sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Isaías 8:1-22 - COMO REAGIR CORRETAMENTE ANTE A INVASÃO DOS ASSÍRIOS

Estamos no capítulo 8/66, na terceira parte do livro de Isaías, na subparte “A”. A época corresponde ao período entre 740 a.C e 686 a.C que se encontra detalhada em II Re 15:1 a 20:21, envolvendo os públicos de Israel e Judá.
Parte III – A RESPOSTA DE ISAÍAS AO JULGAMENTO ASSÍRIO – 7:1 – 39:8.
A. A resposta de Isaías ao julgamento assírio – 7:1 a 12:6.
Como já dissemos, Isaías revelou o envolvimento de Deus nos acontecimentos em torno da coalisão sírio-israelita contra a Assíria. Ele advertiu quanto ao severo julgamento contra Israel e Judá por meio da agressão assíria, mas também assegurou os seus ouvintes a respeito da restauração final.
Nós tínhamos dividido essa parte “A”, em três outras partes. 1. O julgamento assírio e os filhos de Isaías – 7:1 a 8:18 – concluiremos agora. 2. O julgamento assírio e Israel – 8:19 a 10:4 – iniciaremos em seguida. 3. O julgamento assírio e Judá – 10:5 a 12:6.
1. O julgamento assírio e os filhos de Isaías – 7:1 a 8:18 - continuação.
Como já havíamos falado, Isaías teve dois filhos que serviram como sinais do julgamento que viria sobre Israel e Judá em conexão com a resposta assíria à coalizão sírio-fenícia – 736-734 a.C.
Aqui, neste capítulo, o Senhor pede a Isaías que apanhe uma ardósia – uma espécie de madeira ou metal para se colocar à época um anúncio em cartaz – e escreva nela de maneira inteligível o nome de seu segundo filho: Rápido-Despojo-Presa-Segura ("Maer-Salal-Hás-Baz").
O propósito do cartaz era anunciar o iminente cumprimento da palavra de Deus.
Isaías toma consigo testemunhas fidedignas Urias, sacerdote, e o profeta Zacarias, filho de Jeberequias os quais eram ligados a Acaz, o rei apóstata – II Re 16:10-11 -, para observarem, de forma forçada, o sinal do nascimento de Emanuel - 7:10-14.
Eles chegam até a profetisa (esposa de Isaías que também pode ter exercido essa função – Jz 4:4; II Re 22:14) e ela concebeu e deu à luz um filho e o Senhor é quem lhe sugeriu o seu nome como sendo Rápido-Despojo-Presa-Segura ("Maer-Salal-Hás-Baz") e explica por que.
Porque antes que o menino saiba dizer meu pai, ou minha mãe, se levarão as riquezas de Damasco, e os despojos de Samaria, diante do rei da Assíria – vs 4. Ou seja, em menos de um ano, ou próximo a isso, Deus traria rápida devastação sobre a Síria, Israel e Judá – vs 8 e 10.
O Senhor continua a falar por meio do profeta Isaías e no vs 6 ele fala de Judá como este povo que o desprezou a ele, as águas de Siloé que correm brandamente, e que temeu diante de Rezim e do filho de Remailias. Em consequência pelo desprezo, sofreriam grandes assolações provocadas pelas águas do Eufrates, fortes e impetuosas.
Serão águas que encherão o leito dos rios e transbordarão por todas as ribanceiras, penetrando em Judá e a inundando-a até o pescoço. Tudo seria assolado com grande assolação pelos assírios. O curioso é que ele diz isso a Emanuel! – vs 8.
O fato é que o povo ansiava pela queda da Síria – rei Rezim – sem que houvesse qualquer consequência relacionada à palavra profética de Isaías de julgamento contra Judá.
Diante da grandeza da invasão assíria em Judá, em 701 a.C., somente Jerusalém sobreviveu. A Assíria traria muita devastação, seria ela como uma forte inundação, mas não a total aniquilação de Judá.
