sábado, 3 de maio de 2014

II Samuel 3:1-39 - Davi chora a morte de Abner

Há tantas histórias que envolveram tantas vidas na Bíblia!
Para nos situarmos na meditação bíblica diária, estamos colocando em cada capítulo um mapa de nossas leituras, conforme segue:
IV. DAVI: SEU REINADO PLENO – 2:1 – 20:26.
A. O reino de Davi sob a bênção divina – 2:1 – 10:19.
B. O reino de Davi sob maldição divina – 11:1 – 20:26.
1. A ascensão de Davi ao trono – 2:1 – 5:5.
2. O trono de Davi é estabelecido para sempre em Jerusalém – 5:6 – 10:19.
a. Davi torna-se rei sobre Judá em Hebrom – 2:1-7.
b. Davi torna-se rei sobre todo Israel – 2:8 – 5:5.
1. A resistência por parte da casa de Saul – 2:8 – 3:5.
2. Abner é assassinado – 3:6 – 39.
3. Isbosete é assassinado – 4:1 – 12.
4. Davi torna-se rei sobre todas as tribos em Hebrom – 5:1-15.
1. A resistência por parte da casa de Saul – 2:8 – 3:5 - continuação.
A guerra civil continuava em Israel depois da morte do rei Saul. Ela foi muito longa e desgastante para todos que deveriam estar unidos e não em confusões.
Por isso é que Deus nos ama, apesar de nós. Como somos frágeis, egoístas, corruptos e malignos em nosso ser. É mesmo a teoria da depravação total que está certa e todos nós, desde nosso nascedouro, temos a tendência natural do comportamento mal.
A disputa aqui era pelo poder e a resistência a Davi se dava por interesses e ele, o poder, tinha um lugar certo, o qual era o coração enganoso de Abner que se utilizava da fragilidade de Isbosete para ser o maioral dentre todo o povo.
Nasceram os filhos de Davi e até aqui o relato apontava seis filhos, sendo Amnon, o seu primogênito e candidato à sucessão do trono de Davi. Davi teve seis filhos com seis esposas.
As muitas mulheres de Davi com seus muitos filhos tirarão muito da estabilidade familiar. Davi era um excelente homem de Deus, mas, como teremos a oportunidade de ver, um péssimo pai.
2. Abner é assassinado – 3:6 – 39.
O efeito da guerra civil não foi muito vantajoso para a casa de Saul, mas trouxe fama e prestígio para Abner que se fortalecia cada vez mais, no entanto, no geral, os que estavam sob o domínio de Isbosete não estavam bem.
Abner estava tão atrevido e acomodado que já mantinha relações com a concubina do rei Rispa e Isbosete foi lhe tirar satisfações uma vez que isso estava sendo notório a vista de todos.
Abner responde asperamente a Isbosete e o clima entre ambos não ficou bom. Resolveu assim Abner por conta disso procurar Davi e oferecer a ele a sua lealdade.
Joabe não acreditava nessa oferta pacífica de Abner e já achava que o mesmo estava tramando algo, mas ele ainda nem sabia do trato que ambos tinham feito.
Davi aceita pacificamente a oferta de Abner sobre a questão do reino e tudo estaria agora sob um só rei, Davi. Davi aceitou a oferta de Abner sob uma condição. Ele deveria trazer de volta para ele a Mical, sua primeira esposa, a qual Saul tinha dado a Paltiel.
Paltiel não gostou e até chorou muito por ela, mas teve de se contentar com a perda de sua mulher que na verdade nem era mesmo a sua mulher.
Davi agora teria uma sétima esposa e tantas outras concubinas. Na questão de mulheres, Davi estava rodeado delas e isso não foi bom para ele. Também não é bom para homem algum que seja assim dessa forma, considerando, é óbvio, Deus como nosso criador e suas leis, como nosso guia de conduta moral.
Uma família poligâmica não poderia subsistir, nem era plano de Deus que assim fosse. A mulher jamais foi criada para ser um objeto, antes uma auxiliadora, companheira, idônea, para lado-a-lado constituírem famílias e gerarem filhos santos. Nesse quesito, Davi estava reprovado.
Davi recebeu a sua mulher. Abner cumpriu sua palavra. Discursou diante de todo o povo, tanto para os da família de Benjamim, como em Hebron e foi bem visto e bem recebido por todos. Davi agora seria o rei sobre todo o Israel, sem que houvesse qualquer impedimento, nem mesmo de Isbosete, que era uma marionete nas mãos de Abner, o qual tanto temia.
Até aqui o desfecho da guerra e o resultado estava sendo ótimo para todo povo, para todos os filhos de Israel, até que chegou Joabe de uma empreitada militar bem sucedida, com muitos despojos.
Deram-lhe a conhecer o sucedido sobre Abner. Joabe perdeu toda sua compostura e foi questionar o rei e soube do acordo e muito se indignou a ponto de tramar e executar um plano maligno e traiçoeiro com aquele que acabara de fazer um trato com Israel.
