terça-feira, 17 de janeiro de 2017

AS NOSSAS BODAS DE PÉROLAS

30 ANOS DE CASADOS OU 10.958 DIAS DE VIDA JUNTOS...


Qual o segredo do amor? É simples... Nós decidimos nos amar.

Amar é decidir amar.

Nós fomos e somos muito abençoados e queridos por Deus.

Não chegamos nem no nosso primeiro ano juntos e já Jesus entrou em nossa vida para nunca mais sair. Ele nos ensinou a amar. O Espírito Santo veio até nós e nos ensinou a amar. O Pai nos abençoou e nos ensinou a amar. Fomos investigar na Bíblia e lá aprendemos a amar.

Mas... e a paixão, o fogo que desce e que sobe, o fôlego que desaparece, a respiração que fica entrecortada, o coração cujas palpitações desenfreadas parece indicar que está prestes a saltar para fora, a boca que seca, a pupila que se dilata, o arrepio na espinha, o olhar que toca, a cabeça que enlouquece e emudece, as portas que se abrem, o sangue que ferve?
Como Deus é maravilhoso e faz tudo tão bem, tão perfeito, tão profundo...

Meu amor, eu continuo apaixonado e enlouquecido com seus beijos, delícias e carícias. Aprendi que ser homem de verdade não é ter todas as garotas do mundo, mas conquistar a mesma mulher todos os dias. Isso é que é amor abençoado por Deus e bendito pela natureza.

30 anos – BODAS DE PÉROLAS – a bendita pérola que é produzida ao longo de muitos tempos dentro de um ser vivo que lidando com um cisco, uma poeira, um grão de terra – corpo estranho em seu ser – a envolve com suas enzimas e produz uma pedra de grande valor.

Nós nos juntamos num dia e nossos corpos se entrelaçaram formando um novo corpo que em união gerou três novos corpos de grande valor.
Eu renovo aqui, meu amor, mais uma vez meu compromisso de continuar firme em nossa decisão de nos amarmos para sempre até que a morte nos separe.

Quero aproveitar também tão belo momento, ímpar em nossas vidas, para te agradecer a paciência, o amor, seu carinho e a força e a coragem que você me dá com sua doce presença.

Eu te amo! Eu sou apaixonado por ti! Eu te admiro em seu caráter e garra.

Por fim, quero te pedir perdão pelos muitos aborrecimentos ao longo dessa jornada e reafirmar o que disse no post abaixo que por mais que eu me esforce por te amar ainda mais, será muito pouco.


Eu estava um dia destes chateado da vida “coisas de casal que se amam” e recebi uma palavra fenomenal. Como eu estava dizendo, eu estava chateado e assim foi: 
- Filho tu amas a tua esposa? 
- Sim, Senhor eu amo a minha esposa. 
- Filho, tua amas verdadeiramente a tua esposa? 
- Sim, Senhor, eu verdadeiramente amo a minha esposa. 
- Filho, você ama a tua esposa como eu amo a minha igreja? 
- ... ai meu Deus... é IMPOSSÍVEL eu amar a minha esposa como o Senhor ama a sua igreja, está isso muito além das minhas capacidades. 
- Então, filho, se você não consegue amar a tua esposa como eu amei a minha igreja, todo o esforço que você fizer para amá-la será insuficiente ao que eu quero de ti nessa área. 
Aí, meus irmãos, entendi claramente que mesmo amando ainda é insuficiente. Ainda que me esforce muito, ainda sim sou devedor e não credor a ponto de exigir algo em troca.  Eu jamais irei atingir o nível que o Senhor exige, por mais que eu me esforce.
Assim, eu devo amar a minha esposa sabendo que todos os meus esforços por amá-la serão insuficientes para atingir aquilo que Deus planejou. E a conclusão disso qual seria? É que eu preciso de Deus no meu casamento e que devo amá-la ainda mais e mais, e, por mais que seja mais, ainda é pouco!
Marido: amai as vossas mulheres!
Mulheres: respeitai os vossos maridos!
Finalmente, para nossa reflexão, deixo o seguinte trecho bíblico:
Segmentação do trecho de Efésios 5:22-33.
Ef 5:22 Vós, mulheres,
submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor;
Ef 5:23 porque o marido é a cabeça da mulher,
como também Cristo é a cabeça da igreja,
sendo ele próprio o Salvador do corpo.
Ef 5:24 Mas, assim como a igreja está sujeita a Cristo,
assim também as mulheres o sejam em tudo a seus maridos.
Ef 5:25 Vós, maridos,
amai a vossas mulheres,
como também Cristo amou a igreja,
e a si mesmo se entregou por ela,
Ef 5:26 a fim de a santificar,
tendo-a purificado com a lavagem da água, pela palavra,
Ef 5:27 para apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa,
sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante,
mas santa e irrepreensível.
Ef 5:28 Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres,
como a seus próprios corpos.
Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.
Ef 5:29 Pois nunca ninguém aborreceu a sua própria carne,
antes a nutre e preza,
como também Cristo à igreja;
Ef 5:30 porque somos membros do seu corpo.
Ef 5:31 Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe,
e se unirá à sua mulher,
e serão os dois uma só carne.
Ef 5:32 Grande é este mistério,
mas eu falo em referência a Cristo e à igreja.
Ef 5:33 Todavia também vós,
cada um de per si,
assim ame a sua própria mulher como a si mesmo,
e a mulher reverencie a seu marido.


Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.