sexta-feira, 1 de abril de 2016

Apocalipse 3 1-22 - TODO PRÊMIO SOMENTE RECEBE O VENCEDOR.

Como dissemos, o propósito de Apocalipse, conforme a BEG, é estimular a fidelidade a Cristo em meio ao sofrimento pela afirmação de que Deus governa a História e certamente a levará a uma gloriosa consumação de julgamento e bênção em Cristo. Estamos vendo o capítulo 3/22.
Breve síntese do capítulo 3.
Neste capítulo, João fala às igrejas de Sardes, Filadélfia e Laodicéia e continua mantendo a mesma  estrutura padrão das escritas à Éfeso, Esmirna, Pérgamo e Tiatira, ou seja, com uma introdução simples e pequena exaltando uma qualidade de Jesus Cristo.
Continua ele ainda falando de cada uma que ele “conhece” algo como as suas obras, a sua tribulação, o lugar onde habita e outras coisas relativas à cada igreja, depois a palavra de exortação, ou consolo ou edificação ou de advertência; e, finalmente, uma promessa sempre endereçada ao vencedor.
Chamou a atenção de forma especial a carta à Filadélfia uma vez que ela não recebe correções, antes palavras de consolo e de incentivo. O ponto forte dela é que apesar de ter pouca força, foi capaz de  preservar na palavra do Senhor e não negar o nome de Jesus. Finalmente, o Senhor lhes adverte para conservarem o que têm para que ninguém tome a coroa deles.
Vejamos o presente capítulo com mais detalhes, conforme ajuda da BEG:
B. Exortação às sete igrejas (2.1-3.22) - continuação.
Como dissemos, dos vs. 2.1 ao 3.22, veremos as exortações às sete igrejas. Cristo demonstra cuidado pelas igrejas ao endereçar uma carta a cada uma de acordo com suas necessidades, incluindo recomendações e censuras assim como exortações e promessas.
Ao anjo da igreja em Sardes – a igreja morna.
A CIDADE – Sardes era a antiga capital de Lídia, o império do célebre e rico Creso. A cidade, situada no sopé da montanha Tmolo, à beira do Pctolo, era famosa pelas suas riquezas e luxo. Conforme a tradição, Sardes foi a primeira cidade dessa região a receber o Evangelho sob a pregação do apóstolo João. Também foi a primeira a desviar-se da fé e uma das primeiras a virar ruínas.
Qualidades:
­   Tens pessoas que não contaminaram seus vestidos; comigo andarão de branco.
Defeitos:
­   Tens nome de que vives, mas estás morto.
­   Não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus.
Pode-se também entender como: “Não achei as obras completas”. Há grande inclinação para se começar várias obras, sem completar a que já começamos.
Consequências:
­   Se não vigiares, virei contra ti como um ladrão.

Conselhos:
­   Sê vigilante e consolida o resto que estava para morrer, porque não tenho achado íntegras as tuas obras na presença do meu Deus. – (Ap. 3:2).
A fortaleza aparentemente inexpugnável de Sardes havia sido tomada em tempo de guerra por duas vezes de surpresa, provavelmente à noite. Cristo advertiu que uma experiência semelhante de destruição viria sobre a igreja a menos que o seu povo despertasse.
Aqui também existe uma ordenança para consolidar os fracos na fé. – “que estão para morrer”. Quem sabe as obras incompletas fossem o descaso com os mais fracos, que estavam morrendo na fé.
­   Arrepende-te.
Promessas ao vencedor:
(1)   Ao que vencer será vestido de vestes brancas.
As vestes brancas simbolizam a justiça.
(2)   De maneira nenhuma riscarei o seu nome do Livro da Vida.
O nome dos mortos não podem fazer parte do Livro da Vida, por isso este alerta para a “igreja morta”.
A Bíblia usa essa expressão “Livro da Vida” de pelo menos dois modos diferentes.
Na maioria dos usos que aparecem no Novo Testamento (Ap 13.8; 17.8; 20.12-15; 21.27), ele se refere àqueles que realmente obtêm salvação, o que perseveram e são encontrados fiéis no dia do julgamento (13.8).
Os nomes desses fiéis estavam escritos no Livro da Vida desde a criação do mundo (17.8), indicando que essas pessoas haviam sido infalivelmente predestinadas à salvação.
