segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Isaías 18:1-7 - ISAÍAS E O SEU QUARTO ORÁCULO CONTRA A ETIÓPIA/EGITO

Estamos no capítulo 18/66, na terceira parte do livro de Isaías, na subparte “B”. Como temos dito, a época corresponde ao período entre 740 a.C e 686 a.C que se encontra detalhada em II Re 15:1 a 20:21, envolvendo os públicos de Israel e Judá.
Parte III – A RESPOSTA DE ISAÍAS AO JULGAMENTO ASSÍRIO – 7:1 – 39:8.
B. Levante internacional durante o julgamento assírio – 13:1 a 27:13.
1. Oráculos acerca de nações específicas – 13:1 ao 23:18.
Nessa seção “1”, como já dissemos, estamos apresentando as profecias (oráculos) de Isaías relativas às ações de Deus para com dez nações específicas que desempenharam papéis importantes durante o período do julgamento assírio.
Os oráculos também foram igualmente divididos em 10 partes, envolvendo, portanto, dez nações: a. Babilônia (Assíria) – 13:1 a 14:27 – já vista. b. Filístia – 14:28 – 32 – já vista. c. Moabe – 15:1 – 16:14 – já vista. d. Damasco – 17:1-14 – já vista. e. A Etiópia e o Egito – 18:1 – 20:6 – iniciaremos agora. f. Babilônia – 21:1-10. g. Edom – 21:11-12. h. Arábia – 21:13-17. i. Jerusalém – 22:1-25. j. Tiro – 23:1-18.
e. A Etiópia e o Egito – 18:1 – 20:6.
Estamos vendo o quarto oráculo de Isaías, agora contra a quarta nação das dez mencionadas, neste caso contra a Etiópia e o Egito, para mostrar as aflições que cairiam sobre elas.
Por causa de um etíope chamado Chabako que assumiu o poder no Egito em 715 a.C., que a Etiópia e o Egito estão sendo contadas como uma nação.
As profecias previam acontecimentos que tomariam lugar à medida que a Etiópia/Egito se envolvessem com os levantes internacionais provocados pelo ataque assírio, incluindo a derrota do Egito pelo rei assírio Esar-Hadom em 670 a.C.
Nos seis primeiros versos encontraremos o profeta declarando primeiramente um oráculo contra a Etiópia.
Ai da terra onde há o roçar de muitas asas de insetos – vs 1. Pode ser "terra de muitos insetos" ou "terra de muitos navios" (como em algumas traduções antigas de  Isaías).
A Etiópia é uma região da Núbia, sul do Egito moderno que envia os seus mensageiros por mar em navios de papiro ou junco. O uso eficaz de navios leves e rápidos por parte dos núbios incitaria as nações a se rebelarem contra os assírios.
Ironicamente, o profeta pediu aos mensageiros velozes que fossem correndo entregar a mensagem dos vs. 3-6 aos etíopes, ou seja, ao povo de elevada estatura e de pele lisa (não tinham o costume de usar barba), terrível desde o seu princípio e cuja nação, cuja terra os rios dividem, era forte e esmagadora – vs 2.
Os habitantes do mundo do vs 3 eram os destinatários do oráculo (18.1-7), ou sejam, eram todas as nações que estavam destinadas a sentir a ira de Deus por meio do ataque assírio. Elas observariam o que o Senhor faria à Etiópia (e ao Egito).
No verso 4, o Senhor estaria ali olhando da sua morada, estaria ali calmo, observando pacientemente as atividades da Etiópia e do Egito por um momento antes de reagir (Sl 2:1-4; 33:13-17; 80:14).
Nos versos 5 e 6, vemos que há duas imagens do julgamento de Deus por meio dos ataques assírios à Etiópia e ao Egito:
·         A poda das vinhas antes da colheita – vs 5.
·         Uma carcaça da qual os animais se alimentariam – vs 6.
Como indicam outras profecias nesse contexto, o julgamento de Deus por meio dos assírios contra os etíopes (e os egípcios) terminaria levando a uma época durante a qual alguns deles se submeteriam ao Deus de Israel (13:4; 16:1).
Por conta dessa submissão, é que seria levado, “naquele tempo”,  um presente ao Senhor dos Exércitos  - Mt 2:1-12? - por esse povo de elevada estatura e de pele lisa (não tinham o costume de usar barba), terrível desde o seu princípio e cuja nação, cuja terra os rios dividem, era forte e esmagadora – vs 2.
Estar na presença de Deus de forma acessível, sem rituais ou burocracias, ou mesmo intermediários, era algo impensável e impraticável até que Cristo veio e rasgou o véu da separação entre o homem e Deus.
A acessível presença especial estava no templo de Jerusalém. Essa predição foi cumprida em parte quando os gentios foram incluídos entre os que retornaram em 539-538 a.C., mas encontraria a realização final em Cristo, que fez com que um grande número de gentios entrasse para o reino de Deus.  
Is 18:1 Ai da terra
                que ensombreia com as suas asas,
                que está além dos rios da Etiópia.
                Is 18:2 Que envia embaixadores por mar em navios de junco
                               sobre as águas, dizendo:
                Ide, mensageiros velozes,
                                a um povo de elevada estatura e de pele lisa;
                                a um povo terrível desde o seu princípio;
                                a uma nação forte e esmagadora,
                                                cuja terra os rios dividem.
                Is 18:3 Vós, todos os habitantes do mundo,
                               e vós os moradores da terra, quando se arvorar a bandeira
                                               nos montes, o vereis; e quando se tocar a trombeta,
                                                               o ouvireis.
                Is 18:4 Porque assim me disse o SENHOR:
                               Estarei quieto, olhando desde a minha morada, como o ardor
                                               do sol resplandecente depois da chuva, como a
                                                               nuvem do orvalho no calor da sega.
                Is 18:5 Porque antes da sega, quando já o fruto está perfeito e,
                               passada a flor, as uvas verdes amadurecerem,
                                               então, com foice podará os sarmentos
                                                               e tirará os ramos e os lançará fora.
                Is 18:6 Serão deixados juntos às aves dos montes
                               e aos animais da terra; e sobre eles veranearão
                                               as aves de rapina, e todos os animais da terra
                                                               invernarão sobre eles.
                Is 18:7 Naquele tempo trará um presente ao SENHOR dos Exércitos
                               um povo de elevada estatura e de pele lisa,
                                               e um povo terrível desde o seu princípio;
                               uma nação forte e esmagadora, cuja terra os rios dividem;
                                               ao lugar do nome do SENHOR dos Exércitos,
                                                               ao monte Sião.
Todos nós, hoje, independentemente de nossas crenças temos acesso ao Trono da Graça a fim de alcançarmos mais graça em tempo oportuno. Temos acesso livre a Deus Pai por meio de seu único Filho que nos amou e se nos deu por causa de nossos pecados. Todos agora temos acesso, no Tabernáculo, no Santo dos Santos e podemos fazer livremente as nossas orações – Hb 10:19.
Hebreus 10:19 Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus,
Hebreus 10:20 Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,
Hebreus 10:21 E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus,
Hebreus 10:22 Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa,
Hebreus 10:23 Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 232 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.