Nos versos 9 e 10, vemos o Senhor falando:
·         Ajuntai-vos, ó povos,
            e sereis quebrantados;
·         dai ouvidos, todos os que sois de terras longínquas; cingi-vos
            e sereis feitos em pedaços,
·         cingi-vos
            e sereis feitos em pedaços.
·         Tomai juntamente conselho,
            e ele será frustrado;
·         dizei uma palavra,
            e ela não subsistirá,
Parece que nada daria certo e ele explica por que: Deus é conosco, ou seja Emanuel. Deus tinha advertido o profeta para não andar no caminho do povo e fazendo como eles que confundiam as coisas e os valores, chamando de conjuração o que não era para ser chamado disso, temendo o que não era para se temer e ele aponta a solução, como Cristo apontou semelhantemente.
Se temos de temer alguém ou alguma coisa, não seja o diabo ou os adversários, mas o Senhor dos Exércitos, sendo ele nosso temor e espanto! Mateus 10:28 nos diz para não temermos os que matam o corpo e não podem matar a alma; antes, que devemos temer aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.
No verso 14, algo interessante, pois que esse mesmo Deus tanto é santuário como pedra de tropeço e rocha de ofensa, principalmente às duas casas de Israel (Judá e Israel) e, como laço e armadilha para os moradores de Jerusalém, onde muitos tropeçarão e cairão, serão quebrantados, enlaçados e presos.
A palavra fora lançada e agora seria resguardada e selada no coração dos discípulos de Isaías que a proclamariam ao povo de Deus para salvação daqueles que Deus iria preservar.
Agora agiriam a fé e a esperança, por isso diz que esperaria no Senhor que por hora estava escondendo o seu rosto de Jacó – vs 17.
Isaías fala dele, dos seus filhos, dos seus discípulos e de todos aqueles que a palavra pregada alcançaria. Seriam eles todos para sinais e maravilhas em Israel da parte do Senhor, que habita no Monte Sião – vs 18. Essa passagem foi citada pelo escritor de Hebreus – Hb 2:13.
O autor de Hebreus estava se referindo ao vs 18, onde Isaías declarou que ele e seus filhos eram sinais do julgamento de Deus contra o rebelde Judá – os rebeldes não eram os seus filhos. Quanto a isso, Isaías, foi um tipo de Cristo o qual também tinha um círculo de “filhos” dado a ele pelo Pai – Jo 17:6 – os quais permaneceram como manifestações do julgamento de Deus contra os que se rebelam contra ele.
2. O julgamento assírio e Israel – 8:19 a 10:4
Tendo deixado claro que os assírios destruiriam Israel totalmente, Isaías fala ao Reino do Norte sobre como reagir ao julgamento que estava por vir contra ele.
O profeta conclama seus habitantes:
·         A consultarem a Deus – 8:19-22.
·         A colocarem a esperança na família de Davi – 9:1-7.
·         A abandonarem a sua orgulhosa autoconfiança – 9:8 – 10:4.
Já o povo, teimosa e orgulhosamente:
·         Consultavam os necromantes e os adivinhos – vs 19.
·         A esperança deles não estava no Senhor.
Diante da grande fatalidade por vir, o que adiantaria qualquer coisa que fosse feita senão a busca de Deus? No entanto, o povo estava querendo consultar os mortos a favor dos vivos e Isaías lhes fala claramente à lei e ao testemunho! Se não falarem dessa maneira, jamais veriam a alva.
Isaías insiste em chamar o Reino do Norte para consultarem a Deus em busca de entendimento depois de o julgamento ter sido realizado, em vez de se voltar aos necromantes e adivinhos.
Is 8:1 Disse-me também o SENHOR:
                Toma um grande rolo, e escreve nele com caneta de homem:
                               Apressando-se ao despojo, apressurou-se à presa.
