domingo, 4 de janeiro de 2015

Isaías 38:1-22 - EZEQUIAS ORA COM FÉ, DEUS RESPONDE E LHE DÁ UM SINAL: UMA VIAGEM NO TEMPO.



Estamos no capítulo 38/66, na terceira parte do livro de Isaías, na subparte “B”. Como temos dito, a época corresponde ao período entre 740 a.C e 686 a.C que se encontra detalhada em II Re 15:1 a 20:21, envolvendo os públicos de Israel e Judá. Veja nosso mapinha de nossas reflexões:
Parte III – A RESPOSTA DE ISAÍAS AO JULGAMENTO ASSÍRIO – 7:1 – 39:8.
C. A invasão de Senaqueribe – 28:1 a 39:8.
b. A invasão e seus desdobramentos (36.1-39.8).
Estaremos vendo, como já dissemos, nesses capítulos de ligação, o relato da invasão de Senaqueribe pela ótica de Isaías. Grande parte do material presente aqui, conforme nossa BEG, é paralelo a II Re 18:13 a 20:19 e essas duas passagens formam uma ponte histórica entre os blocos compostos pelos caps. 1 a 35, aos quais acabamos de ver, e do bloco do capítulo 40 ao 66, que ainda veremos. Ligando esses dois blocos temos essa invasão de Senaqueribe que ocupa os capítulos de 36 ao 39.
A presente seção foi dividida em três partes para nossa melhor compreensão: (1) O primeiro encontro com o exército assírio (36:1 – 37:8) – já vimos. (2) O segundo encontro (37:9 - 38) – já vimos; e (3) O resultado da escolha fatal de Ezequias (38:1 a 39:8) – veremos agora.
(3) O resultado da escolha fatal de Ezequias (38:1 a 39:8).
Doravante até 39:8 estaremos vendo a bênção e a maldição na vida de Ezequias. Por causa da oração de Ezequias, Deus permitiu que ele sobrevivesse à sua doença (38:1-22), depois de avisá-lo que ele estaria prestes a morrer, mas o rei falhou grandemente quando tirando os olhos do Senhor cobiçou coisas indevidas e tentou estabelecer uma aliança com a Babilônia (39.1-8).
Eu gostaria de saber do dia de minha partida nesta terra, mas sei que isso me será negado conhecer, embora, com certeza, venha a tentá-lo; Ezequias teve esse privilégio, mas usou ele para pedir mais anos à sua vida. Dele veio, depois, seu descendente Manassés, um terrível rei que governou o povo de Deus por mais de 50 anos.
Aparentemente, Ezequias não tinha um herdeiro do sexo masculino. Ele viveu esses mais quinze anos depois desse incidente (vs. 5) e gerou Manassés, seu sucessor no reino, que tinha doze anos quando Ezequias morreu (II Re 20:21 – 21:1).
Que é que entende os planos de Deus ou tem capacidade de compreender isso? Com certeza, tem gente que não gostaria de saber dessas coisas, mas não importa isso, vamos em frente.
Até o verso 22, estaremos vendo Ezequias adoecer, orar e receber a cura do Senhor.
Isso pode ter acontecido antes ou depois do cerco de Jerusalém (701 a.C.). Alguns defendem que Ezequias morreu em 696 a.C. e datam a sua doença como um fato do início do seu reinado individual (711 a.C.).
A ideia que se tem é que a ordem dos acontecimentos bíblicos esteja na forma cronológica, mas aqui, nesse caso, cremos que não, conforme se estuda o texto e as pistas que nele se encontram.
Muito provavelmente essa situação de enfermidade e a próxima de visitação babilônica tenha se dado em 702 a.C., antes da invasão assíria à Judá que culminou com a morte de Senaqueribe.
O fato é que Ezequias estava enfermo e um dos sintomas era uma úlcera – vs II Re 20:7 – no entanto, ninguém sabe que doença mortal era aquele do rei.
