sábado, 30 de agosto de 2014

I Crônicas 9:1-44 - PARTE II - O REINO UNIDO COMO MODELO

Chegamos finalmente ao fim da primeira parte de I e II de Crônicas que foram escritas, principalmente, para orientar a restauração do reino depois do exílio, enfatizando especialmente a unidade de Israel, o rei, o templo e as bênçãos e as maldições imediatas da aliança.
A primeira parte que estamos concluindo é a Parte I – AS GENEALOGIAS DO POVO DE DEUS – 1:1 a 9:34.
Como já temos insistido mesmo para fixação, temos visto que,  além de revelarem os privilégios e as responsabilidades daqueles que regressaram do exílio e explicar a eleição e a organização do povo de Deus ao longo da História, elas – as genealogias do povo de Deus - também estariam preservando, de certa forma, a mensagem messiânica originada lá em Gn 3:15 quando Deus falou à serpente.
A Parte I, como já vimos, foi dividida em três: A. As raízes de Israel – 1:1 a 2:2 – já vista. B. A extensão e a ordem do povo de Deus – 2:3 a 9:1a – estamos finalizando agora. C. A continuidade de Israel – 9:1b a 34 – concluiremos neste capítulo.
B. A extensão e a ordem do povo de Deus – 2:3 a 9:1a - continuação.
No verso de 9:1a “E todo o Israel foi contado por genealogias, que estão escritas no livro dos reis de Israel;”, o cronista resume as listas das tribos de Israel como representantes da totalidade de sua nação.
Essa perspectiva se deve ao seu desejo de apresentar o povo histórico de Deus e seus territórios como um modelo para os leitores pós-exílio.
Também não podemos deixar de registrar que esse cuidado vinha da parte de Deus pois preservava os registros da semente messiânica que estamos acompanhando desde Gênesis 3:15 e que somente irá se concluir em Cristo Jesus, depois de algum tempo ainda.
C. A continuidade de Israel – 9:1b a 34.
Daqui em diante os versículos a seguir conterão um resumo seletivo dos israelitas que construíram a comunidade pós-exílio inicial. São eles que irão formar a base dos que irão receber o Messias.
Grande parte desse material também aparece em Ne 11. Poderíamos, didaticamente dividir o presente texto em uma introdução, nos versos 2 e 3; seguida da lista dos judaístas, dos versos 4 ao 6; dos benjamitas, dos versos 7 ao 9; dos sacerdotes, dos versos 10 ao 13; e dos levitas, dos versos 14 ao 34.
Aqui não se percebe nenhuma ênfase no exílio o que indica o grande interesse do cronista pelo repovoamento e o quanto julgava importante que esse se desse de acordo com o padrão estabelecido para a posse anterior da Terra Prometida, conforme se percebe nas exposições vistas desde o capítulo 1 ao 8.
As menções do exílio são feitas muito rapidamente somente para se passar para essa próxima fase importante. A lição tinha ficado clara para todos que somente tinham ido para o exílio por causa da desobediência e rejeição das coisas de Deus.
Esses judeus estariam voltando para suas terras e possessões que lhes pertenciam por direito. Quanto mais registros fossem feitos demonstrando organização e eficiência administrativa, melhor seria para o seu assentamento.
Podemos perceber que do ponto de vista do cronista, os reino do norte e do sul tinham sido reunificados sob Ezequias – II Cr 29:1 a 36:23. Essa é uma razão porque Efraim e Manassés são citados entre aqueles que regressaram.
Também podemos ver o interesse específico do cronista pela música sacra ao tratar dos levitas encarregados da música – 6:39; 9:33.
Nos versos de 4 a 6, vemos o cronista relacionando a linhagem da semente messiânica, dos judaístas que regressaram, que são os filhos de Judá: Perez, vs 4; Selá, vs 5 e Zerá, vs 6. Perez irá gerar a Esrom e depois Aminadabe e outros mais até chegar em Davi e mais ainda para frente em Jesus Cristo, o Messias.
Parte II – O REINO UNIDO – 9:35 a II CR 9:31.
Depois de estabelecer a identidade, a ordem e os territórios do povo de Deus em listas e genealogias, o cronista vai apresentar um retrato do reino unido.
Os reinados ideais de Davi e de Salomão exemplificam as bênçãos recebidas pelo povo de Deus quando o rei, o templo e o povo se encontravam unidos.
A época dos juízes, de Eli, de Samuel, do longo tempo do reinado de Saul são praticamente ignorados pelo cronista que parece apressado em apresentar Davi, já como o escolhido de Deus e querido dos filhos de Israel, exemplo de homem de Deus e também de homem da sociedade que se identificava com seu povo, sua história e seus costumes.
