Psicodialogando


Todos nós, em determinado momento de nossas vidas, precisamos da ajuda de um profissional qualificado para nos atender. As pressões da vida às vezes nos sufocam a tal ponto de desesperarmos da própria vida achando que uma determinada situação já não tem mais saída.

Espaço reservado para a psicóloga e pós-graduada em Psicologia Jurídica do Jamais Desista.


Neste momento, sem a ajuda de alguém experiente, podemos achar que é o fim e assim que não há saída para nosso problema. Muitos acabam optando pela saída mais fácil e a mais trágica: o suicídio! Na verdade, ninguém quer se suicidar, antes se livrar do problema difícil.

Optar pela morte, não é saída, é fuga, mas fuga para onde? Então, nem é saída, é desespero! Agir motivado pelas emoções e premido pelas circunstâncias, pode trazer complicações que se perpetuaram por toda a vida e também a eternidade.

Não entre em desespero! Procure ajuda! Saia dessa e não creia na mentira do suicídio! Há jeito para tudo nessa vida, mas temos de ter paciência, confiar e acreditar que Deus nos deixou profissionais que nos podem ajudar, não somente em casos graves como o suicídio, mas a resolver tantos outros problemas que nos afligem e tiram a nossa paz.

Aguardem, em breve, estaremos atendendo aqui, por este canal também.

3 comentários:

Olá, PAZ do SENHOR minha amada. Gostaria de lhe pedir uma ajuda. Tenho 32 anos, dois filhos, sou solteira e morro com a minha mãe. No entanto tenho muitíssimas brigas, discussões e contendas com ela, na mente dela ela tem o direito de magoar, se meter na minha vida, de me humilhar e jogar meus filhos contra mim o tempo todo. Minha vontade é de ir embora e nunca mais ve-la novamente, mais sei que estarei errada diante dos olhos de DEUS. Vivo em conflito diariamente com ela e comigo, ela não fala com os irmãos, o pai morreu e ela não o visitava e nem falava com ele, já teve depressão seria, diz que foi liberada pelos medicos mais eu não acredito, ela esta fria, dura e seca com as pessoas,manda eu sair da casa dela todos os dias, mais vive doente e sem ninguém para cuidar dela, me ajude por favor. Estou quase saindo da casa dela para nunca mais visita-la.

A paz do Senhor minha irmã! Desculpe a demora em responder. Eu estava de férias e resolvendo algumas coisas. Pois bem, vamos conversar um pouco. A sua sutuação está um pouco delicada, porém com paciência, perseverança e fé os problemas são amenizados. Pelo que parece a sua mãe precisa da sua ajuda, não é mesmo? Ela se encontra num momento de fragilidade física e emocional, e não seria interessante deixá-la agora. Cabe a você a responsabilidade de cuidar dela (não sei se tem outra pessoa) e tentar lhe proporcionar momentos mais agradáveis e de menos peso para ela. Evite levar a ela preocupações desnecessárias. Dialogue, não grite, não responda de qualquer jeito. Pense nela com um ser mais fragilizado. Ela precisa de você! Ensine os seus filhos a respeitá-la, a amá-la e ter consideração pela avó. Fale baixo com ela e lhe mostre o amor que você tem por ela. Tenha certeza que se você agir assim ela vai se sentir melhor e você também. Estamos orando por vocês! Abraços. Jucilene

Apesar de sermos libertos, o complicado é que ainda existem certas limitações que mesmo estando e acreditando em Deus, somente com esforço, dedicação e ajuda profissional conseguimos nos libertar.

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.