                Is 8:2 Então tomei comigo fiéis testemunhas,
                               a Urias sacerdote, e a Zacarias, filho de Jeberequias,
                                               Is 8:3 E fui ter com a profetiza, e ela concebeu,
                                                               e deu à luz um filho; e o SENHOR me disse:
                Põe-lhe o nome de Maer-Salal-Has-Baz.
                               Is 8:4 Porque antes que o menino saiba dizer meu pai,
                                               ou minha mãe, se levarão as riquezas de Damasco,
                                                               e os despojos de Samaria,
                                                                              diante do rei da Assíria.
                Is 8:5 E continuou o SENHOR a falar ainda comigo, dizendo:
                               Is 8:6 Porquanto este povo desprezou as águas de Siloé
                                               que correm brandamente, e alegrou-se com Rezim
                                                               e com o filho de Remalias,
                               Is 8:7 Portanto eis que o Senhor fará subir sobre eles
                                               as águas do rio, fortes e impetuosas, isto é,
                                               o rei da Assíria, com toda a sua glória;
                                               e subirá sobre todos os seus leitos,
                                               e transbordará por todas as suas ribanceiras.
                Is 8:8 E passará a Judá, inundando-o, e irá passando por ele
                               e chegará até ao pescoço; e a extensão de suas asas encherá
                                               a largura da tua terra, ó Emanuel.
                Is 8:9 Ajuntai-vos, ó povos,
                               e sereis quebrantados;
                dai ouvidos, todos os que sois de terras longínquas; cingi-vos
                               e sereis feitos em pedaços,
                cingi-vos
                               e sereis feitos em pedaços.
                Is 8:10 Tomai juntamente conselho,
                               e ele será frustrado;
                dizei uma palavra,
                               e ela não subsistirá,
                                               porque Deus é conosco.
                Is 8:11 Porque assim o SENHOR me disse com mão forte,
                               e me ensinou que não andasse pelo caminho deste povo,
                                               dizendo:
                Is 8:12 Não chameis conjuração, a tudo quanto
                               este povo chama conjuração; e não temais o que ele teme,
                                               nem tampouco vos assombreis.
                Is 8:13 Ao SENHOR dos Exércitos, a ele santificai;
                               e seja ele o vosso temor e seja ele o vosso assombro.
                Is 8:14 Então ele vos será por santuário;
                               mas servirá de pedra de tropeço, e rocha de escândalo,
                                               às duas casas de Israel;
                               por armadilha e laço aos moradores de Jerusalém.
                Is 8:15 E muitos entre eles tropeçarão, e cairão,
                               e serão quebrantados, e enlaçados, e presos.
                Is 8:16 Liga o testemunho, sela a lei entre os meus discípulos.
                Is 8:17 E esperarei ao SENHOR, que esconde o seu rosto
                               da casa de Jacó, e a ele aguardarei.
                Is 8:18 Eis-me aqui, com os filhos que me deu o SENHOR,
                               por sinais e por maravilhas em Israel,
                                               da parte do SENHOR dos Exércitos,
                                                               que habita no monte de Sião.
                Is 8:19 Quando, pois, vos disserem:
                               Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos,
                                               que chilreiam e murmuram:
                               Porventura não consultará o povo a seu Deus?
                               A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?
                               Is 8:20 A lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo
                                               esta palavra, é porque não há luz neles.
                Is 8:21 E passarão pela terra duramente oprimidos e famintos;
                               e será que, tendo fome, e enfurecendo-se, então amaldiçoarão
                                               ao seu rei e ao seu Deus, olhando para cima.
                Is 8:22 E, olhando para a terra, eis que haverá angústia e escuridão,
                               e sombras de ansiedade, e serão empurrados para as trevas.
O mal estava vindo, velozmente e a criança ia crescendo e antes que chamasse pai já teria o povo sido atingido pelos assírios. A solução era tríplice. Primeiro consultando corretamente a Deus e não aos mortos a favor dos vivos, depois, como já dissemos colocando a esperança na família de Davi e por fim deveriam abandonarem todo orgulho da autoconfiança, como veremos no próximo capítulo.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 242 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.