Fp 4.3 parece usar o termo desse modo também no Antigo Testamento, entretanto, o Livro da Vida não é, comumente, uma lista dos predestinados para a salvação.
Por exemplo, em SI 69.28 nomes podem ser riscados desse livro (cf. Êx 32.32-33; Dt 29.20). Os estudiosos se dividem quanto ao sentido desses exemplos contraditórios.
Alguns argumentam que o livro simplesmente lista aqueles que estão vivos, de modo que ter o nome riscado significa morrer.
Outros sugerem que o livro é uma lista dos que pertencem à comunidade da aliança, de modo que aqueles que permanecem no livro recebem as bênçãos da aliança enquanto os que são riscados incorrem nas maldições da aliança (aqui a BEG recomenda ler seu excelente artigo teológico "A igreja visível e a invisível", em 1 Pe 4).
O versículo em discussão é, de certo modo, ambíguo, pois todas as outras ocorrências da expressão "Livro da Vida" em Apocalipse se referem à lista dos predestinados para a salvação (embora em 29.12-15 ela também se refira aos que pertencem à comunidade da aliança, sendo os dois grupos um só, nessa ocasião), enquanto aqui temos a ideia implícita de que aqueles que não vencerem terão o seu nome apagado do livro.
(3)   Confessarei o seu nome diante do Meu Pai.
Referência ao texto de Mateus 10:32 – (Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus;)
(4)   Dentro da igreja morta, o Senhor levanta um grupo de vencedores.
Estas promessas são para eles. – “Ao que vencer”.
Ao anjo da igreja de Filadélfia – a igreja fiel.
A CIDADE – Filadélfia era uma cidade da Lídia, 40 quilômetros distante de Sardes, edificada por Atalo Filadelfo, rei de Pérgamo. A igreja de Esmirna e de Filadélfia eram. Das sete, são as únicas que o Senhor não tinha nenhuma repreensão.
Qualidades
­   Guardaste a minha Palavra.
­   Não negaste o Meu Nome.
Promessas
­   Pus diante de ti uma porta aberta.
­   Os da sinagoga de satanás virão e adorarão prostrados aos teus pés.
­   Eu te guardarei da hora da tentação.
Recompensas ao vencedor
­   12-13 – Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá;
­   Gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome.
­   Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus:
Filadélfia havia sofrido com terremotos, o que tornava a promessa de segurança e estabilidade particularmente relevante.
As colunas de Filadélfia racharam e caíram em um terremoto algumas décadas antes, mas as colunas no verdadeiro templo de Deus jamais seriam destruídas.
As colunas não são de pedra; são colunas vivas e firmes. Jesus não fala somente de líderes nas igrejas (veja Gálatas 2:9), mas de todos os fiéis que vencem com ele.
Os discípulos do Senhor são, ao mesmo tempo, pedras vivas e sacerdotes (1 Pedro 2:5-9).
­   Daí jamais sairá:
Os vencedores permanecerão no templo para sempre.
Gozarão comunhão eterna com Deus.
­   Gravarei…sobre ele: Várias descrições mostram a posição privilegiada do vencedor.
ü Nomes gravados sugerem posse.
ü O vencedor pertence a Deus.
ü Ele faz parte do “povo de propriedade exclusiva de Deus” (1 Pedro 2:9).
ü Ele também pertence à cidade de Deus, a nova Jerusalém.
ü A nova Jerusalém é a noiva de Cristo (21:2).
ü O vencedor faz parte da noiva, da igreja que pertence somente a Jesus.
ü Ele recebe, também, o nome de Cristo.
ü Jesus confessará abertamente os nomes dos seus servos (Mateus 10:32).
­   A Igreja de Filadélfia é a Igreja Fiel.
­   Ao anjo da igreja de Laodicéia – a igreja morna.
A CIDADE – Laodicéia era uma cidade sobre o rio Lico, famosa pelos amplos muros, e como Roma, edificada sobre sete montes.
Parece que o apóstolo Paulo se esforçou para introduzir o Evangelho em Laodicéia, de onde escreveu uma epístola, acerca da qual se refere em Col. 4:16.
A cidade foi destruída por um terremoto em 62 d.C. e reconstruída por seu próprio povo, o qual se orgulhava de o fazer sem pedir auxílio ao governo.
