sexta-feira, 19 de setembro de 2014

I Crônicas 29:1-30 - A MORTE DE DAVI - SUA ORAÇÃO PELO POVO E SEU FILHO

Nossas reflexões se encontram aqui:
Parte II – O REINO UNIDO – 9:35 a II CR 9:31
A. O reinado de Davi – 9:35 a 29:30.
3. Preparativos para o templo – 13:1 a 29:25 – estamos vendo;
b. Davi faz preparativos para o templo – 17:1 a 29:25
 (5) Davi transfere o poder e a responsabilidade para Salomão – 23:1 a 29.25.
(b) A última assembleia de Davi – 28:1 a 29:25 - continuação.
Esta é a última assembleia de Davi onde o cronista apresenta e descreve três séries de discursos e ações 28:2-19 – já vista; 28:20-29 – estamos concluindo neste capítulo; 29:10-25 – concluiremos neste.
Repetimos a informação de que o objetivo desse acréscimo - relato de Davi conforme Samuel - do cronista que se iniciou no capítulo 22:2 é tratar da finalização dos preparativos de Davi para o templo.
A segunda série de discursos e ações de Davi – 28:20-29:9 - continuação.
Como já dissemos, Davi aqui encorajou a seu filho e instruiu o povo a seguir as orientações de Salomão. Também contribuiu generosamente para o projeto de construção oferecendo suas próprias riquezas e inspirando muitos outros a fazerem o mesmo.
No verso primeiro deste capítulo, estava se dirigindo a toda congregação falando de seu filho, seu herdeiro, Salomão, enfatizando que a sua escolha era divina e não pessoal ou política.
Ele insistia que todos o ajudassem, principalmente por não saber ainda agir uma vez que era moço e inexperiente e, ainda, por que a obra a ser feita era para o Senhor Deus e não para os homens.
Ele enfatiza a todos que já tinha feito a sua parte juntando tesouros, materiais, equipamentos, plantas, homens, valores, recursos de toda espécie, depois fala de sua oferta generosa e com isso provoca os outros homens do seu reinado a fazerem o mesmo.
Tendo seu discurso sido eficaz, ele conseguiu ampla adesão e as contribuições foram abundantes. Isso trouxe ao povo uma alegria imensa devida à sua voluntariedade. Todos estavam muito alegres.
A terceira série de discursos e ações de Davi – 29:10-25.
Com essa alegria, Davi louvou a Deus pelo que havia realizado – vs 10 ao 13 -, pediu que o Senhor continuasse a capacitar Salomão e o povo – vs 14 ao 19 – e tomou medidas pacíficas – vs 21 ao 25.
Na oração de Davi, dos vs 10 ao 19, vemos, primeiramente, ele bendizendo o Senhor, reconhecendo sua soberania e poder, seu controle sobre todas as coisas e dando graças e louvores ao seu nome.
Dos versos 14 ao 16, vem o reconhecimento de Davi que não é nada diante de Deus e que tudo o que ele tem vem de Deus. Como iria ele oferecer algo a Deus se das suas mãos vinha tinha tudo o que ele tinha a oferecer? Sem a bênção de Deus, Davi se considerava impotente e incapaz – II Cr 1:9; 20:6-12.
Davi reconhece, no verso 17, que Deus prova os corações e que da sinceridade deles, ele se agrada. Deus jamais nos tentará, mas sempre nos provará e isto para dar a cada um segundo às suas obras.
Depois dessa introdução, somente no verso 18 é que faz os seus pedidos a Deus, ao Deus de seus pais Abraão, Isaque e Jacó. Primeiro pede, claramente, que Deus conserve para sempre no coração do povo estas disposições e pensamentos – obviamente inclinados à sua voluntariedade no servir o Senhor com seus bens.
Depois, que o povo se inclinasse para com ele, o Senhor, pois ele sabia que se o povo o buscasse, Deus se deixaria achar deles.
Também pede por seu filho rogando que a ele se dê um coração íntegro para guardar os seus mandamentos, testemunhos, estatutos de forma que ele tudo fizesse para edificar as obras que lhe incumbira, como o templo do Senhor.
Após isso, volta-se novamente a toda congregação para exortá-los a louvarem o Senhor. O povo estava muito feliz e comemoraram e festejaram com grande regozijo terminando com uma celebração grandiosa de sacrifícios – vs 21 -, festividade – vs 22 -, e harmonia nacional – vs 22b – 25.
