segunda-feira, 2 de junho de 2014

I Reis 9:1-28 - DEUS FAZ ALIANÇAS COM SALOMÃO

Veja, a seguir, onde nos encontramos em nossas divisões, segundo a BEG:
I. O reinado de Salomão – 1:1 – 11:43.
C. A instituição do culto por Salomão – 3:1 – 9:25.
3. O templo e o palácio de Salomão – 5:1 a 9:23
c. A dedicação do templo – 8:1 – 9:9.
Estamos vendo a dedicação do templo onde nessa ocasião do reinado de Salomão, marca o auge de suas realizações – o início do culto no templo recém-construído. Essa subseção foi dividida igualmente em duas partes. 1. O culto realizado por Salomão – 8:1-66 – já vista. 2. A resposta de Deus – 9:1-9 – veremos agora.
2. A resposta de Deus – 9:1-9.
Essa era a segunda vez que Deus tinha se manifestado para Salomão, no entanto, teremos no futuro, uma queda terrível de Salomão para a idolatria. Quem pode entender isso?
É por isso que Jesus Cristo disse para Tomé que bem-aventurados são os que nada viram e mesmo assim permanecem fieis na fé, na esperança e no amor.
Deus deu, conforme a BEG, uma resposta à oração de Salomão prometendo bênçãos pela obediência, mas também advertindo acerca das calamidades decorrentes da desobediência.
Esses dois temas se referiam diretamente aos primeiros leitores que haviam sofrido as consequências da transgressão ostensiva da aliança por Israel.
Era preciso que mantivessem suas esperanças voltadas para a fidelidade do seu Deus que havia santificado o templo por meio de sua presença.
É verdade que o governo dos descendentes de Davi sobre Israel dependia de sua fidelidade à Torá – 2:2-4; 8:25. No entanto, mesmo que os filhos de Davi fossem exilados, sua dinastia não seria rejeitada – II Sm 7:14-17.
Concluímos então que o templo era uma bênção e um marco na história da vida de Israel como nação importante e fiel a Deus, no entanto, jamais seria garantia de tratamentos privilegiados da parte de Deus. Toda garantia estaria vinculada à obediência aos mandamentos e mandatos de Deus.
d. Aqueles que serviram a Salomão depois das construções – 9:10-23
Aqueles que serviram a Salomão depois das construções, num paralelo com 5:1-18, o narrador bíblico irá falar de 1. Hirão – 9:10-14 e, em seguida, de 2. trabalhadores conscritos – 9:15-23.
Nossa divisão, então com esses acréscimos fica:
I. O reinado de Salomão – 1:1 – 11:43.
C. A instituição do culto por Salomão – 3:1 – 9:25.
3. O templo e o palácio de Salomão – 5:1 a 9:23
c. A dedicação do templo – 8:1 – 9:9.
2. A resposta de Deus – 9:1-9.
d. Aqueles que serviram a Salomão depois das construções – 9:10-23
1. Hirão – 9:10-14
Depois dos vinte anos de construções, Hirão que muito ajudou nessas obras, esperava da parte de Salomão uma melhor paga para ele, mas Salomão lhe deu terras que não foram bem recebidas.
Hirão chegou a dar para as construções cerca de quatro toneladas e meia de outro (120 talentos) e o pagamento que recebeu de Salomão foi de vinte cidades da Galiléia que não o agradou.
Posteriormente, ele virá a devolver também essas cidades – II Cr8:2.
2. Trabalhadores conscritos – 9:15-23
Ainda há mais detalhes sobre os trabalhadores e as obras que realizaram depois da construção do templo.
Houve na época das construções o emprego de mão de obra forçada tanto da parte dos egípcios como das terras que deveriam ter sido eliminadas de Israel como os amorreus, heteus, perizeus, heveus, e jebuseus. Salomão não se utilizou de trabalho escravo ou forçado da parte dos filhos de Israel.
As obras de Salomão construídas no período foram:
·         a Casa do Senhor;
·         a sua própria casa – seu palácio real;
·         e as fortificações das cidades de Milo, Jerusalém – construção do muro -, Hazon, Megido e Gezer.
Com isso ele estava se garantindo nas rotas comerciais de forma que nada ali passava sem que ele tivesse controle e sem que pudesse exercer fiscalizações e cobrar taxas e impostos.