Assim, dividiremos essa Parte II em dois grandes blocos: A. O reinado de Davi – 9:35 a II Cr 9:31; B. O reinado de Salomão – II Cr 1:11 ao 9:31.
A função de mostrar o reino unido era dar aos exilados um ideal da unidade, principalmente em Davi. Ele irá procurar valorizar muito mais os sucessos do que os fracassos do rei. Enfatizará particularmente o apoio geral recebido por Davi e o seu interesse em construir o templo.
Destarte, a divisão dessa primeira parte se dará também em quatro: 1. Davi se torna rei – 9:35 a 10:14; 2. O amplo apoio a Davi – 11:1 a 12:40; 3. Preparativos para o templo – 13:1 a 29:25; e, 4. O fim do reinado de Davi – 29:26 a 30.
1. Davi se torna rei – 9:35 a 10:14.
Ao contrário do relato extenso da ascensão e queda de Saul em Samuel, o cronista simplesmente repete a genealogia de Saul de 9:35-44 e registra a transferência do poder de Saul para Davi – 10:1 a 14.
I Cr 9:1 E todo o Israel foi contado por genealogias,
                que estão escritas no livro dos reis de Israel;
                               e os de Judá foram transportados a Babilônia,
                                               por causa da sua transgressão.
                I Cr 9:2 E os primeiros habitantes, que moravam na sua possessão
                               e nas suas cidades, foram os israelitas, os sacerdotes,
                                               os levitas, e os netineus.
                I Cr 9:3 Porém alguns dos filhos de Judá, e dos filhos de Benjamim,
                               e dos filhos de Efraim e Manassés, habitaram em Jerusalém:
                I Cr 9:4 Utai, filho de Amiúde, filho de Onri, filho de Inri, filho de
                               Bani, dos filhos de Perez, filho de Judá;
                I Cr 9:5 E dos silonitas: Asaías o primogênito, e seus filhos;
                               I Cr 9:6 E dos filhos de Zerá: Jeuel, e seus irmãos,
                                               seiscentos e noventa;
                I Cr 9:7 E dos filhos de Benjamim: Salu, filho de Mesulão, filho de
                               Hodavias, filho de Hassenua, I Cr 9:8 E Ibnéias, filho de
                                               Jeroão, e Elá, filho de Uzi, filho de Micri, e Mesulão,
                                               filho de Sefatias, filho de Reuel, filho de Ibnijas;
                I Cr 9:9 E seus irmãos, segundo as suas gerações,
                               novecentos e cinqüenta e seis;
                                               todos estes homens foram chefes dos pais
                                                               nas casas de seus pais.
I Cr 9:10 E dos sacerdotes:
                Jedaías, e Jeoiaribe, e Jaquim, I Cr 9:11 E Azarias, filho de Hilquias,
                               filho de Mesulão, filho de Zadoque, filho de Meraiote, filho de
                               Aitube, maioral da casa de Deus; I Cr 9:12 Adaías, filho de
                               Jeroão, filho de Pasur, filho de Malquias, e Masai, filho de
                               Adiel, filho de Jazera, filho de Mesulão, filho de Mesilemite,
                               filho de Imer;
                I Cr 9:13 Como também seus irmãos, cabeças nas casas de seus pais,
                               mil, setecentos e sessenta, homens valentes
                                               para a obra do ministério da casa de Deus.
I Cr 9:14 E dos levitas:
                Semaías, filho de Hassube, filho de Azricão, filho de Hasabias, dos
                               filhos de Merari; I Cr 9:15 E Baquebacar, Heres e Galal; e
                               Matanias, filho de Mica, filho de Zicri, filho de Asafe;
                               I Cr 9:16 E Obadias, filho de Semaías, filho de Galal, filho de
                               Jedutum; e Berequias, filho de Asa, filho de Elcana,
                                               morador das aldeias dos netofatitas.
I Cr 9:17 E foram porteiros:
                Salum, Acube, Talmom, Aimã, e seus irmãos, cujo chefe era Salum.
                               I Cr 9:18 E até aquele tempo estavam de guarda
                                               à porta do rei, do lado do oriente;
                               estes foram os porteiros dos arraiais dos filhos de Levi.
                I Cr 9:19 E Salum, filho de Coré, filho de Ebiasafe, filho de Corá,
                               e seus irmãos da casa de seu pai, os coraítas, tinham cargo
                                               da obra do ministério, e eram guardas das portas do
                                               tabernáculo, como seus pais foram responsáveis pelo
                                                               arraial do SENHOR, e guardas da entrada.