Dos vs 22b ao 25, Salomão é proclamado rei e a palavra fala que foi feito rei pela segunda vez. Provavelmente o cronista tinha em mente que a unção relatada em I Rs 1:32-36, que ele omitira, havia sido a primeira. Também é verdade que tanto Saul – I Sm 10:1; 11:14-15 -, quanto Davi – I Sm 16:13; II Sm 2:4; 5:3 – foram ungidos reis mais de uma vez!
Para o cronista, Salomão tinha sido um rei que superara Davi em tudo, principalmente por que também nele houve a edificação e a inauguração do Templo do Senhor.
O fim do reinado de Davi – 29:26-30.
Antes de Davi tornar-se rei de Israel, conforme palavra do Senhor a ele em sua mocidade, quando ainda era jovem, talvez com seus 17 anos, teve de enfrentar muitas contrariedades que o provaram e serviram para fazer dele o homem especial que foi na história de Israel e dos homens de fé da Bíblia.
Às vezes fugimos das circunstâncias que nos constrangem, mas são elas que são usadas para formar nosso caráter quando, obviamente, aprovados.
A duração de seu reinado foi de 40 anos, semelhantemente ao tempo de reinado de Saul e de seu filho Salomão. Os três primeiros reis de Israel duraram 40 anos cada.
Ele, Davi, morreu em ditosa velhice, cheio de dias, de riquezas, de conquistas, de realizações e ainda para coroar todo o seu trabalho, seu filho Salomão reinou em seu lugar.
Para o relato do reinado de Davi, o cronista usou como referência várias outras fontes além dos livros de Salomão e Reis.
I Cr 29:1 Disse mais o rei Davi a toda a congregação:
                Salomão, meu filho, a quem só Deus escolheu, é ainda moço e tenro,
                               e esta obra é grande; porque não é o palácio para homem,
                                               mas para o SENHOR Deus.
                I Cr 29:2 Eu, pois, com todas as minhas forças já tenho preparado
                               para a casa de meu Deus ouro para as obras de ouro, e prata
                               para as de prata, e cobre para as de cobre, ferro
                               para as de ferro e madeira para as de madeira,
                                               pedras de ônix, e as de engaste,
                                               e pedras ornamentais, e pedras de diversas cores,
                                               e toda a sorte de pedras preciosas,
                                               e pedras de mármore em abundância.
                I Cr 29:3 E ainda, porque tenho afeto à casa de meu Deus,
                               o ouro e prata particular que tenho eu dou para a casa do
                                               meu Deus, afora tudo quanto tenho preparado para
                                                               a casa do santuário:
                               I Cr 29:4 Três mil talentos de ouro de Ofir;
                               e sete mil talentos de prata purificada,
                                               para cobrir as paredes das casas.
                               I Cr 29:5 Ouro para os objetos de ouro, e prata
                                               para os de prata; e para toda
                                                               a obra de mão dos artífices.
                Quem, pois, está disposto a encher a sua mão,
                               para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?
                I Cr 29:6 Então os chefes dos pais, e os príncipes das tribos de Israel,
                               e os capitães de mil e de cem, até os chefes da obra do rei,
                                               voluntariamente contribuíram.
                I Cr 29:7 E deram para o serviço da casa de Deus
                               cinco mil talentos de ouro, e dez mil dracmas, e dez mil
                                               talentos de prata, e dezoito mil talentos de cobre,
                               e cem mil talentos de ferro.
                I Cr 29:8 E os que possuíam pedras preciosas,
                               deram-nas para o tesouro da casa do SENHOR,
                                               a cargo de Jeiel o gersonita.
                I Cr 29:9 E o povo se alegrou porque contribuíram voluntariamente;
                               porque, com coração perfeito, voluntariamente deram
                                               ao SENHOR;
                               e também o rei Davi se alegrou com grande alegria.
I Cr 29:10 Por isso Davi louvou ao SENHOR na presença
                de toda a congregação; e disse Davi:
                Bendito és tu, SENHOR Deus de Israel, nosso pai,
                               de eternidade em eternidade.
                I Cr 29:11 Tua é, SENHOR, a magnificência, e o poder, e a honra,
                               e a vitória, e a majestade; porque teu é tudo quanto
                                               há nos céus e na terra;
                teu é, SENHOR, o reino, e tu te exaltaste por cabeça sobre todos.
                I Cr 29:12 E riquezas e glória vêm de diante de ti, e tu dominas sobre
                               tudo, e na tua mão há força e poder;
                               e na tua mão está o engrandecer e o dar força a tudo.
                I Cr 29:13 Agora, pois, ó Deus nosso, graças te damos, e louvamos
                               o nome da tua glória.