Era uma das mais ricas cidades da Ásia, pois dos rebanhos de ovelhas daquela região produziam a excelente lã negra de altíssimo preço. Por isso os moradores de Laodicéia se achavam ricos e bem vestidos.
Ali também era produzido um colírio valioso e único, procurado por todas as outras cidades da região e até outros países. Em sua carta, o Senhor Jesus ignora estes valores materiais e diz como vê aquele povo: “pobre, cego e nu”.
Ao contrário da Igreja em Filadélfia que não houve nenhuma repreensão, a igreja em Laodicéia não recebeu nenhum elogio do Senhor. Esta igreja é chamada de apóstata, pois tem negado o seu Senhor através de suas atitudes mundanas.
Defeitos (E, por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos. – Mt. 24:12):
­   Nem és frio nem quente.
O suprimento de água em Laodicéia provinha de tubos conectados a uma fonte distante. Portanto, a água era morna e quase intragável.
Em contraste, a cidade vizinha de Hierápolis tinha fontes medicinais quentes, e Colossos, outra cidade vizinha, era suprida por um veio de água fresca da montanha.
Cristo exortou a igreja a ser refrescante (fria) ou medicinalmente curadora (quente) em vez de ser tépida como a água que abastecia Laodicéia.
Consequências
­   Vomitar-te-ei da minha boca (a água morna é usada para provocar vômito)
­   Eu repreendo e castigo todos quantos amo.
Conselhos
­   Compres de mim ouro provado no fogo para que te enriqueças, vestidos brancos para que te vistas, e que unjas os teus olhos com colírio para que vejas.
­   Eis que estou a porta e bato, se alguém ouvir e abrir, entrarei.
Estar à porta e bater é, provavelmente, uma alusão à iminência do retorno de Cristo (cf. o v. 11; 22.7,12,20; Mt 24.33; Mc 13.29; Tg 5.8-9).
Os que abrem a porta são os que têm fielmente esperado pela vinda de seu Senhor (cf. Lc 12.35-38).
Abrir a porta é o ato final de obediência prestado por servos fiéis que aguardam pelo retorno de seu mestre, metaforicamente descrevendo a constância na fé e o triunfo no final (v. 21; cf. 2.26; a BEG aqui recomenda seu excelente artigo teológico "A perseverança e a preservação dos santos", em Fp 1).
Recompensas
­   3:21-22 – Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono. 22 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.
­   Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono:
Os vencedores terão o privilégio de reinar com Cristo (veja 2:26-27; 20:4). Tal honra não seria para os orgulhosos e autossuficientes, mas para os humildes e obedientes.
Jesus foi obediente ao Pai aqui na terra para ser exaltado ao lado dele no céu (Filipenses 2:8-9).
Somente os obedientes serão exaltados com Cristo.
­   Apesar de vivermos nos dias da igreja morna, existe também a igreja fiel e irrepreensiva.
É esta Igreja que o Senhor Jesus vem buscar. O Espírito e a noiva dizem: Vem! Aquele que ouve, diga: Vem! Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida. – (Ap. 22:17)
­   Para todas as igrejas de todas as épocas e cidades, a mensagem final do Senhor Jesus é: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às Igrejas.”
Ap 3:1 Ao anjo da igreja em Sardes escreve:
               Estas coisas diz
                              aquele que tem os sete Espíritos de Deus
                              e as sete estrelas:
                                            Conheço as tuas obras,
                                                           que tens nome de que vives e estás morto.
Ap 3:2 Sê vigilante e consolida o resto que estava para morrer,                                         porque não tenho achado íntegras as tuas obras
                                             na presença do meu Deus.
                                            Ap 3:3 Lembra-te, pois,
                                                           do que tens recebido
                                                           e ouvido,
                                                           guarda-o
                                                           e arrepende-te.
                                            Porquanto, se não vigiares,
                                                           virei como ladrão,
                                                           e não conhecerás de modo algum
em que hora virei contra ti.
               Ap 3:4 Tens, contudo, em Sardes,
                              umas poucas pessoas que não contaminaram
as suas vestiduras
                              e andarão de branco junto comigo, pois são dignas.
Ap 3:5 O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas,
e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida;
               pelo contrário, confessarei o seu nome
                              diante de meu Pai
                              e diante dos seus anjos.