                I Cr 9:20 Finéias, filho de Eleazar, antes era líder entre eles;
                               e o SENHOR era com ele. I Cr 9:21 E Zacarias, filho de
                               Meselemias, porteiro da entrada da tenda da congregação.
                I Cr 9:22 Todos estes, escolhidos para serem guardas das portas,
                               foram duzentos e doze; e foram estes,
                               segundo as suas aldeias, postos em suas genealogias;
                                               e Davi e Samuel, o vidente, os constituíram nos seus
                                                               respectivos cargos.
                I Cr 9:23 Estavam, pois, eles, e seus filhos, às portas da casa
                               do SENHOR, na casa da tenda, junto aos guardas,
                I Cr 9:24 Os porteiros estavam aos quatro lados;
                               ao oriente, ao ocidente, ao norte, e ao sul.
                I Cr 9:25 E seus irmãos, que estavam nas suas aldeias, deviam, de
                               tempo em tempo, vir por sete dias para servirem com eles.
                I Cr 9:26 Porque havia naquele ofício quatro porteiros principais
                               que eram levitas, e tinham o encargo das câmaras e dos
                                               tesouros da casa de Deus.
                I Cr 9:27 E de noite ficavam em redor da casa de Deus,
                               cuja guarda lhes tinha sido confiada,
                                               e tinham o encargo de abri-la cada manhã.
I Cr 9:28 E alguns deles estavam encarregados dos utensílios do ministério,
                porque por conta os traziam e por conta os tiravam.
                               I Cr 9:29 Porque deles havia alguns que tinham o encargo
                                               dos objetos e de todos os utensílios do santuário;
                                               como também da flor de farinha, do vinho, do azeite,
                                                               do incenso, e das especiarias.
                I Cr 9:30 E alguns dos filhos dos sacerdotes eram os obreiros
                               da confecção das especiarias. I Cr 9:31 E Matitias, dentre os
                                               levitas, o primogênito de Salum, o coraíta, tinha o
                                                               encargo da obra que se fazia em sertãs.
                I Cr 9:32 E alguns dos seus irmãos, dos filhos dos coatitas,
                               tinham o encargo de preparar os pães da proposição
                                               para todos os sábados.
I Cr 9:33 Destes foram também os cantores, chefes dos pais entre os levitas,
                habitando nas câmaras, isentos de serviços;
                               porque de dia e de noite estava a seu cargo
                                               ocuparem-se naquela obra.
                I Cr 9:34 Estes foram cabeças dos pais entre os levitas,
                               chefes em suas gerações; estes habitaram em Jerusalém.
I Cr 9:35 Porém em Gibeão habitaram Jeiel, pai de Gibeão
                (e era o nome de sua mulher Maaca). I Cr 9:36 E seu filho
                               primogênito Abdom; depois Zur, Quis, Baal, Ner e Nadabe,
                I Cr 9:37 E Gedor, Aió, Zacarias e Miclote. I Cr 9:38 Miclote gerou
                               a Simeão; e também estes habitaram em Jerusalém,
                                               defronte de seus irmãos, com eles.
                I Cr 9:39 E Ner gerou a Quis;
                               e Quis gerou a Saul, Saul gerou a Jônatas,
                                               a Malquisua, a Abinadabe e a Esbaal.
                I Cr 9:40 E o filho de Jônatas foi Meribe-Baal,
                               e Meribe-Baal gerou a Mica.
                I Cr 9:41 E os filhos de Mica foram:
                               Pitom, Meleque e Taréia.
                I Cr 9:42 E Acaz gerou a Jaerá, e Jaerá gerou a Alemete,
                               a Azmavete e a Zinri; e Zinri gerou a Moza.
                I Cr 9:43 E Moza gerou a Bineá, cujo filho foi Refaías, de quem foi
                               filho Eleasá, cujo filho foi Azel. I Cr 9:44 E teve Azel seis
                                               filhos, e estes foram os seus nomes:
                                                               Azricão, Bocru, Ismael, Seraías, Obadias
                                                               e Hanã; estes foram os filhos de Azel.
Apesar de ter passado 40 anos e de ter sido o primeiro rei em Israel Saul não é bem visto por ninguém e sua imagem que ficou registrada para a posteridade foi de um homem belo no físico, mas egoísta, falso, mais amante dos homens do que de Deus e que passou a sua vida perseguindo pessoas inocentes e servindo de instrumento do diabo para cometimento de grandes atrocidades.
É por isso que o cronista vai passando por ele de forma bem larga e distante, servindo apenas para a introdução do grande exemplo de rei, de pessoa e de servo de Deus, Davi, o homem segundo o coração de Deus!
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 339 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.