sexta-feira, 20 de junho de 2014

II Reis 5:1-27 - ELISEU, PROFETA DE DEUS, CURA NAAMÃ DE LEPRA

Veja onde nos encontramos, dentro de nossa divisão proposta, conforme a BEG:
Parte II: A MONARQUIA DIVIDIDA - I Reis 12:1 a II Reis17:41.
F. Em Israel 853-841 a.C. – I Re 22:51 a II Re 8:15.
3. Jorão (852-841 a.C.) – 3:1 – 8:15 – continuação.
Para melhor compreensão, essa parte 3, foi também dividida (oito partes), conforme se vê em seguida: a. O início do reinado (3:1-3) – já vimos. b. O serviço de Eliseu na guerra moabita (3:4-2:7) – já vimos. c. O ministério de Eliseu aos necessitados (4:1-44) – já vimos. d. Eliseu cura Naamã da Síria (5:1-27) – veremos agora. e. Eliseu, os profetas e o rei da Síria (6:1-23) f. Eliseu e o cerco dos sírios a Samaria (6:24-7.20) g. Eliseu e a mulher sunamita (8:1-6) h. Eliseu e Hazael da Síria (8:7-15).
d. Eliseu cura Naamã da Síria (5:1-27)
Estamos agora diante da história bíblica de um grande homem do exército sírio, Naamã, que tinha trazido muitas vitórias para a Síria e era homem valoroso, de respeito e fiel ao seu rei, porém leproso.
Aquilo deveria incomodar o capitão e ser motivo de muitas chacotas envolvendo seu nome e pessoa. Não sabemos se ele buscava uma cura ou tratamento para a sua lepra, mas que esta era detestável, sem dúvidas era.
Ele vivia com a sua família e tinha uma de suas servas uma menina judia que conquistara em uma de suas aventuras militares, tornando-a serva pessoal de sua mulher.
Essa jovem sabia do dilema do marido com sua lepra e manifestou a sua senhora um desejo de que ele estivesse em Israel e diante de um profeta do Senhor e ele seria restaurado de sua lepra.
Aquela família já devia ter consultado os médicos e gastado muitos recursos com tratamentos que não surtiam resultado algum. E agora uma menina estava a pregar que em Israel havia um profeta de Deus que curava as pessoas.
Isso vazou pelos meios sociais da época e caiu no conhecimento do rei que imediatamente o liberou com uma carta de apresentação pessoal ao rei de Israel pedindo a cura de seu principal capitão.
A carta chega ao rei de Israel que ficou assustado e sem saber o que fazer. Como poderiam ter escrito aquilo? Era ele Deus, por acaso? Dizia transtornado. Ele conclui que tudo era pretexto para de alguma forma a Síria atacar Israel.
As notícias vazaram novamente pelas redes sociais da época e chegaram ao conhecimento do profeta Eliseu que perguntou ao rei porque rasgara as suas vestes. Pede, então que Naamã e sua comitiva vá ao seu encontro e Naamã, vai todo confiante.
Ele tinha sido recepcionado pelo rei e agora o seria pelo profeta. Esperava grandes coisas, mas o profeta nem se dignou a sair-lhe ao encontro, antes enviou um servo dele, com uma palavra liberada de cura para ele na qual envolveria um banho por sete vezes nas águas barrentas do rio Jordão.
Naamã estava se achando importante, prestigiado, valorizado e que teria da parte do profeta um tratamento todo especial. Achou aquilo sem senso e muito indignado pelo profeta nem ir ao encontro dele, saiu zangado e triste dali. Comparava o rio que era para banhar-se com os rios da Síria e os desprezou.
Seus servos que com ele estavam e que o acompanhavam e torciam por ele, por causa da boa pessoa dele é que se achegaram a ele para o convencer a atender o que o profeta pedia.
Era tão simples o banhar-se. Eles diziam a ele que se o profeta tivesse pedido algo difícil, ele certamente se empenharia em fazer, no entanto, pediu-lhe algo tão simples.
Seus servos o convencem e ele vai tomar o seu banho naquelas águas. Não eram as águas que curavam, mas a obediência ao profeta que falara a ele banhar-se sete vezes no Jordão. Obedeceu e recebeu seu prêmio de cura instantânea que medicina alguma da terra poderia produzir.
Sua pele se renovou! E ele ficou muito feliz! Voltou imediatamente para agradecer ao profeta e disposto a dar uma generosa oferta de gratidão, mas Eliseu recusou a oferta, apesar da grande insistência.
Os olhos de Eliseu não estavam nos mimos, mas em Deus! que os olhos de nossos profetas e pregadores modernos estejam também em Deus e não nos presentes que poderiam receber por estarem praticando a palavra de Deus e abençoando vidas por ai.