O narrador bíblico, nesse ponto, retoma o assunto que vinha falando no início, sobre a instituição do culto no templo – 3:1-3. Menciona novamente a mudança da filha de Faraó e as práticas de sacrifícios, exclusivamente, no templo como seria feito doravante.
Assim, ele, nas festas instituídas por Deus – Festa dos Pães Asmos (incluindo a Páscoa), a Festa das Semanas e a Festa dos Tabernáculos (Ex 23:14-17; 34:18-24; Lv 23:1-44; Dt 16:1-17) - sempre estava a oferecer sacrifícios pacíficos e holocaustos ao Senhor.
D. A profanação do culto por Salomão – 9:26 a 11:13.
Depois do relato de como Salomão instituiu o templo como único local aceitável para a adoração a Deus, o autor se volta agora para um período da vida do rei durante o qual ele profanou o culto em Israel.
Essas indicações já foram antes previamente preparadas pelo narrador bíblico – 3:1-3; 7:8; 9:24-26 -, mas agora trata diretamente do envolvimento de Salomão com outras nações – 9:26 a 10:29 - o que o levou a se casar com várias mulheres estrangeiras que, tragicamente,  conduziram Salomão à idolatria – 11:1-13.
Vejamos então essas duas seções dessa subparte “D”. Nosso mapinha ficará desta forma:
I. O reinado de Salomão – 1:1 – 11:43.
D. A profanação do culto por Salomão – 9:26 a 11:13.
1. Os relacionamentos internacionais de Salomão – 9:26 a 10:29.
2. A idolatria de Salomão no templo – 11:1-13.
1. Os relacionamentos internacionais de Salomão – 9:26 a 10:29.
O rei de Israel se envolveu com várias relações comerciais internacionais. Essas alianças trouxeram bênçãos econômicas para Israel e, desse modo, ficaram extremamente valiosas para a nação.
No entanto, esses acontecimentos positivos tiveram repercussões negativas. As relações com estrangeiros começaram a exercer uma influência perniciosas sobre o rei, tão sábio.
Assim dividiremos essa seção em duas subseções: a. A rainha de Sabá – 9:26 – 10:13. b. A idolatria de Salomão no templo – 11:1-13.
a. A rainha de Sabá – 9:26 – 10:13.
O domínio de Salomão tinha se estendido até ao Oriente e suas ações prejudicaram o comércio das caravanas Árabes. A rainha de Sabá fez uma visita a Salomão, em parte para negociar um acordo comercial, mas acabou se surpreendendo com suas aptidões e realizações.
I Re 9:1 Sucedeu, pois, que, acabando Salomão de edificar
            a casa do SENHOR, e a casa do rei, e todo o desejo de Salomão,
                        que lhe veio à vontade fazer,
            I Re 9:2 O SENHOR tornou a aparecer a Salomão;
                        como lhe tinha aparecido em Gibeom.
I Re 9:3 E o SENHOR lhe disse:
            Ouvi a tua oração, e a súplica que fizeste perante mim;
            santifiquei a casa que edificaste, a fim de pôr ali
                        o meu nome para sempre; e os meus olhos e o meu coração
                                   estarão ali todos os dias.
            I Re 9:4 E se tu andares perante mim como andou Davi, teu pai,
                        com inteireza de coração e com sinceridade, para fazeres
                                   segundo tudo o que te mandei, e guardares os meus
                                               estatutos e os meus juízos,
            I Re 9:5 Então confirmarei o trono de teu reino sobre Israel
                        para sempre; como falei acerca de teu pai Davi, dizendo:
                                   Não te faltará sucessor sobre o trono de Israel;
            I Re 9:6 Porém, se vós e vossos filhos de qualquer maneira
                        vos apartardes de mim, e não guardardes os meus
                        mandamentos, e os meus estatutos, que vos tenho proposto,
                                   mas fordes, e servirdes a outros deuses,
                                               e vos prostrardes perante eles,
            I Re 9:7 Então destruirei a Israel da terra que lhes dei;
                        e a esta casa, que santifiquei a meu nome,
                                   lançarei longe da minha presença;
                        e Israel será por provérbio e motejo, entre todos os povos.
            I Re 9:8 E desta casa, que é tão exaltada, todo aquele que por ela
                        passar pasmará, e assobiará, e dirá:
                        Por que fez o SENHOR assim a esta terra e a esta casa?