A sua morte estava decretada e não haveria cura, mas Ezequias orou ao Senhor que o ouviu e ele foi curado. Em sua oração, depois de receber a notícia do profeta Isaias, filho de Amoz, que iria morrer, ele lembra ao Senhor os seus feitos de como andou diante do Senhor escolhendo a fidelidade, a inteireza de coração e o que era reto aos seus olhos e chorou intensamente.
Não há nenhum segredo em sua oração de forma alguma. O Senhor não o atendeu por causa de suas obras, pois obras alguma nos justifica diante dele, uma vez que todas elas, diante de Deus, são como trapo de imundícia – Is 64:6.
O dever de andar diante do Senhor escolhendo a fidelidade, a inteireza do coração e o bom proceder fazendo o que é reto diante de Deus é dever de todos os que são crentes e temem ao Senhor, sem jamais constituírem-se, na sua execução, em créditos divinos.
Ezequias não tinha créditos, nem era justo, mas pecador e homem como nós, como foi Elias – homem semelhante a nós (Tg 5:17) -, logo Deus ter-lhe ouvido e atendido não foi devido seus argumentos, nem foi por causa de seu choro e intenso clamor, mas por causa de seus próprios propósitos.
O fato é que Deus mandou o profeta recuar e dizer ao “príncipe de meu povo” – vs II Re 20:5 - se voltar a ele dizendo que tinha visto tanto o seu clamor quanto as suas lágrimas e que por isso estaria lhe concedendo mais 15 anos.
Ele pediu e ele chorou por isso. Deus o ouviu e o atendeu. Todos os que pedem e choram serão ouvidos e atendidos? Por isso que essa situação não faz regra geral, por isso que Deus atendeu sua oração por causa de seus propósitos.
Deus poderia curá-lo de diversas formas, mas ensina a Isaias que faça uma pasta de figos e que por meio dela, passando na úlcera, ele ficaria curado.  E de fato foi ele curado daquela forma.
Ainda Deus estabeleceu um prazo de 3 dias. Ora, Deus mesmo poderia tê-lo curado instantaneamente, mas escolheu 3 dias para que ele ficasse inteiramente bom.
Se não bastasse tudo isso, Deus também concedeu a ele um sinal de que ficaria curado – ora ele já não ficaria curado mesmo? Por que então a necessidade de um sinal? – e lhe propõe uma manipulação do tempo como sinal.
Ou viajar para o futuro ou para o passado, conforme fosse a sombra do relógio de Acaz, para frente ou para trás. Os dois movimentos seriam já extraordinários, embora não tenha isso percebido Acaz e assim, escolheu voltar e o relógio recuou dez graus.
Resumidamente: Ezequias fica mortalmente doente. O profeta Isaias é enviado para avisá-lo de sua morte certa. Ezequias ora e chora. Deus ouve, o cura e lhe dá mais 15 anos de vida. Cura-o com remédio. Propõe a ele a escolha de um sinal de que seria curado e ele escolhe voltar no tempo. Deus faz o relógio de Acaz voltar 10 graus.
Essa foi – vs 2 - sua segunda oração (a primeira em 37:14-20) na qual o rei coloca a sua confiança na retidão de Deus e de forma alguma é frustrado.
Is 38:1 Naqueles dias Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal;
                e veio a ele o profeta Isaías, filho de Amós, e lhe disse:
                               Assim diz o SENHOR:
                                               Põe em ordem a tua casa, porque morrerás,
                                                               e não viverás.
                Is 38:2 Então virou Ezequias o seu rosto para a parede,
                               e orou ao SENHOR. Is 38:3 E disse:
                                               Ah! SENHOR, peço-te, lembra-te agora,
                                                               de que andei diante de ti em verdade, e com
                                                               coração perfeito, e fiz o que era reto
                                                                              aos teus olhos.
                                               E chorou Ezequias muitíssimo.
                Is 38:4 Então veio a palavra do SENHOR a Isaías, dizendo:
                               Is 38:5 Vai, e dize a Ezequias:
                                               Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi teu pai:
                                                               Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas;
                                                                               eis que acrescentarei aos teus dias
                                                                                              quinze anos.
