sábado, 21 de fevereiro de 2015

Jeremias 20:1-18 - O LAMENTO DO PROFETA.

Estamos concluindo a décima parte, de nossa divisão proposta de dezoito delas, nos baseando na estruturação apresentada pela BEG. Estamos no capítulo 20.
X. DEUS COMO OLEIRO (18.1-20.18) - continuação.
Como já dissemos, estamos vendo Jeremias transmitindo lições aprendidas na casa do oleiro. O tema central é o Senhor trabalhando como um oleiro.
Essa parte foi dividida em cinco seções: A. Na casa do oleiro (18.1-17) – já vista; B. Oposição a Jeremias (18.18-23) – já vista; C. A quebra simbólica da botija (19.1-15) – já vista; D. Mais oposição a Jeremias (20.1-6)   veremos agora; e, E. O lamento de Jeremias (20.7-18) – veremos agora.
D. Mais oposição a Jeremias (20.1-6).
Até ao verso 6, estaremos vendo um pouco mais de oposição ao homem de Deus que estava ali anunciando a palavra de Deus. Na verdade, na verdade, a oposição era a Deus e não a Jeremias, seu representante oficial, como nós o somos de Cristo nesta terra.
Somos embaixadores de Cristo e temos a missão cobiçada por anjos de anunciar o evangelho a toda criatura e assim o faremos para a glória de Deus, quer enfrentemos, quer sejamos livres dos Pasur pelos nossos caminhos.
Pasur era um sacerdote. Isso que é terrível, a oposição não vinha de lá de fora, mas de dentro da casa do Senhor por aqueles que deveriam ser responsáveis pela pregação legítima da palavra de Deus.
O sacerdote (Pasur) reage de maneira enérgica ao ato simbólico de Jeremias e o profeta responde transmitindo mais ameaças de Deus.
Jeremias era mesmo corajoso e valoroso com fortes convicções e tremenda noção da sua responsabilidade e da soberania de Deus sobre todos.
Ao que parece, Pasur era um nome comum. Veja 21.1; 38.1 — é possível que cada passagem se refira a um homem diferente. Observar que os anciãos dos sacerdotes, talvez Pasur entre eles. testemunharam os atos de Jeremias no vale (19.1).
Pasur era presidente ou superintendente na casa do Senhor e ouvindo Jeremias profetizar, o feriu. Talvez no cumprimento do seu dever como presidente da Casa do Senhor, como em 29.26 (Dt 25.2-3), mas extrapolando sua autoridade.
O episódio de 15.18 (Jeremias se lamentando de seu duro ofício) mostra claramente que a pregação profética fiel acarretava certos riscos ao profeta (veja Gn 3.15; 2Co 13-7; 2Tm 3.12). Jeremias era verdadeiro profeta, apesar da ação legal executada contra de.
Pasur, cujo nome significa “prosperidade por todos os lados”, indignado com o profeta e com Deus, o coloca num cepo (tronco de uma árvore próximo à porta do templo), na parte superior de Benjamim, na casa do Senhor para ali passar a noite. Somente no dia seguinte é que ele o retira de lá, mas Jeremias ainda tinha uma palavra profética para ele.
Ele não mais seria prosperidade por todos os lados, mas Terror-Por-Todos-Os-Lados, pois Jeremias anuncia que doravante ele não se chamará mais Pasur, mas Migor-Missabibe. (Veja 6.25). O novo nome simbólico dado a Pasur o equipara aos inimigos de Judá, uma vez que ele representava a rejeição oficial de Judá das palavras proféticas salvadoras. Veja 26.7-9.
A intenção de Pasur era que os seus atos e suposto ministério beneficiassem Judá, mas o resultado final seria exílio e morte.
É possível que, por ocasião da primeira invasão de Judá, em 605 a.C., Nabucodonosor já estivesse às portas de Jerusalém. Pasur era um falso profeta (vs. 6; 14.13). Recebeu o castigo reservado para as classes dominantes em geral (veja 2Rs 24.14).
E. O lamento de Jeremias (20.7-18)
Até ao final deste capítulo, estaremos vendo o lamento de Jeremias. Essa é a sexta 'confissão" de Jeremias (11.18-23). O profeta se queixa novamente da oposição que enfrenta ao proclamar a palavra de Deus a Judá.
Apesar do lamento ser uma forma legítima de oração, é possível que, nesse caso, Jeremias tenha passado dos limites aceitáveis da queixa diante de Deus. De qualquer modo, o profeta encontrava-se completamente desesperado diante dos maus tratos terríveis que havia sofrido nas mãos de seus opositores.
Jeremias não havia antevisto as provações que acompanhariam a sua incumbência de profeta e considerava o seu chamado (especialmente, talvez, 1.7-8) um fardo pesado, por isso que ele exclama que foi persuadido e persuadido ficou, que foi encantado por causa da força e do poder do Senhor que o cativaram – vs. 7.
Ele se queixa de que suas palavras somente são de destruição e de juízo. O profeta não podia resistir ao chamado divino para proferir a sua mensagem de ira vindoura.
Ele até pensou em desistir – vs. 9 -, mas não pode resistir ao fogo que arde em seu peito. Ao que parece, a compulsão de falar exercia uma pressão física a que ele não podia resistir (veja Am 3.8; 1Co 9.16; 2Co 5.14).
Ele ouve a maquinação dos que lhe são contrários e que se zangam com a palavra que está nele, mas ele não se deixa levar e permanece firme em seu propósito de continuar sendo um grande instrumento de Deus, útil em toda sua obre e chamado.