Ap 3:6 Quem tem ouvidos,
               ouça o que o Espírito diz às igrejas.
Ap 3:7 Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve:
               Estas coisas diz
                              o santo,
                              o verdadeiro,
                              aquele que tem a chave de Davi,
                                            que abre, e ninguém fechará,
                                            e que fecha, e ninguém abrirá:
                              Ap 3:8 Conheço as tuas obras
                                            - eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta,
                                                           a qual ninguém pode fechar
                                            - que tens pouca força, entretanto,
                                                           guardaste a minha palavra
                                                           e não negaste o meu nome.
                              Ap 3:9 Eis farei que alguns dos que são
da sinagoga de Satanás,
                                                           desses que a si mesmos se declaram judeus
                                                           e não são, mas mentem,
                                                                          eis que os farei vir
                                                                          e prostrar-se aos teus pés
                                                                          e conhecer que eu te amei.
                                            Ap 3:10 Porque guardaste a palavra
                                                           da minha perseverança,
                                                           também eu te guardarei da hora da provação
                                                                          que há de vir sobre o mundo inteiro,
                                                                          para experimentar os que habitam
                                                                                                                                    
sobre a terra.
                                                           Ap 3:11 Venho sem demora.
                                                           Conserva o que tens,
                                                                          para que ninguém tome a tua coroa.
Ap 3:12 Ao vencedor,
               fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus,
                              e daí jamais sairá;
               gravarei também sobre ele
                              o nome do meu Deus,
                              o nome da cidade do meu Deus,
                                            a nova Jerusalém que desce do céu,
                                                           vinda da parte do meu Deus,
                              e o meu novo nome.
Ap 3:13 Quem tem ouvidos,
               ouça o que o Espírito diz às igrejas.
Ap 3:14 Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve:
               Estas coisas diz
                              o Amém,
                              a testemunha fiel e verdadeira,
                              o princípio da criação de Deus:
                                            Ap 3:15 Conheço as tuas obras,
                                                           que nem és frio nem quente.
                                                           Quem dera fosses frio ou quente!
                                                           Ap 3:16 Assim, porque és morno
                                                           e nem és quente nem frio,
                                                           estou a ponto de vomitar-te da minha boca;
                                            Ap 3:17 pois dizes:
                                                           Estou rico e abastado
                                                                          e não preciso de coisa alguma,
                                                           e nem sabes que tu és infeliz,
                                                                          sim, miserável, pobre, cego e nu.
                                            Ap 3:18 Aconselho-te que de mim compres
                                                           ouro refinado pelo fogo
                                                                          para te enriqueceres,
                                                           vestiduras brancas
                                                                          para te vestires,
                                                                          a fim de que não seja manifesta
                                                                                         a vergonha da tua nudez,
                                                           e colírio
                                                                          para ungires os olhos,
a fim de que vejas.
                                            Ap 3:19 Eu repreendo e disciplino a quantos amo.
                                            Sê, pois, zeloso e arrepende-te.
                                            Ap 3:20 Eis que estou à porta e bato;
                                                           se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta,
                                                                          entrarei em sua casa
                                                                                         e cearei com ele,
                                                                                         e ele, comigo.
Ap 3:21 Ao vencedor,
               dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono,
                              assim como também eu venci
                              e me sentei com meu Pai no seu trono.
Ap 3:22 Quem tem ouvidos,
               ouça o que o Espírito diz às igrejas.
Quem é o vencedor que receberá do Senhor tantas bênçãos? As promessas de apocalipse são todas destinadas, pelo menos nas sete cartas, ao vencedor. O vencedor não é outro se não aquele por quem Cristo morreu e ressuscitou!
Sobre a postagem de hoje, os méritos são:
·       Da Bíblia de Estudo de Genebra.
·       Dos sites:
p.s.: link da imagem original: BEG.
Contagem regressiva: Faltam 20 dias para 20/04/16 (Inicio: 05/05/15). Tu, SENHOR, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti. (Is 26.3).
Obs.: nessa fase atual das postagens do Jamais Desista, a estruturação e a divisão dos assuntos e os comentários produzidos são, em sua grande maioria, baseados na Bíblia de Estudo de Genebra – BEG.

A Deus toda glória! p/ pr. Pr. Daniel Deusdete. 
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.