                                               Is 38:6 E livrar-te-ei das mãos do rei da Assíria, a ti,
                                                               e a esta cidade, e defenderei esta cidade.
                                               Is 38:7 E isto te será da parte do SENHOR como
                                                               sinal de que o SENHOR cumprirá esta
                                                                              palavra que falou.
                                               Is 38:8 Eis que farei retroceder dez graus a sombra
                                               lançada pelo sol declinante no relógio de Acaz.
                               Assim retrocedeu o sol os dez graus que já tinha declinado.
                Is 38:9 O escrito de Ezequias, rei de Judá, de quando adoeceu
                               e sarou de sua enfermidade:
                Is 38:10 Eu disse:
                               No cessar de meus dias ir-me-ei às portas da sepultura;
                                               já estou privado do restante de meus anos.
                Is 38:11 Disse:
                               Não verei ao SENHOR, o SENHOR na terra dos viventes;
                                               jamais verei o homem com os moradores do mundo.
                Is 38:12 Já o tempo da minha vida se foi, e foi arrebatada de mim,
                               como tenda de pastor; cortei a minha vida como tecelão;
                                               ele me cortará do tear; desde a manhã até à noite
                                                                me acabarás.
                Is 38:13 Esperei com paciência até à madrugada;
                               como um leão quebrou todos os meus ossos;
                                               desde a manhã até à noite me acabarás.
                Is 38:14 Como o grou, ou a andorinha, assim eu chilreava,
                               e gemia como a pomba; alçava os meus olhos ao alto;
                                               ó SENHOR, ando oprimido, fica por meu fiador.
                Is 38:15 Que direi? Como me prometeu, assim o fez;
                               assim passarei mansamente por todos os meus anos,
                                               por causa da amargura da minha alma.
                Is 38:16 Senhor, por estas coisas se vive, e em todas elas está a vida
                               do meu espírito, portanto cura-me e faze-me viver.
                Is 38:17 Eis que foi para a minha paz que tive grande amargura,
                               mas a ti agradou livrar a minha alma da cova da corrupção;
                                               porque lançaste para trás das tuas costas
                                                               todos os meus pecados.
                Is 38:18 Porque não te louvará a sepultura,
                               nem a morte te glorificará; nem esperarão em tua verdade
                                               os que descem à cova.
                Is 38:19 O vivente, o vivente, esse te louvará, como eu hoje o faço;
                               o pai aos filhos fará notória a tua verdade.
                Is 38:20 O SENHOR veio salvar-me; por isso, tangendo em meus
                               instrumentos, nós o louvaremos todos os dias de nossa vida
                                               na casa do SENHOR.
Is 38:21 E dissera Isaías:
                Tomem uma pasta de figos, e a ponham como emplastro
                               sobre a chaga; e sarará.
                Is 38:22 Também dissera Ezequias:
                               Qual será o sinal de que hei de subir à casa do SENHOR?
Ezequias expressou, e nós também devemos fazê-lo, a sua angústia diante da realidade da dor aguda da morte (SI 55:4). Ele fez uso de muitas metáforas para expressar esse seu desgosto pela brevidade da vida, como se Deus fosse até o seu inimigo (Sl 22; 32:3-4).
A ênfase do louvor pela vida não estaria na sepultura que nada poderia fazer, mas se dá no louvor público e pessoal em resposta aos atos de salvação de Deus nesta vida. Ele somente poderia oferecer louvor a ele pela cura se oferecido somente na terra dos viventes. A esperança da vida temporal não se estende para além da morte, mas a esperança da vida eterna sim (52:13; Sl 22:22-31; II Tm 1:10; Hb 2:10-12; I Jo 5:11-12).
A esperança estava viva (Sl 6:9; 22:22-24) e baseada no fato de que o Senhor veio salvá-lo e vem nos salvar também – vs 20 -, por isso devemos louvá-lo ainda mais.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 212 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.