Ele sabe que o Senhor está com ele, apesar de tudo o que lhe acontece. O caminho dos que abandonam o Senhor é de tropeço e de queda e ele sabe que o fim deles se aproximava veloz.
A primeira impressão que temos de Jeremias é que ele começa a amaldiçoá-los e a lançar imprecações, mas reparando bem, ele não está fazendo isso, mas antes antevendo as consequências naturais daquelas péssimas escolhas de suas vidas, se afastando e rejeitando ao Senhor.
Ele ora a Deus para que Deus permita que ele veja a queda deles – vs. 12 - uma vez que ele estava se fiando no Senhor e pregando a sua palavra, mas eles, estavam se recusando a ouvi-lo.
No verso 13, ele canta ao Senhor e o louva, pois o Senhor é aquele que livra a alma do necessitado da mão dos malfeitores.
Jr 20:1 Ora Pasur, filho de Imer, o sacerdote,
                que era superintendente da casa do Senhor,
                               ouviu Jeremias profetizar estas coisas.
                Jr 20:2 Então feriu Pasur ao profeta Jeremias,
                               e o meteu no cepo que está na porta superior de Benjamim,
                                               na casa do Senhor.
                Jr 20:3 No dia seguinte,
                               quando Pasur o tirou do cepo Jeremias lhe disse:
                                               O Senhor não te chama Pasur,
                                                               mas Magor-Missabibe.
                               Jr 20:4 Porque assim diz o Senhor:
                                               Eis que farei de ti um terror para ti mesmo,
                                                               e para todos os teus amigos.
                                               Eles cairão à espada de seus inimigos,
                                                               e teus olhos o verão.
                                               Entregarei Judá todo na mão do rei de Babilônia;
                                                               ele os levará cativos para Babilônia,
                                                                              e matá-los-á à espada.
                               Jr 20:5 Também entregarei todas as riquezas desta cidade,
                                               todos os seus lucros,
                                                               e todas as suas coisas preciosas,
                                               sim, todos os tesouros dos reis de Judá
                                                               na mão de seus inimigos,
                                               que os saquearão e, tomando-os,
                                                               os levarão a Babilônia.
                               Jr 20:6 E tu, Pasur, e todos os moradores da tua casa
                                               ireis para o cativeiro; e virás para Babilônia,
                                                               e ali morrerás, e ali serás sepultado,
                                                                              tu, e todos os teus amigos,
                                                                              aos quais profetizaste falsamente.
Jr 20:7 Seduziste-me, ó Senhor, e deixei-me seduzir;
                mais forte foste do que eu, e prevaleceste;
                               sirvo de escárnio o dia todo; cada um deles zomba de mim.
                Jr 20:8 Pois sempre que falo, grito, clamo:
                               Violência e destruição; porque se tornou a palavra do Senhor
                                               um opróbrio para mim, e um ludíbrio o dia todo.
                Jr 20:9 Se eu disser:
                               Não farei menção dele, e não falarei mais no seu nome,
                                               então há no meu coração um como fogo ardente,
                                                               encerrado nos meus ossos,
                                               e estou fatigado de contê-lo, e não posso mais.
                Jr 20:10 Pois ouço a difamação de muitos, terror por todos os lados!
                               Denunciai-o! Denunciemo-lo!
                                               dizem todos os meus íntimos amigos,
                                                               aguardando o meu manquejar;
                                               bem pode ser que se deixe enganar;
                               então prevaleceremos contra ele e nos vingaremos dele.
                Jr 20:11 Mas o Senhor está comigo como um guerreiro valente;
                               por isso tropeçarão os meus perseguidores,
                                               e não prevalecerão;
                               ficarão muito confundidos, porque não alcançarão êxito,
                                               sim, terão uma confusão perpétua
                                                               que nunca será esquecida.
                Jr 20:12 Tu pois, ó Senhor dos exércitos, que provas o justo,
                               e vês os pensamentos e o coração, permite que eu veja a tua
                                               vingança sobre eles;
                                                               porque te confiei a minha causa.
                Jr 20:13 Cantai ao Senhor, louvai ao Senhor;
                               pois livrou a alma do necessitado da mão dos malfeitores.
                Jr 20:14 Maldito o dia em que nasci;
                               não seja bendito o dia em que minha mãe me deu à luz.
                Jr 20:15 Maldito o homem que deu as novas a meu pai, dizendo:
                               Nasceu-te um filho, alegrando-o com isso grandemente.
                Jr 20:16 E seja esse homem como as cidades que o senhor destruiu
                               sem piedade; e ouça ele um clamor pela manhã,
                                               e um alarido ao meio-dia.
                Jr 20:17 Por que não me matou na madre?
                               assim minha mãe teria sido a minha sepultura,
                                               e teria ficado grávida perpetuamente!
                Jr 20:18 Por que saí da madre, para ver trabalho e tristeza,
                               e para que se consumam na vergonha os meus dias?
Já nos versos 14 e 15 parece que Jeremias surtou. São, de fato, um grande lamento, a ponto de ele mesmo se desesperar e amaldiçoar o dia de seu nascimento e o homem que deu notícias ao seu pai. Sobre eles, ele lança palavras insensatas que mostram seu grau de perturbação diante da grande provação que estava passando.
Ao expressar o desejo de ter morrido antes de nascer, Jeremias indica o seu desprazer extremo diante da incumbência de transmitir a mensagem de julgamento divino e lamenta o sofrimento infligido sobre ele pelo seu povo em resposta às suas profecias (vs. 7-10).
Essa ideia monstruosa (que continua no vs. 18) é um ataque violento à escolha divina do profeta antes do seu nascimento (1.5).
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 164 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.