aliança, de Gerard Van Groningen).

 

Amanhã, com a graça de Deus, daremos sequência a esse assunto. Hoje fique com isso em mente: a sua família é plano de Deus, ou como alguns preferem uma idéia de Deus e se é uma idéia de Deus (e é), deve ser, realmente, muito boa. Até lá então.

 

A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias – estou pensando em armazenar essas informações em algum outro lugar, enquanto isso, as atualizações somente serão feitas nos fins de semana).

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.