Joabe odiava Abner pela morte de seu irmão e já estava determinado em seu coração uma vingança. Ele aproveitou da situação, alcançou Abner, inventou uma mentira, levou-o a um canto e distraidamente lhe perfurou a quinta constela, ocasionando em Abner um sangramento mortal.
As mãos de Joabe estavam agora manchadas de sangue e aquilo iria repercutir tão mal para Davi. Joabe além de desobedecer ao rei, agiu como se estivesse acima de qualquer necessidade do reino, de Deus e de Davi.
Davi lamenta muito a morte de Abner e amaldiçoa Joabe. Todo o povo entendeu a partir dos lamentos e da atitude de Davi para com Abner de que o negócio maligno que teve acontecimento com a sua morte não procedeu dele mesmo, mas de Joabe.
Não teria cabido segundo a lei e segundo os costumes da época uma consequência apropriada para Joabe? Teria sim, mas o rei se omitiu. Davi irá muitas vezes se omitir de agir conforme a lei em diversas situações que porão o reino em apuros e todo o povo em situações muito complicadas.
Essa era uma das falhas de Davi que não conseguimos entender.  Ele deixava as coisas terem prosseguimento demais antes de começar a agir de forma correta. Aqui com Joabe, ele irá deixar passar em branco. Isso foi lamentável na vida de Davi, assim como suas muitas mulheres e seus muitos filhos de cada uma delas.
II Sm 3:1 E houve uma longa guerra entre a casa de Saul e a casa de Davi;
            porém Davi ia se fortalecendo, mas os da casa de Saul
                        se iam enfraquecendo.
            II Sm 3:2 E a Davi nasceram filhos em Hebrom;
                        e foi o seu primogênito Amnom, de Ainoã a jizreelita;
                        II Sm 3:3 E seu segundo, Quileabe, de Abigail,
                                    mulher de Nabal, o carmelita;
                        e o terceiro Absalão, filho de Maaca, filha de Talmai,
                                   rei de Gesur;
                        II Sm 3:4 E o quarto, Adonias, filho de Hagite;
                        e o quinto, Sefatias, filho de Abital;
                        II Sm 3:5 E o sexto, Itreão, de Eglá,
                                   também mulher de Davi;
                                                estes nasceram a Davi em Hebrom.
II Sm 3:6 E, havendo guerra entre a casa de Saul e a casa de Davi,
            sucedeu que Abner se fez poderoso na casa de Saul.
            II Sm 3:7 E tinha tido Saul uma concubina, cujo nome era Rispa,
                        filha de Aiá; e disse Is-Bosete a Abner:
                                   Por que possuiste a concubina de meu pai?
                        II Sm 3:8 Então se irou muito Abner pelas palavras
                                   de Is-Bosete, e disse:
                                   Sou eu cabeça de cão, que pertença a Judá?
                                   Ainda hoje faço beneficência à casa de Saul, teu pai,
                                   a seus irmãos, e a seus amigos, e não te entreguei nas
                                   mãos de Davi, e tu hoje buscas motivo para me
                                   argüires por causa da maldade de uma mulher.
            II Sm 3:9 Assim faça Deus a Abner, e outro tanto, se,
                        como o SENHOR jurou a Davi, assim eu não lhe fizer,
            II Sm 3:10 Transferindo o reino da casa de Saul,
                        e confirmando o trono de Davi sobre Israel, e sobre Judá,
                                   desde Dã até Berseba.
            II Sm 3:11 E nenhuma palavra podia ele responder a Abner,
                        porque o temia. II Sm 3:12 Então enviou Abner da sua parte
                                   mensageiros a Davi, dizendo: De quem é a terra?
                        E disse mais:
                                   Comigo faze o teu acordo, e eis que a minha
                                   mão será contigo, para tornar a ti todo o Israel. II Sm        3:13 E disse Davi:
                        Bem, eu farei contigo acordo, porém uma coisa te peço:
                        não verás a minha face, se primeiro não me trouxeres
                        a Mical, filha de Saul, quando vieres ver a minha face. II Sm
3:14 Também enviou Davi mensageiros a Is-Bosete, filho de Saul, dizendo:
            Dá-me minha mulher Mical, que eu desposei
                        por cem prepúcios de filisteus.
            II Sm 3:15 E enviou Is-Bosete, e tirou-a de seu marido, a Paltiel,
                        filho de Laís. II Sm 3:16 E ia com ela seu marido,
                                   caminhando, e chorando atrás dela, até Baurim.
            Então lhe disse Abner:
                        Vai-te, agora volta. E ele voltou.
            II Sm 3:17 E falou Abner com os anciãos de Israel, dizendo:
            Já há muito tempo que procuráveis que Davi reinasse sobre vós.
            II Sm 3:18 Fazei-o, pois, agora, porque o SENHOR falou a Davi,
                        dizendo: Pela mão de Davi meu servo livrarei o meu povo das
                        mãos dos filisteus e das mãos de todos os seus inimigos.
            II Sm 3:19 E falou também Abner aos de Benjamim;
                        e foi também Abner dizer aos de Davi, em Hebrom,
                                   tudo o que era bom aos olhos de Israel
                                               e aos olhos de toda a casa de Benjamim.