Deus tem me usado em orações pelos meus familiares e tem abençoado nossa pregação com curas que nem sabemos, mas que ocorrem porque são palavra de Deus sendo geradas e liberadas aos que ouvem.
Nós temos um compromisso estampado em nosso site, no Jamais Desista[1], em nossa página relacionada à nossa agenda e também temos nossas resoluções estampadas em livro “MINHAS FIRMES RESOLUÇÕES – Como penso e espero viver para a glória de Deus”[2], onde deixamos claro – claríssimo – que as coisas de Deus são de graça, pois de graça recebemos e de graça damos – Mt 10:8.
Naamã, então volta, grato a Deus e meditando em tudo o que acontecera e como ele adoraria a Deus doravante, pois até da terra levou um pouco para nela construir seu altar ao Senhor.
Geazi, servo de Eliseu, acostumado a ver grandes milagres e testemunhar grandes livramentos e maravilhas operadas por seu Senhor, indignou-se e mesmo cobiçou todas as ofertas de gratidão de Naamã e resolve, sem consultar o profeta, mas apenas sua cobiça ir encontrar Naamã no caminho, para mentindo a ele, o saquear.
Que triste! Eliseu, o Espirito Santo construindo e Geazi com a mente no inferno destruindo... Naamã, sem duvida da mentira de Geazi dá a ele mais do que pedira e volta Geazi para retomar a sua vida e preferencialmente como se nada tivesse ocorrido.
Assim age o malfeitor depois de seu crime. Quer que tudo continue como estava, sem ninguém saber e com ele curtindo o mal feito.
No entanto, estava Geazi diante do profeta de Israel Eliseu que disse para ele que o acompanhara em todo o percurso e que tinha visto as suas mentiras e enganos sendo praticados.
A sentença dele foi mesmo cruel: a lepra de Naamã que tanto o constrangera encontrou abrigo no corpo de Geazi.
II Re 5:1 E Naamã, capitão do exército do rei da Síria,
            era um grande homem diante do seu SENHOR, e de muito respeito;
                        porque por ele o SENHOR dera livramento aos sírios;
                                   e era este homem herói valoroso, porém leproso.
            II Re 5:2 E saíram tropas da Síria, da terra de Israel, e levaram presa
                        uma menina que ficou ao serviço da mulher de Naamã.
            II Re 5:3 E disse esta à sua senhora:
                        Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em
                                   Samaria; ele o restauraria da sua lepra.
            II Re 5:4 Então foi Naamã e notificou ao seu senhor, dizendo:
                        Assim e assim falou a menina que é da terra de Israel.
            II Re 5:5 Então disse o rei da Síria:
                        Vai, anda, e enviarei uma carta ao rei de Israel.
            E foi, e tomou na sua mão dez talentos de prata, seis mil siclos de ouro
                        e dez mudas de roupas.
            II Re 5:6 E levou a carta ao rei de Israel, dizendo:
                        Logo, em chegando a ti esta carta, saibas que eu te enviei
                                   Naamã, meu servo, para que o cures da sua lepra.
            II Re 5:7 E sucedeu que, lendo o rei de Israel a carta,
                        rasgou as suas vestes, e disse:
                                   Sou eu Deus, para matar e para vivificar,
                                   para que este envie a mim um homem,
                                               para que eu o cure da sua lepra?
            Pelo que deveras notai, peço-vos, e vede que busca ocasião contra mim.
            II Re 5:8 Sucedeu, porém, que, ouvindo Eliseu, homem de Deus,
                        que o rei de Israel rasgara as suas vestes, mandou dizer ao rei:
                                   Por que rasgaste as tuas vestes?
                                   Deixa-o vir a mim, e saberá que há profeta em Israel.
            II Re 5:9 Veio, pois, Naamã com os seus cavalos, e com o seu carro,
                        e parou à porta da casa de Eliseu.
            II Re 5:10 Então Eliseu lhe mandou um mensageiro, dizendo:
                        Vai, e lava-te sete vezes no Jordão,
                                   e a tua carne será curada e ficarás purificado.
            II Re 5:11 Porém, Naamã muito se indignou, e se foi, dizendo:
                        Eis que eu dizia comigo:
                                   Certamente ele sairá, pôr-se-á em pé, invocará o nome
                                   do SENHOR seu Deus, e passará a sua mão sobre
                                               o lugar, e restaurará o leproso.
                        II Re 5:12 Não são porventura Abana e Farpar,
                        rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel?
                        Não me poderia eu lavar neles, e ficar purificado?
                                   E voltou-se, e se foi com indignação.
            II Re 5:13 Então chegaram-se a ele os seus servos,
                        e lhe falaram, e disseram:
                                   Meu pai, se o profeta te dissesse alguma grande coisa,
                                               porventura não a farias?