                I Cr 29:14 Porque quem sou eu, e quem é o meu povo,
                               para que pudéssemos oferecer
                                               voluntariamente coisas semelhantes?
                               Porque tudo vem de ti, e do que é teu to damos.
                I Cr 29:15 Porque somos estrangeiros diante de ti, e peregrinos
                               como todos os nossos pais; como a sombra são os nossos dias
                                               sobre a terra, e sem ti não há esperança.
                I Cr 29:16 SENHOR, nosso Deus, toda esta abundância,
                               que preparamos, para te edificar uma casa ao teu santo
                                               nome, vem da tua mão, e é toda tua.
                I Cr 29:17 E bem sei eu, Deus meu, que tu provas os corações,
                               e que da sinceridade te agradas; eu também na sinceridade
                                               de meu coração voluntariamente
                                                               dei todas estas coisas;
                               e agora vi com alegria que o teu povo, que se acha aqui,
                                               voluntariamente te deu.
                I Cr 29:18 SENHOR Deus de Abraão, Isaque, e Israel, nossos pais,
                               conserva isto para sempre no intento dos pensamentos
                                               do coração de teu povo;
                                                               e encaminha o seu coração para ti.
                I Cr 29:19 E a Salomão, meu filho, dá um coração perfeito,
                               para guardar os teus mandamentos, os teus testemunhos,
                                               e os teus estatutos;
                               e para fazer tudo, e para edificar este palácio
                                               que tenho preparado.
                I Cr 29:20 Então disse Davi a toda a congregação:
                               Agora louvai ao SENHOR vosso Deus.
                Então toda a congregação louvou ao SENHOR Deus de seus pais,
                               e inclinaram-se, e prostraram-se perante o SENHOR, e o rei.
                I Cr 29:21 E ao outro dia imolaram sacrifícios ao SENHOR,
                               e ofereceram holocaustos ao SENHOR, mil bezerros,
                                               mil carneiros, mil cordeiros, com as suas libações;
                                               e sacrifícios em abundância por todo o Israel.
                I Cr 29:22 E comeram e beberam naquele dia perante o SENHOR,
                               com grande gozo;
e a segunda vez fizeram rei a Salomão filho de Davi,
                e o ungiram ao SENHOR por líder, e a Zadoque por sacerdote.
                I Cr 29:23 Assim Salomão se assentou no trono do SENHOR,
                               como rei, em lugar de Davi seu pai, e prosperou;
                                               e todo o Israel lhe obedecia.
                I Cr 29:24 E todos os príncipes, e os grandes,
                               e até todos os filhos do rei Davi,
                                               se submeteram ao rei Salomão.
                I Cr 29:25 E o SENHOR magnificou a Salomão grandissimamente,
                               perante os olhos de todo o Israel;
                               e deu-lhe majestade real, qual antes dele
                                               não teve nenhum rei em Israel.
I Cr 29:26 Assim Davi, filho de Jessé, reinou sobre todo o Israel.        
                I Cr 29:27 E foram os dias que reinou sobre Israel, quarenta anos;
                               em Hebrom reinou sete anos, e em Jerusalém
                                               reinou trinta e três.
                I Cr 29:28 E morreu numa boa velhice, cheio de dias,
                               riquezas e glória; e Salomão, seu filho, reinou em seu lugar.
                I Cr 29:29 Os atos, pois, do rei Davi, assim os primeiros
                               como os últimos, eis que estão escritos nas crônicas
                                               de Samuel, o vidente, e nas crônicas do profeta Natã,
                                                               e nas crônicas de Gade, o vidente,
                I Cr 29:30 Juntamente com todo o seu reinado e o seu poder;
                               e os tempos que passaram sobre ele, e sobre Israel,
                                               e sobre todos os reinos daquelas terras.
Davi nasceu, cresceu, recebeu a sua vida e por Deus foi levantado do meio de um rebanho de seu pai que pastoreava para vir a ser um grande rei em Israel.
Cumpriu a sua missão e tudo deixou registrado na história: toda a sua vida de forma que hoje podemos estudar suas orações, salmos, pensamentos, família, filhos, sua fé, sucessos e seus fracassos, tentações e quedas.
Agora, ele se foi e nós aqui estamos, os vivos, os Davi e Salomão atuais que deveremos passar por nossas provas, enfrentar os nossos gigantes e as terríveis tentações.
Temos por bem sucedidos, felizes, diz Tiago – Tg 5:11 -, os que perseveraram firmes. Continua Tiago: Tendes ouvido da paciência de Jó e vistes que fim o Senhor lhe deu; porque o Senhor é cheio de terna misericórdia e compassivo
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 319 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.