II Sm 3:20 E foi Abner a Davi, em Hebrom, e vinte homens com ele;
            e Davi fez um banquete a Abner e aos homens que com ele estavam. II
            Sm 3:21 Então disse Abner a Davi:
                        Eu me levantarei, e irei, e ajuntarei ao rei meu senhor
                                   todo o Israel, para fazer acordo contigo;
                                   e tu reinarás sobre tudo o que desejar a tua alma.
                        Assim despediu Davi a Abner, e ele foi em paz.
            II Sm 3:22 E eis que os servos de Davi e Joabe vieram de uma
                        batalha, e traziam consigo grande despojo;
                                   e já Abner não estava com Davi em Hebrom,
                                   porque o tinha despedido, e se tinha ido em paz.
            II Sm 3:23 Chegando, pois, Joabe, e todo o exército que vinha com ele,
                        deram aviso a Joabe, dizendo:
                        Abner, filho de Ner, veio ao rei, e o despediu, e foi em paz.
            II Sm 3:24 Então Joabe foi ao rei, e disse:
                        Que fizeste? Eis que Abner veio ter contigo;
                                   por que pois o despediste, de maneira que se fosse
                                               assim livremente?
                        II Sm 3:25 Bem conheces a Abner, filho de Ner,
                                   que te veio enganar, e saber a tua saída
                                   e a tua entrada, e entender tudo quanto fazes.
            II Sm 3:26 E Joabe, retirando-se de Davi, enviou mensageiros atrás de
                        Abner, e o fizeram voltar desde o poço de Sirá,
                                   sem que Davi o soubesse.
            II Sm 3:27 Voltando, pois, Abner a Hebrom, Joabe o levou à parte,
                        à entrada da porta, para lhe falar em segredo;
                                   e feriu-o ali pela quinta costela, e morreu, por causa
                                               do sangue de Asael seu irmão.
            II Sm 3:28 O que Davi depois ouvindo, disse:
                        Inocente sou eu, e o meu reino, para com o SENHOR,
                                   para sempre, do sangue de Abner, filho de Ner.
            II Sm 3:29 Caia sobre a cabeça de Joabe e sobre toda a casa de seu pai,
                        e nunca na casa de Joabe falte quem tenha fluxo,
                                   ou quem seja leproso, ou quem se atenha a bordão,
                                   ou quem caia à espada, ou quem necessite de pão.
            II Sm 3:30 Joabe, pois, e Abisai, seu irmão, mataram a Abner,
                        por ter morto a Asael, seu irmão, na peleja em Gibeão.
II Sm 3:31 Disse, pois, Davi a Joabe, e a todo o povo que com ele estava:
            Rasgai as vossas vestes; e cingi-vos de sacos e ide pranteando
                        diante de Abner. E o rei Davi ia seguindo o féretro.
            II Sm 3:32 E, sepultando a Abner em Hebrom,
                        o rei levantou a sua voz, e chorou junto da sepultura de Abner;
                                   e chorou todo o povo.
            II Sm 3:33 E o rei, pranteando Abner, disse:
                        Havia de morrer Abner como morre o vilão?
            II Sm 3:34 As tuas mãos não estavam atadas, nem os teus pés
                        carregados de grilhões, mas caíste como os que caem diante dos
                                   filhos da maldade! Então todo o povo chorou muito
                                               mais por ele.
            II Sm 3:35 Depois todo o povo veio fazer com que Davi comesse pão,
                        sendo ainda dia; porém Davi jurou, dizendo:
                                   Assim Deus me faça, e outro tanto, se, antes que o sol
                                               se ponha, eu provar pão ou alguma coisa.
            II Sm 3:36 O que todo o povo entendendo, pareceu bem aos seus olhos;
            assim como tudo quanto o rei fez pareceu bem aos olhos de todo o povo.
II Sm 3:37 E todo o povo e todo o Israel entenderam naquele mesmo dia
            que não procedera do rei que matasse a Abner, filho de Ner.
            II Sm 3:38 Então disse o rei aos seus servos:
                        Não sabeis que hoje caiu em Israel um príncipe e um grande?
                        II Sm 3:39 Que eu hoje estou fraco, ainda que ungido rei;
                        estes homens, filhos de Zeruia, são mais duros do que eu;
                        o SENHOR pagará ao malfeitor, conforme a sua maldade.
O capítulo se encerra com as palavras do rei Davi dizendo que o Senhor pagará ao malfeitor, Joabe, conforme a sua maldade.
Tá certo o pensamento de Davi, mas não está coerente com a postura de um rei que deveria também ter agido conforme as leis e costumes da época para condenarem aquele que agiu de forma nitidamente perversa, como fora a atitude insensata e descabida de Joabe.
Mesmo que Abner merecesse castigo, a atitude de Joabe e de Davi deixaram muito a desejar nesse acontecimento. Que não nos falte a coragem necessária para desempenharmos com eficácia as funções que temos recebido de Deus neste mundo.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 40 dias para a Copa, sem álcool nos estádios.... também faltam 458 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.