                                   Quanto mais, dizendo-te ele:
                                               Lava-te, e ficarás purificado.
            II Re 5:14 Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes,
                        conforme a palavra do homem de Deus;
                                   e a sua carne tornou-se como a carne de um menino,
                                               e ficou purificado.
            II Re 5:15 Então voltou ao homem de Deus, ele e toda a sua comitiva,
                        e chegando, pôs-se diante dele, e disse:
                                   Eis que agora sei que em toda a terra não há Deus
                                               senão em Israel; agora, pois, peço-te que
                                                           aceites uma bênção do teu servo.
            II Re 5:16 Porém ele disse:
                        Vive o SENHOR, em cuja presença estou,
                                   que não a aceitarei.
                        E instou com ele para que a aceitasse, mas ele recusou.
            II Re 5:17 E disse Naamã:
                        Se não queres, dê-se a este teu servo uma carga de terra
                                   que baste para carregar duas mulas;
                                   porque nunca mais oferecerá este teu servo holocausto
                                   nem sacrifício a outros deuses, senão ao SENHOR.
            II Re 5:18 Nisto perdoe o SENHOR a teu servo; quando meu senhor
                        entrar na casa de Rimom para ali adorar, e ele se encostar na
                                   minha mão, e eu também tenha de me encurvar na
                                   casa de Rimom; quando assim me encurvar na casa
                                   de Rimom, nisto perdoe o SENHOR a teu servo.
            II Re 5:19 E ele lhe disse:
                        Vai em paz.
                                   E foi dele a uma pequena distância.
II Re 5:20 Então Geazi, servo de Eliseu, homem de Deus, disse:
            Eis que meu senhor poupou a este sírio Naamã,
                        não recebendo da sua mão alguma coisa do que trazia;
                                   porém, vive o SENHOR que hei de correr atrás dele,
                                               e receber dele alguma coisa.
            II Re 5:21 E foi Geazi a alcançar Naamã;
                        e Naamã, vendo que corria atrás dele,
                                   desceu do carro a encontrá-lo, e disse-lhe:
                                               Vai tudo bem?
            II Re 5:22 E ele disse:
                        Tudo vai bem; meu senhor me mandou dizer:
                                   Eis que agora mesmo vieram a mim dois jovens
                                   dos filhos dos profetas da montanha de Efraim;
                                   dá-lhes, pois, um talento de prata e duas mudas de
                                               roupas.
            II Re 5:23 E disse Naamã:
                        Sê servido tomar dois talentos. E instou com ele,
                                   e amarrou dois talentos de prata em dois sacos,
                                               com duas mudas de roupas;
                                    e pô-los sobre dois dos seus servos,
                                               os quais os levaram diante dele.
            II Re 5:24 E, chegando ele a certa altura, tomou-os das suas mãos,
                        e os depositou na casa; e despediu aqueles homens, e foram-se.
            II Re 5:25 Então ele entrou, e pôs-se diante de seu senhor.
E disse-lhe Eliseu:
            Donde vens, Geazi?
E disse:
            Teu servo não foi nem a uma nem a outra parte.
II Re 5:26 Porém ele lhe disse:
            Porventura não foi contigo o meu coração, quando aquele homem voltou
                        do seu carro a encontrar-te?
            Era a ocasião para receberes prata, e para tomares roupas,
                        olivais e vinhas, ovelhas e bois, servos e servas?
            II Re 5:27 Portanto a lepra de Naamã se pegará a ti
                        e à tua descendência para sempre.
                                   Então saiu de diante dele leproso, branco como a neve.
Foi Eliseu que mandou dizer ao rei que havia profetas, sim, em Israel e que Deus falava por meio de sua boca e ainda realizava muitos milagres e maravilhas, conforme era propósitos do Senhor.
Naamã foi curado. Geazi foi revelado como servo mal recebendo a lepra de Naamã. O nome do Senhor foi glorificado e agora por mais um novo pregador: Naamã!
Tudo isso graças a uma serva atenta que resolveu pregar ao seu senhor a palavra de Deus de cura e de salvação.
II Timóteo 4:1 Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino,
II Timóteo 4:2 Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
II Timóteo 4:3 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
II Timóteo 4:4 E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
II Timóteo 4:5 Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 410 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br




·         [1] Não temos por hábito mercadejar a pura e santa Palavra de Deus com cobranças de serviços de pregações nem arrecadações de ofertas especiais para nosso sustento. Deus tem sido generoso para conosco e não precisamos fazer negócios quando envolve a pregação e a ministração em qualquer que seja o evento. "Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus." (II Coríntios 2:17 ). http://www.jamaisdesista.com.br/p/minha-agenda.html

[2] À venda em:
·         http://www.asabeca.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.