sábado, 24 de novembro de 2018

MISSÃO: - PREGAR O EVANGLEHO!

Jesus esperava por arrependimento por causa de sua pregação e sinais que fazia, principalmente as curas divinas, mas alguns, poucos, criam, entre eles publicanos e meretrizes e a maioria não cria, principalmente, os escribas, fariseus, doutores da lei, sacerdotes e os que seguiam esses.
Porque Jesus pregava, ensinava, curava e ordenou aos seus discípulos que pregassem, ensinassem e curassem até o dia de hoje?
·       Eu irei pregar para que se cumpram as Escrituras.
·       Eu irei pregar porque Jesus mandou eu pregar.
·       Eu irei pregar para que haja arrependimento naqueles que ouvirem a pregação e se convertam para Cristo, conforme está claramente exposto em Romanos 10.
Eu resumiria o trabalho do Senhor, baseado em Romanos 10, nas seguintes atividades:
Romanos 10:13 Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
Romanos 10:14 Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?
Romanos 10:15 E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.
Atuação de Deus: na salvação – Rm 10:13; na escolha – Rm 9:11; no chamado – Rm 9:11; na capacitação - 2 Co 3:5; e, 6 e no envio – Rm 10:15.
·       Salvar – Rm 10:13.
·       Escolher  - Rm 9:11.
·       Chamar  - Rm 9:11.
·       Capacitar  - 2 Co 3: 5 e 6.
·       Enviar  - Rm 10:15.
Atuação do homem que foi salvo, escolhido, chamado, capacitado e enviado no ir e pregar.
·       Ir ou percorrer – Mt 9:37.
·       Pregar  - Rm 10:14 e 15.
O que acontece com aqueles a quem são destinadas a pregação
·       Ouvir – Rm 10: 14.
·       Crer – Rm 10: 14.
·       Invocar – Rm 10:13.
A ideia é que haja como uma sequência de trabalho de forma cíclica, onde primeiro a pessoa é salva, escolhida, chamada, capacitada e enviada e depois, na sequência, ela vai e prega a fim de que ouçam, creiam e invoquem para serem salvos ao final.
Tudo isso para que ouvindo, creiam – porque Deus gerará neles a fé – e invoquem ao Senhor – uma vez que ouvirão e, ato contínuo, crerão, com certeza invocarão e ao invocarem, Deus os salvará e começará a engrenagem o seu trabalho cíclico, interminável, até a volta de Jesus.
Repare que somente pregarão se forem enviados, mas quem enviará cuja pregação ficará dependente do “enviador”? É Deus quem envia e quem ele envia? Aqueles que foram salvos e quem foram salvos? Os que invocaram. E quem invocou? Os que creram e quem creu? Os que ouviram. De quem ouviram? Dos que pregaram. E começa tudo novamente.
Não podemos nem devemos ficar pregando para salvos – a não ser visando edificação e preparo nas Escrituras para justamente pregarem aos não salvos -, mas pregarmos aos que hão de herdar a salvação, que estão precisando de uma palavra de salvação e que se encontram não dentro das igrejas, mas nas ruas, sofrendo com o pecado ou sendo enganados pelas suas ilusões e enganos que logo passarão.
Precisamos aproveitar cada oportunidade conforme Paulo instruiu Timóteo há muito tempo e lhe pediu para pregar tanto a tempo como fora de tempo:
II Timóteo 4:1 Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino,
II Timóteo 4:2 Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
II Timóteo 4:3 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
II Timóteo 4:4 E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
Devemos nos esforçar, portanto, por sermos reconhecidos por todos – I Co 4:1 - como um exército de imitadores de Cristo, trabalhadores da seara, empregados/empresários de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus, como exemplo de pessoas que andam com Jesus, no Espírito Santo – Gl 5:25, pela fé, e são seus servos, seguidores, despenseiros e continuadores, junto com os apóstolos, discípulos e todos os crentes fiéis de todos os tempos, do ministério do Senhor Jesus Cristo - Mt 9:35 e Mc 4:23.
EPICO = Pregar, Ensinar, Curar, Ir, Orar.
E = Ensinar – envolve também leitura, meditação, pesquisa, estudo.
P = Pregar
I = Ir, Percorrer
C = Curar – envolve a cura, libertação,
O = Orar – inclui jejum, e todas as formas de orações: intercessão, louvor, adoração.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.