            I Re 9:9 E dirão:
                        Porque deixaram ao SENHOR seu Deus, que tirou da terra
                        do Egito a seus pais, e se apegaram a deuses alheios, e se
                                   encurvaram perante eles, e os serviram; por isso trouxe
                                               o SENHOR sobre eles todo este mal.
I Re 9:10 E sucedeu, ao fim de vinte anos, que Salomão edificara as duas casas;
            a casa do SENHOR e a casa do rei
            I Re 9:11 (Para o que Hirão, rei de Tiro, trouxera a Salomão
                        madeira de cedro e de cipreste, e ouro, segundo todo o seu
                                   desejo); então deu o rei Salomão a Hirão vinte cidades
                                               na terra da Galiléia.
            I Re 9:12 E saiu Hirão de Tiro a ver as cidades que Salomão
                        lhe dera, porém não foram boas aos seus olhos.
            I Re 9:13 Por isso disse:
                        Que cidades são estas que me deste, irmão meu?
            E chamaram-nas:
                        Terra de Cabul, até hoje. I Re 9:14 E enviara Hirão ao rei
                                   cento e vinte talentos de ouro.
            I Re 9:15 E esta é a causa do tributo que impôs o rei Salomão,
                        para edificar a casa do SENHOR e a sua casa, e Milo,
                                   e o muro de Jerusalém, como também a Hasor,
                                               e a Megido, e a Gezer.
            I Re 9:16 Porque Faraó, rei do Egito, subiu e tomou a Gezer,
                        e a queimou a fogo, e matou os cananeus que moravam na
                                   cidade, e a deu em dote à sua filha,
                                               mulher de Salomão.
            I Re 9:17 Assim edificou Salomão a Gezer, e Bete-Horom, a baixa,
            I Re 9:18 E a Baalate, e a Tadmor, no deserto daquela terra,
            I Re 9:19 E a todas as cidades de provisões que Salomão tinha,
                        e as cidades dos carros, e as cidades dos cavaleiros,
                                   e tudo o que Salomão quis edificar em Jerusalém,
                                   e no Líbano, e em toda a terra do seu domínio.
I Re 9:20 Quanto a todo o povo que restou
            dos amorreus, heteus, perizeus, heveus, e jebuseus,
                        e que não eram dos filhos de Israel,
            I Re 9:21 A seus filhos, que restaram depois deles na terra,
                        os quais os filhos de Israel não puderam destruir totalmente,
                                   Salomão os reduziu a tributo servil, até hoje.
            I Re 9:22 Porém dos filhos de Israel não fez Salomão servo algum;
                        porém eram homens de guerra, e seus criados, e seus príncipes,
                                   e seus capitães, e chefes dos seus carros e dos seus
                                               cavaleiros.
            I Re 9:23 Estes eram os chefes dos oficiais que estavam sobre a obra de
                        Salomão, quinhentos e cinqüenta, que davam ordens ao povo
                                   que trabalhava na obra.
I Re 9:24 Subiu, porém, a filha de Faraó da cidade de Davi,
            à sua casa, que Salomão lhe edificara; então edificou a Milo.
            I Re 9:25 E oferecia Salomão três vezes cada ano holocaustos
                        e sacrifícios pacíficos sobre o altar que edificaram
                                   ao SENHOR, e queimava incenso sobre o que
                                   estava perante o SENHOR; e assim acabou a casa.
            I Re 9:26 Também o rei Salomão fez naus em Eziom-Geber,
                        que está junto a Elate, à praia do mar de Sufe,
                                   na terra de Edom.
            I Re 9:27 E mandou Hirão com aquelas naus a seus servos,
                        marinheiros, que sabiam do mar, com os servos de Salomão.
            I Re 9:28 E vieram a Ofir, e tomaram de lá
                        quatrocentos e vinte talentos de ouro,
                                   e os trouxeram ao rei Salomão.
Até Jesus Cristo, o Messias esperado, falou da visita dela a Salomão. Lucas 11:31 A rainha do Sul se levantará, no Juízo, com os homens desta geração e os condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui está quem é maior do que Salomão.
Isso demonstra que sua viagem não teve a motivação principal do acordo comercial, mas este com certeza acabou acontecendo.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 10 dias para a Copa, sem álcool nos estádios.... também faltam 429 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.